Erva-de-Bicho: para que serve, como usar, contraindicações e mais!

Erva-de-Bicho: para que serve, como usar, contraindicações e mais!

Sendo um dos grandes tesouros da América do Norte, a erva-de-bicho pode ser usada em muitos tratamentos de saúde, inclusive diabetes. Clique e saiba como usar!


Você conhece a Erva-de-bicho?

Flores de Erva-de-Bicho

Conhecida como pimenta d'água, a erva-de-bicho é uma planta medicinal, conhecida por suas inúmeras propriedades, sendo usada como anti-inflamatório e cicatrizante. Dada a sua eficácia, ela é usada no tratamento de uma gama bem ampla de doenças, sendo, inclusive, comercializada em cápsulas e comprimidos.

A erva-de-bicho é conhecida por vários nomes, o que pode deixar as pessoas que a consomem um pouco confusas. Majoritariamente, é conhecida por pimenta-do-brejo, persiacaria, capiçoba, cataia e curage.

Seu nome científico é Polygonum hydropiper e ela também pode ser usada em forma de chá ou até mesmo banho de assento. Para entender melhor a origem, benefícios e usos dessa erva, continue a leitura!

Entendendo mais sobre a Erva-de-Bicho

Pé de Erva-de-Bicho

Tendo as mais variadas aplicações, a erva-de-bicho é uma das plantas medicinais com maior utilidade entre os tratamentos fitoterápicos. É muito importante conhecer seus benefícios, características e utilidades, porque ela é realmente polivalente quando o assunto é saúde e cuidado.

Confira agora as principais características da erva-de-bicho e como ela pode auxiliar na sua saúde!

Origem e história da planta Erva-de-Bicho

A erva-de-bicho é oriunda da América do Norte e é conhecida por ser apimentada, inclusive seu chá, diferente da grande parte dos chás de erva, é bastante apimentado.

A grande dificuldade em catalogar ou falar sobre a erva-de-bicho é que ela é conhecida de muitas formas e, em seu uso medicinal por aldeias, por exemplo, ela recebe muitos nomes. Seus resultados sempre estão divididos em suas muitas classificações, mas erva-de-bicho e pimenta d'água são os mais populares.

Benefícios da Erva-de-Bicho

Os benefícios da Erva-de-Bicho, usado das mais diversas formas, são muitos. Ela auxilia no combate de infecções urinárias, dores musculares, artrite, problemas de má circulação sanguínea, reumatismo e até mesmo no controle da diabetes.

Quando usada em forma de chá ou comprimidos, ela tem uma ação maior em todo o sistema cardiovascular, com uma ação gradativa dentro do corpo, de dentro para fora. Porém, ela pode ser usada em cremes, na área externa, tratando problemas de pele, já que é cicatrizante.

Características da Erva-de-Bicho

Lembrando o miolo de uma flor copo de leite, porém, com tons rosados, a erva-de-bicho pode ser um grande adorno para o jardim da sua casa. Seu corpo é todo composto por bolinhas, o que a faz ser fácil de macerar para aplicá-la na pele, por exemplo.

A flor fica sempre no alto, sendo presa por um longo caule que leva até às folhas, na parte de baixo. É fácil de identificar, o que é uma ótima característica para quem deseja cultivá-la.

Propriedades da planta Erva-de-Bicho

A erva-de-bicho tem uma série de princípios ativos que a fazem ser polivalente. Tadeonal e warburganal, que auxiliam como diuréticos e que dão o sabor apimentado que a planta tem, assim como rutina, que a deixa um pouco amarga.

Alguns óleos essenciais estão presentes, que são, compostos majoritariamente por alfa-pireno, beta-pireno, cineol, fenchone, alfa-humuleno, beta-cariofileno, trans-beta-bergamoteno, que a dão ação antioxidante e vitaminas fortalecedoras. É rica também em alguns ácidos, como cinâmico, valérico e capróico.

Para que serve a Erva-de-Bicho

Xícara de chá e bule brancos

A erva-de-bicho tem uma série de aplicações possíveis em tratamento de saúde, sendo uma das plantas mais completas nos tratamentos medicinais naturais. E, embora ela tenha várias frentes, é importante entender como ela auxilia em cada um dos nichos que se faz eficaz.

Ela é conhecida, principalmente, por suas ações de cicatrização e anti-inflamatórias. Confira as principais utilidades da famosa erva-de-bicho e como deve ser usada em cada caso!

Ação cicatrizante, anti-inflamatória e antioxidante

Sendo uma de suas vantagens mais famosas, a erva-de-bicho é uma grande aliada no combate de inflamações e até mesmo do envelhecimento, já que possui ação antioxidante. Esse poder anti-inflamatório faz com seja muito eficaz no tratamento de feridas e na cicatrização das mesmas, já que desinfeta, limpa e ajuda a regenerar a pele.

O uso da erva-de-bicho vai além, já que, em alguns casos, é recomendada para o tratamento de acne e outras inflamações pontuais na epiderme, como erisipela. Porém, é válido dizer que, por se tratar de uma planta com uma grande carga de ácidos naturais, sendo aplicada de maneira incorreta, pode causar queimaduras.

Ação analgésica

Quando consumida, a erva-de-bicho possui uma ação analgésica, que pode agir de forma localizada ou generalizada. Seus benefícios são múltiplos, mas, comprovadamente, ela ajuda a diminuir o desconforto e a sensibilidade de quadros de artrite e reumatismo.

Além disso, ela age como um relaxante muscular em todo o corpo, podendo ser um remédio natural para quem sofre de lombalgia, por exemplo, ou qualquer dor muscular intensa. E, claro, conta com o fato de ser natural, deixando tudo mais fácil e mais saudável, não agredindo o estômago.

Auxilia na circulação sanguínea

Com seu potencial anti-inflamatório, a erva-de-bicho pode auxiliar no melhor funcionamento da circulação sanguínea, já que muitos dos problemas de circulação são causados por pequenas inflamações localizadas em todo o sistema cardiovascular, comprometendo toda a qualidade de vida de quem possui esses problemas.

A planta é tão importante nesse ramo que, em muitos casos, é usada como parte do tratamento de varizes e veias varicosas, alinhando também seus efeitos de cicatrização, ajudando a restaurar essas veias e a reparar a pele lesionada.

Reduz a retenção de líquidos

Com propriedades diuréticas, a erva-de-bicho auxilia, e muito, nas funções renais. Dessa forma, ajuda na diminuição do inchaço causado pela retenção de líquidos que algumas pessoas desenvolvem por conta do mau funcionamento dos rins.

Vale dizer que isso acontece de forma saudável, já que há alguns produtos para emagrecimento que trabalham com a sobrecarga dos rins. A erva-de-bicho aumenta o metabolismo, fazendo com que os rins consumam mais água, eliminando mais urina.

Alivia cólicas menstruais

Unindo duas grandes funções da erva-de-bicho, as cólicas menstruais são aliviadas com o poder analgésico, que relaxa os músculos que contraem o útero, assim como ajuda a desinflamar os vasos, usando-se de sua ação anti-inflamatória.

Vale dizer que a erva-de-bicho ajuda o corpo a expelir o sangue menstrual, sendo estritamente proibido para mulheres grávidas, por ser considerado um abortivo. No caso da menstruação, a ajuda para expelir esse sangue também ajuda no controle da dor.

Auxilia no tratamento de diabetes

Um estudo comprovou que a erva-de-bicho auxilia também no controle da diabetes, já que faz uma espécie de ‘dosagem’ de glicose do corpo, deixando o corpo sem altas de açúcar (diabetes), nem em baixa (hipoglicemia).

É válido dizer que a erva-de-bicho não pode e não deve fazer o controle da diabetes sozinha, já que cada diabetes é a carência ou excesso de alguma substância e precisa dos medicamentos próprios. Converse com seu médico e tente acrescentar a erva-de-bicho na sua rotina e tratamento. Não deve fazer nenhuma interrupção sem a supervisão de um médico.

Auxilia no tratamento infecções urinárias

A erva-de-bicho possui um poder diurético muito grande e, quando falamos em infecções no trato urinário, que, normalmente, são causadas por bactérias ou substâncias que ficam acumuladas no canal da uretra e até mesmo na bexiga, a erva, com seu poder de limpeza de líquidos, pode ajudar, e muito.

Ela estimula a produção e o consumo de líquidos no corpo, fazendo com que, caso haja sujeira no canal da uretra, seja expelida através da urina. E, com seu poder anti-inflamatório, ela age, caso tenha alguma pequena inflamação no local.

Age contra a insônia

Embora não tenha um efeito calmante propriamente dito, a erva-de-bicho tem propriedades que relaxam os músculos, tirando possíveis dores e trazendo uma sensação de bem-estar. Normalmente, quem tem crises de insônia fica com o corpo mais rígido, o que dificulta no relaxamento.

Um chá de erva-de-bicho pouco antes de deitar para dormir pode ser o segredo para uma noite de sono sem dores ou incômodos pelo corpo. O sono, além de ganhar uma qualidade maior, por conta do relaxamento, ainda será reparador, porque o chá age de várias formas no organismo.

Melhora a saúde do cabelo

Além das propriedades medicinais, a erva-de-bicho ainda conta com algumas vitaminas que auxiliam no crescimento de unhas e cabelo, fazendo com que fiquem mais fortes e resistentes. Por isso, durante o uso, é normal que as pessoas vejam uma melhora significativa nos fios.

Vale dizer que os cabelos mostram muito de nossa saúde, já que são a primeira coisa a enfraquecer quando não estamos tão bem. Repare sempre em como estão seus fios e como você está se sentindo. Isso pode ter uma ligação direta.

Age no tratamento de hemorroidas

As hemorroidas nada mais são do que inflamações incômodas e doloridas. Dessa forma, a erva-de-bicho, que tem uma potente ação anti-inflamatória, pode ajudar no combate dessas inimigas do conforto. A ação cicatrizante também contribui para a melhora do quadro em um tempo curto.

Nesse caso, recomenda-se que você, além do chá ou pomada local, também faça banho de assento, que é uma forma de deixar o local em contato com a água da erva, fazendo com que o processo seja bem menos dolorido e incômodo.

Como tomar a Erva-de-Bicho

Mulher olhando pela janela e segurando xícara de chá

Existem 3 formas principais para o uso de erva-de-bicho, todas de fácil acesso, que você consegue reproduzir na sua casa. Cada aplicação é para determinado nicho ou necessidade e deve ser feita respeitando a receita, apenas multiplicando, caso você queira uma quantidade maior.

Existe, ainda, uma outra alternativa, que é o uso de comprimidos, que podem ser facilmente encontrados. Confira agora as principais formas para tomar erva-de-bicho e como você pode fazê-las em sua casa!

Receita de chá de Erva-de-Bicho

A primeira receita e, talvez, a mais importante, é o chá de erva-de-bicho. Muito eficaz na maioria das proficiências da erva, ele sendo usado por via oral auxilia no bom funcionamento dos rins, do sistema cardiovascular, no relaxamento muscular e até no crescimento de unhas e cabelos, já que é fonte de vitaminas.

Chás são realmente milagrosos quando falamos sobre o controle de doenças, principalmente quando falamos de uma erva tão potente quanto a erva-de-bicho. E, embora seja muito eficaz, o chá é um pouco apimentado, o que pode não agradar a maioria dos paladares.

Ingredientes

- 2 colheres de sopa de erva-de-bicho, que pode ser encontrada em feiras livres e em lojas de produtos naturais;
- 1 litro de água;
- 1 colher de açúcar (caso queira, embora os efeitos sejam potencializados sem a adição de açúcar).

Como fazer

Coloque as colheres de erva e a água no fogo. Em uma panela, espere até a água ferver (100ºC) e, tampe a panela, para que a água com erva não evapore. Desligue o fogo e deixe a mistura descansar por, aproximadamente, 10 minutos. Depois de ficar morno, coe apenas a parte que for beber e deixe o restante junto com as folhas, na panela ou recipiente usado.

Caso queira bebê-lo adoçado, coloque uma colher pequena de açúcar e misture em seu copo. É importante ressaltar que esse chá deve ser consumido apenas no dia de seu preparo. Caso tenha sobrado um pouco da mistura para o dia posterior, jogue-a fora e faça outro chá, caso sinta vontade.

Banho de assento com Erva-de-Bicho

Banho de assento é uma maneira milenar de curar hemorroidas e, quando falamos da erva-de-bicho, essa técnica fica ainda mais eficaz. Ela consiste em, basicamente, deixar a pessoa sentada sobre uma espécie de chá não adoçado, fazendo com que a parte exposta fique em contato com o remédio da água.

A água do banho de assento, no caso da erva-de-bicho, pode ser eficaz para cuidar de machucados em outras partes do corpo. É só reproduzir a mesma receita e, ao invés de usar nesse banho íntimo, usar lavando a parte lesionada.

Ingredientes

- 20 g de erva-de-bicho (que são, aproximadamente, 4 colheres);
- 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Diferente do chá, que deve entrar em ebulição com a erva já na água, o banho de assento exige que você coloque a água fervente em um recipiente que não derreta, não seja de alumínio. Procure por plásticos resistentes ao calor. Depois de colocar a água dentro dessa bacia, coloque as folhas e espere.

A água deve ficar morna, porque caso esteja quente demais, você pode se queimar. Ainda com as folhas na água, você deve sentar-se na água, em caso de hemorroidas e, se for para outra parte do corpo, você deve esperar a água chegar na temperatura ideal e lavar o local com cuidado.

Pomada de Erva-de-Bicho

Diferente do que muitos pensam, é totalmente possível fazer uma pomada caseira de erva-de-bicho, que pode servir para inflamações cutâneas normais, alguns tipos de dermatite e até mesmo para acne ou as marcas deixadas por ela, já que a erva é um cicatrizante natural.

A vantagem da pomada é que você pode deixar a erva um tempo maior em contato com a pele. Você pode, por exemplo, passá-la e ir dormir, sem demandar um tempo maior esperando água esfriar para entrar em contato com a pele.

Ingredientes

- 2 colheres das folhas secas da erva-de-bicho; normalmente, são encontradas em feiras livres ou em lojas de produtos naturais;
- 100 ml de óleo mineral;
- 30 ml de parafina líquida.

Como fazer

Coloque as folhas, juntamente com o óleo em uma quantidade suficiente para deixá-lo submerso nesse óleo. O ideal é que você coloque primeiro a erva e, por cima, o óleo, para não correr o risco das folhas ficarem flutuando no óleo. Ligue o fogo e, quando levantar fervura, cerca de 10 minutos depois, desligue-o.

Durante todo esse processo, você deve ficar mexendo a panela, para que o óleo fique todo ‘saborizado’ pelas folhas. Depois disso, você deve coar a mistura e juntá-la à parafina líquida na mesma medida. Caso tenha dado 100ml de óleo, coloque 100ml de parafina líquida. Misture até ficar homogêneo e depois guarde em um recipiente com tampa.

Comprimido de Erva-de-Bicho

Diferente de todos os outros produtos que podem ser fabricados em casa, os comprimidos de Erva-de-Bicho são comercializados em lojas de produtos naturais ou até mesmo em farmácias com sessões de fitoterápicos. São, normalmente, usados em tratamentos de má circulação, varizes e hemorroidas.

A dosagem de cada comprimido varia de acordo com a composição e a porcentagem de Erva-de-Bicho que contém em casa dosagem. Por isso, é extremamente importante que você procure um médico antes de fazer o uso de qualquer um deles.

Outras informações sobre a Erva-de-Bicho

Bule colocando chá em xícara

Antes de fazer o uso de qualquer substância, seja ele natural ou não, é importante saber se há alguma contraindicação, principalmente se tratando de algo tão potente como a erva-de-bicho.

Essas informações são importantes para você entender como seu corpo vai reagir ao tratamento. Confira agora as principais informações sobre a erva-de-bicho e como ela pode ser usada e receitada!

A Erva-de-Bicho deve ser tomada com que frequência?

Diferente de um chá de erva doce, por exemplo, que não apresenta risco nenhum, o consumo regular de chá de Erva-de-Bicho pode ser prejudicial ao estômago. Seja o chá ou qualquer uso por via oral.

Isso acontece porque a planta contém três tipos de ácidos que, embora auxiliem no bom funcionamento do corpo, danificam o estômago quando ingeridos em excesso. O uso frequente da Erva-de-Bicho pode causar queimação, azia e até mesmo gastrite, nos casos mais severos.

Vale lembrar que ácidos demais no corpo alteram todo o nosso pH, deixando as mucosas e fluídos mais corrosivos e ácidos.

Possíveis efeitos colaterais da Erva-de-Bicho

Como é uma substância ácida, alguns efeitos colaterais são relacionados ao uso indevido desse tipo de produto. Em contato com a pele por muito tempo, por exemplo, causa irritação e um pequeno inchaço. É importante lembrar de evitar o contato da pele em tratamento com a luz solar, que intensifica os ácidos presentes na erva.

Para o consumo prolongado, o estômago pode ficar sensível e mais suscetível as azias e queimação. É importante entender quando o tratamento está encerrado, sem continuar em uma pele ou superfície saudável, porque pode ser nocivo.

Contraindicações da Erva-de-Bicho

A Erva-de-Bicho e seus derivados são contra indicados para pessoas com alergias na pele ou com a pele sensível. Além disso, como tem hormônios em sua fórmula natural, é proibido para bebês, crianças e mães que estão amamentando.

É estritamente proibido para mulheres grávidas, já que sua fórmula é entendida como abortiva, pois estimula o aumento do fluxo menstrual. Seu uso, em grande parte dos casos, deve ser acompanhado por um endocrinologista.

A Erva-de-Bicho possui diversos benefícios!

Erva-de-Bicho em fundo branco

A Erva-de-Bicho é um tesouro natural que auxilia no combate a diversas doenças crônicas que estão presentes na vida do brasileiro. E, de fácil acesso, ela pode ser a ajuda necessária em várias ocasiões, como com varizes, problemas inflamatórios e até mesmo no controle de diabetes.

É válido reiterar que nenhum tratamento natural deve substituir o uso de medicamentos sem o acompanhamento de um médico licenciado para essa mudança. Mas sim, a Erva-de-Bicho é um santo remédio acessível, que pode, e muito, te ajudar a ter a qualidade de vida que você almeja e merece. Aproveite!

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


chás

Artigos relacionados


Chá de camomila com limão: para que serve, benefícios, como fazer e mais!

Chá de camomila com limão: para que serve, benefícios, como fazer e mais!

O chá de camomila com limão é a união perfeita entre as propriedades calmantes e um toque cítrico delicioso. Leia o artigo e descubra todos os seus benefícios.


Chá de sucupira: para que serve, como fazer e mais sobre a semente!

Chá de sucupira: para que serve, como fazer e mais sobre a semente!

O chá de sucupira conta com diversos efeitos positivos para a saúde. Efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e alívios para dores de garganta. Veja mais!


Chá para baixar triglicerídeos e colesterol: confira os melhores!

Chá para baixar triglicerídeos e colesterol: confira os melhores!

Os chás que controlam os triglicerídeos e colesterol podem ser consumidos à vontade? Descubra essa e outras dúvidas nesse artigo!


Tipos de chá: confira essa lista com nomes, benefícios, como fazer e mais!

Tipos de chá: confira essa lista com nomes, benefícios, como fazer e mais!

O consumo de chá é benéfico para a saúde, por isso você deve inclui-lo no seu dia a dia. Leia o artigo e descubra qual chá beber para cada situação!


Chá para engravidar: para ovular, para fertilidade, para o homem e mais!

Chá para engravidar: para ovular, para fertilidade, para o homem e mais!

Os chás podem ser grandes aliados de fertilidade quando consumidos da maneira correta. Quer saber mais sobre isso? Leia o nosso artigo completo!


Últimos posts


O que significa sonhar com bingo? Cartela, números, jogando e mais!

O que significa sonhar com bingo? Cartela, números, jogando e mais!

Sonhar com bingo traz revelações importantes, principalmente sobre sua vida financeira e profissional. Leia o artigo completo para saber mais!


Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Se você está procurando um grande amor, não perca tempo e faça uma oração. Leia o artigo e confira o que é preciso para encontrar a sua alma gêmea!


Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda é a fase mais grave do transtorno psicológico, mas tem tratamento e o paciente precisa de apoio. Saiba mais aqui!


Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Descobriu que o Cavalo é o seu signo do horóscopo chinês? Leia o artigo e confira quais são as suas características segundo a astrologia oriental!


Sonhar com chiqueiro: cheio de porcos, vazio, alagado, com lama e mais!

Sonhar com chiqueiro: cheio de porcos, vazio, alagado, com lama e mais!

Neste artigo, descobriremos o que significa sonhar com chiqueiro. Vamos conhecer diversas variações desse sonho e compreender como eles são, na verdade, avisos.