Meditação matinal: benefícios, como fazer e mais sobre a meditação da manhã!

Meditação matinal: benefícios, como fazer e mais sobre a meditação da manhã!

A meditação matinal é ótima para relaxar e aumentar o foco. Mas o que muita gente não sabe é que ela também promove o autoconhecimento. Descubra a seguir.


Você sabe como fazer a meditação matinal?

Mulher meditando na praia no nascer do sol

Muita gente já ouviu falar dos benefícios da meditação matinal para a saúde, mas não pratica a atividade porque imagina que o processo é complexo demais ou exige um comprometimento de horas a fio. Também é comum ouvir relatos de pessoas que se sentiram frustradas por não conseguirem “limpar” a mente.

No entanto, saiba que é normal surgirem alguns pensamentos invasivos, especialmente no início da meditação. Tudo isso faz parte do processo de aprendizado, já que o seu cérebro ainda está acostumado a trabalhar em um ritmo frenético, sem parar um segundo para relaxar.

Além disso, poucos minutos são necessários para meditar e você pode aumentar esse tempo gradualmente, de acordo com sua própria vontade. Continue lendo o artigo e descubra tudo sobre essa prática milenar que fará a diferença em sua vida.

Entendendo sobre a meditação

Mulher fazendo meditação em tapete com velas e incenso

A meditação é uma técnica milenar que ajuda seus praticantes a desenvolver várias habilidades fundamentais, como a concentração e o foco no presente. Além disso, ela deixa sua mente mais tranquila e relaxada. Confira.

Origem e história da meditação

Os primeiros relatos de uma atividade de meditação feita de maneira voluntária nos levam à Índia, entre 1.500 e 1.000 a.C., de acordo com o Rigue Veda (também conhecido como Livro dos Hinos, uma antiga coleção indiana de hinos em sânscrito védico).

Contudo, a descrição do uso sistemático de disciplinas meditativas veio somente em 300 a.C., na China, segundo escritos dos Mestres Lao e Chuang. Pode-se dizer que a meditação tem origens orientais, mas logo se expandiu e conquistou o Ocidente, sendo comum também na Cabala.

O campo científico começou a estudar a técnica na década de 50, de forma bem discreta. Entretanto, por volta de 1968, a meditação virou uma tendência, graças ao movimento da Contracultura e de artistas como os Beatles.

Para que serve a meditação matinal?

A meditação é uma ótima ferramenta para manter o equilíbrio saudável entre mente e corpo. É muito simples de praticar, podendo ser feita a qualquer hora ou lugar para aliviar o estresse.

Ela é um lembrete de que é fundamental cuidar do psicológico: uma mente equilibrada é a palavra-chave para que sua vida flua com naturalidade. Vale destacar que, quanto mais você meditar, mais benefícios notará e eles durarão mais tempo.

Além disso, não é preciso desligar a mente durante a meditação. Ao contrário, esse processo nos ajuda a redefinir a maneira com que lidamos com nossos pensamentos, sejam eles bons ou ruins. Essa técnica nos ensina a focar no presente, apenas deixando as ideias irem e virem livremente, sem julgamentos.

Como funciona a meditação matinal?

Quando a expressão meditação matinal vem à cabeça, logo imaginamos os grandes mestres budistas, criando uma sensação de que é algo feito apenas para quem possui uma enorme disciplina. Entretanto, saiba que a técnica é bastante acessível, podendo ser praticada por todos.

Quando meditamos pela manhã, nos aprontamos para mais um dia, acalmando a mente e preparando-a para eventuais situações estressantes e influências negativas a que estamos sujeitos todos os dias.

Aliás, a meditação matinal traz uma sensação de alívio imediato das emoções prejudiciais e é capaz de transformar a maneira que nos conectamos com o mundo, trazendo à tona nossa melhor versão.

Benefícios mentais da meditação matinal

Mulher meditando ao lado de notebook

Estudos de Harvard revelaram que a meditação matinal diminui os níveis de estresse e ansiedade. Com isso, traz inúmeros benefícios, como a redução da pressão arterial, além de melhora do foco e da produtividade. Descubra tudo o que a prática regular pode fazer.

Redução do estresse

Um dos maiores benefícios da meditação é a redução do estresse, pois ela te ajuda a encontrar a paz interior. Isso acontece porque a prática nos ensina o caminho para chegar até a quietude, um espaço entre cada pensamento, uma espécie de entrada para a mente infinita e o senso de conexão divina.

Pesquisas revelam que indivíduos que meditam diariamente há pelo menos dez anos têm uma diminuição na produção de adrenalina e cortisol, hormônios frequentemente ligados a distúrbios como ansiedade, hiperatividade e crises de estresse.

Além disso, a técnica estimula a produção de endorfinas, substâncias associadas à sensação de felicidade. Um destaque positivo é que esse efeito não fica somente durante a meditação.

Aumento do autoconhecimento e da autoestima

Um dos maiores objetivos da meditação matinal é o autoconhecimento e o aumento da autoestima, já que ela é capaz de nos transportar para dentro de nós mesmos, proporcionando uma conexão com nossa essência, nossa energia única e especial.

Desse modo, temos mais clareza de nossos próprios sentimentos e emoções, e criamos um vínculo mais forte com a intuição. Isso nos ajuda muito a tomar decisões que realmente vão favorecer nossa jornada, reforçando nossa identidade.

Assim que descobrimos uma forma mais saudável de lidar com os sentimentos, parece que um mundo de possibilidades se abre, pois adquirimos uma visão ampliada do presente e paramos de revirar o passado. Essa mentalidade nos liberta de crenças ultrapassadas.

Aumento no foco

Com poucos minutos da prática meditativa durante qualquer período do dia, é possível notar transformações significativas no funcionamento cerebral. A meditação ajuda a ter mais foco, pois atua como um exercício mental que otimiza as funções cognitivas.

Desse modo, pode-se dizer que um dos principais benefícios da técnica é o aumento do foco seletivo, que faz com que o indivíduo concentre todas as energias na resolução de um problema por vez. Esta habilidade é especialmente vantajosa no mercado de trabalho, já que melhora a produtividade.

Sensação de calma e leveza

A meditação matinal traz uma forte sensação de calma, leveza e liberdade, pois ela nos liberta de amarras mentais, como sentimentos negativos que impedem o nosso crescimento espiritual.

Essa prática proporciona aquela sensação maravilhosa de que tudo está sob controle do ponto de vista psicológico. Dessa forma, evitamos os monólogos autodestrutivos e sem sentido que ficam rondando nossas mentes, aumentando significativamente o bem-estar.

Reavaliação de prioridades

Com o auxílio da meditação, é possível se concentrar e focar no presente. Assim, pode-se também refletir e reavaliar quais são as suas verdadeiras prioridades. Por muitas vezes, acabamos nos programando para lidar com as urgências do dia a dia e deixamos de lado o que realmente importa.

A prática nos ajuda a ter mais clareza, identificando as áreas da vida que estão ganhando atenção demais e deixando em evidência aquelas que são negligenciadas, mesmo que não intencionalmente.

Com a ajuda da meditação, vale a pena parar um pouco para enxergar tudo o que acontece à nossa volta, readaptando a nossa rotina.

Benefícios físicos da meditação matinal

Mulher meditando em tapete ao lado de cachorro

Estudos mostram que a meditação ajuda a diminuir a pressão arterial e proporciona uma noite de sono mais tranquila. Tudo isso porque a técnica reduz significativamente os níveis de estresse e treina a mente para lidar com várias situações. Confira todos os benefícios a seguir.

Melhoria na qualidade do sono

A meditação é uma grande aliada na melhora da qualidade do sono e, consequentemente, no combate à insônia. Com o relaxamento adequado de corpo e mente, fica muito mais fácil ter uma ótima noite de sono.

Um estilo de meditação que tem como pilar a atenção plena costuma ser a opção ideal para praticar antes de dormir. O tipo mindfulness auxilia no processo de concentração para encaminhar e preparar o cérebro para uma noite tranquila e livre de estresse.

Um destaque é que a prática desta técnica ajuda a chegar ao sono NREM (o estado em que se alcança o sono profundo) com mais facilidade.

Benefícios para a respiração

Respirar é uma ação que fazemos de maneira inconsciente e involuntária, entretanto, quando respiramos de um modo mais consciente, é possível obter benefícios incríveis. Através da meditação, conseguimos aumentar e estimular as vias aéreas, levando mais ar para o pulmão.

Assim, pode-se dizer que a técnica meditativa garante uma respiração melhor, otimizada. Esse processo mais lento, profundo e cadenciado relaxa o corpo imediatamente e ajuda, ainda, a evitar que você fique sem fôlego.

Aumento de produção de hormônios

Pesquisas dos Estados Unidos provaram que a meditação é capaz de estimular a produção de hormônios como endorfina, dopamina e serotonina, os famosos hormônios da felicidade. Eles são conhecidos assim porque ajudam a combater depressão, ansiedade e estresse.

A dopamina controla os centros de recompensa e prazer do cérebro, preparando-o para trabalhar a todo vapor. Dessa forma, ela melhora a memória, o foco e a habilidade de solucionar problemas.

Diminuição de sintomas depressivos

A prática regular da meditação reduz os hormônios ligados ao estresse, além de aumentar aqueles associados à felicidade. Assim, essa técnica traz uma sensação maravilhosa de paz interior, fazendo com que esse conjunto de benefícios combatam a depressão.

Com a liberação de serotonina no organismo, há o equilíbrio perfeito do humor. Muitos antidepressivos possuem esse hormônio em sua formulação, mas nosso corpo é capaz de produzi-lo naturalmente através da meditação.

A oxitocina, também chamada de hormônio do amor, estimula a empatia e a interação com o mundo, inclusive de forma romântica. Logo, a meditação promove, ainda, uma grande melhora no relacionamento com as pessoas à sua volta, já que você se sente cheio de amor.

Redução da pressão arterial

A meditação matinal provou-se benéfica no combate à pressão alta. Um estudo concluiu que a prática regular desta técnica é capaz de relaxar os sinais nervosos que coordenam o funcionamento do coração, ajudando-o a bombear o sangue de forma mais fluida.

Como o estresse é um fator de risco para doenças cardíacas, a meditação também é recomendada nesses casos, pois ela consegue diminuir os níveis de estresse e, consequentemente, a pressão em até 5mmHg.

A dica é meditar por 15 minutos, diariamente, para obter todos os benefícios e proteger seu coração.

Qual tipo de meditação escolher

Vela em objeto em formato de mão

Existem vários tipos de meditação e cada uma aplica técnicas bem distintas entre si. Vale destacar que uma boa prática deve começar na definição de qual estilo funciona melhor para você. Confira:

Meditação da respiração

A meditação da respiração é uma técnica que visa acalmar a mente e reduzir as distrações. Ela é uma das mais simples, já que você deve apenas se concentrar na respiração natural do corpo, prestando atenção em cada inalar e exalar.

Um dos seus subtipos mais conhecidos é a meditação Sudarshan Kriya, que leva em conta o ritmo respiratório natural, harmonizando corpo, mente e emoções. Ela tem como meta a redução do estresse, fadiga, frustração e sentimentos negativos.

Isso porque, quando estamos vivendo algo prejudicial, nossa respiração logo acelera. Se ficamos com raiva, ela se torna rápida e curta. Já quando estamos tristes, transforma-se em um processo longo e profundo.

Desse modo, essa meditação faz o corpo retornar ao seu ritmo original, proporcionando uma sensação de equilíbrio, harmonia e bem-estar.

Meditação da vela

A meditação da vela, chamada de Trataka, é perfeita se você tem dificuldade de concentração. Basta acender uma vela, colocá-la em uma mesa a cerca de 50 centímetros de onde você estará sentado e olhar fixamente para ela.

Dessa forma, sua atenção ficará totalmente ali. Entretanto, se pensamentos surgirem, apenas agradeça e volte a olhar para a chama. O objetivo é fixar o olhar sem piscar, até começar a lacrimejar.

Essa técnica promove uma limpeza dos olhos, sendo que as lágrimas são a ferramenta que elimina as toxinas do organismo. Portanto, ao contrário das versões tradicionais, essa meditação exige que os olhos fiquem abertos. Assim, ela purifica a visão, tonificando os músculos oculares.

Meditação mantra

A meditação mantra é uma das mais praticadas, já que a repetição de palavras ajuda o indivíduo a encontrar foco e relaxamento. Uma das mais conhecidas é a Ho'ponopono, uma técnica havaiana que muitos acreditam ter poder de cura.

O nome desta variação significa “colocar em ordem ou limpar aquilo que não serve”. Assim, essa meditação visa a gratidão e a alegria obtidas através da responsabilidade e do perdão. Entre seus mantras, destacam-se as frases: sinto muito, me perdoe, eu te amo, e eu sou grato.

A ordem em que os mantras são ditos leva a uma jornada de autoconhecimento para que o participante entenda o que lhe incomoda ("sinto muito"), mostre a vontade de purificação ("me perdoe"), identifique a luz que existe em si e no outro ("eu te amo") e, finalmente, se purifique ("eu sou grato").

O processo de cura acontece através da limpeza de memórias ruins e crenças limitantes, fazendo com que o praticante reflita e se perdoe.

Meditação guiada

A meditação guiada é uma excelente opção para quem deseja iniciar sua jornada nesta prática. Isso porque esta versão oferece as valiosas orientações de um professor especializado. Ademais, ela pode ser conduzida pessoalmente ou através de aplicativos.

Os indivíduos que vivem na correria podem se beneficiar muito com a meditação guiada por aplicativo, já que as plataformas costumam ser bastante intuitivas, práticas e didáticas, sem perder a qualidade e os benefícios de relaxamento.

Além disso, existem inúmeros recursos online para meditar, inclusive músicas com esta finalidade. Isso pode favorecer muito a regularidade da meditação, já que algumas pessoas preferem estar sozinhas durante esse processo de autoconhecimento. Outra vantagem é que a opção é acessível, pois grande parte dos apps são gratuitos.

Meditação andando

A meditação andando é a variação ideal para quem não gosta ou simplesmente não consegue ficar parado em apenas uma posição durante a prática. Nesta versão, é preciso ter a mente totalmente absorvida no que está se passando.

Essa técnica consiste em uma caminhada de aproximadamente 10 minutos, com 1 minuto para prestar atenção nas sensações do seu corpo enquanto está andando, o ritmo da respiração, o frescor do ar passando por sua pele, os sons e as imagens da natureza ao seu redor.

É possível também caminhar pela sala, mantendo o foco na posição dos seus pés. E ao chegar ao outro lado do cômodo, deve-se ficar um pouco parado e respirar fundo antes de fazer a volta. Vale ressaltar que o olhar não deve ficar fixo nem vagar pela sala, já que isso pode te distrair.

Meditação de atenção plena

A meditação de atenção plena (também chamada de mindfulness) nos ajuda a reconhecer o que está acontecendo no presente, inclusive o que está surgindo ou passando. Desse modo, leva em conta pensamentos, sons, sentimentos e emoções.

A ideia é apenas observar, mantendo a mente aberta e alerta, sem qualquer tipo de julgamento. Para essa prática, basta separar alguns minutos do seu dia e você descobrirá o autogerenciamento, ou seja, terá plena consciência de suas emoções e aprenderá a evitar reações impulsivas.

Essa variação de meditação não é apenas uma técnica, mas uma atitude ou estilo de vida, em que todas as energias se concentram no presente e na descrição dos fatos, sem julgamentos ou rótulos.

Como fazer a meditação matinal

Mulher meditando no sofá

Se você nunca fez uma meditação matinal, pequenas sessões de 5 a 10 minutos são recomendadas. Assim, você conseguirá explorar esse mundo cheio de possibilidades de acordo com o seu próprio ritmo.

Lembre-se de manter a mente aberta e confira algumas dicas para receber todos os benefícios que essa técnica proporciona.

Defina um bom horário

O primeiro passo para uma boa meditação é definir um horário, já que frequentemente arranjamos uma desculpa. Faça da meditação matinal uma prioridade, marque esse compromisso consigo mesmo todos os dias.

Comece aos poucos, com 5 minutos. Depois, você poderá ir aumentando o tempo de prática, já que você faz as regras. Você precisa apenas se comprometer consigo mesmo a começar a meditação.

Um dos melhores horários para a meditação matinal é antes do café da manhã, assim você se prepara para mais um dia cheio de paz e harmonia.

Escolha um lugar tranquilo

Encontre um lugar tranquilo para meditar. Tente escolher um espaço aconchegante, livre de barulho e distrações. Se desejar, pode colocar uma música relaxante ao fundo, acender uma vela ou incenso, além de usar óleos essenciais.

Vale ressaltar que não há um cenário ideal para fazer a meditação, o lugar perfeito é onde você se sinta bem e confortável. Tenha como meta entender gradualmente como a sua mente e corpo funcionam melhor e adapte a sala de acordo com suas preferências.

Encontre uma posição confortável

Encontrar uma posição confortável para a meditação é fundamental. Você pode se sentar no chão, no sofá ou numa cadeira. Um ponto importante é ter um descanso para as costas, isso te ajuda a manter a coluna reta com mais facilidade.

Uma recomendação é não meditar deitado, pois é bem provável que você caia no sono, de tão relaxado. Apenas sente e fique parado, com as costas bem retas. No entanto, vale ressaltar que a meditação só funciona quando você está se sentindo bem. Então, se você não curte ficar parado, invista na modalidade de meditação andando.

Esteja com roupas leves

Use roupas leves e confortáveis, como um pijama. É fundamental garantir que nada está te incomodando enquanto você estiver meditando. Então, corte etiquetas que estejam machucando ou pinicando, por exemplo.

Se você gosta de uma meditação temática, vale a pena investir em uma roupa diferenciada. No entanto, não use nada muito quente, já que há uma tendência de sentir calor durante as sessões.

Concentre-se na sua respiração

A respiração é um ponto de destaque da meditação, sempre comece a prática respirando profundamente de 5 a 7 vezes. Assim, você consegue liberar toda a tensão. Durante todo o tempo usado na meditação, a única tarefa do praticante é focar no processo de inalar e exalar, nada mais. Concentre-se no seu ritmo natural.

No entanto, se você se perder e mergulhar em pensamentos, apenas note a distração e traga, de forma gentil, a atenção de volta para a respiração. Repita esse passo quantas vezes forem necessárias.

Com o passar do tempo, você notará que ficará muito mais fácil focar na respiração sem se distrair. Vale ressaltar que grande parte dos benefícios da prática vem através da respiração. Ela estará em destaque em todos os tipos de meditação.

Faça da meditação um hábito

Mesmo que você sinta que não tenha ficado muito feliz com sua prática em um dia específico, seja consistente. Faça da meditação um hábito, honre e reconheça a si mesmo por dedicar um tempo. Mesmo que os efeitos não sejam óbvios, seja grato por sua prática e em pouco tempo você ficará contente por ter começado.

A recomendação é meditar no mesmo horário todos os dias, para que se transforme em um hábito e se incorpore à rotina. Lembre-se de que você ainda terá pensamentos, poderá sentir sensações em seu corpo e poderá ouvir sons em seu ambiente. É tudo normal.

A orientação é apenas voltar ao objeto que estava focalizando, ou à sua respiração novamente. Ou repita o seu mantra, mas faça isso mentalmente sem mover os lábios e a língua.

Aproveite os benefícios da meditação matinal!

Mãos em sinal de meditação com sol ao fundo

A meditação matinal, em suas mais variadas formas, traz muitas vantagens e benefícios para a sua saúde. Por isso, vale a pena procurar o estilo que mais combina com o seu momento de vida e necessidades.

A dica é experimentar todas as técnicas e manter aquela que funciona melhor para você. Assim, você sentirá que estará alimentando e nutrindo sua alma com paz e harmonia. Além disso, você se beneficiará com a redução do estresse, aumento do foco e melhor compreensão de si mesmo.

Outra opção para tornar a experiência ainda melhor é colocar músicas relaxantes um pouco antes de iniciar a prática. Ademais, as almofadas “futon” ajudam a deixar a meditação muito mais confortável.

Autor deste artigo

Jornalista, apaixonada por astrologia e todos os mistérios que envolvem o universo

Palavras-chave relacionadas


meditação

Artigos relacionados


Meditação transcendental: origem, benefícios, cuidados e mais!

Meditação transcendental: origem, benefícios, cuidados e mais!

Você já ouviu falar em meditação transcendental? Leia agora tudo que você precisa saber sobre esta incrível técnica milenar.


O que é Metta Bhavana? Meditação, prática, objetivos, estágios e mais!

O que é Metta Bhavana? Meditação, prática, objetivos, estágios e mais!

A Metta Bhavana é uma meditação milenar que traz diversos benefícios para o indivíduo, pois ajuda ele a cultivar o "Amor Incondicional". Confira neste artigo!


O que é a Meditação Vipassana? Origens, como fazer, benefícios e mais!

O que é a Meditação Vipassana? Origens, como fazer, benefícios e mais!

Cada tipo de meditação tem suas origens, técnicas e ensinamentos. Neste artigo você descobrirá as origens, como fazer e os benefícios da meditação Vipassana!


Conheça suas vidas passadas: marcas de nascença, regressão e mais!

Conheça suas vidas passadas: marcas de nascença, regressão e mais!

Você sabia que suas escolhas são influenciadas por experiências passadas? Entre aqui e saiba por quê!


O que é Hatha Yoga? A prática, Asanas, Mudras, benefícios e mais!

O que é Hatha Yoga? A prática, Asanas, Mudras, benefícios e mais!

Hatha Yoga é uma das vertentes clássicas do Yoga que dá mais foco para a permanência nas posturas. Entenda mais no nosso artigo completo.


Últimos posts


Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Cada incenso possui seu significado e tem um objetivo diferente. Veja aqui o significado dos incensos, sua história e saiba qual se encaixa melhor com você!


Óleo de jojoba: benefícios, para que serve, como usar na pele e no cabelo e mais!

Óleo de jojoba: benefícios, para que serve, como usar na pele e no cabelo e mais!

Quer reconquistar beleza e saúde da sua pele e seus cabelos? Entenda aqui como o óleo de jojoba pode te ajudar naturalmente!


Crenças fortalecedoras: o que são, exemplos, crenças limitantes e mais!

Crenças fortalecedoras: o que são, exemplos, crenças limitantes e mais!

As crenças fortalecedoras auxiliam o processo de caminhada ao longo da vida e estimulam os bons pensamentos. Clique para saber como elas podem te impulsionar!


Quais os tipos de fobias mais comuns? Acrofobia, claustrofobia e mais!

Quais os tipos de fobias mais comuns? Acrofobia, claustrofobia e mais!

As fobias trazem reações negativas ao corpo e a mente, além de causar limitações para quem possui esse transtorno emocional. Clique aqui e entenda melhor!


O que significa sonhar com cobra?

O que significa sonhar com cobra?

Sonhar com cobra nem sempre significa algo ruim, a cobra também pode simbolizar um processo de evolução ou transformação. Para entender melhor, veja a seguir!