Quais os sintomas da crise existencial? Ansiedade, pessimismo e mais!

Quais os sintomas da crise existencial? Ansiedade, pessimismo e mais!

A crise existencial pode surgir como um questionamento da nossa própria existência. Clique e aprenda a identificar uma crise existencial e como superá-la!


Considerações gerais sobre os sintomas da crise existencial

Homem sentado cobrindo a cabeça

Existem momentos na vida de qualquer ser humano que vivenciamos uma fase de completa ausência de sentido. A vida parece um martírio e lidar com ela parece sufocante, gerando pensamentos intrusivos, principalmente quando estamos sozinhos.

O sentimento de solidão pode ser um gatilho para as crises existenciais, pois é quando estamos sozinhos com nós mesmo que temos de lidar com os pensamentos que invadem a nossa consciência.

Pensar logo se torna insuportável e iniciamos um processo de introspecção e isolamento que se não for tratado pode afetar o nosso bem-estar. A crise existencial não é um problema incomum, ela acompanha a humanidade ao longo da história, tanto que podemos notar a sua sombra nas artes e na filosofia.

Conheça um pouco mais sobre os sintomas da crise existencial para refletir sobre a sua saúde mental e o que precisa ser feito para melhorar esse estado na leitura a seguir.

Entenda a crise existencial e saiba como reconhecê-la

Mulher sentada em píer observando a água

Existem inúmeros motivos que podem desencadear uma crise existencial, pois cada indivíduo é particular e carrega consigo uma histórico de emoções, acontecimentos e relacionamentos que influenciam esse estado de consciência.

Contudo, é possível identificar quando se está tendo uma crise existencial. Continue a leitura na sequência para saber como.

O que é a crise existencial

Em 2016, após serem feitas uma série de pesquisas pelo International Journal of Psychology, foi publicado um artigo que definiria a crise existencial como um conjunto de emoções de medo, culpa e ansiedade.

Diferente de outras crises mentais, ela é desencadeada por conflitos internos e até gera um quadro típico de ansiedade que influencia diretamente na rotina e saúde de quem a sente. Logo, a pessoa sentirá um impacto negativo por essas emoções, afetando o seu senso de responsabilidade, propósito, compromisso e até a sua autonomia.

A sensação de vazio, ou perda de sentido, potencializa a crise e desperta uma angústia que se torna uma constante na vida da pessoa. Como consequência, a crise existencial culmina na criação de um ciclo de crises mentais que pode atrapalhar o convívio social.

Como reconhecê-la

Os primeiros sinais de que você está vivenciando uma crise existencial está no esvaziamento de propósito em relação a vida. Você sente que nada faz sentido e por isso deixa de se comprometer com as responsabilidades e inicia um processo de isolamento.

Até alcançar esse cenário é comum notar alguns pensamentos, atitudes e sentimentos que não estejam te fazendo bem como: a estafa mental, o pessimismo, ansiedade, insônia, isolamento social e anedonia.

Dessa forma, o indivíduo se sente incerto em relação a si mesmo e ao mundo, sem conseguir nutrir as suas emoções e pensamentos com valores essenciais para a manutenção da vida. A ausência de valor movimenta esse distanciamento, afetando não só a vida social, mas também o seu bem estar psíquico e físico.

O que desencadeia a crise existencial

Os principais gatilhos de uma crise existencial ainda não foram definidos, pois tudo depende do indivíduo e da sua relação com o seu contexto. Existem alguns fatores que apontam para a crise, mas eles são generalistas e podem ser indicar sintomas de outras crises mentais, ou distúrbios psicológicos.

Alguns deles são as tensões e os desafios que podem gerar um desconforto crescente no indivíduo, principalmente se há alguma relação com traumas passados ou eventos que o afetaram profundamente. A partir disso, se instala a dúvida em sua consciência e se inicia as primeiras crises existenciais.

Existem ainda alguns outros motivadores, como:

- Sentimento de culpa;
- Luto da perda;
- Insatisfação social;
- Insatisfação pessoal;
- Repressão das emoções.

Os principais sintomas da crise existencial

Mulher triste sentada na cama abraçando as pernas

Os motivos que despertam preocupação de profissionais em relação a essa crise mental estão em seus sintomas. A ansiedade, por exemplo, já traz consequências negativas para o indivíduo e que se não forem tratadas podem levar a problemas mais graves.

Tenha consciência dos principais sintomas da crise existencial na sequência e saiba identificar se você está em uma crise.

Ansiedade

A ansiedade é um sintoma comum entre os seres humanos, pois ela nos desperta um estado de alerta e preocupação que são fundamentais para a sobrevivência. Contudo, com o avanço das sociedades, esse sentimento se transformou e originou uma série de sintomas que podem afetar a sua saúde física e mental.

Durante uma crise existencial, diante da incerteza de propósito, é comum que a ansiedade desponte e com isso os sintomas negativos também apareçam. Logo, você sentirá o sono desregulado, tensão física, inquietação, fadiga mental, humor irritadiço e falta de concentração.

Alguns outros sintomas físicos como tremores, sudorese, paralisia e falta de ar também fazem parte de um estado de crise existencial acompanhado de uma crise de ansiedade.

Exaustão mental

A exaustão mental não está associada diretamente às tarefas realizadas durante o dia, pois o estado de cansaço é fruto de sua confusão mental e da falta de sentido de vida. Como consequência, vivenciar uma crise existencial leva muitas vezes a um grande cansaço mental capaz de impossibilitar a realização de tarefas mais simples.

Contudo, vale ressaltar que esses momentos, assim como a crise de ansiedade, são passageiros. Então, lembre-se de que a sua exaustão é um período, aguente firme e logo você sentirá a sua mente mais tranquila e relaxada.

Falta de vontade de socializar

Outro sintoma comum da crise existencial está no sentimento de desconexão com a realidade, você passa a sentir que não pertence a nenhum grupo social. A sua escolha para lidar com essa solidão se reflete na falta de vontade de socializar.

Inicialmente, esse período pode ser negativo, pois você vai estar se isolando das pessoas e vivendo uma vida reclusa. Entretanto, esse também pode ser um momento de profundo contato consigo mesmo, podendo despertar o autoconhecimento que necessita para lidar com as crises.

Desânimo e pessimismo

Questionar a existência dá início a uma sequências de emoções que causam desânimo no indivíduo que está passando por uma crise existencial. A tristeza, o medo e angústia se tornam sentimentos comuns a sua crise, transformando a sua percepção do mundo.

Isso faz com que você se torne mais pessimista em relação a vida e busque uma forma de escapar desses sentimentos. É comum serem desencadeados outras crises acompanhados dessas emoções, como a depressão.

No entanto, vale observar o tempo que esses sentimentos permanecem ativos, caso eles perdurem por um longo período é bom buscar auxílio de um profissional ou conversar com alguém próximo para lidar melhor com eles.

Falta de perspectiva de futuro

Ao contar com todos os sentimentos expostos acima é comum que o indivíduo que vivencia uma crise existencial sinta uma falta de perspectiva em relação ao futuro. Os valores que o acompanham perdem significado e esvaziam o seu sentido da vida, impedindo que você visualize o futuro como parte fundamental do seu ser.

O infinito possível das escolhas se tornam evidentes e você passa a se sentir incerto em relação às suas convicções e decisões diante da crise. O que pode impedir o crescimento em todos os aspectos da sua vida, pois não há plano de vida que justifique o seu empenho em relação ao futuro.

Alterações no sono e no apetite

É comum em uma crise sentir alterações no sono e no apetite, pois as necessidades básicas se tornam insignificantes. Você começa a negligenciar todo o cuidado e atenção necessários para a manutenção da sua saúde física e mental. Como consequência, a insônia e a falta de apetite se tornam comuns no dia a dia.

Nesse ponto, é importante despertar a sua consciência da importância de cuidar de si mesmo, assim você se sentirá mais preparado e fortalecido para lidar com as crises. Mantenha o cuidado com o seu corpo e sua mente, respeite os seus limites e entenda que eles são responsáveis pela sua sobrevivência. Isso basta para ajudá-lo com essa tarefa.

Sentimento de incapacidade

Esse sentimento é um estado emocional originado pela sensação de inferioridade e pela insegurança. Sentimentos esses que são originados pelo estado de crise existencial e está associada a crítica a si mesmo, principalmente por se sentir impossibilitado de reagir a outros sintomas da crise como a falta de perspectiva do futuro, por exemplo.

A autocrítica se torna excessiva e com ela o sentimento de incapacidade surge. Você não se sente capaz por não conseguir fazer as suas tarefas, mas por conta de sua crise existencial que impossibilita que você as realize.

Os tipos de crise existencial

Homem escondendo o rosto entre as mãos

Além dos sintomas existe uma forma de classificar os tipos de crise existencial, cada uma delas são resultados de algum acontecimento ou sentimento específico. Entendê-las permitirá que você identifique o seu tipo de crise existencial, prossiga a leitura para descobrir qual é a sua e aprenda na sequência como superá-la!

O sentido da vida

Pessoas que experienciam uma crise existencial tendem a se questionar com frequência sobre o sentido da vida. Questões como: “Qual é o meu propósito?” ou “Qual é o verdadeiro sentido de eu existir?", são alguns questionamentos comuns que despertam uma profusão de pensamentos que leva os indivíduos à estafa mental.

É comum nos sentirmos assim em momentos de transição, pois perdemos temporariamente a segurança que nos é proporcionada pelo nosso lar e pelas pessoas próximas a nós. Sobretudo, o sentimento de vazio existencial pode estar relacionado ao fato de você estar vivenciando essa fase de mudança na vida.

Mortes e doenças

O luto da perda ou doenças também são capazes de despertar questionamentos acerca da sua existência. É comum se questionar nesses momentos em relação a finitude da vida, acreditando-se na efemeridade da vida você se torna ansioso diante de sua realidade, causando uma crise existencial.

Essa percepção em relação à morte desperta sentimentos negativos e o sentido da vida em si passa a se esvaziar em sua consciência. Logo, nada parece fazer sentido e esse se torna um dos gatilhos da crise.

Medo de responsabilidades

O medo da responsabilidade não está associado apenas ao temor dos compromissos, mas também surge com a consciência da responsabilidade. Principalmente, quando percebemos que precisamos nos responsabilizar pelas nossas escolhas e pelas ações, criando uma sobrecarga em relação a sua presença no mundo.

As responsabilidades em relação à vida sempre estarão presentes, o temor inicial dos compromissos é comum e ele pode estar relacionado primordialmente com o medo de errar. Cria-se então uma série de gatilhos, ou mecanismos, para escapar da realidade e não lidar com suas responsabilidades.

Repressão das emoções e de sentimentos

Não se permitir sentir emoções e sentimentos pode causar uma crise existencial. É comum nesse momento bloquearmos as emoções negativas e internalizamos elas. A repressão dessas emoções o levam a encarar a vida com indiferença em relação ao que está sentindo, criando assim uma falsa felicidade como forma de maquiar a realidade.

Essa atitude em relação às suas emoções pode não só despertar uma crise existencial, mas também uma série de outros problemas psíquicos como a ansiedade e a depressão. Por isso, é importante sentir essas emoções e sentimentos negativos, só assim você será capaz de experimentar a felicidade de forma genuína.

Como superar a crise existencial

Amigos fazendo piquenique em área verde

A crise existencial acontece em determinadas fases na vida e a sua persistência vai estar relacionada com a sua reação diante da crise. A seguir, entenda como superá-la para que retorne o bem-estar a sua vida novamente.

Desenvolvendo a inteligência emocional

A inteligência emocional é uma união de habilidades que possibilita compreender as suas emoções e sentimentos, além de ajudá-las a administrar melhor elas. Uma pessoa com uma inteligência emocional apurada sabe o que está sentindo e os efeitos de suas emoções em seu corpo, se tornando assim capaz de lidar com elas.

Por isso é tão importante aprimorar a sua inteligência emocional, pois assim você conseguirá lidar melhor com as suas emoções e controlar os seus pensamentos impedindo que a sua crise existencial evolua.

Adotando uma rotina saudável

Uma rotina saudável é fundamental para manutenção da sua saúde física e psíquica, pois ao se cuidar você vai estar contribuindo com as condições necessárias para reduzir os períodos de crise existencial e até, quem sabe, eliminá-la.

Quando você se cuida é criado um ciclo positivo em sua vida, a felicidade, a tolerância consigo mesmo e a esperança ganham forma e você passa a acreditar em si mesmo e na vida. Algumas dicas para manter adotar uma rotina saudável são:

- Criar uma rotina de sono;
- Manter uma alimentação equilibrada;
- Praticar atividades físicas;
- Ter um tempo com amigos e familiares;
- Ter um momento de lazer para ver filmes ou fazer uma leitura.

Buscando autoconhecimento

O autoconhecimento dá a capacidade ao indivíduo de compreender o seu ego e cria interações internas capazes de moldar a sua percepção em relação ao mundo. Dessa forma, os seus sentimentos e pensamentos passam a se relacionar de maneira harmoniosa, pois você possuirá uma melhor compreensão sobre si mesmo.

O que o torna fundamental para conseguir compreender a sua crise existencial e os gatilhos que levaram a senti-la. Pois, só assim você terá percepção do que está ocorrendo consigo e qual será a melhor maneira de lidar com a crise.

Apoio profissional e tratamento

Toda dificuldade que vivenciamos na vida seja financeira, social, física ou psicológica, é importante temos próximo de nós pessoas ou profissionais que possam nos ajudar a lidar com elas. Somos seres que necessitam da coletividade não só para a preservação da espécie, mas também por compreendermos que somos construídos a partir de nossas relações.

O diálogo nesse caso é uma ferramenta poderosa para imergir em sua crise existencial e compreender o que está te afetando. Afinal, o olhar do outro pode indicar muito mais sobre você do que você já conhece.

Diante dos sintomas de crise existencial, siga as dicas e se necessário, busque apoio profissional!

Mulher sentada no sofá olhando para frente com aspecto reflexivo

A crise existencial nos acompanha em algum momento da vida, como seres pensantes é comum que nos questionemos acerca da nossa existência, do valor da vida e se ela vale a pena ou não. Pensando nisso, é importante que você perceba esse momento como um ponto de virada, pois algo está mudando e você também.

Observe os sintomas, principalmente a sua intensidade, caso sinta que esteja sendo incapacitado pela crise, então vale buscar apoio de um profissional. Ele será capaz de orientá-lo, oferecendo o melhor tratamento a depender do seu tipo e dos seus sintomas.

Autor deste artigo

Trabalho com produção de conteúdo e tenho me dedicado a escrita em busca de autoconhecimento e compreender os significados dos meus sonhos e da vida.

Palavras-chave relacionadas


autocuidado

Artigos relacionados


Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Você sabia que as fases da lua interferem e trazem diferentes significados para o ciclo menstrual? Leia o artigo e entenda mais sobre seu equilíbrio interior!


Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda é a fase mais grave do transtorno psicológico, mas tem tratamento e o paciente precisa de apoio. Saiba mais aqui!


Afirmações positivas "eu sou": o que são, exemplos, como criar a sua e mais!

Afirmações positivas "eu sou": o que são, exemplos, como criar a sua e mais!

Você sabe o que são afirmações positivas e lei da atração? Então leia esse artigo e descubra o que é afirmação positiva, exemplos, como criar e mais!


Pensamentos intrusivos: o que são, tipos, exemplos, tratamento e mais!

Pensamentos intrusivos: o que são, tipos, exemplos, tratamento e mais!

Pensamentos intrusivos são mais comuns do que você imagina. Descubra neste artigo o que são, como lidar e outros aspectos desses tipos de pensamentos!


Depressão na gravidez: o que é, causas, sintomas, tratamento e mais!

Depressão na gravidez: o que é, causas, sintomas, tratamento e mais!

A depressão gestacional é muito comum e quando não tratada, pode causar diversas consequências, sobretudo, para mãe e o bebê. Leia o artigo para saber mais!


Últimos posts


Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

O banho de Exu é uma forma poderosa e eficaz para abertura de caminhos, limpar o campo energético, entre outros exemplos. Leia esse artigo e saiba mais!


Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Aprenda aqui como fazer o banho de Artemísia. A erva possui diversos benefícios para a saúde, além de promover limpeza energética, atrair proteção e muito mais!


Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sabia que sonhar com nota de 2 reais traz vários significados? Pode revelar prosperidade, mas não fala só de dinheiro. Clique e entenda todas as interpretações!


Sonhar com ar condicionado: ligado, quebrado, pegando fogo e mais!

Sonhar com ar condicionado: ligado, quebrado, pegando fogo e mais!

Neste artigo nós desvendamos as interpretações de 19 tipos de sonhos com ar condicionado. São bons e maus presságios, além de alertas e conselhos. Confira!


Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Você sabia que as fases da lua interferem e trazem diferentes significados para o ciclo menstrual? Leia o artigo e entenda mais sobre seu equilíbrio interior!