Os benefícios do maracujá: Para a ansiedade, melhoria do sono e mais!

Os benefícios do maracujá: Para a ansiedade, melhoria do sono e mais!

O maracujá é largamente usado como calmante, mas os benefícios para a saúde vão muito além. Quer descobrir todas as suas propriedades? Confira nosso artigo!


Considerações gerais sobre os benefícios do maracujá

Maracujás abertos e suco de maracujá em copo.

O maracujá é uma fruta de sabor marcante e único, muito usada ao redor do mundo por seu poder calmante. Pode-se dizer que é perfeito para ajudar no controle de estresse e distúrbios, como ansiedade e insônia, além de ser facilmente encontrado no Brasil todo.

Aliás, um fato desconhecido por várias pessoas é que ele pode ser aproveitado de forma integral. A polpa é deliciosa, sendo um ingrediente fundamental em pratos doces e salgados da culinária mundial. Para quem não sabe, a casca do maracujá possui propriedades valiosíssimas para manter nosso corpo saudável.

No Brasil, encontramos mais de 150 espécies desta fruta, mas existem aproximadamente 600 espécies distintas espalhadas pela região tropical do continente americano. Siga a leitura e descubra como o maracujá pode te auxiliar no tratamento de vários problemas, inclusive o colesterol e a diabetes!

O perfil nutricional do maracujá

Maracujás cortados ao meio.

O maracujá é uma fruta riquíssima em termos nutricionais, já que possui grandes quantidades de flavonoides, vitaminas, minerais e antioxidantes. Uma curiosidade é que muitos de seus benefícios estão concentrados em sua casca ou entrecasca. Confira!

Fonte de vitaminas A e C

O maracujá é rico em vitaminas, principalmente A e C. Sendo uma importante fonte de vitamina A, contribui com a saúde dos olhos, protegendo a córnea. Além disso, ele ajuda a prevenir problemas como a cegueira noturna, causada, entre outros fatores, pela deficiência desse tipo de vitamina.

Em média, 100 g da polpa desta fruta conta com 125 mcg de vitamina A e 23 mg de C. No entanto, a presença e a concentração podem variar entre as suas espécies. O maracujá-amarelo, por exemplo, é riquíssimo em vitamina A. Já o maracujá-roxo tem sabor menos ácido e possui muita vitamina C.

Outros tipos, como o maracujá-doce, maracujá-maçã, maracujá do mato e maracujá-açu têm grandes quantidades das duas vitaminas, A e C.

Minerais

O maracujá traz muitos benefícios para os nossos ossos, já que é rico em minerais. Ele conta com cálcio, ferro, magnésio, cobre e fósforo, que desempenham um papel importante no fortalecimento, na proteção e no aumento da densidade da estrutura óssea.

Além disso, esses minerais são capazes de turbinar o sistema imunológico, inibindo doenças como a anemia e mantendo o bom funcionamento cardiovascular. Uma porção de 100 g de maracujá fornece, em média, de 28 a 29 mg de magnésio, 51 a 64 mg de fósforo e 200 a 338 mg de potássio.

Fibras

O maracujá é um fruto com grandes quantidades de fibras. Ao consumir uma porção de 100 g, pode-se ingerir, em média, de 1,1 a 3,3 g de fibra. Esse componente ajuda no processo digestivo e controle dos níveis de colesterol.

As fibras solúveis encontradas na fruta, como a pectina, se misturam facilmente à água e formam um gel bem viscoso no estômago. Desse modo, a sensação de saciedade é prolongada, sendo um ótimo alimento para quem está na luta contra a balança.

Essas fibras são encontradas principalmente na casca do maracujá, que pode ser transformada em farinha e utilizada nas mais variadas preparações culinárias.

Antioxidantes

A polpa do maracujá é deliciosa e refrescante, mas não se resume somente a isso. Ela é uma ótima fonte de antioxidantes, já que conta com uma grande quantidade de polifenóis e carotenóides.

Esta propriedade é, aliás, um dos seus maiores benefícios à saúde. Isso porque os compostos antioxidantes inibem a ação dos radicais livres, combatendo o envelhecimento precoce e o eventual surgimento de células tumorais.

As substâncias presentes no maracujá ajudam, ainda, na prevenção de enfermidades como a catarata e a aterosclerose (formação de placas na parede das artérias do coração).

Os flavonoides

Os compostos flavonoides estão presentes de forma abundante no maracujá e podem oferecer vários benefícios, entre eles, o efeito calmante. A passiflorina é o principal ativo do maracujá-amarelo, que apresenta potente ação relaxante, sendo ideal após um dia intenso e estressante.

Isso porque a passiflorina inibe o receptor do neurotransmissor GABA, que ajuda a acalmar de maneira instantânea, diminuindo a ansiedade, sem dar sono. Entretanto, essa substância está em quantidade menor na polpa, ficando mais concentrada nas folhas da fruta.

Outro flavonoide encontrado no maracujá é a crisina, que apresenta fortes propriedades antioxidantes. Além disso, esse componente inibe a ação de uma enzima, a aromatase, estimulando a produção de testosterona.

Os principais benefícios do maracujá para a saúde

Maracujás fechados.

O maracujá é superpotente quando se trata de benefícios para a saúde, já que ajuda a controlar os níveis de glicose e colesterol, por exemplo. Confira a seguir como esta fruta pode deixar corpo e mente mais saudáveis!

Auxilia no combate ao estresse e ansiedade

O maracujá é um grande aliado no combate ao estresse e à ansiedade, coisas às quais estamos sujeitos na correria do dia a dia. Uma variedade em especial, o maracujá pérola (conhecido também como maracujá-do-sono), apresenta um forte poder calmante em sua polpa.

Isso acontece porque ele possui alta concentração de alcaloides, que atuam diretamente no sistema nervoso central, promovendo um efeito analgésico e relaxante imediato.

Além disso, por ser rico em magnésio e flavonoides, como kaempferol e quercetina, apresenta grande ação ansiolítica, sendo capaz de auxiliar, inclusive, no tratamento de distúrbios de ansiedade, pânico e tensão nervosa.

Atua na melhoria da qualidade do sono

O maracujá apresenta propriedades terapêuticas que vêm do fruto como um todo, inclusive suas flores e folhas. No entanto, a parte mais usada é a polpa, que conta com a passiflorina, um ativo natural capaz de acalmar sem prejudicar sua saúde, já que não causa dependência.

Os compostos sedativos desta fruta são leves e agem diretamente no sistema nervoso central. Dessa forma, ajudam a relaxar e acalmar, proporcionando uma noite de sono tranquila e revigorante, pois também combate a insônia.

Não é à toa que o maracujá costuma ser um ingrediente fundamental em medicamentos fitoterápicos, que promovem a melhoria da qualidade do sono, trazendo uma sensação de bem-estar.

Possui ação diurética

Um benefício pouco conhecido do maracujá é sua ação como diurético. Ele conta com grandes quantidades de potássio, principalmente em suas flores, diminuindo e mantendo os níveis ideais de pressão arterial.

Com efeito diurético, o maracujá ajuda também a desinchar e desintoxicar o organismo. Além disso, costuma ser usado como tratamento auxiliar nos casos de edemas e doenças dos tratos urinário, renal e hepático.

Atua no controle da glicose no sangue

A entrecasca e a casca do maracujá são riquíssimas em fibras. Logo, o consumo dessa fruta é extremamente benéfico para quem sofre com diabetes. Isso porque as fibras fazem com que a digestão e a absorção de carboidratos sejam mais lentas, evitando picos e desequilíbrios glicêmicos no sangue.

Um estudo, aliás, revelou que pacientes com diabetes tipo 2 que consumiram 30 g de farinha de maracujá por 60 dias apresentaram redução significativa na glicemia de jejum, diminuindo também os valores da hemoglobina glicada (exame que mede o índice glicêmico no organismo).

Tudo isso acontece devido à ação da pectina, um tipo de fibra solúvel encontrada em grandes quantidades no maracujá. Além disso, a polpa e as folhas do fruto contam com vitamina C, antioxidantes, betacarotenos, flavonoides e antocianinas, que protegem as células e o processo de produção de insulina.

É benéfico para o funcionamento intestinal

O consumo do maracujá beneficia o funcionamento do trato intestinal como um todo. Isso porque a entrecasca da fruta é rica em pectina, uma fibra solúvel capaz de regular e otimizar o trânsito intestinal. Ela funciona, ainda, como um probiótico. Assim, melhora a performance do sistema digestivo e elimina toxinas e o excesso de gordura do corpo, mantendo um ótimo desempenho em todo o organismo.

Para obter uma boa quantidade de fibras, a dica é consumir a farinha de maracujá. Dessa forma, o funcionamento intestinal será normalizado de maneira suave e natural. Pode-se também ingerir cerca de uma colher de sopa do alimento com uma fruta, batido com suco ou qualquer tipo de leite.

No entanto, vale ressaltar que a orientação de um nutricionista é muito importante para descobrir a quantidade ideal de fibras que o seu corpo necessita diariamente.

Mantém os níveis de colesterol em equilíbrio

O maracujá se mostrou muito eficaz na manutenção e no equilíbrio dos níveis de colesterol no sangue. Estudos mostram que a pectina, um tipo de fibra solúvel presente na entrecasca da fruta, consegue diminuir significativamente as taxas de colesterol de forma natural, sem a ajuda de medicamentos.

Para se ter uma ideia, indivíduos que consumiram a farinha de maracujá com regularidade apresentaram uma redução de 18% nos valores de colesterol total, 19% no LDL (popularmente conhecido como colesterol ruim) e 15% nos triglicerídeos totais. Além disso, o fruto é capaz de aumentar os níveis de HDL (considerado o colesterol bom).

Fortalece o sistema imunológico

Como o maracujá é rico em vitamina C, ele é superpotente no fortalecimento do sistema imunológico. Uma porção de 100 g da fruta fornece cerca de 23 mg desta vitamina, sendo que a quantidade diária recomendada é de 60 a 75 mg para um indivíduo de idade adulta.

A ação antioxidante da vitamina C contribui, ainda, para retardar o processo natural de envelhecimento celular. Além disso, ela é capaz de estimular as células de defesa do organismo, responsáveis por nos defender de vírus e bactérias.

Promove saciedade por mais tempo

A casca do maracujá pode ser considerada um superalimento, já que contém uma enorme quantidade de fibras alimentares solúveis. Essa substância valiosa faz com que a fruta mantenha a sensação de saciedade por mais tempo, ajudando em processos de emagrecimento, por exemplo.

Ademais, a farinha produzida com a casca e a entrecasca do fruto conseguem retardar e reduzir a absorção de açúcar e gordura. Isso porque as fibras aumentam o volume do bolo alimentar dentro do estômago, produzindo uma espécie de gel, que contribui muito para o efeito de “barriga cheia”.

A pectina, em especial, é uma fibra que diminui a velocidade de digestão dos alimentos e, consequentemente, reduz a fome ao longo do dia.

Previne doenças cardiovasculares

O maracujá apresenta ação anti-inflamatória, agindo na manutenção da performance dos sistemas nervoso e circulatório. Além disso, a hesperidina (um flavonoide que normaliza e aumenta a resistência dos vasos sanguíneos) atua na prevenção de doenças cardíacas.

Contando com a presença de grandes quantidades de antioxidantes, flavonoides e antocianinas, a fruta também ajuda a melhorar a saúde das artérias, impedindo a formação de radicais livres e prevenindo enfermidades, como aterosclerose, infarto e pressão alta. Ademais, como é rico em potássio, auxilia na manutenção de um ritmo saudável de circulação sanguínea.

Combate a prisão de ventre

Graças à sua grande quantidade de fibras solúveis, o maracujá é um ótimo aliado no combate à prisão de ventre. Desse modo, contribui para facilitar e otimizar o processo de formação do bolo fecal, ajudando, assim, na eliminação das fezes.

A pectina, uma fibra presente na entrecasca do maracujá, funciona como um excelente alimento para as bactérias do bem de nossa flora intestinal, mantendo o funcionamento ideal do intestino. Para se ter uma ideia de sua importância para o trato intestinal, o maracujá oferece praticamente toda a quantidade de fibras que precisamos ingerir ao longo de um dia.

Previne a flacidez e o envelhecimento precoce

O maracujá é uma fruta riquíssima em antioxidantes, vitaminas A e C e antocianinas, que são capazes de proteger as células dérmicas contra os radicais livres. Com isso, atua prevenindo a flacidez e retardando o envelhecimento precoce.

Ademais, a polpa e a casca do fruto contam com substâncias que agem diminuindo a inflamação no organismo e otimizando o desempenho dos órgãos. Assim, a deterioração da pele é inibida e o funcionamento celular do corpo é normalizado.

As diferentes formas de consumir o maracujá

Maracujás abertos ao meio.

O maracujá é frequentemente consumido na forma de sucos, mas também pode ser ingerido como chá, compotas e farinha, além de estar presente em inúmeras receitas doces e salgadas. Descubra outras maneiras de consumir essa fruta deliciosa a seguir!

A entrecasca do maracujá

A casca ou entrecasca do maracujá (a parte branca do fruto) é uma fonte importantíssima de pectina, uma espécie de fibra solúvel que apresenta vários benefícios para a nossa saúde. Entre eles, há a diminuição das taxas de colesterol e o balanceamento ideal dos níveis de glicemia.

No entanto, ela é muito amarga. Logo, a solução é transformá-la em farinha, que pode ser consumida no café-da-manhã, sendo adicionada em sucos e iogurtes ou polvilhada sobre outras frutas, por exemplo.

O preparo dessa farinha é muito simples: basta retirar a parte branca da casca de 4 maracujás e colocá-las para assar em temperatura média até que fiquem secas e quebradiças. Em seguida, bata no liquidificador até que tudo esteja triturado. Para armazená-la, é só colocar em um recipiente limpo, seco e bem fechado.

A farinha da casca de maracujá também é facilmente encontrada em lojas de produtos naturais, supermercados e drogarias. A dica é usar uma colher de sopa em qualquer receita, já que o calor não anula suas propriedades benéficas.

A polpa

A polpa do maracujá é a parte mais utilizada em preparações culinárias doces e salgadas, já que conta com pouquíssimas calorias. Ela é muito versátil e pode ser utilizada em inúmeras receitas, sendo que as mais comuns incluem mousses, sorvetes, caldas, bolos, tortas, bombons e geleias.

Atualmente, também é facilmente encontrada em pratos salgados, como molhos e outros tipos de acompanhamentos. Ela fica deliciosa quando contrastada com o sabor marcante de carnes, peixes e saladas em geral.

Outra combinação maravilhosa e inusitada é o suco com manga e hortelã, perfeito para os dias mais quentes de verão. Uma dica para evitar o desperdício é congelar a polpa, já que ela não perde nenhuma de suas propriedades.

As sementes da fruta

As sementes do maracujá frequentemente se transformam em óleo, pois apresentam propriedades emolientes. Dessa maneira, são largamente utilizadas na indústria cosmética para o preparo dos mais diversos produtos de beleza.

Além disso, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o consumo das sementes de maracujá não faz mal à saúde. Na realidade, elas são benéficas, porque contam com grandes quantidades de antioxidantes, como o piceatannol, um composto que previne o câncer e algumas enfermidades degenerativas.

Outro destaque é que as sementes são fontes de fibras, que auxiliam e otimizam o processo de digestão como um todo. Ademais, funcionam como um vermífugo natural.

Os chás de folha de maracujá

O chá de maracujá é um importante aliado no tratamento de ansiedade, estresse crônico, insônia e hiperatividade. Seu preparo pode ser feito com as folhas secas ou frescas da planta.

Como toda a infusão, o modo de fazer é bem simples. Basta colocar 1 colher de chá de folhas secas e trituradas de maracujá ou 2 colheres de chá de folhas frescas em 150 ml de água fervente. Tampe e deixe repousando por aproximadamente 5 minutos. Depois, basta coar.

No entanto, vale ressaltar que as folhas do maracujá contêm teores significativos de compostos cianogênicos e alcalóides, que podem causar intoxicação. Portanto, é preciso buscar a orientação correta antes de ingerir esta bebida. Para evitar qualquer acidente, procure um médico.

Os resíduos da extração do óleo

O maracujá é uma fruta que pode ser aproveitada de forma integral. Isso porque até os resíduos da extração de seu óleo podem ser reaproveitados. Destes resíduos, a indústria coleta e utiliza as fibras no preparo de produtos cosméticos esfoliantes.

Além disso, é possível extrair compostos fenólicos com ações anti-inflamatórias, podendo ser empregados na produção de fitoterápicos.

Eleve o consumo da fruta e aproveite os benefícios do maracujá em sua saúde!

Polpa de maracujá.

O maracujá é uma das frutas mais versáteis que existem, já que ele é usado de maneira integral, desde a polpa até a casca. Além disso, é muito fácil de encontrar, geralmente está a um preço acessível e apresenta inúmeras propriedades benéficas para a saúde. Motivos não faltam para elevar o consumo desta fruta maravilhosa.

Como existem muitos tipos no Brasil, é possível variar a espécie consumida, já que cada uma apresenta uma característica, propriedade, tamanho e até sabores distintos. O maracujá-azedo é o mais consumido, já que se transforma facilmente em sucos e mousses, porém exige a adição de açúcar. Já o maracujá-doce é perfeito para quem evita o consumo exagerado de doces, pois apresenta um sabor natural.

Além disso, lembre-se de que os benefícios do maracujá são uma alternativa natural de tratamento e não excluem a avaliação de um médico. Se os sintomas persistirem ou forem mais graves, não hesite em procurar ajuda!

Autor deste artigo

Jornalista, apaixonada por astrologia e todos os mistérios que envolvem o universo

Palavras-chave relacionadas


alimentação

Artigos relacionados


Iogurte natural: benefícios, para que serve, malefícios, como comer e mais!

Iogurte natural: benefícios, para que serve, malefícios, como comer e mais!

O iogurte natural é saudável e benéfico para o organismo, além de ajudar nas dietas de emagrecimento. Para saber mais sobre esse alimento, confira nosso artigo!


Vitamina para aumentar a imunidade: as melhores para o sistema imunológico!

Vitamina para aumentar a imunidade: as melhores para o sistema imunológico!

As vitaminas possuem um papel fundamental no aumento das defesas do corpo e no sistema imunológico. Veja mais sobre elas no nosso artigo!


Suco de cenoura: benefícios, propriedades, receita, como fazer e mais!

Suco de cenoura: benefícios, propriedades, receita, como fazer e mais!

A cenoura é um vegetal rico em betacaroteno, antioxidantes e flavonoides, importantes para o bom funcionamento do corpo. Conheça mais sobre o seu suco!


Os benefícios da ora-pro-nobis: Para imunidade, anemia e mais!

Os benefícios da ora-pro-nobis: Para imunidade, anemia e mais!

Conheça a ora-pro-nóbis, uma planta rica em fibras, proteínas e vitaminas com diversos atributos positivos para a saúde. Entenda aqui como consumir!


O que é a dieta mediterrânea? Benefícios, emagrecimento, cardápio e mais!

O que é a dieta mediterrânea? Benefícios, emagrecimento, cardápio e mais!

Você já ouviu falar da dieta mediterrânea? Ela é considerada um estilo de vida, já que cuida da alimentação, corpo e mente. Leia o artigo e descubra tudo!


Últimos posts


Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Cada incenso possui seu significado e tem um objetivo diferente. Veja aqui o significado dos incensos, sua história e saiba qual se encaixa melhor com você!


Óleo de jojoba: benefícios, para que serve, como usar na pele e no cabelo e mais!

Óleo de jojoba: benefícios, para que serve, como usar na pele e no cabelo e mais!

Quer reconquistar beleza e saúde da sua pele e seus cabelos? Entenda aqui como o óleo de jojoba pode te ajudar naturalmente!


Crenças fortalecedoras: o que são, exemplos, crenças limitantes e mais!

Crenças fortalecedoras: o que são, exemplos, crenças limitantes e mais!

As crenças fortalecedoras auxiliam o processo de caminhada ao longo da vida e estimulam os bons pensamentos. Clique para saber como elas podem te impulsionar!


Quais os tipos de fobias mais comuns? Acrofobia, claustrofobia e mais!

Quais os tipos de fobias mais comuns? Acrofobia, claustrofobia e mais!

As fobias trazem reações negativas ao corpo e a mente, além de causar limitações para quem possui esse transtorno emocional. Clique aqui e entenda melhor!


O que significa sonhar com cobra?

O que significa sonhar com cobra?

Sonhar com cobra nem sempre significa algo ruim, a cobra também pode simbolizar um processo de evolução ou transformação. Para entender melhor, veja a seguir!