Chá de capim-cidreira: para que serve, benefícios, como fazer e mais!

Chá de capim-cidreira: para que serve, benefícios, como fazer e mais!

Você sabe se o chá de capim-cidreira pode ser utilizado por qualquer pessoa e tomado à vontade? Tire essas e muitas outras dúvidas sobre essa bebida aqui!


Você conhece o chá de capim-cidreira?

Folhas de capim-cidreira molhadas

Se você busca um calmante ou um aliviador de dores musculares natural, o chá de capim-cidreira pode ser uma ótima alternativa. Também conhecida pelo seu nome científico Cybopogon citratus, é uma planta que possui diversas propriedades naturais, sejam elas calmantes, sedativas, analgésicas, anti-inflamatórias ou antioxidantes.

Mas com tantas propriedades boas para o nosso corpo, não é sinônimo de que devemos consumir essa erva com tanta frequência ou em quantias absurdas. Seja em forma de chá, refrescos, infusões, ou na forma de fitoterápicos em cápsulas.

Nesse artigo trataremos sobre o chá de capim-cidreira, todas suas propriedades e usos medicinais, suas características, contraindicações e muito mais.

Entendendo mais sobre o chá de capim-cidreira

Planta de capim-cidreira

Nos tópicos seguintes falaremos sobre esse chá, sua origem, características, propriedades e usos. Para compreender mais sobre essa bebida e a planta utilizada, falaremos um pouco mais adiante sobre todas essas informações de maneira detalhada.

Origem e história da planta capim-cidreira

O capim-cidreira, cujo nome científico é Cybopogon citratus, cuja palavra “citratus” do latim se refere ao sabor cítrico da erva, é uma planta nativa das regiões tropicais da Ásia, encontrada no Sri Lanka e ao sul asiático. No Brasil e outros países tropicais a planta é bastante cultivada, seja para se utilizar em receitas e chás caseiros, e também para fins industriais.

Essa planta também é conhecida por diversos outros nomes, como capim-limão, capim-santo, capim-cidreira, erva-príncipe, belgate, chá-de-estrada, chá-príncipe, chá-do-gabão, capim-cidrão, capim-cidrilho, capim-cidró, capim-cheiroso, capim-marinho, capim-membeca, palha-de-camelo.

Sua origem pode estar ligada ao comércio indiano, na qual se usufruía suas propriedades terapêuticas por meio de seus ancestrais peregrinos. O capim-cidreira também era utilizado como um aromatizante em tecidos para que os comerciantes pudessem distinguir os tecidos de outras regiões.

Características da planta capim-santo

Essa é uma planta aromática, perene e de porte herbáceo, pertencente à família Poaceae, na qual se encontra a grama, capim e a relva. Ela pode chegar a crescer a 1,2 e 1,5 metros de altura, e devem ser cultivadas debaixo do sol, portanto lugares de clima tropical ajudam em seu crescimento e cultivo. Exala um forte odor de limão, o que o faz ser vulgarmente também ser conhecido como capim-limão.

A planta prefere terrenos pouco úmidos, estando presente em regiões de clima tropical e temperado. Seu plantio se faz desmembrando pedaços da touceira mãe, e em seguida plantando-os em lugar bem ensolarado com um metro de distância uma da outra. Cada muda dará origem a uma nova touceira.

O capim-santo possui folhas longas de coloração verde clara, com margens cortantes. Seus conjuntos de flores possuem cachos ramificados de cor amarelada. Por ser uma planta que se adapta facilmente a qualquer tipo de solo e clima, ele pode ser plantado em vasos, canteiros e em jardineiras.

Essa erva ajuda a preservar as estradas, pois firma bem o solo, consequentemente impedindo a erosão, por esse motivo, outro nome comum dela é chá-da-estrada. Ela cresce espontaneamente, preferindo solos úmidos, contudo não suporta regiões frias. Ela produz numerosos cortes de suas folhas o ano todo.

Para que serve o chá de capim-cidreira?

O chá de capim-cidreira possui diversas utilidades para a nossa saúde. Dentre elas podemos citar seu efeito calmante, que ajuda a combater problemas como o estresse, ansiedade, insônia, os sintomas da TPM, a tratar o mal de Alzheimer, problemas gastrointestinais, e dores de cabeça.

Propriedades da planta capim-limão

O capim-limão é repleto de fenólicos e flavonoides, que são responsáveis pelos efeitos antioxidantes, calmantes, relaxantes, antiespamódicos e anti-inflamatórios.

Sua ação antiespamolítica também pode ajudar nas cólicas menstruais nas mulheres e também de espasmos na região estomacal, intestino e na bexiga. O micerno, outro principio ativo do capim-limão pode trazer a sensação de tranquilidade e relaxamento.

A partir das suas folhas, pode-se fabricar um óleo essencial na qual pode ser utilizado em massagens e também como um spray aromático para ambiente, deixando um delicioso cheirinho cítrico.

Ambos possuem o mesmo objetivo de acalmar, e também sedar. Caso esteja em um péssimo dia, ou se sentindo cansado, estressado e muito nervoso, experimente ir a um massagista e peça para ele fazer uma massagem relaxante utilizando o óleo essencial de capim-cidreira.

Essa poderosa planta também ajuda a combater os radicais-livres, que ajudam a evitar o envelhecimento precoce das células de nosso corpo, o que ajuda a prevenir contra o câncer, problemas cardiovasculares, musculares e cerebrais.

É uma planta repleta de fibras também, o que ajuda a melhorar o funcionamento de nosso sistema digestivo. Ajuda na limpeza da pele na forma de tônico, limpando a sua pele oleosa por conta de suas propriedades antissépticas.

O capim-limão também possui outros usos como controlar e abaixar a febre, ser um repelente de insetos, limpar os dentes e a gengiva, e também na aromaterapia, na qual além de relaxar o corpo, também estimula o ânimo e também ajuda a controlar a pressão alta.

Benefícios do chá de capim-cidreira

Vários ramos de capim-cidreira em plantação

O chá de capim-cidreira é repleto de diversos benefícios para a saúde, dentre eles ajudar a emagrecer, combater a insônia, tratar a candidíase e até a prevenir o temido câncer. Confira nos tópicos seguintes mais sobre como esse chá ajuda a beneficiar o nosso corpo.

Age no tratamento de gastrite

O capim-cidreira é composto por flavonoides e taninos, nas quais possuem ação anti-inflamatória e antioxidante ajudando a diminuir a acidez estomacal, auxiliando em doenças do trato gastrointestinal tais como a gastrite e o refluxo.

O chá também possui propriedades bactericidas, nas quais ajudam a combater a Helicobacter pylori uma bactéria nociva que mora em nosso estômago e que pode acarretar a gastrite, úlcera péptica e até mesmo o câncer.

A bebida também pode ajudar na eliminação de gases intestinais, aliviando o desconforto do estufamento causado por esses gases.

Combate o mau-hálito

Esse chá pode ser preparado como chá ou enxaguante bucal para combater o mau hálito da boca, através de sua ação bactericida e antisséptica. Essa bebida pode retirar o mal hálito causado pelo acúmulo de bactérias na boca que podem ocasionar a gengivite, doença a qual ocasiona no inchaço da gengiva.

Ajuda a emagrecer

O chá de capim-cidreira é um poderoso diurético, ajudando o corpo a eliminar os excessos de líquido consequentemente diminuindo no inchaço da barriga e ajudando nas dietas para se perder peso.

O ideal é beber uma xícara de chá da bebida meia hora antes de consumir seu café da manhã, almoço e jantar.

Alivia dores na cabeça e no corpo

Essa planta possui mirceno e citral, que são dois compostos com propriedades analgésicas, aliviando as dores tanto na cabeça quanto em outros locais do corpo como na barriga ou nos músculos. Seus compostos ajudam a relaxar os músculos e os vasos sanguíneos, aliviando a tensão muscular.

O ideal é preparar uma infusão de cinco folhas para cada xícara de chá de água e consumir de duas a três xícaras por dia. O capim-limão ainda pode ser utilizado para tratar no alívio das dores musculares na forma de uma pasta misturada com óleo de coco.

Combate a insônia e a ansiedade

Em sua composição o capim-cidreira possui o citral que atua como um sedativo natural, na qual ajuda na qualidade de nosso sono, pois mexe com nosso sistema nervoso central que entra em extensa atividade enquanto estamos dormindo.

Essa bebida também pode ser um excelente calmante, podendo melhorar problemas como a ansiedade e o estresse.

Estudos mostram que tomar o chá de capim-cidreira duas vezes ao dia por quinze dias ajuda a melhorar o sono em pessoas com insônia. A combinação do capim-cidreira com a valeriana pode ajudar bastante quanto a esse distúrbio, além de acalmar.

Ajuda a diminuir os níveis de colesterol

Os antioxidantes presentes no capim-limão como o limoneno e o geraniol não somente ajudam a combater os radicais livres que causam o envelhecimento precoce de nossa pele, mas também impedem as células de gordura a oxidarem, o que ajuda a diminuir o colesterol ruim (LDL) do organismo.

Também são responsáveis pela diminuição dos níveis de triglicerídeos que podem gerar problemas de saúde como o infarto e o derrame.

Ajuda a controlar a pressão arterial

As propriedades diuréticas do capim-cidreira não ajudam apenas a reter os líquidos de nosso organismo, mas também auxiliam na eliminação de substâncias tais como o sódio através da urina, controlando a nossa pressão arterial.

Os compostos oxidantes presentes nessa planta como o citral, limoneno e geraniol diminuem a inflamação das artérias, as deixando mais relaxadas, facilitando o percurso do sangue em nosso organismo, prevenindo a pressão alta e outras doenças cardiovasculares.

Previne ao câncer

Os antioxidantes naturais do capim-limão auxiliam a fortificar nosso sistema imunológico, nos prevenindo do temível câncer, evitando a reprodução e desenvolvimento das células cancerígenas.

Ajuda na cicatrização da pele

O chá de capim-cidreira pode ajudar na aceleração da cicatrização de ferimentos e machucados graças à sua ação antimicrobiana que inibe o crescimento de micro-organismos, tais como as bactérias, fungos, vírus e protozoários.

Age no tratamento de candidíase

Graças à ação antimicrobiana presente no capim-limão ele também pode ser um poderoso fungicida, que pode auxiliar na candidíase vaginal e oral, combatendo o fungo Candida albicans.

O chá de capim-limão também pode ajudar a tratar outras doenças que venham a ser causadas por fungos, como a micose por exemplo.

Receita de chá de capim-cidreira

Folhas de capim-cidreira secas em pote

O chá de capim-cidreira é muito simples de se fazer, e não tomará grande parte de seu tempo para prepará-lo. Falaremos a seguir mais sobre seus ingredientes e como preparar o seu chá.

Ingredientes

Serão necessários uma colher de chá de capim-cidreira picada e uma xícara de chá de água.

Como fazer

Insira a água para ferver e assim que ela levantar fervura, desligue o fogo e coloque a água fervente nas ervas, que podem ser entre quatro a seis folhas cortadas. Deixe o líquido abafando com um pires ou prato por cima por cerca de dez minutos e passado esse tempo coe e sirva em uma xícara ou copo.

Outras informações sobre o chá de capim-cidreira

Ramo de capim-cidreira e xícara com chá

Há diversas outras informações importantes e também interessantes sobre o chá de capim-cidreira. Dentre elas, dicas de como preparar o seu chá, outras plantas que combinam com a sua bebida, e também contraindicações e efeitos colaterais para a mesma. A seguir falaremos um pouco mais sobre cada um desse tópicos mais detalhadamente.

Dicas para fazer o seu chá de capim-santo

Evite ferver as folhas do capim-santo, pois elas podem perder suas propriedades e efeitos, sendo o método de infusão o melhor indicado a se fazer. Se você quiser preparar meio litro de chá para consumo, utilize vinte folhas, contudo você pode preparar uma quantidade maior para se tomar ao longo do dia.

Portanto, o chá de capim-cidreira deve ser consumido no mesmo dia, pois suas propriedades serão perdidas ao longo dos dias que se passam.

Ervas e plantas que combinam com o chá de capim-cidreira

O chá de capim-cidreira pode ser misturado com folhas de laranja, flor de maracujá e folhas de alface para se fazer um chá calmante.

A bebida também pode ser combinada com outras plantas e ervas tais como canela-de-velho, sucupira, unha-de-gato, camomila, mulungu, calêndula, e erva doce.

Outras formas de usar o capim-limão

O capim-limão pode ser consumida em muitas outras formas além do famoso chá. Utilizando suas folhas, pode-se fabricar o óleo essencial, que pode ser utilizado na aromaterapia devido o seu efeito sedativo leve. Também há a opção de se mastigar em sua forma pura, tais como fazemos com a hortelã.

Você poderá encontrar nas farmácias de manipulação, o produto em cápsulas e extratos naturais contendo o capim-limão. Existem também diversas outras variações do chá de capim-cidreira, como por exemplo as que utilizam um toque de limão, abacaxi, gengibre ou mel.

O suco dessa erva também pode ser uma boa pedida. E é uma receita muito simples e refrescante. Para preparar o suco de capim-cidreira você deve picar as suas folhas e colocá-las no liquidificador junto com 200 mL de água, suco de limão, gelo e mel a gosto. Em seguida bata bem a mistura e se delicie com esse suco bem gelado.

Na medicina popular ele pode ser utilizado na forma de infusão das folhas, podendo servir como um analgésico, calmante, ou diurético. Já na medicina Ayurveda seu uso é para abaixar febre, tratar tosses, e no tratamento de doenças infecciosas. A pasta feita com suas folhas trituradas pode ser utilizada para tratar micoses.

Também é utilizado na medicina tradicional chinesa, tratando dores de cabeça, estomacais, e abdominais. Já na culinária tailandesa o capim-limão pode ter o seu talo consumido fresco como tempero de forma a realçar pratos culinários como pastas e ensopados.

A erva também pode ser misturada junto a frutas cítricas como o limão-kaffir, cujas folhas podem ser misturadas para criar um xarope doce denominado de Cordial. Graças a uma descoberta japonesa, a planta pode ser usada para fazer um óleo essencial que pode matar a bactéria estomacal Helicobacter pylori causadora da úlcera e câncer estomacal.

Possíveis efeitos colaterais do chá de capim-cidreira

A utilização do chá de capim-cidreira é segura quando é consumida por até quatro meses por adultos e até um mês por bebês e crianças.

Contudo, se esta bebida for consumida em quantidades excessivas ou por longos períodos além do recomendado, pode causar náuseas, vômitos, dor abdominal, tontura, diminuição da frequência cardíaca, sonolência, boca seca, fraqueza, queda da pressão e respiração ofegante.

Ao utilizar a erva na pele em forma de produtos cosméticos também deve ficar atento para não se expor aos raios solares, pois podem ocorrer queimaduras na pele.

Contraindicações do chá de capim-cidreira

Por hora não foram descritas nenhuma contraindicação para o uso do chá de capim-cidreira. Porém, deve se evitar consumir a bebida caso você utilize algum medicamento para dormir, pois podem ter seus efeitos sedativos potencializados e causar então a sonolência excessiva ou até mesmo desmaios, pois abaixam muito a pressão arterial.

Tomar o chá de capim-cidreira em conjunto com os remédios sedativos como Lorazepam (Lorax®), Bromazepam (Lexotan), Diazepam (Valium), Alprazolam (Frontal), Lormetazepam, Zolpidem (Stilnox) também podem potencializar os seus efeitos sedativos, ocasionando no sono excessivo.

O chá também pode interferir no efeito de remédios para tireoide, portanto o ideal é cortar o uso da bebida enquanto estiver fazendo o tratamento. Pacientes de glaucoma também devem evitar o consumo desse chá.

Mulheres grávidas ou que estejam amamentando seus bebês também devem ficar atentas ao consumo do chá dessa erva, pois pode causar o risco de aborto.

O chá de capim-cidreira possui diversos benefícios!

Ramos de capim-cidreira com xícara de chá ao fundo

O chá de capim-cidreira é uma bebida que pode trazer diversos benefícios para a sua saúde, se consumido de maneira correta e moderada. Se efeito calmante pode ajudar a lhe desestressar e deixar mais relaxado, além de ajudar a ter um sono mais saudável e também a amenizar os efeitos da TPM em mulheres.

Possui antioxidantes que ajudam a evitar o envelhecimento precoce de nossas células, evitando doenças como câncer e também o infarto e outras doenças cardiovasculares. Sua ação antimicrobiana ajuda não somente na cicatrização de ferimentos, mas também a eliminar fungos e bactérias tais como a Candida albicans que causa a candidíase, a Salmonella sp causadora da salmonela ou a Escherichia coli.

Por trás de tantos benefícios, devemos ficar atentos ao consumo dessa bebida. Não consumir de forma exagerada, e também evitar o seu uso caso esteja utilizando remédios para insônia ou sedativos. Tomando todas essas precauções você poderá usufruir de todas as vantagens dessa deliciosa bebida, seja ela quente ou gelada.

Autor deste artigo

Bacharelada na Universidade de São Paulo em Letras, amante da escrita e literatura. Tem grande interesse em cultura geek em geral, tarot e esoterismo.

Palavras-chave relacionadas


chás

Artigos relacionados


Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

O chá de cana-do-brejo conta com propriedades anti-inflamatórias, adstringentes e que melhoram o funcionamento dos rins. Veja mais!


Chá para gripe: Confira 10 receitas que irão melhorar a gripe e o resfriado!

Chá para gripe: Confira 10 receitas que irão melhorar a gripe e o resfriado!

Não há nada pior do que ficar indisposto por causa de uma gripe. Leia o artigo e confira 10 chás infalíveis para se livrar da gripe e recuperar sua energia!


Chá para gastrite: 10 opções que irão melhorar a queimação no estômago!

Chá para gastrite: 10 opções que irão melhorar a queimação no estômago!

A gastrite causa desconforto e exige tratamento. Mas você sabia que existem chás que auxiliam no alívio dos sintomas? Confira neste artigo 10 receitas de chás!


Para que serve o chá da folha da manga? Benefícios, para sinusite e mais!

Para que serve o chá da folha da manga? Benefícios, para sinusite e mais!

Apresentando ótimos benefícios, o chá da folha da manga conta com nutrientes capazes de fortalecer a saúde, além dos seus ativos. Saiba aqui como fazer!


Chá de sálvia: para que serve, benefícios, propriedades, como fazer e mais!

Chá de sálvia: para que serve, benefícios, propriedades, como fazer e mais!

Além das versões ornamentais, a sálvia tem espécies ideais para a produção do chá, que torna o corpo e a mente mais saudáveis. Saiba mais no artigo!


Últimos posts


Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Cada incenso possui seu significado e tem um objetivo diferente. Veja aqui o significado dos incensos, sua história e saiba qual se encaixa melhor com você!


Óleo de jojoba: benefícios, para que serve, como usar na pele e no cabelo e mais!

Óleo de jojoba: benefícios, para que serve, como usar na pele e no cabelo e mais!

Quer reconquistar beleza e saúde da sua pele e seus cabelos? Entenda aqui como o óleo de jojoba pode te ajudar naturalmente!


Crenças fortalecedoras: o que são, exemplos, crenças limitantes e mais!

Crenças fortalecedoras: o que são, exemplos, crenças limitantes e mais!

As crenças fortalecedoras auxiliam o processo de caminhada ao longo da vida e estimulam os bons pensamentos. Clique para saber como elas podem te impulsionar!


Quais os tipos de fobias mais comuns? Acrofobia, claustrofobia e mais!

Quais os tipos de fobias mais comuns? Acrofobia, claustrofobia e mais!

As fobias trazem reações negativas ao corpo e a mente, além de causar limitações para quem possui esse transtorno emocional. Clique aqui e entenda melhor!


O que significa sonhar com cobra?

O que significa sonhar com cobra?

Sonhar com cobra nem sempre significa algo ruim, a cobra também pode simbolizar um processo de evolução ou transformação. Para entender melhor, veja a seguir!