Chá para engravidar: para ovular, para fertilidade, para o homem e mais!

Chá para engravidar: para ovular, para fertilidade, para o homem e mais!

Os chás podem ser grandes aliados de fertilidade quando consumidos da maneira correta. Quer saber mais sobre isso? Leia o nosso artigo completo!


Índice

Conheça os principais chás melhorar a fertilidade e engravidar!

Mulher grávida tomando chá.

Existem alguns remédios caseiros, como os chás, que podem ajudar a melhorar a fertilidade e tornam mais fácil a gravidez. Entre eles é possível destacar o chá de angélica, que possui uma série de ácidos graxos e vitaminas capazes de ajudar a produção hormonal e o desejo sexual.

Porém, vale ressaltar que apesar de todas as propriedades positivas dos chás para engravidar, eles não devem ser usados como único tratamento. Assim, é preciso consultar um especialista e fazer uso destes medicamentos caseiros como complemento, de modo que eles possam potencializar os efeitos positivos daquilo que foi indicado pelo profissional.

A seguir, mais detalhes para te ajudar a conhecer os chás para engravidar serão comentados. Além disso, algumas receitas de chás bastante comuns para este propósito serão indicadas. Se você deseja saber mais sobre isso, basta continuar a leitura do artigo.

Entendendo sobre os chás para engravidar

Mulher grávida tomando chá sentada.

Os chás para engravidar possuem propriedades que atuam em vários aspectos distintos, como a melhoria da circulação sanguínea e a regulação da produção hormonal. Além disso, alguns deles têm ação direta na libido, de modo que aumentam o desejo sexual e tornam este processo facilitado. Veja mais detalhes e entenda os chás para engravidar a seguir!

O que é são os chás para engravidar

Os chás para engravidar são alternativas naturais que aumentam a fertilidade. Desse modo, podem ser considerados formas seguras de conseguir realizar este sonho. Isso acontece devido às suas propriedades diversificadas, que contribuem para o melhor funcionamento do corpo feminino e aumentam as possibilidades de uma gravidez.

É possível afirmar que alguns chás, como o de inhame, são ricos em fito hormônios, substâncias que aumentam a fertilidade e estimulam a produção de estrogênio e progesterona. Logo, ele deve ser consumido durante o período fértil para garantir que os ovários sejam naturalmente estimulados.

Benefícios dos chás para engravidar

Por se tratarem de alternativas caseiras, os chás para engravidar têm como um dos seus principais benefícios a facilidade. Entretanto, como são feitos a partir de produtos naturais, contam com vários benefícios e não oferecem riscos à saúde. Além disso, as suas propriedades benéficas para a fertilidade estão presentes em vários alimentos, o que facilita a inclusão na dieta.

Desse modo, os chás possuem compostos como fitoesteróis vitaminas e ácidos graxos, todos capazes de melhorar a circulação sanguínea e a produção hormonal. Eles também atuam no sentido de aumentar a disposição das mulheres e a sua libido.

Como as ervas atuam na fertilidade

Existem vários ácidos graxos que contribuem para a fertilidade e eles estão presentes em ervas. Assim, alguns dos seus principais benefícios é garantir que os bebês não nasçam de forma prematura. As ervas também são capazes de garantir a diminuição da pré-eclámpsia e o risco de reações alérgicas.

Outro benefício dos chás para engravidar está ligado ao fato de que alguns deles são responsáveis por garantir um bom desenvolvimento neurológico para o feto, além de garantir que a sua retina seja formada corretamente.

Algumas ervas podem não ajudar tanto

Apesar de serem alternativas naturais, nem todas as ervas ajudam a engravidar e é interessante ter atenção a essa questão para evitar os eu consumo. Inclusive, alguns chás podem ser considerados abortivos, como é o caso do de canela.

De acordo com alguns estudos, existem plantas com um potencial maior de gerar complicações durante a gestação. Além da canela, é possível destacar também a carqueja, o alecrim e a romã. Desse modo, é muito importante consultar um médico para que ele defina uma dieta adequada durante este momento tão delicado da vida de uma mulher.

Principais ervas e plantas que ajudam a engravidar

O chá de angélica possui diversas propriedades positivas e ajuda na fertilidade. Além dele, ainda é possível citar o chá de agnocasto, que possui flavonoides na sua composição. Esta substância é capaz de atuar diretamente na produção de hormônios femininos e aumenta os índices de LH.

Além disso, outras plantas, como o espinafre e a aveia, podem aumentar bastante as chances de gravidez devido à presença de minerais e vitaminas importantes para garantir melhorias na saúde da mulher de forma geral. O espinafre em particular possui ácido fólico, uma vitamina da qual as grávidas têm muita necessidade.

Chá de agnocasto

Mulher tomando chá.

Feito a partir de uma planta medicinal, o chá de angocasto é uma ótima opção de tratamento para a fertilidade que pode ser feita em casa. Isso se deve à sua composição, que atua diretamente na produção hormonal. A seguir, mais detalhes sobre as indicações e as propriedades desta planta serão comentados.

Indicações e propriedades do agnocasto

O chá de agnocasto é indicado para casos nos quais é preciso elevar a produção hormonal. Isso está ligado à presença dos flavonoides na sua composição, visto que eles agem diretamente em hormônios femininos importantes, em especial o hormônio lutenizante (LH), que facilita a ovulação e a produção de óvulos de modo geral.

Outro ponto a favor do uso do chá de agnocasto é o fato de que ele ajuda na regulação do ciclo menstrual e, portanto, faz com que as mulheres tenham maior controle do seu período fértil.

Ingredientes

Em termos de ingredientes, o chá de agnocasto não possui muitos. Desse modo, é preciso ter somente uma colher de chá de frutos desta planta e 300mL de água. Caso seja necessário aumentar as quantidades, é preciso seguir sempre estas proporções para que a receita seja efetiva no tratamento de fertilidade.

Como fazer o chá de agnocasto

O primeiro passo para fazer o chá de agnocasto e colocar os frutos na água e ferver por, em média, quatro minutos. Então, a mistura deve ser tampada e permanecer descansando por cerca de 10 minutos. Após este tempo, deve-se coar o chá e beber até duas xícaras por dia para obter os benefícios.

Vale ressaltar que o agnocasto também pode ser encontrado na forma de cápsulas ou comprimidos. Entretanto, antes de fazer uso deste tipo de medicação é preciso consultar um médico para se informar a respeito de possíveis contraindicações.

Cuidados e contraindicações

É possível afirmar que o chá de agnocasto não deve ser usado por mulheres que tenham menos de 18 anos de idade. Além disso, aquelas que estiverem suspeitando de uma gravidez também não devem fazer uso até ter em mãos os resultados dos exames. Outro grupo que não deve usar esta bebida são mulheres que estão amamentando.

Vale informar ainda que como o agnocasto interfere diretamente na produção hormonal, ele também pode ser prejudicial para as mulheres que estão fazendo reposição ou que consumam outros tipos de hormônios sexuais.

Chá de inhame

Xícara de chá em uma paisagem.

O chá de inhame possui fito hormônios capazes de auxiliar no aumento da fertilidade. O chá pode ser feito de maneira simples e com poucos ingredientes, mas existem alguns cuidados com relação ao consumo que devem ser observados. Desse modo, essas questões serão comentadas a seguir. Continue a leitura para saber mais.

Indicações e propriedades do inhame

O inhame é um grande aliado da fertilidade. Capaz de estimular a produção hormonal de forma natural, ele é rico em substâncias que favorecem o aumento dos índices de estrogênio. Isso acontece devido ao fito hormônio diosgvenina, que modula a produção de progesterona e estradiol.

Desse modo, ele deve ser ingerido durante o período fértil para estimular os ovários de modo natural e saudável, garantindo um aumento nas chances de gravidez.

Ingredientes

O chá de inhame demanda poucos ingredientes. É necessário somente alguns pedaços da casca deste tubérculo e água para preparar. As quantidades indicadas são a casca de um inhame médio e um copo de água. Caso seja necessário aumentar estes valores, procure seguir sempre a proporção indicada para garantir a eficiência da bebida.

Como fazer o chá de inhame

O preparo do chá de inhame é bastante simples. Primeiramente, deve-se ferver a água e, então, acrescentar a casca do tubérculo. Ela deve permanecer em infusão, com a panela tampada, por cerca de cinco minutos. Posteriormente, é preciso deixar esfriar até ficar em temperatura ambiente. Uma vez frio, o chave deve ser coado e consumido imediatamente.

Vale ressaltar que é indicado tomar a bebida em questão em jejum. O inhame não possui um sabor muito acentuado, de modo que é possível acrescentar adoçantes para que a bebida se torne mais palatável.

Cuidados e contraindicações

Após o período de ovulação, o chá de inhame deixa de ser indicado, algo que pode ser justificado pelo seu papel na produção hormonal e estimulação da produção dos óvulos. Além disso, algumas pessoas afirmam que esta bebida pode prejudicar a formação do feto.

Entretanto, vale ressaltar que essas contraindicações ainda não foram cientificamente comprovadas. Desse modo, é sempre importante consultar um médico para que ele possa informar a respeito dos riscos envolvidos.

Chá de angélica

Xícara de chá.

Feito a partir da planta medicinal Angelica sinensis, o chá de angélica ajuda a acelerar o processo de gravidez devido ao seu papel no fluxo sanguíneo. Ele pode ser preparado com poucos ingredientes e através de um processo bastante simples. Veja mais sobre isso a seguir e descubra em quais casos a bebida é contraindicada.

Indicações e propriedades da planta angélica

A angélica é uma planta medicinal que ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo, em especial para os órgãos reprodutores. Desse modo, ajuda na fertilidade e está diretamente ligada à função dos ovários. O papel da angélica, entretanto, não se restringe a essas questões quando se fala sobre a gravidez.

Nesse sentido, vale destacar que o chá da planta também é capaz de aumentar o desejo sexual e ajuda a regular o ciclo menstrual, de modo que as mulheres têm maior controle do seu período fértil.

Ingredientes

O preparo do chá de angélica não exige muitos ingredientes. Assim, são necessárias somente 20g das raízes desta planta medicinal e 800mL de água fervente. Caso seja necessário, as quantidades podem ser aumentadas. Entretanto, para que a bebida conserve a sua eficiência é preciso respeitar sempre as proporções indicadas anteriormente.

Como fazer o chá de angélica

O chá de angélica é feito a partir de uma infusão. Desse modo, deve-se ferver a água antes de tudo e posteriormente acrescentar a raiz da planta medicinal. Então, essa mistura deve repousar por dez minutos antes de estar pronta para o consumo. Após transcorrido este tempo, o chá deve ser coado antes de ser ingerido.

Em termos de quantidades indicadas, vale ressaltar que as mulheres que estão em busca de aumentar a fertilidade devem ingerir uma xícara três vezes ao dia para aproveitar os benefícios da bebida.

Cuidados e contraindicações

É preciso ter cuidado com a ingestão excessiva do chá de angélica visto que ele pode se tornar tóxico para o corpo, provocando o aumento dos níveis de açúcar na urina e também irritações no aparelho gastrointestinal. Desse modo, ele não é indicado para diabéticos ou para pessoas que já sofrem com problemas estomacais.

O mais recomendado, especialmente no caso das mulheres que tentam engravidar, é procurar por um médico para discutir a respeito da possibilidade de consumir a bebida para aumentar as chances de gravidez.

Chá de ashwagandha

Xícara de chá vermelha.

A planta Withania somnífera, conhecida popularmente como ginseng indiano, é usada na fabricação do chá de ashwagandha. Ele traz vários benefícios para a saúde reprodutiva, tanto de homens quanto de mulheres. Por se tratar de uma bebida preparada a partir de poucos ingredientes e com um processo fácil, é um ótimo tratamento caseiro para a fertilidade.

Veja mais sobre isso a seguir!

Indicações e propriedades da ashwagandha

O chá de ashwagandha traz vários benefícios para a saúde reprodutiva de homens e mulheres devido à sua capacidade de regular os hormônios. Desse modo, os órgãos reprodutivos funcionam de maneira mais eficiente e tem-se um aumento da libido de ambas as partes, o que justifica a sua associação com a fertilidade.

Além disso, no caso específico das mulheres, a bebida pode ajudar a recuperar e fortalecer o útero daquelas que passaram por um aborto.

Ingredientes

O chá de ashwagandha exige poucos ingredientes. Para prepara-lo é necessário somente 1 colher de chá da raiz seca desta planta e 120mL de água fervente. Essas quantidades podem ser aumentadas de acordo com a necessidade de quem vai consumir, mas é importante ressaltar que as proporções citadas anteriormente devem ser respeitadas para que os benefícios da bebida sejam sentidos no corpo.

Como fazer o chá de ashwagandha

O preparo do chá de ashwagandha é algo muito simples. A água deve ser fervida e posteriormente acrescenta-se a raiz. Então, a mistura deve permanecer em infusão por cerca de 15 minutos. Após este tempo o chá deve ser coado e ingerido na proporção de uma xícara de cada vez. É interessante destacar que o uso não pode se prolongar por mais do que seis meses corridos.

Cuidados e contraindicações

É importante ressaltar que embora o chá de ashawagandha seja benéfico para as mulheres que estão tentando engravidar, ele não deve ser ingerido pelas que já estão grávidas. Desse modo, em caso de suspeita de gravidez o uso deve ser suspendido imediatamente.

Além disso, as mulheres que estão amamentando ou que apresentam condições prévias de saúde, como lúpus e artrite reumatoide, não devem ingerir esta bebida. O mesmo se aplica às que têm pressão alta e sofrem com condições estomacais.

Chá de urtiga

Mão segurando uma xícara de chá.

Devido às suas propriedades anti inflamatórias, o chá de urtiga age diretamente no aparelho reprodutor das mulheres. Assim, ajuda a aumentar a fertilidade de uma maneira saudável. O seu preparo é bastante simples e acontece através de infusão. Além disso, não exige muitos ingredientes. Para saber mais sobre esta bebida, leia a próxima seção do artigo.

Indicações e propriedades da urtiga

O chá de urtiga possui propriedades anti inflamatórias que agem diretamente no aparelho reprodutor das mulheres, aumentando a fertilidade. Como a planta também é rica em antioxidantes, ela é capaz de promover o fortalecimento da imunidade e de combater a ação dos radicais livres, sendo importante para o combate de doenças neurodegenerativas.

Além disso, a presença dos flavonoides também ajuda neste sentido. A urtiga ainda conta com vitaminas e minerais muito importantes para a saúde do corpo de forma geral.

Ingredientes

Os ingredientes do chá de urtiga não são numerosos. Para prepara-lo é preciso apenas uma colher de sopa de folhas secas desta planta e 1 xícara de água fervente. Em caso de necessidade, as quantidades podem ser aumentadas. Porém, é preciso que o usuário se lembre de sempre respeitar estas proporções ou a bebida não terá os mesmos benefícios para a fertilidade.

Como fazer o chá de urtiga

O primeiro passo para preparar o chá de urtiga é ferver a água. Então, deve-se acrescentar as folhas secas e deixar a mistura repousar por mais ou menos dez minutos. Posteriormente, é recomendado esperar amornar. Uma vez que o chá chegue a esta temperatura, ele pode ser coado e ingerido.

É importante ter atenção às quantidades indicadas, que em geral são de até 2 xícaras de chá de urtiga por dia. O exagero no consumo pode trazer algumas malefícios para a saúde.

Cuidados e contraindicações

A urtiga pode causar quedas de pressão, de modo que é difícil manter um controle. Além disso, pode acabar provocando crises de hipoglicemia. Vale ressaltar que o chá da planta também não pode ser utilizado por mulheres grávidas, visto que ele pode causar contrações no útero e, desse modo, induzir um parto prematuro.

Vale ressaltar que o chá também não é indicado para lactantes, visto que os seus efeitos no organismo dos bebês são bastante tóxicos.

Chá de dente-de-leão

Mulher tomando uma xícara de chá.

O dente de leão é uma planta pouco consumida no Brasil, mas oferece vários benefícios quando se fala sobre a fertilidade devido ao seu papel na circulação. Embora não seja convencional, também não é tão difícil de ser encontrada, de modo que pode ser usada para tratamentos caseiros de fertilidade. Veja mais informações sobre isso a seguir!

Indicações e propriedades do dente-de-leão

Apesar de ser uma planta um pouco incomum no Brasil, o dente de leão traz vários benefícios para saúde e ajuda na fertilidade feminina. Isso acontece devido ao seu papel na circulação sanguínea, visto que ele ajuda a desentupir artérias e vasos, o que favorece a saúde do endométrio.

Além disso, o dente de leão também coopera para o crescimento folicular do ovário, um importante marcador de fertilidade e que está ligado ao número de óvulos disponíveis.

Ingredientes

O chá de dente de leão é preparado com poucos ingredientes. Basta uma mistura da raiz ou das folhas da planta e 200mL de água fervente. Essas proporções podem ser aumentadas caso seja necessário, mas deve-se sempre respeitar as medidas indicadas para garantir que a bebida realmente vai trazer os benefícios desejados em termos de fertilidade.

Como fazer o chá de dente-de-leão

O preparo do chá de dente de leão é algo bastante simples. Primeiramente, deve-se ferver a quantidade indicada de água. Uma vez que ela esteja na temperatura adequada, basta acrescentar a raiz ou folho da planta. Então, a mistura deve permanecer em infusão por dez minutos. Antes de consumir, é importar coar o chá.

Vale ressaltar que o chá de dente de leão deve ser consumido logo após o preparo, visto que quanto mais tempo passa, mais as suas propriedades se perdem. Portanto, faça somente as quantidades indicadas para complementar o seu tratamento.

Cuidados e contraindicações

O chá de dente de leão possui algumas contraindicações. Elas não são específicas para mulheres grávidas ou que estão tentando engravidar, mas devem ser levadas em consideração porque podem prejudicar a saúde como um todo. Assim, o consumo excessivo da bebida pode causar condições como úlceras e cálculos biliares.

Também existem ligações entre o excesso do chá de dente de leão e problemas nos dutos biliares e no trato intestinal.

Chá de shatavari

Mãos segurando uma caneca de chá.

Feito a partir da raiz da planta Aspargus racemosus, o chá de shjatavari possui efeito afrodisíaco. Assim, ele aumenta a produção de hormônios e a libido, o que favorece a fertilidade. A seguir, serão comentadas algumas informações adicionais sobre esta bebida, assim como sobre o seu preparo e contraindicações. Veja mais!

Indicações e propriedades da shatavari

O chá de shatavari é feito a partir da raiz da planta Aspargus racemosus, que possui propriedades afrodisíacas. Portanto, atua diretamente na questão do aumento do desejo sexual. Além disso, os seus benefícios para a fertilidade também podem ser sentidos devido à sua ação na produção hormonal e na regulação da produção de espermatozoides e óvulos.

Vale mencionar ainda que o chá de shatavari também pode ser considerado um tônico natural bastante comum na medicina ayuvérdica devido ao seu papel na fertilidade masculina.

Ingredientes

O preparo do chá de shatavari não exige muitos ingredientes. É necessário somente possuir 1 colher de chá de pó da raiz da planta e 250mL de água fervente. Caso seja necessário para o tratamento, as quantidades podem ser aumentadas. Entretanto, é importante observar que as proporções indicadas devem ser mantidas para que os benefícios realmente sejam sentidos.

Como fazer o chá de shatavari

Para fazer o chá de shatavaria, primeiramente, deve-se ferver a água. Então, acrescenta-se o pó da raiz. Essa mistura deve ser misturada até que o pó se dissolva e posteriormente deve permanecer em infusão por cerca de 10 minutos. Caso seja da sua preferência, é possível coar o chá com a ajuda de um filtro de café para retirar o excesso de pó.

Além disso, é importante observar que essa bebida deve ser consumida morna e na quantidade máxima de 2 xícaras por dia.

Cuidados e contraindicações

Embora o chá de shatavari não tenha nenhuma contraindicação específica ligada à fertilidade, é válido r4essaltar que existem alguns cuidados que precisam ser tomados durante o consumo. Isso está ligado especialmente às reações alérgicas que algumas pessoas podem apresentar a raiz. Caso isso aconteça, o consumo deve ser imediatamente suspenso.

Alguns dos sinais da alergia do chá são a coceira nos olhos, erupções na pele, coceira na pele, tontura, batimentos cardíacos acelerados e dificuldades respiratórias.

Chá de unha-de-gato

Bule servindo chá em uma xícara.

Indicado para os casos de inflamação uterina, o chá de unha de gato pode ser um poderoso aliado da fertilidade devido a esta característica. Assim, alguns detalhes a respeito dessa planta e do preparo da bebida serão comentados na próxima seção do artigo. Se você quer saber mais sobre isso, continue a leitura.

Indicações e propriedades da unha-de-gato

A unha de gato é uma planta brasileira e originária da Amazônia. Devido à sua ação anti inflamatória, ela pode ajudar bastante na fertilidade, especialmente no caso de mulheres que passaram por quadros prévios de inflamação uterina. Além disso, esta planta também possui o poder de combater infecções e fortalecer o sistema imunológico.

Vale ressaltar que os efeitos deste chá são potencializados quando combinados com o uxi amarelo, que possui propriedades semelhantes e se complementam ao fortalecer o organismo das mulheres.

Ingredientes

O chá de unha de gato não exige muitos ingredientes. São necessárias 20g das cascas ou das raízes desta planta e 1L de água fervente para o preparo. Caso seja necessário, as quantidades podem ser aumentadas. Porém, é importante observar que para garantir os benefícios da bebida deve-se sempre respeitar as proporções indicadas.

Como fazer o chá de unha-de-gato

Para fazer o chá de unha de gato é preciso ferver a água. Então, acrescenta-se a raiz ou casca da planta e mistura-se. Em seguida, é necessário deixar os ingredientes em infusão por 15 minutos. Posteriormente, basta coar e deixar o chá repousar em um recipiente de vidro até que atinja a temperatura ambiente. Nesse momento, ele deve permanecer tampado.

Uma vez que o chá de unha de gato chegue à temperatura, ele deve ser consumido. O indicado é que ele seja tomado de 8 em 8 horas e sempre entre as refeições.

Cuidados e contraindicações

Entre as contraindicações da unha de gato estão as mulheres grávidas e que estão amamentando. Não existem quaisquer observações relacionadas àquelas que ainda estão tentando engravidar. Também vale ressaltar que a bebida deve ser evitada por crianças e por pessoas alérgicas.

Outro aspecto que precisa ser destacado é que a unha de gato não é recomendada para pessoas que têm doenças autoimunes ou para pacientes renais. Além disso, pacientes com quadros relacionados à coagulação do sangue precisam evitar a bebida, especialmente aqueles que consomem medicação para esta finalidade.

Infusão de maca peruana

Duas xícaras de chá.

A infusão de maca peruana é preparada a partir da planta Lepidum meyenii. Devido à sua composição, ela consegue ajudar a aumentar a libido e melhora o desempenho sexual de forma geral, aspectos que favorecem a fertilidade. A seguir, mais detalhes sobre o preparo da bebida e as suas indicações serão comentados. Continue a leitura para saber mais a respeito!

Indicações e propriedades da maca peruana

O chá de maca peruana é feito a partir de uma planta medicinal, Lepidium meyuenni. Entre os seus principais componentes é possível destacar os ácidos graxos e os fitoesteróis, que atuam diretamente no aumento da vitalidade e na melhoria da libido. Além disso, a bebida garante aos usuários melhorias no desempenho sexual.

Outros aspectos que se destacam a respeito deste chá são a presença de vitaminas, que ajudam a garantir uma boa nutrição para o corpo feminino e facilitam a gestação. Quando se fala sobre os homens, a maca peruana garante o estímulo da produção de esperma e a melhoria da mobilidade dos espermatozoides.

Ingredientes

O preparo do chá de maca peruana demanda poucos ingredientes. É preciso somente uma colher de sopa do pó desta planta e 500mL de água morna. Caso seja necessário, as quantidades em questão podem ser aumentadas, mas deve-se sempre observar as proporções indicadas para que o consumo seja efetivo em termos de fertilidade.

Como fazer o chá de maca peruana

O chá de maca peruana possui um preparo simples. Primeiramente, deve-se ferver a água e, então, esperar até que ela esteja morna. Uma vez que ela atingiu a temperatura indicada, acrescenta-se o pó da planta tomando cuidado para misturar bem. Então, a bebida está pronta para consumo e deve ser ingerida três vezes ao dia para que os benefícios sejam realmente sentidos.

É importante observar que o tempo de consumo das quantidades indicadas é de 24h, visto que após este prazo a bebida começa a perder o efeito.

Cuidados e contraindicações

Quando usada em pequenas quantidades e dentro do indicado, a maca peruana não possui contraindicações. Em geral, o tratamento deve se prolongar por no máximo 4 meses. Porém, quando isso não acontece, a planta pode provocar alergias. Desse modo, é sempre importante consultar um médico para obter indicações mais específicas e adequadas para cada caso.

Além disso, durante a gravidez e a amamentação não se deve fazer uso deste chá. Pessoas com condições prévias de saúde, como o câncer, também não podem consumir a bebida. No caso específico das mulheres, aquelas que têm endometriose, mioma uterino ou câncer de útero, ovário e mama também devem evitar a ingestão da maca peruana.

Outras informações sobre os chás para engravidar

Pessoa tomando chá.

Existem algumas dúvidas recorrentes a respeito do uso de chás para engravidar que precisam ser devidamente esclarecidas para evitar problemas de saúde. Entre estas, algumas das mais comuns estão ligadas à possibilidades grávidas consumirem estes chás e à suplementação. A seguir, estes e outros detalhes sobre tais bebidas serão comentados.

Gestantes podem tomar chás livremente?

Os chás para fertilidade, em sua maioria, não são recomendados para gestantes. Isso acontece porque as substâncias podem ser passadas para os bebês através da corrente sanguínea e grande parte delas apresenta contraindicações para as crianças. A título de ilustração é possível citar a unha de gato.

Desse modo, é sempre importante consultar o médico a respeito da possibilidade de ingestão. Existem alguns chás, como o de camomila, que podem ser benéficos durante o período gestacional, mas nem todos apresentam benefícios para a mãe e o feto.

Como a alimentação influencia na fertilidade

A alimentação influencia todos os processos do corpo humano e com a fertilidade não seria diferente. Assim, a dieta tem um impacto significativo nessa questão e alguns alimentos precisam ser favorecidos pelas mulheres que desejam engravidar. Entre eles é possível destacar os frutos do mar, os vegetais e as frutas.

No caso dos homens, o mesmo cenário se aplica. Isso acontece porque a alimentação reflete diretamente na qualidade do sêmen e em questões como a mobilidade dos espermatozoides, que é fundamental para o processo de fecundação do óvulo.

Dieta para engravidar

Uma dieta voltada para a gravidez pressupõe algumas mudanças na rotina das mulheres. Assim, existem alimentos que devem ser evitados, como as gorduras trans, capazes de prejudicar a fertilidade. Além disso, outros devem ser presenças recorrentes no cardápio, como as proteínas vegetais. As de origem animal, por outro lado, podem acabar gerando problemas de ovulação.

Também vale mencionar que o consumo de grãos favorece bastante a fertilidade. Outros alimentos capazes de ajudar neste processo são os alimentos ricos em ferro e as bebidas lácteas integrais.

Suplementos

Existem no mercado vários suplementos que ajudam a aumentar a fertilidade, alguns inclusive feitos a partir das plantas indicadas na seção a respeito dos chás. Em geral, estes medicamentos são naturais e feitos para ajudar a controlar os hormônios. Além disso, contam com nutrientes fundamentais, como o ácido fólico, o ômega-3 e o zinco.

Entretanto, vale observar que qualquer suplementação para a fertilidade deve ser previamente verificada com um médico especializado. Ele será capaz de determinar as reais necessidades do organismo, que são variáveis de pessoa para pessoa, e escolher o tratamento de fertilidade mais indicado.

Suco de laranja, espinafre e aveia também é uma ótima opção

Devido à presença de vitaminas como a A, a B6 e a C, o suco de laranja, espinafre e aveia também é uma ótima opção para as mulheres que estão em busca de alternativas mais naturais para aumentar a fertilidade. Além dos nutrientes destacados, esta bebida ainda conta com zinco, essencial para as funções reprodutoras em homens e mulheres.

A seguir, será possível encontrar alguns detalhes sobre as principais indicações e sobre os ingredientes necessários para preparar esta bebida.

Indicações e ingredientes

Para fazer o suco de laranja, espinafre e aveia, deve-se usar os ingredientes listados a seguir nas quantidades indicadas. É possível aumentar a quantidade caso seja necessário, mas as proporções devem ser sempre respeitadas para que o uso se mostre efetivo.

Ingredientes:

• 1 xícara de chá de espinafre picado;
• 1 colher de sopa de aveia;
• 1 laranja.

Este suco é indicado tanto para homens quanto para mulheres devido à presença do zinco, que ajuda nas funções reprodutoras de ambos os sexos.

Modo de preparo

O preparo do suco de laranja, espinafre e aveia é bastante simples. Primeiramente, deve-se lavar as folhas de espinafre e, então, coloca-las no liquidificador. Então, espreme-se a laranja e acrescenta-se a aveia. Tudo deve ser batido até que fique homogêneo e ingerido imediatamente após o preparo para melhor aproveitamento dos benefícios.

Aproveite todos os benefícios dos melhores chás para engravidar!

Mulher grávida tomando chá no sofá.

Existem diversas formas naturais de aumentar a fertilidade. Atividades cotidianas, como uma boa rotina de exercícios e alimentação adequada já ajudam bastante nesse sentido. Entretanto, as pessoas que desejam este aumento ainda podem optar por fazer uso de diversos chás que potencializam estes bons hábitos de vida.

É válido ressaltar, porém, que embora se tratem de alternativas naturais e, na sua maioria, sem grandes contraindicações, o mais recomendado antes de optar por este tipo de tratamento é procurar um médico para que ele possa determinar se o uso é adequado para o seu caso ou não. É importante lembrar que quando se fala sobre fertilidade, as necessidades são bastante individualizadas e distintas.

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


chás

Artigos relacionados


Chá de camomila com limão: para que serve, benefícios, como fazer e mais!

Chá de camomila com limão: para que serve, benefícios, como fazer e mais!

O chá de camomila com limão é a união perfeita entre as propriedades calmantes e um toque cítrico delicioso. Leia o artigo e descubra todos os seus benefícios.


Chá de sucupira: para que serve, como fazer e mais sobre a semente!

Chá de sucupira: para que serve, como fazer e mais sobre a semente!

O chá de sucupira conta com diversos efeitos positivos para a saúde. Efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e alívios para dores de garganta. Veja mais!


Chá para baixar triglicerídeos e colesterol: confira os melhores!

Chá para baixar triglicerídeos e colesterol: confira os melhores!

Os chás que controlam os triglicerídeos e colesterol podem ser consumidos à vontade? Descubra essa e outras dúvidas nesse artigo!


Tipos de chá: confira essa lista com nomes, benefícios, como fazer e mais!

Tipos de chá: confira essa lista com nomes, benefícios, como fazer e mais!

O consumo de chá é benéfico para a saúde, por isso você deve inclui-lo no seu dia a dia. Leia o artigo e descubra qual chá beber para cada situação!


Chá de folha de amora limpa o útero? Para que serve, malefícios e mais!

Chá de folha de amora limpa o útero? Para que serve, malefícios e mais!

O chá de amora é uma ótima alternativa para amenizar os sintomas da TPM e da menopausa. Leia nosso artigo e conheça todos os outros benefícios!


Últimos posts


O que significa sonhar que ganhou na Mega-Sena: quina, prêmio, bilhete e mais!

O que significa sonhar que ganhou na Mega-Sena: quina, prêmio, bilhete e mais!

Nesse compilado nós trouxemos as interpretações de 15 tipos de sonhos em que os sonhadores veem premiações na Mega-Sena e situações semelhantes. Confira!


Sonhar com mãe doente: significado, no hospital, em perigo e mais!

Sonhar com mãe doente: significado, no hospital, em perigo e mais!

Sonhar com mãe doente indica preocupação com uma pessoa importante, especialmente a própria mãe. Mas não só isso. Veja mais aqui!


Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

O banho de Exu é uma forma poderosa e eficaz para abertura de caminhos, limpar o campo energético, entre outros exemplos. Leia esse artigo e saiba mais!


Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Aprenda aqui como fazer o banho de Artemísia. A erva possui diversos benefícios para a saúde, além de promover limpeza energética, atrair proteção e muito mais!


Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sabia que sonhar com nota de 2 reais traz vários significados? Pode revelar prosperidade, mas não fala só de dinheiro. Clique e entenda todas as interpretações!