8 Chás para Garganta Inflamada caseiro, limão, romã e mais!

8 Chás para Garganta Inflamada caseiro, limão, romã e mais!

Conheça os benefícios de 8 chás e como eles podem ajudar em inflamações na garganta. Traga mais sabor e saúde à sua vida.


Por que tomar Chá para Garganta Inflamada?

Pessoas tomando chá.

Não há incômodo maior do que sentir uma sensação de atrito na região da garganta. E isso normalmente evolui para dificuldades em engolir alimentos, bebidas, dor constante e, até mesmo, tosses secas. Estes são sintomas claros de garganta inflamada, que podem aparecer a partir de uma excessiva exposição a temperaturas baixas, consumo de alimentos e bebidas geladas, ou ainda, por infecções como a gripe ou ainda, amidalite.

Mas, a notícia boa é que em muitos dos casos, a inflamação na garganta pode ser aliviada usando alguns procedimentos simples e também com o consumo de chás que ajudam a amenizar os sintomas e tratar a maioria das enfermidades na garganta. É essencial que você também experimente repousar a voz ou falar pouco durante o período em que estiver com a garanta inflamada.

Procure também realizar gargarejos para limpar a região e esteja em constante hidratação, consumindo água pura ou chás que contribuam para a desobstrução da garganta. Lembre-se que existem algumas receitas para infusões que podem ajudar e que, a maioria, é composta com ingredientes que você já tem em casa ou que são fáceis de conseguir.

Além de tudo, os chás são bebidas saborosas e aromáticas que garantem também as sensações de conforto e tranquilidade que o corpo precisa para se recuperar rapidamente. Aproveite a seleção que preparamos para você, com 8 chás para ajudar a trazer o bem-estar de volta à sua garganta. Confira as opções e faça agora mesmo deliciosas infusões!

Chá para Garganta Inflamada com mel e limão

Chá com mel e limão.

Existem muitas opções de chás para combater as inflamações de garganta, mas o chá de mel e limão é, em disparado, o mais usado e indicado para esses casos. Tradicionalmente, o mel é reconhecido como um parceiro para infusões, principalmente por combinar bem com diversos outros ingredientes. Já o mel, entrega o dulçor necessário para completar a bebida. Conheça as propriedades de ambos e aprenda esta receita!

Propriedades

O limão é uma fruta que concentra grande quantidade de vitamina C. Praticamente 53 miligramas de vitamina C para cada 100 gramas de polpa ou do suco. Além disso, a presença do composto cítrico limonemo na casca do limão, faz com as propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas da fruta sejam potencializadas. É um alimento que aumenta as defesas do corpo e limpa o organismo.

Já o mel, por ser um alimento totalmente orgânico, possui propriedades antimicrobianas, atuando em microrganismos que, eventualmente, estão estacionados na região da garganta e, como consequência, contribuindo para a inflamação. A presença de minerais, como o selênio, fósforo, cobre e ferro, também fará com que o corpo reaja e se recupere melhor.

Indicações

O chá de mel e limão é uma das infusões mais recomendadas para cenários de gripes, crises respiratórias e inflamações que envolvam a região da garganta, ouvido e nariz. Assim, é indicado para qualquer pessoa (adultos ou crianças) com estes sintomas. Esteja atento apenas, caso os sintomas persistam ou evoluam para manifestações mais graves, como dor no peito ou dor de cabeça constante. Não hesite em buscar um médico, se preciso.

Contraindicações

Como o limão é uma fruta com alto teor ácido, seu uso regular deve ser melhor observado por pessoas propensas a ter problemas de estômago, gastrites ou quadro de úlceras. Deve ser entendido, em conjunto com um especialista, como empregar corretamente o limão em suas infusões e até mesmo, se pode ou não o manter o uso.

Para o mel, especialistas orientam que seja evitado o consumo por crianças menores de um ano de idade, por conta da presença de bactérias que podem causar enfermidades ao organismo destas, que ainda está em fase de desenvolvimento. Além disso, pessoas com quadro de diabetes devem evitar o uso excessivo, uma vez que mesmo sendo orgânico, é um alimento rico em açucares.

Ingredientes

A receita do chá de mel e limão é bem simples, você vai precisar ter em mãos os seguintes ingredientes: 1 limão, busque pela variedade tahiti que tem um teor cítrico elevado, já lavado e descascado. Também separe duas medidas (colheres de sopa) de mel em versão líquida. Para finalizar, separe meio litro de água já fervida e ainda bem quente.

Como fazer

Para fazer, prepare da seguinte forma: corte o limão de modo que possa ser separado em 4 partes. Retire todo o sumo da fruta de apenas uma das partes. Perceba que a casca deve ser mantida. Misture o líquido com as duas medidas de mel. Em seguida, coloque a mistura em fogo alto. Assim que esquentar, coloque o meio litro de água. Depois, insira as demais partes do limão.

Espere até que ferva, algo em torno de, aproximadamente, 10 minutos. Remova todas as partes da fruta, espremendo-as com um garfo ou colher para que liberem o resto do sumo. Se preferir, coloque mais uma medida de mel e consuma ainda quente. Perceba que terá um alivio imediato da garganta na sequência à ingestão.

Chá para Garganta Inflamada com camomila e mel

Chá com camomila e mel.

A planta camomila é bastante conhecida por sua aplicação terapêutica em vários tratamentos de enfermidades que necessitam dos efeitos calmantes que ela provê. Com a inflamação de garganta, não podia ser diferente. A sensação de alívio para essa região é alcançada também com um bom e bem feito chá de camomila e mel. Conheça a aplicação da camomila também para este fim e faça agora mesmo este chá. Consulte as propriedades e a receita a seguir!

Propriedades

Dentre todos os componentes encontrados na planta camomila, está a cumarina. Este é um dos principais ativos e que tem atuação anti-inflamatória e anticoagulante quando ingerido pelo corpo humano. Por conta deste ativo, a camomila também é bastante recomendada em processos e dietas de emagrecimento.

O mel, vem sendo constantemente recomendado por conta de suas propriedades antibacterianas, mas sobretudo, por ter sido, inclusive, indicado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como ingrediente orgânico capaz de auxiliar em tratamentos para combate de inflamações e doenças relacionadas ao sistema respiratório.

Indicações

A camomila é indicada para diversos tratamentos do corpo, desde uso externo até o uso interno. Isso porque a planta tem capacidade de acalmar tanto a pele, quanto a mente e o corpo, trazendo grandes benefícios ao sistema imunológico. Na Antiga Grécia, o chá da planta era usado para o tratamento de feridas expostas com o objetivo de agilizar a cicatrização dos ferimentos.

Em casos de diabetes, o consumo do chá de mel e camomila também pode ser administrado para promover o controle das taxas de hiperglicemia do corpo. Neste caso, é preciso observar a quantidade de mel usada, sempre bem baixa para evitar o acúmulo de açucares.

Com isso, o chá de mel e camomila é totalmente indicado para pessoas em tratamento de doenças, principalmente aquelas relacionadas ao sistema respiratório e a inflamações decorrentes de gripes ou até mesmo de amidalites.

Contraindicações

Toda e qualquer infusão, assim como o chá de mel e camomila, devem ser consumidos em pequena quantidade ou até mesmo evitados por gestantes. No caso da camomila, por suas propriedades calmantes pode ter ação direta no útero, aumentando a probabilidade de complicações. Qualquer outra pessoa que esteja consumindo remédios para tratar patologias como trombose, também deve evitar o consumo.

Ingredientes

Para fazer este aromático chá você precisa coletar os seguintes ingredientes: uma medida de flores de camomila. Use a mão como referência, colete um punhado das flores da planta na mão e separe. Se for fazer em grande quantidade (1 litro), separe 3 punhados. Para esta receita, 1 punhado está direcionado à uma xicara de agua fervente. Também use o mel orgânico a gosto.

Como fazer

Este chá é preparado apenas com a infusão do ingrediente principal: a camomila. Por isso, coloque a água em uma panela e leve ao fogo para ferver. Assim que levantar a fervura, desligue o fogo, insira o punhado da planta e tampe. Deixe por 10 minutos. Retire os resíduos de planta. Volte a ferver, desligue e adoce com o mel a gosto.

Chá para Garganta Inflamada com tomilho

Chá de Tomilho.

Muito utilizado na culinária como tempero, o tomilho é uma erva pouco conhecida para a preparação de infusões. Mas, para aliviar as dores de garganta, o tomilho é uma boa pedida. Suas propriedades medicinais vão agir no restabelecimento da região e ainda oferecer substâncias para auxiliar da recuperação do corpo como um todo. Aprenda mais esta opção para a tratativa de inflamações. Confira!

Propriedades

Em algumas regiões do Brasil, o tomilho é também chamado de poejo ou ainda de timo. Por ser uma erva aromática é usada em preparações culinárias e traz um aroma e sabor diferenciado aos pratos. Mas o fato é que a planta tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes além de atuar como expectorante. Assim, o tomilho é um aliado da medicina terapêutica para tratar problemas como a bronquite, tosses e outros relacionados à gripe.

Indicações

O chá de tomilho é indicado para pessoas que esteja com quadro de tosse ou com catarro na região da garganta e do nariz. Isso porque sua ação expectorante ajudará na desobstrução destes canais. Também deve ser consumido por pessoas que estejam com inflamações como as de garganta, bronquite, asma, resfriados em geral e demais inflamações que envolvam a faringe.

Contraindicações

Por ser uma erva de sabor e aromas fortes, o chá de tomilho não deve ser consumido por gestantes, evitando assim problemas estomacais ou ainda alergias. Também deve ser evitado por crianças menores de 6 anos de idade e por pessoas que sofram de alguma insuficiência cardíaca. Para as mulheres, também deve ser evitado no período menstrual uma vez que acelera o fluxo sanguíneo.

Ingredientes

Para as infusões, o tomilho é sempre utilizado em sua forma natural. Todas as partes, folhas e flores secas podem ser usadas no preparo do chá. Então, separe 1 colher bem cheia de tomilho. Você irá precisar também de uma xícara de água fervente. O chá será preparado por imersão.

Como fazer

Procure preparar este chá bem próximo ao período de utilização para que as propriedades sejam mantidas. Pegue um recipiente e leve ao fogo com a xicara de água. Aguarde ferver, desligue o fogo e deposite o tomilho. Tampe e aguarde por 10 minutos. Você pode usar o chá para fazer gargarejos para a região da garganta. Espere esfriar, realize até 2 gargarejos por dia com esta preparação.

Chá para Garganta Inflamada com romã

Chá com romã.

A romã é um fruto bem simular que, a princípio, causa estranheza por exibir uma casca dura e, aparentemente, grossa. Mas é um alimento constantemente utilizado para a preparação de bebidas que envolvam teor alcoólico, sobremesas e aperitivos. Devido a suas propriedades medicinais, o chá de romã também é um aliado no combate à garganta inflamada. Conheça esta aplicação, lendo a seguir!

Propriedades

A romã é uma fruta com alto índice de vitamina C, vitaminas do complexo B e também vitamina K. É abundante em fibras e ácido fólico, contribuindo para a melhoria do sistema imunológico. Também têm antioxidantes naturais que ajudam a proteger os radicais livres, fazendo com o que o corpo se restabeleça com mais rapidez. Pesquisas apontam a romã como uma das frutas mais saudáveis do mundo.

Indicações

O chá de romã promove alivio imediato para inflamações de garganta, por isso é completamente indicado para pessoas que estejam sofrendo com dores nesta região. Sua ação antibacteriana e antifúngica (atuando em possíveis fungos), ajuda também a proteger e combater quadros de gengivite (inflamações nas gengivas) e estomatites causadas pela cárie dentária.

Contraindicações

Apesar de apresentar diversos benefícios para a saúde, o chá de romã deve ser evitado por gestantes e também por mães em fase de amamentação. Crianças menores de seis anos também deve evitar. Por conta da presença de alcaloides, componente natural que evita insetos e pragas na fruta, pode causar complicações alérgicas se consumida por estes perfis de pessoas.

Ingredientes

Para a preparação deste chá você tem duas opções. Utilizar a casca seca da fruta ou optar por usar a polpa com as sementes. Para a receita com a casca, você vai precisar de 2 colheres de sopa da casca seca da romã e meio litro de água. Se preferir fazer com as sementes, separe duas colheres de sopa da polpa e uma xícara de água fervente.

Como fazer

Para fazer o chá com a casca da romã, você vai precisa adicionar as cascas em um recipiente que vá ao fogo. Adicione em conjunto o meio litro de água e ligue em fogo alto. Aguarde ferver e mantenha por mais 5 minutos nesta condição. Após, desligue o fogo e tampe o recipiente. Assim que esfriar, coe retirando as cascas e sirva.

Para o chá com as sementes de romã, ainda com a fruta fechada, bata com a parte de trás de uma colher para provocar a soltura das sementes das paredes da fruta. Corte em duas metades e retire 2 colheres de sementes. Triture-as com a ajuda de um processador ou amasse em pote. Para a infusão, coloque 1 colher de chá das sementes trituradas em uma xícara e adicione a água fervente, coe e consuma na sequência.

Chá para Garganta Inflamada com sálvia e sal

Chá com sálvia.

Também muito usada pela culinária como tempero, a sálvia também tem grande aplicação como ingrediente para chás devido a suas propriedades terapêuticas. Presente em todas as regiões do Brasil, a planta auxilia na diminuição de dores na garganta e, quando combinada com o sal marinho, ajuda no restabelecimento das regiões inflamadas. Aprenda mais sobre estes ingredientes e use este chá!

Propriedades

Com propriedades anti-inflamatórias, a sálvia também possui ação antirreumática, ou seja, é uma aliada na prevenção de dores relacionadas aos músculos, as articulações e também aos ossos. Tem função balsâmica, digestiva e cicatrizante. Contribui para o equilíbrio do metabolismo e na redução do cortisol, o hormônio responsável pelo estresse.

No quadro de vitaminas, tem a presença de diversas como a vitamina K, vitamina A vitaminas do complexo B, C e E. Quanto aos nutrientes, é abundante em magnésio, ferro, manganês, cálcio, cobre, entre outros. Contempla ácido fólico, é rica em fibras, nestes casos, quando consumida em sua forma natural e fresca.

Indicações

Pessoas que desejem tratar problemas relacionados a inflamações na região da garganta, boca ou ainda inflamações diversas do sistema respiratório podem fazer uso do chá de sálvia. Patologias como gengivite, rinites bronquites e ainda mulheres, que busquem aliviar os sintomas do ciclo menstrual podem ser em tratadas com o consumo da planta como tempero ou ainda como infusão para uso interno ou externo.

Contraindicações

Pessoas alérgicas ou hipersensíveis a plantas medicinais devem evitar o uso ou o consumo da sálvia. Mulheres gestantes ou em fase de amamentação também não devem consumir. Para os demais, deve sempre ser evitado a ingestão por tempos prologados ou em quantidade excessiva por contribuir com a melhoria do fluxo sanguíneo, o consumo em alta quantidade pode gerar espasmos ou ainda aumento do ritmo cardíaco.

Ingredientes

Para o chá de sálvia você vai precisar usar a planta em seu modo seco. Adquira em casas especializadas em produtos naturais e terapêuticos. Separe 2 colheres de chá de sálvia seca, meia colher de sal marinho e meio litro de água filtrada. Você irá precisar também de um recipiente que possa ser levado ao fogo com tampa.

Como fazer

Esta infusão pode ser consumida ou ainda usada para realizar um gargarejo quando houver quadro de inflamação na garganta. Prepare o chá da seguinte maneira. Coloque as folhas secas em uma panela, despeje a água e ligue o fogo. Deixe ferver, desligue e tampe o recipiente. Aguarde por 10 minutos. Coe o chá. Se for consumir, beba sem o sal. Se for usar a infusão para o gargarejo, adicione o sal marinho e realize-o com o líquido ainda morno, duas vezes ao dia.

Chá para Garganta Inflamada com hortelã

Chá com hortelã.

A planta hortelã é comumente conhecida para temperar bebidas e pratos. Traz um frescor e entrega um aroma singular as preparações. Por ser uma planta medicinal e aromática e propriedades que ajudam a tratar diversos problemas, o seu uso em chás é benéfico, sobretudo para cenários onde haja a inflamação da garganta. Siga lendo e aprenda como incluir o chá com hortelã em suas prevenções. Confira!

Propriedades

O principal composto presente na hortelã é o mentol. Esta substância atual com efeito analgésico e antisséptico de regiões que estejam inflamadas. É muito comum, ao consultar os ingredientes de pomadas, encontrarmos o uso medicinal do mentol, o que também entrega a estes um aroma diferenciado e refrescante.

Além disso, a planta é com poucas calorias, mas que contempla diversos nutrientes. Casa 100 gramas da planta possui o equivalente a 70 calorias. Fonte de fibras dietéticas e proteínas. Possui vitamina C, vitaminas B e D e minerais como: ferro, potássio, sódio e magnésio.

Indicações

Além de agir como antisséptico e anti-inflamatório para pessoas que estejam com a garganta inflamada, a hortelã também é indicada para combater sintomas relacionados a gases intestinais, diminuição de azia, alivio de febres e dores de cabeça. Atua também na promoção de efeitos tranquilizantes que diminuem o estresse, a ansiedade e a agitação.

Contraindicações

Se você tem refluxos graves ou quadro de hérnia de hiato deve evitar o consumo desta planta. Assim como outras plantas, deve ser evitada por grávidas e mulheres em fase de amamentação. O mentol, presente na planta hortelã, pode provocar falta de ar ou ainda sensação de asfixia nestes perfis de pacientes.

Ingredientes

Como ingredientes para o chá de hortelã, você vai precisar de: três colheres de folhas secas da planta. Adquira em casas especializadas em produtos naturais. Atenção, para a infusão não se recomenda uso da planta em pó. Separe também meio litro de água filtrada. Se não encontrar as folhas secas, você pode ainda utilizar as folhas em situação natural. Higienize-as bem e separe a mesma porção (3 colheres).

Como fazer

Primeiro, ferva o meio litro de água em uma panela. Ainda fervendo, deposite as três colheres de sopa da planta. Se a planta estiver seca, aguarde nova fervura ainda com o fogo ligado. Se a planta estiver em modo natural, após depositar, deligue o fogo e tampe o recipiente por 10 minutos. Para ambas as preparações, retire os resíduos da planta e consuma ainda morno. Você irá experimentar alivio e frescor imediato na garganta.

Chá para Garganta Inflamada com gengibre e mel

Chá com gengibre e mel.

A raiz do gengibre é combinada com diversos ingredientes para potencializar o sabor de bebidas e pratos. Seu uso é comum para tratar problemas com a garganta, uma vez que tem função termogênica e facilita a desobstrução de vias aéreas, irritações e inflamações da garganta e melhoria da imunidade. Conheça detalhes sobre esta raiz e faça uso de um delicioso chá de gengibre e mel. Aproveite!

Propriedades

O gengibre tem um gosto marcante e, dependendo da quantidade usada, produz sensação de picante na boca. Possui propriedades medicinais que envolvem a ação anti-inflamatória e analgésica de regiões irritadas e ou inflamadas. Assim como o mel, o gengibre ajuda a combater bactérias e micro-organismos que estejam alojados na garganta e que podem complicar os casos de inflamação.

Também com propriedades antifúngicas, o gengibre ajuda na diminuição de tosses secas, contribuindo para o aumento da produção de saliva da boca e as secreções geradas pelo muco. O gengibre contempla óleos essenciais e antioxidantes. Além disso, diversos outros ativos químicos funcionam como atores no processo de diminuição da irritação na região da garganta.

Indicações

Além da indicação do uso do chá do gengibre para pessoas que estejam com complicações inflamatórias na região da garganta, a infusão também é recomendada para realizar a proteção da saúde do fígado. O chá, preparado a partir do gengibre pode também ser ingerido para auxiliar na eliminação das moléculas de radicais livres, que atuam como toxinas no fígado e precisam ser retiradas para garantir o correto funcionamento deste órgão.

Também é indicado para tratamentos relacionados com enfermidades das vias aéreas (gripe, resfriado, asma, bronquite, entre outros). Por conta dos compostos ativos, o gengibre é indicado para promover o relaxamento da musculatura do intestino, com funções diuréticas e contribuir na diminuição das taxas de acidez do estômago.

Contraindicações

Pessoas com o histórico de enfermidades relacionadas com o sistema gástrico (tais como: gastrite aguda) devem evitar o consumo de gengibre de suas diversas maneiras. Desde o chá até o uso culinário. Para pessoas com doenças crônicas de intestino, a utilização também não é recomendada. Para dietas, onde o chá de gengibre é um ativo para a perda de peso, deve ser observada a quantidade consumida, que nunca deve ser maior que a três xícaras ao dia, evitando quadros de intoxicação por uso em excesso.

Ingredientes

Preparar um o chá de gengibre com mel, é fácil. Você vai precisar separar os seguintes ingredientes: 3 colheres de chá de gengibre em raiz. Aconselha-se o uso da raiz fresca e ralada, mas se não tiver, utilize em pó. Lembre-se que, natural a raiz concentra mais fortemente seus ativos. Meio litro de água filtrada e duas medidas (colheres de sopa) de suco de um limão. Por fim, uma medida (colher de sopa) de mel a gosto.

Como fazer

Se estiver usando a raiz ralada, adicione as colheres de gengibre em uma panela com água e leve ao fogo para ferver por três minutos. Depois, desligue o fogo e tape a panela, até que o chá esfrie. Coe a água, pingue algumas gostas de limão, adoce com mel ao seu gosto e consuma de 3 a 4 vezes ao dia.

Se estiver utilizando o gengibre em pó, opte por ferver primeiramente a água e depois misturar o pó nas medidas corretas. Deixe descansar para que o pó se desfaça completamente e o chá fique homogêneo. Adicione as gotas de limão, tempere com o mel ao seu gosto e beba na sequência.

Chá para Garganta Inflamada com eucalipto

Chá com eucalipto.

Muito usado em produtos de higiene e no ramo de produtos ligados à limpeza de ambientes, o eucalipto tem um aroma singular e é reconhecido rapidamente, sobretudo por seu frescor. Mas, na medicina terapêutica, esta planta também pode ser aplicada para tratar inflamações de garganta e atuar com um antisséptico natural de organismos estranhos e que estejam afetando o organismo. Conheça esta aplicação do eucalipto e passe a usar o quanto antes!

Propriedades

O eucalipto é uma árvore e para as infusões, são usadas as folhas secas ou naturais. Independente do formato, as folhas entregam óleos essenciais que podem ser usados em vaporizações e inalações devido a suas propriedades expectorantes, anti-inflamatórias, descongestionantes, vermífugas e que estimulam o aumento da imunidade no corpo.

Além disso, a presença de cineol, oléo essencial das folhas de eucalipto, têm propriedades balsâmicas que auxiliam no tratamento de crises de bronquite, eliminação de catarro da região da garganta ou do nariz e limpeza integral das vias aéreas. Possui os seguintes ativos em sua composição: canfeno, pinocarveol, flavonoides, entre outros.

Indicações

O uso do chá de eucalipto ou ainda da fervura para vaporização do eucalipto é indicado para pessoas com crises respiratórias (asma, bronquite, rinite, entre outros) e com presença de inflamação na região da garganta. Por ser antisséptico também pode ser aplicado para higienizar áreas de ferimentos, potencializando a desinfecção e a aumentando a regeneração do local.

Contraindicações

Não deve ser usado para tratar enfermidades em crianças menores de anos, uma vez que o sistema respiratório está em fase de desenvolvimento. Já o óleo essencial, extraído diretamente das folhas de eucalipto, também é contraindicado para crianças de todas as idades, sob risco de causar reações alérgicas e ou de intoxicações. Para o uso correto em doenças crônicas, um especialista deve ser consultado.

Ingredientes

Para a infusão, opte pelo uso de folhas frescas de eucalipto. Separe 10 folhas grandes da planta e também um litro de água. O chá de eucalipto pode ser preparado com antecedência de um 1 dia e ser consumido aos poucos, conforme necessidade ou percepção de que a inflamação na garganta está cedendo.

Lembre-se que você pode também realizar a vaporização. Para este caso o uso das folhas secas também é recomendado. Coloque um litro de água em uma panela alta e adicione dois punhados de folhas. Deixe ferver, apague o fogo, e com cuidado aspire o vapor que é exalado pela fervura. Evite se aproximar muito da panela ou do recipiente, sob o risco de queimadura. Para aliviar nariz congestionado e inflamações da garganta, a vaporização também é um aliado.

Como fazer

A preparação do chá de folhas de eucalipto é muito simples. Você precisará adicionar todas as folhas e a água em uma panela e levar ao fogo por, aproximadamente, quinze minutos. Deixe ferver bem, desligue o fogo. Na sequência, tampe a panela por mais vinte minutos. Remova os resíduos de folhas, coe e consuma aos poucos durante o dia.

Com que frequência posso tomar o Chá para Garganta Inflamada?

Homem com dor de garganta bebendo chá.

Os diversos chás que auxiliam no alivio dos sintomas de garganta inflamada podem ser usados constantemente, mas você deve sempre observar se a inflamação ou a irritação persistirem ou se estas estão se propagando para outras regiões (nariz, pulmão, etc). Como sabemos, a inflamação de garganta pode ser o primeiro indicador de fortes gripes, resfriados ou de doenças respiratórias. Por isso, faça sempre o uso das infusões já no começo dos sintomas para retardar grandes complicações, mas se estas evoluírem, procure um médico o quanto antes.

Na maioria dos problemas leves de inflamações e dores na região da garganta, os chás terapêuticos provocam o fortalecimento da imunidade do organismo, além de sensações de alivio diretamente na garganta ou no relaxamento do corpo como um todo. Seguramente é uma bebida para ser consumida como medicina alternativa e terapêutica. Consulte outras formas de manter a saúde da sua garganta e pratique diariamente.

O consumo de alguns alimentos como a maça, frutas cítricas como abacaxi e laranja, são também orientados para garantir a saúde da garganta e evitar inflamações. Porém, caso as dores sejam constantes, ou cedam e tornem a aparecer, exames mais detalhados podem ajudar a identificar quais são as reais causas. Não hesite em procurar orientação médica se isto estiver acontecendo com você. Fique atendo aos sinais do seu corpo e cuide-se sempre!

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


chás

Artigos relacionados


Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

O chá de cana-do-brejo conta com propriedades anti-inflamatórias, adstringentes e que melhoram o funcionamento dos rins. Veja mais!


Chá para gripe: Confira 10 receitas que irão melhorar a gripe e o resfriado!

Chá para gripe: Confira 10 receitas que irão melhorar a gripe e o resfriado!

Não há nada pior do que ficar indisposto por causa de uma gripe. Leia o artigo e confira 10 chás infalíveis para se livrar da gripe e recuperar sua energia!


Chá para gastrite: 10 opções que irão melhorar a queimação no estômago!

Chá para gastrite: 10 opções que irão melhorar a queimação no estômago!

A gastrite causa desconforto e exige tratamento. Mas você sabia que existem chás que auxiliam no alívio dos sintomas? Confira neste artigo 10 receitas de chás!


Para que serve o chá da folha da manga? Benefícios, para sinusite e mais!

Para que serve o chá da folha da manga? Benefícios, para sinusite e mais!

Apresentando ótimos benefícios, o chá da folha da manga conta com nutrientes capazes de fortalecer a saúde, além dos seus ativos. Saiba aqui como fazer!


Chá de sálvia: para que serve, benefícios, propriedades, como fazer e mais!

Chá de sálvia: para que serve, benefícios, propriedades, como fazer e mais!

Além das versões ornamentais, a sálvia tem espécies ideais para a produção do chá, que torna o corpo e a mente mais saudáveis. Saiba mais no artigo!


Últimos posts


Os benefícios da ora-pro-nobis: Para imunidade, anemia e mais!

Os benefícios da ora-pro-nobis: Para imunidade, anemia e mais!

Conheça a ora-pro-nóbis, uma planta rica em fibras, proteínas e vitaminas com diversos atributos positivos para a saúde. Entenda aqui como consumir!


Horas iguais 22:22: significado no amor, para os anjos, espiritual e mais!

Horas iguais 22:22: significado no amor, para os anjos, espiritual e mais!

As horas iguais são uma mensagem divina com vibrações poderosas. Leia o texto e entenda qual mensagem as horas 22:22 quer entregar a você.


Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

O chá de cana-do-brejo conta com propriedades anti-inflamatórias, adstringentes e que melhoram o funcionamento dos rins. Veja mais!


Pedra Sodalita: significado, propriedades, para que serve e mais!

Pedra Sodalita: significado, propriedades, para que serve e mais!

A Sodalita é um cristal azul real ligado a mente, intuição e cura, e pode melhorar a sua vida em diferentes níveis. Entenda mais sobre nesse artigo!


Planta Crista-de-Galo: origem, benefícios medicinais, como cuidar e mais!

Planta Crista-de-Galo: origem, benefícios medicinais, como cuidar e mais!

Conheça aqui a planta crista de galo, que traz diversos benefícios para a saúde, e saiba como cuidar dessa preciosidade em sua casa!