Excesso de vitamina D: causas, sintomas, riscos, como eliminar e mais!

Excesso de vitamina D: causas, sintomas, riscos, como eliminar e mais!

Saiba o que é a vitamina D, por que ela é importante e como o seu excesso pode ser prejudicial. Clique para saber como dosar corretamente essa vitamina!


Quais as complicações pelo o excesso de vitamina D no corpo?

Desenho de sol escrito "vitamin D" dentro dele

Vitaminas, em geral, são extremamente importantes para a saúde dos seres humanos. A vitamina D tem uma série de funções e é necessária para o organismo trabalhar de maneira adequada. Porém, tudo em excesso faz mal e pode causar consequências – das mais simples às mais complexas.

Neste artigo, você verá mais sobre o que é a vitamina D, como ela age no organismo, seus benefícios, malefícios do seu excesso, alimentos ricos em vitamina D e mais informações importantes sobre o tema. Boa leitura!

Entendendo mais sobre a vitamina D

Cápsulas de vitaminas D iluminadas pelo sol

A vitamina D tem uma série de funções para o organismo. Confira, nos tópicos a seguir, o que é a vitamina do complexo D, quais são os tipos existentes, sua importância e como ela age no organismo.

O que é a vitamina do complexo D?

A vitamina do complexo D (também conhecida como calciferol), é um nutriente muito importante para o funcionamento musculoesquelético e imunológico do corpo humano.

Essa vitamina é, na verdade, um pré-hormônio, e pode ser produzida tanto pelo organismo humano, como, também, pode vir de outras fontes, como, por exemplo, pela radiação solar, por certos alimentos e pela suplementação (que, é claro, deve ser feita somente com orientação de um profissional de saúde).

Importância das vitaminas no corpo humano

A vitamina D atua no fortalecimento dos ossos e dentes porque a sua principal ação é a manutenção do cálcio no organismo. Esse nutriente auxilia no desenvolvimento de um esqueleto saudável, ou seja, na manutenção da saúde óssea.

Ela também contribui nos processos de proliferação celular, ajudando a controlar a proliferação das células; e atua no equilíbrio e força corporais, já que a vitamina D está presente em diversos tecidos e órgãos, como os neuromusculares. Além disso, ela melhora o sistema imunológico e ainda ajuda na prevenção de algumas doenças, como pressão alta e diabetes.

As vitaminas do complexo D

A vitamina D pode ser assimilada sob duas formas: a vitamina D2 (ergocalciferol) e a vitamina D3 (colecalciferol). O que as diferencia é o modo como são encontradas. Por exemplo: a primeira citada é encontrada por meio de alguns alimentos de origem vegetal, enquanto que a outra pode ser absorvida por meio da exposição aos raios solares, por alimentos como peixes, e com o apoio de suplementos.

No tópico abaixo, é possível entender, com mais detalhes, quais são as diferenças entre a vitamina D2 e D3 e as suas particularidades e especificidades.

Vitamina D2

A vitamina D2 (também chamada de ergocalciferol) é uma das formas de vitamina D encontrada em alimentos de origem vegetal. Entre os exemplos de alimentos em que o nutriente pode ser encontrado estão os fungos, como cogumelos e leveduras, e plantas.

Vitamina D3

A vitamina D3 é encontrada em alimentos de origem animal, como, por exemplo, em peixes (como o salmão, atum, sardinha e cavala) e no óleo de fígado de bacalhau. Além disso, o colecalciferol também é produzido pelo próprio organismo humano, por meio de síntese cutânea, quando a pele entra em contato com os raios solares.

Para que serve a vitamina D

Mulher tomando sol

Agora que você já sabe o que é a vitamina D, quais os tipos e onde cada um deles é encontrado, é o momento de entender, em detalhes, quais são os principais benefícios que eles podem oferecer ao organismo humano. Confira!

Fortalece o sistema imunológico

A vitamina D é uma excelente ajuda para o fortalecimento do sistema imunológico, prevenindo o surgimento de gripes e resfriados. Além disso, uma pesquisa recente mostra que os baixos níveis de vitamina D no organismo estão fortemente relacionadas às taxas de mortalidade da Covid-19, doença respiratória que surgiu em 2019 e se transformou em uma pandemia global.

Isso acontece porque as células de defesa do sistema imunológico apresentam receptores para a vitamina D e, por sua vez, esses receptores atuam no fortalecimento do sistema de defesa, ajudando na prevenção de doenças.

Previne diabetes

Existem pesquisas que mostram que as pessoas com níveis mais altos de vitamina D no sangue têm o risco reduzido de desenvolver diabetes (quando comparadas com pessoas com baixos níveis da vitamina no organismo), além de poder reduzir o risco do diabetes tipo 1 em até 80%.

Isso porque o calciferol atua na manutenção do pâncreas (que é órgão responsável pela produção de insulina, o hormônio que regula os níveis de glicose no sangue).

Porém, é importante esclarecer que a administração da quantidade ideal é considerada polêmica entre os pesquisadores: alguns estudos consideram que a deficiência e o excesso da vitamina D, poderiam aumentar os riscos de diabetes. É sempre importante consultar um médico para obter a melhor orientação.

Melhora a saúde cardiovascular

A vitamina D se mostra fundamental para as funções cardiovasculares. A propriedade que ela tem de desempenhar as funções semelhantes a um hormônio faz dela uma aliada fundamental no controle de muitas reações orgânicas.

Vale destacar, ainda, que ela não atua como um tratamento em si para doenças cardiovasculares, e seu uso deve ser de acordo com cada caso e cada pessoa.

Diminui inflamações no organismo

O calciferol também possui um benefício muito interessante quando o assunto é inflamação do organismo.

A vitamina D consegue atuar na redução inflamatória do organismo, isso porque ajuda na prevenção e no combate a doenças autoimunes (como lúpus, artrite reumatoide, psoríase, doença inflamatória intestinal, entre outras doenças).

Melhora a saúde dos músculos

A vitamina D também pode ajudar a melhorar a saúde dos músculos, isso porque libera a entrada de cálcio nas células musculares. O cálcio nas células musculares age potencializando a capacidade de contração dos músculos que, como consequência, estimula o crescimento de massa muscular, e aumenta a força.

Isso é excelente, principalmente no caso de idosos, pois evita o risco de enfraquecimento dos movimentos e, consequentemente, a queda (que acaba sendo muito comum nessa idade).

Fortalece ossos e dentes

O calciferol age, principalmente, no fortalecimento dos ossos e dentes, pois faz com que o cálcio e o fósforo sejam absorvidos no intestino, passando para a corrente sanguínea, que, depois, é depositado nos ossos ou usado em outras funções no organismo.

Esses minerais citados (o cálcio e o fósforo) são essenciais para a formação dos ossos, e, por esse motivo, a vitamina D é tão importante.

Excesso de vitamina D no organismo

Cápsulas de vitamina D colocadas em círculo

Tudo que é consumido ou encontrado em excesso no organismo, pode causar algumas consequências negativas no corpo. Nos tópicos abaixo, você entenderá quais as consequências que o consumo exagerado de vitamina D pode resultar. Acompanhe!

Causas

O excesso de vitamina D no organismo geralmente acontece por conta do uso de suplementos sem o acompanhamento ou a recomendação médica. Ou seja, de forma errada ou além do recomendado para o consumo, em altas doses.

Vale salientar que o uso de qualquer tipo de suplementação deve ser indicado por um profissional de saúde, pois o uso desenfreado causa consequências negativas.

Sintomas e riscos

Os sintomas do excesso de calciferol no organismo, ou seja, uma intoxicação por vitamina D, são a perda de apetite, náuseas, vômitos, uma sensação de fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial, aumento da frequência urinária, sede, coceira na pele e agitação.

Como o nível de cálcio se torna muito elevado, o risco é que esse cálcio pode acabar depositando-se em todo o organismo, causando transtornos – especialmente nos rins, nos pulmões, nos vasos sanguíneos e no coração. Os rins podem sofrer danos irreversíveis, pois começam a apresentar um mal funcionamento – causando, consequentemente, insuficiência renal.

Além disso, a elevação dos níveis de cálcio na corrente sanguínea pode levar ao desenvolvimento de pedras nos rins e arritmia cardíaca.

Como eliminar

Para quem está com doses elevadas de vitamina D no organismo, a principal orientação é interromper o uso de suplementos de vitamina D imediatamente para compensar os efeitos de níveis elevados de cálcio no sangue e tentar reverter a situação ocasionada.

Além disso, conforme necessidade e conforme o caso, substâncias são administradas por via intravenosa, e podem ser receitados medicamentos como corticosteroide ou bifosfonatos, que são administrados para suprimir a liberação de cálcio dos ossos e evitar consequências mais drásticas.

Carência de vitamina D no organismo

Cápsulas de vitamina D em colher de madeira recebendo luz do sol

Assim como o excesso causa consequências no organismo, a falta de vitamina D também acarreta em problemas de saúde. As causas, os principais sintomas e o tratamento para a carência do consumo de calciferol é o tema dos próximos tópicos. Confira!

Causas

A deficiência de vitamina D pode ser causada pelo baixo consumo de alimentos que são fonte dessa vitamina e pela pouca exposição aos raios solares.

Existe ainda, as situações em que a falta de vitamina D é consequência de uma dieta vegetariana ou vegana, ou pode ser causada por resultado de uma cirurgia bariátrica, e, também, por algum problema de saúde - como doenças inflamatórias intestinais e insuficiência renal - que acaba impedindo a absorção de vitamina D.

Obesos e idosos também podem ter a mesma dificuldade de absorção de vitamina D, assim como pessoas com pele mais escura, já que a melanina reduz significativamente a absorção de vitamina D.

Sintomas e riscos

Os principais sintomas e sinais causados pela carência de vitamina D no organismo inclui a diminuição das taxas de cálcio e fósforo no sangue, dor muscular, fraqueza muscular, enfraquecimento dos ossos, osteoporose (principalmente nos idosos), raquitismo (visto em crianças) e osteomalacia nos adultos.

Além disso, a deficiência de vitamina D pode estar relacionada a algumas situações, como, por exemplo: insuficiência renal crônica; lúpus; doença celíaca; doença de Crohn; síndrome do intestino curto; fibrose cística; insuficiência cardíaca; e pedras na vesícula.

Tratamento

A falta de vitamina D pode ser confirmada com um exame de sangue simples ou até com a saliva. Sendo confirmada a necessidade de mais vitamina D no organismo, será avaliado se há necessidade de tomar algum suplemento de calciferol.

Dependendo, se a pessoa vive em um local com baixa incidência de luz solar ou que tem uma dieta não rica em vitamina D, o médico poderá indicar doses específicas da suplementação, para mais ou para menos, por isso a importância de sempre fazer esse acompanhamento médico.

Principais fontes de Vitamina D

Alimentos ricos em vitamina D com lousa escrito "vitamina D"

Como já acompanhamentos neste artigo, a vitamina D pode ser encontrada em alimentos, na luz solar e na suplementação. A seguir, você confere mais especificações sobre essas fontes de calciferol. Confira!

Alimentação

Pode ser um pouco difícil encaixar na alimentação ingredientes que sejam ricos em vitamina D, como o cogumelo shitake, o óleo de fígado de bacalhau, o atum, o salmão, a ostra. Tanto pelo preço, quanto por serem pouco convencionais. Por isso, existem outras opções de alimentos que podem ser consumidos, como a gema de ovo, a sardinha, leite integral.

Infelizmente, não existem muitas opções para vegetarianos além do cogumelo, isso porque a vitamina D está presente quase que exclusivamente em alimentos de origem animal e em alguns produtos fortificados, como as bebidas vegetais.

Suplementação

A suplementação de vitamina D é indicada quando a pessoa possui deficiência nessa vitamina, sendo mais frequente em países em que há pouca exposição da pele à luz do sol. Além disso, as crianças, idosos e as pessoas com pele negra também possuem mais chance de ter deficiência dessa vitamina. Os suplementos podem ser encontrados em farmácias, supermercados, lojas de produtos naturais e na internet - podendo ser em cápsulas para os adultos ou em gotas para as crianças.

Ao mesmo tempo que ela é muito benéfica, deve ser usada com consciência e com a orientação de um profissional que entenda do assunto, tendo em vista todos os motivos que você já acompanhou neste artigo sobre o excesso de vitamina D no organismo e suas consequências.

Luz solar

Tomar sol é a principal forma de obter a vitamina D, fundamental para o sistema imunológico e para os ossos. A quantidade necessária de sol por dia pode variar de acordo com uma série de fatores, como: idade, peso, região onde mora, cor da pele e estado de saúde.

É recomendado, para adultos saudáveis, tomar sol de 15 a 20 minutos por dia em, no mínimo, três dias por semana para quem tem pele branca e até uma hora por dia para quem tem tons de pele mais escuros (isso por conta da diferença de melanina).

Vale lembrar que os melhores horários para tomar sol é até as 10 horas da manhã e depois das 15 horas da tarde, porque os raios solares estarão mais fracos e a chance de queimaduras de pele são menores.

Outras informações sobre a vitamina D

Mulher em campo no sol fazendo coração com as mãos

Agora que você já sabe que a vitamina D é muito importante para o organismo, mas que, em excesso, pode causar algumas doenças sérias, é fundamental entender em qual quantidade essa vitamina deve ser consumida em que situações ela é mais indicada. Confira a seguir!

Quais são os níveis ideais de vitamina D?

Não existe um nível padrão de vitamina D direcionado para todo mundo. Cada pessoa precisa de uma dose específica para o seu organismo, dependendo de inúmeros fatores, como: se a pessoa tem carência de vitamina D, por exemplo. Isso dependerá do resultado do exame de sangue de cada pessoa.

A suplementação eficaz precisa estar na forma de vitamina D3 (que também é conhecida como colecalciferol) tendo em vista que a vitamina D2 apresenta só de 30% a 50% da força biológica da vitamina D3 para se transformar na forma metabolicamente ativa dessa vitamina dentro do corpo, que é o calcitriol.

Quantidade diária recomendada

A suplementação diária média para manutenção dos níveis ideais é de até 2.000UI/dia para adultos. Mas, em casos de carência de vitamina D (que sejam verificadas através do exame de sangue pelo profissional de saúde), doses de 4.000UI a 8.000UI por dia, durante três meses, costumam ser adequadas para atingir o nível desejável de vitamina D no organismo.

Dica importante: a vitamina D é absorvida quando entra em contato com coisas gordurosas. Por isso, o melhor horário para tomar vitamina D é juntamente com as refeições, para potencializar ainda mais a absorção da vitamina pelo organismo.

Vitamina D para vegetarianos

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, embora a maior parte dos alimentos ricos em vitamina D sejam de origem animal, não é preciso abrir mão da dieta para suprir a ausência dessa vitamina.

Hoje, é possível fazer a suplementação por meio de comprimidos e cápsulas com a ajuda de um profissional de saúde, que é uma boa forma de repor cálcio, fósforo e demais nutrientes que são importantes, ainda mais em caso de ausência e deficiência delas no organismo. Além disso, é importante continuar tomando sol com moderação e sempre que possível, nos horários em que os raios solares não são tão agressivos à pele.

Quando usar o suplemento de vitamina D?

O suplemento de vitamina D é recomendado apenas para quem tem deficiência da vitamina no organismo, mas, deve ser indicado por um profissional de saúde após realizado o exame de sangue e verificada todas as condições da pessoa.

Não é recomendado, em hipótese alguma, a manipulação e ingestão de suplementos farmacêuticos por conta própria, tendo em vista os riscos observados pelas altas taxas de vitamina D ocasionados ao organismo.

Porém, o sol em bons horários e uma alimentação que contenha alguma taxa de vitamina D como o consumo de peixes, por exemplo, é sempre bem vindo (claro, se não houver nenhuma restrição à vitamina no seu organismo).

Tome cuidado com o excesso de vitamina D!

Pessoa segurando cápsula de vitamina D em direção ao céu

Vimos, neste artigo, que a vitamina D tem uma série de benefícios muito importantes para o corpo humano: além de ajudar o sistema imunológico, ela atua na fortificação dos ossos e ajuda na prevenção de algumas doenças.

Porém, a vitamina D deve ser moderada, já que, em excesso, ele causa problemas de saúde, como falha nos rins, hipertensão arterial, e pode ser responsável pelo cálcio sendo depositado na corrente sanguínea e em alguns órgãos vitais para a vida.

O suplemento é o principal causador dos níveis exagerados de vitamina D no organismo, portanto, antes de tomar, é preciso ir ao médico e realizar exames para saber, caso a caso, se a suplementação é recomendada.

Autor deste artigo

Jornalista e taurina apaixonada por escrita desde aprendeu a escrever. Desde a sua formação, se dedica a escrever textos sobre diversos assuntos, e temas como o autoconhecimento e saúde da mente têm feito parte dos seus trabalhos e pesquisas mais frequentes.

Palavras-chave relacionadas


alimentação

Artigos relacionados


Como aumentar a imunidade do corpo? Dicas, vitaminas, alimentos e mais!

Como aumentar a imunidade do corpo? Dicas, vitaminas, alimentos e mais!

Quer saber como aumentar sua imunidade e ter acesso a outras informações relevante? Leia este artigo e veja como melhorar sua saúde com a alimentação!


Psyllium: benefícios, para que serve, efeitos colaterais, como tomar e mais!

Psyllium: benefícios, para que serve, efeitos colaterais, como tomar e mais!

As sementes de psyllium podem trazer vários benefícios para a saúde. Leia o artigo e descubra para que elas servem e muito mais!


Benefícios do Damasco: para emagrecimento, saúde ocular e mais!

Benefícios do Damasco: para emagrecimento, saúde ocular e mais!

O damasco é fonte de fibras, vitaminas e minerais essenciais para a saúde. Descubra neste artigo, os principais benefícios, dicas de consumo e muito mais!


Batata: benefícios, tipos, propriedades e nutrientes, malefícios e mais!

Batata: benefícios, tipos, propriedades e nutrientes, malefícios e mais!

Com muitas variações, a batata é fundamental para uma boa alimentação e é cultivada mundialmente. Saiba mais!


Castanha-do-Pará: benefícios, malefícios, propriedades e mais!

Castanha-do-Pará: benefícios, malefícios, propriedades e mais!

A castanha-do-pará está cada vez mais presente na alimentação das pessoas e traz vários benefícios. Leia esse artigo e descubra como consumir corretamente!


Últimos posts


O que significa sonhar com bingo? Cartela, números, jogando e mais!

O que significa sonhar com bingo? Cartela, números, jogando e mais!

Sonhar com bingo traz revelações importantes, principalmente sobre sua vida financeira e profissional. Leia o artigo completo para saber mais!


Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Se você está procurando um grande amor, não perca tempo e faça uma oração. Leia o artigo e confira o que é preciso para encontrar a sua alma gêmea!


Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda é a fase mais grave do transtorno psicológico, mas tem tratamento e o paciente precisa de apoio. Saiba mais aqui!


Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Descobriu que o Cavalo é o seu signo do horóscopo chinês? Leia o artigo e confira quais são as suas características segundo a astrologia oriental!


Sonhar com chiqueiro: cheio de porcos, vazio, alagado, com lama e mais!

Sonhar com chiqueiro: cheio de porcos, vazio, alagado, com lama e mais!

Neste artigo, descobriremos o que significa sonhar com chiqueiro. Vamos conhecer diversas variações desse sonho e compreender como eles são, na verdade, avisos.