Alho: benefícios, para que serve, propriedades, como usar e mais!

Alho: benefícios, para que serve, propriedades, como usar e mais!

Um superalimento, o alho entrega benefícios à saúde, garantindo inclusive a prevenção de doenças. Confira neste artigo informações valiosas sobre seu consumo!


Você conhece os benefícios do alho?

Cabeças de alho

Neste artigo, veremos a impressionante gama de benefícios fornecidos pelo bulbo da planta Allium sativum, popularmente conhecido como alho. Usado como tempero desde a Antiguidade, mas também muito valorizado por suas propriedades medicinais, o alho é versátil tanto nos tipos de preparos gastronômicos quanto por sua ação positiva para a saúde.

Dentre os benefícios do alho, destacam-se a proteção do organismo, porque ele aumenta a imunidade, a prevenção do câncer de cólon, o fortalecimento do coração, a redução da pressão arterial, dentre muitas outras potencialidades curativas e preventivas.

Abordaremos também suas propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias e vermífugas, e conheceremos formas de uso variadas, assim como suas contraindicações e orientações de consumo. Acompanhe.

Entendendo mais sobre o alimento alho

Pés de alho

A fim de entender melhor os benefícios e propriedades do alho, vamos dar um passeio por sua origem e história, abordando também funções e características dessa planta. Confira.

Origem e história do alho

Já no Antigo Egito, o alho era uma das plantas cultivadas especialmente com finalidade de compor medicamentos. Estima-se que a origem dessa planta seja o Oriente Médio, mas alguns estudiosos apontam para uma versão ancestral do alho originada na Ásia Central.

Apesar da origem controversa, seu cultivo mais remoto remonta a 6 mil anos. Mesmo tendo sido amplamente utilizado por diversas culturas da Ásia, África, Oriente Médio e Europa por causa de seu valor medicinal, curiosamente, o alho só foi ser valorizado por seu potencial gastronômico depois de muitos séculos.

Por seu sabor marcante e odor característico, era considerado um tempero dos pobres, evitado nos pratos da aristocracia.

Para que serve o alho?

O alho tem duas funções historicamente bem-marcadas em todas as culturas da Antiguidade, e sua introdução nas Américas também se caracteriza por essas funções: a gastronômica e a medicinal.

O uso culinário do alho é bastante versátil e ele é sempre presença marcante em um prato, devido ao seu sabor que se destaca, mas também ao seu odor intenso. Ele pode ser consumido cru, refogado, picado ou amassado, em combinação com outros vegetais ou no papel de temperar carnes e outros pratos salgados.

A sua função medicinal é muito ampla, e vai desde o fortalecimento da imunidade à prevenção de doenças como câncer. Dizem que o alho é um excelente aliado do coração.

Características do alho

O alho é considerado uma planta perene, isto é, que possui um ciclo de vida longo. A planta do alho tem folhas alongadas e estreitas, podendo atingir até 60cm de altura. A parte da planta que chamamos de alho é o seu bulbo.

Ele é caracterizado por um formato redondo ou ovalado, e formado por uma série de dentes, que podem ir de 5 a 56, os bulbilhos. A casca fina que recobre os dentes é chamada de bráctea.

Ela tem coloração branca, rosada, avermelhada, violeta, roxa ou, ainda, marrom, a depender da variedade. O alho exala um aroma intenso devido à presença de uma substância sulforosa conhecida como alicina.

Propriedades do alho

As propriedades do alho o tornam uma excelente hortaliça fitoterápica, para além de suas qualidades gastronômicas. Ele tem um alto valor nutricional em calorias, carboidratos e proteínas, contendo fósforo, potássio, cálcio, magnésio e vitaminas (A, B1, B2, B6, C, E).

Suas propriedades são abrangentes, e o alho entrega benefícios como analgésico, antisséptico, antiviral, antifúngico, anti-inflamatório, antimicótico e antibacteriano, bem como anticoagulante.

Além disso, tem ação diurética e antioxidante, sendo eficaz no controle do colesterol, agindo também contra amebas e protegendo contra gripes e resfriados. Suas propriedades o tornam um alimento que auxilia no controle da hipertensão. O seu consumo regular ajuda a aumentar a imunidade.

Benefícios do alho

Várias cabeças de alho

Vamos conhecer a seguir os principais benefícios do alho, que são múltiplos e contribuem com a saúde do organismo em geral, prevenindo diversas doenças.

Aumenta a imunidade

Dentre os diversos benefícios do alho para o organismo, destaca-se a sua importante função imunoestimulante. O alho é uma planta eficaz no estímulo da imunidade porque contém a substância conhecida como alicina, além de importantes sais minerais e vitaminas.

A alicina apresenta ação antioxidante, prevenindo a atuação dos radicais livres, o que é fundamental para que o organismo possa prevenir e combater inúmeras doenças. Além disso, a alicina ajuda a evitar o enrijecimento das artérias, inibindo também o crescimento de bactérias nocivas, vírus e fungos.

O efeito imunoestimulante do alho é potencializado quando o alimento é consumido cru, e uma opção é utilizá-lo no preparo de pastas e como tempero de saladas.

Possui ação antimicrobiana

A ação antimicrobiana do alho o classifica como um excelente protetor natural contra o efeito nocivo de micróbios no organismo. Consumir alho regularmente é uma boa maneira de evitar, pela alimentação, a proliferação de diversos microagentes prejudiciais para a saúde.

Um estudo da Universidade Cardiff, na Inglaterra, conduzido pelo pesquisador David Lloyd, reforça que o alho pode ser usado como um antibiótico natural, sendo sugerido que o alho poderia ter seu uso ampliado inclusive como descontaminante após ataques de armas químicas.

Outras pesquisas demonstram que a eficácia do alho se estende a germes, fungos e protozoários, isto devido à ação poderosa da alicina.

Auxilia no tratamento de infecções por vermes

Estudos que buscaram se aprofundar nas capacidades combativas do alho contra agentes nocivos concluíram que a presença da alicina, substância responsável pelo forte odor que essa hortaliça exala, é o que impede a progressão de vermes, bactérias, protozoários e fungos no organismo.

Consumido cru ou adicionado ao azeite, o alho preserva suas propriedades vermífugas, e adicioná-lo à sua dieta diária é uma excelente forma de se manter longe dos vermes intestinais.

O chá de alho também é uma opção interessante para essa finalidade. As propriedades vermífugas do alho têm inclusive sido estudadas como solução para a eliminação de vermes em animais.

Previne o câncer de cólon

O alho é considerado um excelente alimento para a prevenção do câncer de cólon. A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda o consumo diário de ao menos 1 dente de alho, com essa finalidade.

Essa quantidade adicionada ao cardápio também demonstra ser eficaz como aliado na prevenção a outros cânceres, como o de estômago, o de pulmão e o de mama. Há inúmeros estudos que avaliam as imensas capacidades do alho de melhorar a saúde por meio de consumo regular na alimentação.

Esses estudos apontam que a alicina, princípio ativo do alho, é capaz de agir no DNA das células e evitar mutações genéticas. Além disso, a alicina age em tumores já existentes, afetando 332 proteínas que formam esses tumores.

Melhora a saúde do coração

O alho é bastante conhecido por ser um condimento “amigo do coração”. Seja consumido como fitoterápico, em cápsulas, chás e essências, ou diretamente na alimentação, preferencialmente in natura, o alho realmente age de forma a preservar a saúde cardíaca e a evitar o surgimento de problemas.

Para começar, suas substâncias benéficas atuam de modo a impedir o entupimento das artérias. A alicina, ativo presente no alho, é responsável pela redução considerável do colesterol ruim e dos triglicérides.

Além disso, ela diminui a pressão sanguínea, promovendo o relaxamento dos vasos. Por ser rico em antioxidantes, o alho também previne a trombose.

Alivia doenças inflamatórias

O alho é um poderoso anti-inflamatório natural. Essa capacidade está por trás do seu uso auxiliar no tratamento antigripal, mas também na prevenção do câncer de estômago.

Pesquisas sobre o potencial anti-inflamatório do alho indicaram que ele exerce uma ação semelhante à do medicamento Ibuprofeno, sendo eficaz também para combater a febre. Consumir um dente de alho por dia é o suficiente para garantir esses benefícios.

A fim de preservar os efeitos positivos da alicina, fitoquímico responsável por essa função medicinal do alho, dê preferência para o alho in natura, isto é, consuma cru, adicionado ao molho pesto, em pasta ou picado para temperar saladas.

Previne doenças respiratórias

Os diversos componentes naturais do alho, como os sais minerais e as vitaminas fazem com que este seja um elemento imprescindível no seu cardápio do dia a dia.

A alicina, fitoquímico de grande atuação anti-inflamatória, antiviral e impulsionadora da imunidade torna o consumo constante de alho garantia de proteção contra diversas doenças, inclusive as respiratórias.

Estudos comprovaram que o alho ajuda a proteger os pulmões, sendo inclusão fundamental para a dieta de fumantes, por exemplo, já que diminui para eles em até 30% o risco de câncer.

Essa porcentagem se estende para 44% para a população não-fumante (Jiangsu Provincial Centre for Disease Control and Prevention). Além disso, o consumo regular de alho ajuda a aliviar os sintomas da asma.

Auxilia na saúde do cérebro

O alho é uma das hortaliça mais poderosas para a saúde, no que diz respeito à sua riqueza mineral e à presença de outras substâncias benéficas, como vitaminas e a alicina. A inclusão do alho no cotidiano alimentar auxilia na prevenção de doenças como Alzheimer e demência, por exemplo.

Suas propriedades desempenham função neuroprotetora, isto é, agem contra danos no tecido nervoso. Um estudo voltado à análise do efeito do extrato de alho (Revista Nutrients) verificou que ele atua de modo a atenuar algumas alterações degenerativas do cérebro.

Por combater os radicais livres e ser antioxidante, a alicina também auxilia contra o envelhecimento das células.

Reduz a pressão arterial

Dentre os diversos notáveis efeitos do consumo constante de alho, é comprovada a sua ação anti-hipertensiva, isto é, a sua capacidade de reduzir a pressão arterial, estabilizando o fluxo sanguíneo e contribuindo também para evitar a trombose.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda a ingestão de cápsulas de alho como tratamento coadjuvante para quem sofre de hipertensão.

Porém, as pessoas que têm pressão baixa devem evitar esse tipo de consumo, já que os componentes do alho agem de modo a induzir a queda de pressão. Grávidas, lactantes e crianças menores de 4 anos também devem evitar as cápsulas.

Contribui com a saúde da pele

As propriedades antioxidantes, antibacterianas, anti-inflamatórias e antifúngicas do alho fazem com que ele seja um ativo especial para quem valoriza o cuidado com a saúde da pele. A presença da alicina garante o combate eficaz contra os radicais livres e a oxidação das células.

Desse modo, pode-se considerar o alho um agente de prevenção do fotoenvelhecimento, ao passo em que ele também contribui para a regeneração do tecido e a redução de manchas e vermelhidão na pele.

As funções fungicidas e bactericidas do alho o tornam um excelente aliado contra os cravos e as espinhas. Se consumido cru, a sua riqueza nutricional será melhor aproveitada pelo organismo.

Como usar o alimento alho

Cabeças de alho sobre mesa

Vamos conhecer diversas formas de usar o alimento alho, descobrindo como adicioná-lo no nosso cardápio diário. Além disso, veremos a receita de um poderoso chá, bem como da água de alho, tão rica em nutrientes. Confira!

Formas de consumir o alho

Seja na culinária, como tempero ou componente de pratos, seja como agente medicinal, com a finalidade de auxiliar no combate e na prevenção de diversas doenças, o alho é um ingrediente indispensável.

É verdade que os seus benefícios são potencializados por meio do consumo cru, mas há aqueles que não gostam do sabor intenso e um pouco ardido, característico dessa hortaliça.

Isso não é razão para não consumi-lo, no entanto, pois o alho pode ser adicionado em azeites, pastas e patês, salpicado em saladas, refogado em molhos e como tempero de carnes e peixes. Além disso, chás, águas e extratos e ainda a versão em cápsulas compõem as opções de consumo.

Receita de chá de alho

O chá de alho é uma opção extremamente saudável e eficaz no combate a diversos sintomas, como os da gripe, por exemplo. Isso porque suas propriedades expectorantes auxiliam a liberar o excesso de muco, além da redução da inflamação pulmonar, processo curativo estimulado pela presença do fitoquímico alicina.

Outro benefício do chá de alho é ele ser um potente diurético, ajudando na eliminação de toxinas e agindo contra a retenção de líquidos.

Além de todos esses motivos, a ingestão regular desse chá fortalece a imunidade, reduz o colesterol e os triglicérides, assim como a pressão arterial, melhorando também a circulação. Veremos uma receita especial para preparar um bom chá de alho.

Ingredientes e como fazer

Conheceremos uma receita excelente de chá de alho com mel, que serve como adoçante. Você vai precisar de 3 dentes de alho, 1 colher de chá de mel e o volume de uma xícara de água (cerca de 200 ml).

Ferva a água com os dentes de alho, em fogo médio, e mantenha no fogo durante 3 minutos após a fervura. Após retirar do fogo, coe o chá e adicione o mel, misturando bem.

Água de alho

A água de alho pode ser facilmente preparada e é uma bebida anti-inflamatória e antiviral bastante prática para consumir o Alho sem perder os seus nutrientes. Os nutrólogos ressaltam que a melhor maneira de tomar essa água é em jejum.

Isso faz com que o organismo seja hidratado ao mesmo tempo em que recebe as propriedades benéficas da hortaliça.

É importante que o alho presente nessa água seja in natura, isto é, cru, e recomenda-se a água gelada, pois nessa temperatura os nutrientes se mantêm ativos. Veremos uma receita de água de alho para tomar pela manhã e em diversos momentos do dia.

Ingredientes e como fazer

Os ingredientes básicos para essa receita são: 100ml de água e 1 dente de alho (esmagado). Você pode adicionar algumas especiarias que saborizam a água e ainda entregam benefícios adicionais.

Recomendamos a canela, o gengibre, o alecrim e o cravo. Outro ingrediente que pode ser adicionado à vontade é o limão. Para preparar, misture os ingredientes e deixe a bebida repousando por cerca de 8h antes de servi-la. Essa bebida pode ser adoçada com mel.

Cápsulas de alho

As cápsulas de alho são suplementos alimentares que entregam as ações anti-inflamatórias, antivirais, antifúngicas e expectorantes do alho, especialmente para as pessoas que não gostam de ingerir esse alimento cru.

As cápsulas de alho são recomendadas também para quem precisa reduzir o colesterol e os triglicérides, e ainda para quem quer reduzir a pressão arterial de maneira fitoterápica.

Porém, os nutrólogos não recomendam o consumo desse produto para quem tem pressão baixa, para grávidas e lactantes, crianças menores de 4 anos e pessoas que estão em pré ou pós-operatório, já que o alho concentrado pode alterar a coagulação sanguínea.

Outras informações sobre o alho

Cabeças de alho sobre mesa de madeira

Informações relevantes sobre o alho nos ajudam a consumi-lo de modo consciente e adequado. Obtenha a seguir informações sobre o consumo ideal, tais como frequência, contraindicações, efeitos colaterais, armazenamento e opções orgânicas.

O alho deve ser ingerido com que frequência?

As opiniões a respeito da quantidade-limite de alho a ser consumido diariamente variam. Alguns nutrólogos recomendam o consumo de até 3 dentes de alho por dia, o que corresponde a 4g, enquanto outros estendem o limite para até 10g.

A recomendação da Associação Dietética Americana é de 600 a 900mg diárias. O importante, porém, é consumir esse alimento de forma moderada, porém regular, isto é, integrá-lo na sua alimentação cotidiana.

Assim, o alho deve ser consumido diariamente para estimular a imunidade e apresentar ação efetiva contra diversas doenças, sendo uma maneira de preveni-las, em combinação com a adoção de outros hábitos saudáveis.

Contraindicações e possíveis efeitos colaterais do excesso de alho

O alho auxilia na prevenção e no tratamento de doenças. Porém, o consumo em excesso não é indicado, pois pode causar problemas gástricos, além de mau hálito.

Pessoas portadoras da Síndrome de Intestino Irritável (SII), assim como quem tem quaisquer distúrbios gástricos, devem evitar o consumo de alho cru, preferindo que ele seja adicionado refogado ou assado na alimentação.

Pessoas que sofrem de distúrbios da coagulação sanguínea também devem ficar longe do alho. E, para a população em geral, este é um alimento que, em excesso, especialmente in natura, pode causar vômitos e náuseas, além de desconforto e dores abdominais.

Como comprar e como armazenar o alho?

Encontramos dois tipos de alho nos supermercados e feiras, a variedade branca e a roxa. A fim de escolher bem que alho levar para casa, dê preferência ao alho com casca, o que garante a longevidade do alimento, além de preservá-lo de contaminação.

Escolha as cabeças de alho que estiverem mais firmes, isto é, perceba que manchas escuras e dentes amolecidos indicam que o alho não está fresco. O armazenamento do alho é importante para que ele dure mais tempo.

Guarde-o em um local arejado, mas sem incidência de sol. Não armazene o alho em recipientes fechados, sob o risco de mofo. Você também pode conservá-lo congelado, envolvendo-o em plástico-filme e guardando-o no freezer.

Por que dar preferência pelo alho orgânico?

O alho é um alimento potente para a saúde, sendo um item extremamente prático e benéfico para ser integrado no seu cardápio diário. Mas é importante escolher bem os alimentos, levando em consideração a sua forma de produção.

Isso significa valorizar os alimentos orgânicos, que não contém agrotóxicos em seu cultivo e que oferecem os nutrientes de maneira mais pura. Além disso, a produção de alimentos orgânicos visa a qualidade em todas as etapas, garantindo alimentos mais nutritivos e saborosos.

Outro fator relevante é que o cultivo de orgânicos promove o respeito pelo meio ambiente ao não utilizar componentes tóxicos, enquanto auxilia na melhoria socioeconômica de comunidades rurais.

O alho possui diversos benefícios!

Dentes de alho em pote de porcelana branca

O consumo de alho é comprovadamente benéfico para se prevenir contra diversas doenças, e as suas propriedades combatem desde problemas cardíacos até sintomas respiratórios.

Desde a Antiguidade, as formas de consumir o alho são variadas, o que o torna uma opção realmente versátil para a alimentação diária. Ele pode ser comido cru, cozido ou assado, como componente especial para molhos e pastas, ou ainda em lascas para temperar saladas.

Outras formas de consumo incluem o chá e a água de alho, além dos extratos e das cápsulas produzidas em laboratório, que servem como suplementos alimentares. O alho é considerado pelos nutricionistas um superalimento, por causa de seus compostos bioativos poderosos, ou seja, é um aliado da sua saúde. Escolha a forma que mais se adequa a sua rotina e aproveite os benefícios!

Autor deste artigo

Sempre gostei de escrever. Escrevo sobre filmes e sonhos, e aprecio viagens, história e cultura em geral.

Palavras-chave relacionadas


alimentação

Artigos relacionados


Como aumentar a imunidade do corpo? Dicas, vitaminas, alimentos e mais!

Como aumentar a imunidade do corpo? Dicas, vitaminas, alimentos e mais!

Quer saber como aumentar sua imunidade e ter acesso a outras informações relevante? Leia este artigo e veja como melhorar sua saúde com a alimentação!


Psyllium: benefícios, para que serve, efeitos colaterais, como tomar e mais!

Psyllium: benefícios, para que serve, efeitos colaterais, como tomar e mais!

As sementes de psyllium podem trazer vários benefícios para a saúde. Leia o artigo e descubra para que elas servem e muito mais!


Benefícios do Damasco: para emagrecimento, saúde ocular e mais!

Benefícios do Damasco: para emagrecimento, saúde ocular e mais!

O damasco é fonte de fibras, vitaminas e minerais essenciais para a saúde. Descubra neste artigo, os principais benefícios, dicas de consumo e muito mais!


Batata: benefícios, tipos, propriedades e nutrientes, malefícios e mais!

Batata: benefícios, tipos, propriedades e nutrientes, malefícios e mais!

Com muitas variações, a batata é fundamental para uma boa alimentação e é cultivada mundialmente. Saiba mais!


Castanha-do-Pará: benefícios, malefícios, propriedades e mais!

Castanha-do-Pará: benefícios, malefícios, propriedades e mais!

A castanha-do-pará está cada vez mais presente na alimentação das pessoas e traz vários benefícios. Leia esse artigo e descubra como consumir corretamente!


Últimos posts


Como aumentar a imunidade do corpo? Dicas, vitaminas, alimentos e mais!

Como aumentar a imunidade do corpo? Dicas, vitaminas, alimentos e mais!

Quer saber como aumentar sua imunidade e ter acesso a outras informações relevante? Leia este artigo e veja como melhorar sua saúde com a alimentação!


Sonhar com girino: em águas claras, águas turvas, virando sapo e mais!

Sonhar com girino: em águas claras, águas turvas, virando sapo e mais!

Sonhar com girino é um presságio de desenvolvimento e mudanças. Confira aqui essas e outras interpretações para esse sonho, e descubra também como se comportar!


Sonhar com ferro: panela, grade, porta, ponte, ferro de passar e mais!

Sonhar com ferro: panela, grade, porta, ponte, ferro de passar e mais!

Sonhar com ferro pode indicar um mau presságio? Descubra tudo sobre esse sonho neste artigo e saiba como agir!


Como acender vela para o Anjo da Guarda com copo de água? Entenda!

Como acender vela para o Anjo da Guarda com copo de água? Entenda!

Realizando uma conexão com a espiritualidade, acender uma vela para o Anjo da Guarda com um copo de água abre portais. Saiba mais!


Afirmações positivas "eu sou": o que são, exemplos, como criar a sua e mais!

Afirmações positivas "eu sou": o que são, exemplos, como criar a sua e mais!

Você sabe o que são afirmações positivas e lei da atração? Então leia esse artigo e descubra o que é afirmação positiva, exemplos, como criar e mais!