Santa Terezinha das Rosas: história, oração, milagre, imagem e mais!

Santa Terezinha das Rosas: história, oração, milagre, imagem e mais!

Ela é a maior santa da modernidade. Clique e conheça sua curta vida e seu grande legado marcados pelo amor a Deus e as suas missões na pregação do evangelho!


Quem foi Santa Terezinha das Rosas?

Santa Terezinha das Rosas, ou Santa Terezinha do Menino Jesus, foi uma freira carmelita que viveu no final do século XIX, na França. Sua jovem vida teve uma duração de apenas 24 anos, tendo nascido em 1873, e falecido em 1897. O que não a impediu de levar uma vida cheia de amor, dedicação e exemplo de expressão de fé.

Sua trajetória foi marcada pela ausência da mãe, que faleceu quando a pequena Terezinha estava com 4 anos, e por sua saúde debilitada. Trajetória essa que por ela foi descrita numa série de manuscritos e cartas endereçadas à sua irmã, Paulina.

Esta última, irmã mais velha, reuniu todos os escritos e transformou num livro chamado “A História de uma Alma”. Em 1925, foi beatificada pela igreja católica. Canonizada em 1925, pelo Papa Pio XI, o mesmo declarou que ela seria a maior santa dos tempos modernos.

Em 1927 foi declarada Patrona Universal das Missões. Honraria que se torna interessante diante do fato de nunca ter saído do convento do Carmelo desde que lá ingressou, aos 14 anos. Acompanhe o texto e saiba como Santa Terezinha realizou essa façanha, qual sua relação com as rosas, seu legado e mais.

História de Santa Terezinha das Rosas

Apesar de uma vida abreviada pela tuberculose, Santa Terezinha viveu o suficiente para marcar sua passagem pelo mundo. As limitações da fragilidade física e emocional, a levaram a encontrar a grandeza divina nas pequenas coisas da vida. Um exemplo disso, é o seu fascínio pelas rosas. Por meio da flor ela contemplava uma síntese do poder de Deus.

Assim também seu amor pela obra missionária a colocou em um lugar especial dentro da igreja. E sua santidade foi alcançada na beleza da simplicidade cotidiana. Continue a leitura abaixo e veja como sua história fez de Santa Terezinha a maior santa da modernidade.

A vida de Santa Terezinha das Rosas

A menina Marie Françoise Thérèse Martin, ou Maria Francisca Tereza Martin, veio à vida em 2 de janeiro de 1873. O local onde nasceu foi em Alençon, baixa Normandia, na França. Sua mãe, Zélie Guérin, morreu quando a menina tinha apenas 4 anos. Situação que a levou a ter como figura materna sua irmã Paulina.

Seu pai era o relojoeiro e joalheiro Louis Martin, em quem havia o desejo de ingressar na ordem monástica de São Bernardo do Claraval. Os três irmãos de Santa Tereza morreram muito cedo.

Além dos irmãos, ela tinha ainda as irmãs Maria, Celina, Leônia e Paulina, a já citada. Todas entraram para o convento do Carmelo. A primeira foi Paulina. Fato que adoeceu a pequena Tereza.

A cura da depressão

A falta da mãe, logo cedo, deixou um buraco na vida de Tereza. Lacuna esta que a menina tentou preencher com o amor e cuidados da irmã mais velha, Paulina. Acontece que esta sentiu ainda cedo sua vocação chamar. Quando foi para o Carmelo seguir esse chamado, a dor da perda da mãe somou-se à partida da irmã, e Tereza padeceu.

A pequena passou a perder o gosto e o sentido de viver até parar na cama. Quando estava muito fraca, ela olhou para a imagem de Nossa Senhora da Conceição, e o que ela viu mudou sua vida. A santa estava sorrindo para ela. Tal visão renovou suas forças e a menina sentiu que também tinha vocação para servir no convento do Carmelo.

A santidade de Santa Terezinha das Rosas

Até então, a santidade dos heróis e heroínas da fé era vista apenas nos grandes milagres, sacrifícios e obras. Terezinha, enquanto fiel e discípula, seguia com satisfação seus passos. Contudo, sua grande contribuição para o repertório do que é a santidade estava nas pequenas coisas.

Em seus manuscritos, publicados no livro História de uma Alma, ela revelou que o amor é o que potencializa o sagrado nas obras. Tudo o que é feito com o mais nobre dos sentimentos, tem o poder de consagrar tal ato. Como disse o apóstolo Paulo na sua carta aos Coríntios, no capítulo 13–3:

[...] ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

A analogia do elevador

Desde o Antigo Egito há registros do uso de elevadores para elevar as águas do rio Nilo. A tração utilizada era a animal e a humana. Só em 1853 foi criado, pelo empresário Elisha Graves Otis, o elevador de passageiros. Ou seja, seu desenvolvimento e popularidade foram contemporâneos à curta passagem de Santa Terezinha pelo nosso planeta.

Cenário que ela aproveitou para fazer uma analogia sobre o funcionamento de sua espiritualidade. Segundo Terezinha, por conta própria, ela seria incapaz de alcançar qualquer nível da vida espiritual. Jesus é quem a eleva à santidade, como faz o elevador com as pessoas. Tudo o que ela poderia fazer era se entregar com amor e devoção.

O amor no coração da Igreja

As missões tinham um lugar especial na admiração de Santa Terezinha. Ainda mais quando se tratava de levar os missionários a lugares mais distantes e diferentes. No entanto, ela tinha os pés no chão, e sempre muito consciente de sua vocação no Carmelo.

Com isso, ela se deu conta de que existe um lugar importante, um lugar essencial quando se trata do evangelho de Jesus Cristo: o amor. A prática constante do amor, a tudo e a todos, em especial aos missionários, a fez dizer: “No coração da Igreja, serei o amor!”. Assim, dedicando suas obras e orações à missão, sem nunca sair do Carmelo, tornou-se a padroeira dos missionários.

O Legado de Santa Terezinha das Rosas

Em 1897 a tuberculose levou a jovem Tereza deste plano aos 24 anos. Antes, sua irmã Paulina havia pedido que ela escrevesse suas memórias. Ao todo foram 3 manuscritos. Posteriormente, Paulina agrupou, acrescentou outras cartas e escritos da irmã e lançou como livro sob o título de História de uma Alma.

Narrando fatos desde sua infância, a obra se caracteriza por ensinar a teologia da “pequena via''. Teologia marcada pela simplicidade como caminho para a santidade. Nesse sentido, o amor é o principal ingrediente que nos aproxima do divino. A coisa mais banal do cotidiano pode se elevar aos céus, desde que seja feito com amor.

Missionária sem nunca sair do Carmelo

Aos 14 anos, a menina Tereza movida pela força de seu chamado e personalidade, estava decidida a ingressar no convento do Carmelo. Todavia, por conta de sua pouca idade, as regras da igreja não permitam. Foi em uma viagem à Itália, que teve a ousadia de pedir pessoalmente ao Papa Leão XIII. Em 1888, como a permissão concedida, ela entra para o Carmelo.

Sob o nome de Tereza do Menino Jesus, ela passaria o resto de seus anos no convento com o coração ardendo de amor pelas missões. E para a Tereza o que importava mesmo era o amor. Compreendia que essa era a razão de se pregar o evangelho e manter a igreja viva. Assim, sua missão era amar, e amar incondicionalmente.

Santa Tereza do Menino Jesus, a Santa das Rosas

Santa Terezinha sempre teve um sentimento especial pelas rosas. Para ela toda a magnitude do poder divino estava sintetizada na singeleza de uma rosa. As pétalas da flor eram uma de suas ferramentas favoritas de demonstração de fé. Costumava jogá-las aos pés da cruz que ficava no pátio do Carmelo, e quando passava o Santíssimo Sacramento.

Antes de morrer, ela teria dito que faria chover pétalas de rosas sobre todo o mundo. Algo que ela não disse de maneira literal. O que quis dizer é que estaria sempre intercedendo a Deus por todos os povos do planeta.

Falecimento de Santa Terezinha das Rosas

Pelo período de 3 anos, a tuberculose causou um intenso sofrimento em Santa Terezinha das Rosas. Foi nessa época, que sua irmã Paulina, percebendo a gravidade, pediu que ela escrevesse suas memórias.

Em 30 de Setembro de 1897, aos 24 anos, Terezinha do Menino Jesus faleceu. Antes de partir suas últimas palavras foram: “Não me arrependo de haver-me entregue ao amor”. E fixando os olhos no crucifixo disse: “Meu Deus! Eu te amo.”.

Simbolismo na imagem de Santa Terezinha das Rosas

Na espiritualidade tudo é símbolo, sinal ou uma forma de comunicação do divino. Com as imagens de santos e, obviamente, a imagem de Santa Terezinha, não seria diferente. Cada objeto e adereço está alocado com o propósito de comunicar um aspecto da santa. Veja abaixo o que a imagem diz sobre Santa Terezinha das Rosas.

O crucifixo de Santa Terezinha das Rosas

Na imagem de Santa Terezinha das Rosas, ela aparece segurando um crucifixo. A cruz, vinda da tradição cristã, tem seu significado relacionado ao sofrimento e ao sacrifício. Então, quando ela aparece nas mãos de uma pessoa como foi Terezinha do Menino Jesus, está representando seu sofrimento.

A menina perdeu a mãe logo cedo, e depois a pessoa a quem tinha como segunda mãe, a deixou e foi seguir sua vocação. Terezinha sempre foi muito sensível e apresentou saúde debilitada. Sendo assim, sua vida acabou sendo marcada por dor e sofrimento. Além do carinho especial pela imagem da cruz, é o objeto adequado para simbolizar a santa.

As rosas de Santa Terezinha das Rosas

Antes de morrer, Santa Terezinha prometeu que faria “cair chuva de pétalas de rosas por todo o mundo”. O que ela quis dizer foi que estaria em constante intercessão por todos os povos do mundo. Já que para ela as rosas representavam uma amostra das bênçãos de Deus.

Ela costumava jogar pétalas na passagem do Santíssimo Sacramento e aos pés do crucifixo no pátio do convento do Carmelo. Na novena de Santa Terezinha, ganhar a flor é sinal de que sua prece será atendida. Com isso, nada mais justo que rosas na sua imagem.

O véu de Santa Terezinha das Rosas

Representando seus votos de pobreza, castidade e obediência, Santa Terezinha aparece na imagem com a cabeça coberta por um véu preto. Foi no convento do Carmelo onde realizou esses votos, e onde serviu à igreja desde seus 14 anos até sua morte aos 24.

No adereço, também está o símbolo de seu casamento e entrega total a Jesus Cristo. Não apenas nos votos, essa entrega se projeta na sua constante oração e amor pelas missões. Fato que a transformou na padroeira das missões sem nunca ter saído do convento.

O hábito de Santa Terezinha das Rosas

A imagem de Santa Terezinha a mostra trajando um hábito marrom. A vestimenta nessa cor é utilizada na Ordem Carmelita. Ela simboliza seu voto de pobreza e de fé em Jesus Cristo. Assim, abrindo mão da corrida na conquista dos bens materiais, sobre energia para se dedicar à vida espiritual.

Para os carmelitas o marrom também representa a cor da terra e da cruz. Símbolo que lembra os fiéis de sua própria cruz e humildade. Vale salientar ainda que a palavra “humildade” tem origem em “húmus”, ou seja, terra. Apenas outra lembrança, a que de “somos pó e ao pó retornaremos”.

A devoção a Santa Terezinha das Rosas

A vida de Santa Terezinha nos leva a uma devoção ao amor. Amor consigo, pelo próximo e a Deus. Não há nenhuma expressão de sua santidade que não nos remeta a esse nobre sentimento. Viva o amor. Siga a leitura, e se conecte com Santa Terezinha das Rosas, por meio de seu milagre, seu dia e sua oração.

O milagre de Santa Terezinha das Rosas

O primeiro milagre de Santa Terezinha das Rosas a ser reconhecido pelo Vaticano, aconteceu em 1906. O seminarista Charles Anne foi abatido pela tuberculose um ano antes. Depois de um tempo lutando contra a doença, o médico constatou que seu estado era gravíssimo.

Quando a tuberculose avançou para seu último estágio, ele fazia uma novena à Nossa Senhora de Lourdes. No entanto, Santa Terezinha veio à sua mente e resolveu incluir uma súplica a ela.

Depois, iniciou uma segunda novena dedicada à Santa Terezinha. Onde, prometeu que publicaria o milagre se o curasse. No dia seguinte a febre baixou, sua condição física se restabeleceu, e Charles Anne foi curado. Curiosamente, a Santa o impediu de morrer da mesma doença que matou Terezinha.

Novena de Santa Terezinha das Rosas

Foi em 1925, que um padre jesuíta, Antônio Putingan, começou a rezar uma novena a Santa Terezinha do Menino Jesus. Repetiu 24 vezes “Glória ao Pai…”, em referência aos 24 anos de Santa Terezinha.

Pediu uma graça, e a prova de que seria atendida, aconteceria ganhando uma rosa. Então, no terceiro dia da novena, ganha uma rosa vermelha de uma jovem. O fato curioso é que era inverno e estava nevando, ou seja, não era época de flores.

Uma segunda novena foi realizada e dessa vez pediu uma rosa branca como prova de que sua súplica teria resposta. Dessa vez, no quarto dia a irmã Vitalis lhe entrega a flor dizendo ser um presente de Santa Terezinha.

A partir de então, o padre Putingan passou a organizar a novena entre os dias 9 e 17 de cada mês. Aquele que receber uma rosa, tem seu sinal de pedido atendido.

O dia de Santa Terezinha das Rosas

O dia de Santa Terezinha é comemorado no dia 1 de Outubro. A data é celebrada com missas, novenas e procissões em honra à Santa. Alguns locais realizam uma festa onde as mulheres chamadas Tereza (ou Teresa) recebem algum tipo de agrado por carregar o nome da Santa.

Oração de Santa Terezinha das Rosas

Ó! Santa Terezinha, branca e mimosa flor de Jesus e Maria, que embalsamais o Carmelo e o mundo inteiro com vosso suave perfume, chamai-nos e nós correremos convosco, ao encontro de Jesus, pelo caminho da renúncia, do abandono e do amor.

Fazei-nos simples e dóceis, humildes e confiantes para nosso Pai do céu. Não permitais que o ofendamos com o pecado.
Socorrei-nos em todos os perigos e necessidades; socorrei-nos em todas as aflições e alcançai-nos todas as graças espirituais e temporais, especialmente a graça que estamos precisando agora, (fazer o pedido).

Lembrai-vos, ó Santa Terezinha, que prometestes passar vosso céu fazendo o bem a terra, sem descanso, até ver completo o número de eleitos.
Cumpri em nós vossa promessa: sede nosso anjo protetor na travessia desta vida e não descanseis até que nos vejais no céu, ao vosso lado, contando as ternuras do amor misericordioso do Coração de Jesus. Amém.

Qual é a importância de Santa Terezinha das Rosas?

Pessoas de mãos dadas rezando com Bíblias abertas

Em 1925, o Papa Pio XI declarou que Santa Terezinha era a maior santa da modernidade. Contudo, ele não tinha noção do quanto o eco da sua declaração a faria atual quase cem anos depois. Ainda hoje, o que ela representou é de extrema importância para uma vida mais plena e elevada.

A sua santidade da “pequena via” ensina a nos aproximar do divino na simplicidade das pequenas coisas do dia-a-dia. No ato de pegar um alfinete no chão, ou de colher uma rosa. Abraçar a eternidade no decorrer de um minuto bem vivido, e vivido com amor. Pois, este, segundo Santa Terezinha, é o principal fator da graça de Deus.

Nos dias atuais, os “vencedores profissionais” povoam a internet com fórmulas mágicas de como alcançar o topo mundo. Nesse cenário, parece só haver lugar para feitos que acumulam números, sejam nas redes sociais, ou na conta bancária. Contemplar a singeleza da beleza cotidiana corre o risco de levar o xingamento da moda: procrastinação.

Trata-se também de conhecer e reconhecer seus limites. Assim, buscar maneiras de depositar seu amor naquilo que está ao seu alcance, com paz e leveza no coração. Sem se culpar, e se punir por não estar realizando muito mais. Santa Terezinha das Rosas é sobre a aplicação do amor, mas essa prática só funciona se ela começa com autoaplicação.

Autor deste artigo

Formado em Artes Cênicas, comecei minha paixão pela escrita no teatro. Desde 2017 escrevo para a web artigos, roteiros, ficção, crônicas e poesia. Além de participar de um podcast de autoconhecimento, ainda me aventuro pelos caminhos do yoga, esoterismo, da alma e da mente humana.

Palavras-chave relacionadas


orações religiões

Artigos relacionados


Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

O banho de Exu é uma forma poderosa e eficaz para abertura de caminhos, limpar o campo energético, entre outros exemplos. Leia esse artigo e saiba mais!


Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Se você está procurando um grande amor, não perca tempo e faça uma oração. Leia o artigo e confira o que é preciso para encontrar a sua alma gêmea!


Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Ver estrelas cadentes tem inúmeros significados, e pode ser uma oportunidade de fazer pedidos se sentindo mais perto do universo. Saiba mais no artigo!


Sintomas de mediunidade: sinais, sintomas físicos, como desenvolver e mais!

Sintomas de mediunidade: sinais, sintomas físicos, como desenvolver e mais!

A mediunidade é um assunto fascinante que desperta diferentes sentimentos nas pessoas. Aprenda sobre seus segredos neste artigo e saiba se você é um médium!


Os símbolos do budismo: Significado, ensinamentos, origem e mais!

Os símbolos do budismo: Significado, ensinamentos, origem e mais!

Constituindo a mente, os símbolos budistas caracterizam o iluminar das ideias e todas as manifestações divinas. Saiba mais!


Últimos posts


Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

O banho de Exu é uma forma poderosa e eficaz para abertura de caminhos, limpar o campo energético, entre outros exemplos. Leia esse artigo e saiba mais!


Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Aprenda aqui como fazer o banho de Artemísia. A erva possui diversos benefícios para a saúde, além de promover limpeza energética, atrair proteção e muito mais!


Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sabia que sonhar com nota de 2 reais traz vários significados? Pode revelar prosperidade, mas não fala só de dinheiro. Clique e entenda todas as interpretações!


Sonhar com ar condicionado: ligado, quebrado, pegando fogo e mais!

Sonhar com ar condicionado: ligado, quebrado, pegando fogo e mais!

Neste artigo nós desvendamos as interpretações de 19 tipos de sonhos com ar condicionado. São bons e maus presságios, além de alertas e conselhos. Confira!


Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Você sabia que as fases da lua interferem e trazem diferentes significados para o ciclo menstrual? Leia o artigo e entenda mais sobre seu equilíbrio interior!