Ervas de Iansã (Oyá) para banhos e rituais de Candomblé, Umbanda e mais!

Ervas de Iansã (Oyá) para banhos e rituais de Candomblé, Umbanda e mais!

Conheça as ervas de Iansã, úteis no seu dia a dia para atrair prosperidade e afastar más energias da sua casa.


Ervas de iansã (Oyá): Candomblé, Umbanda e Orixás

Fitinhas do senhor do Bonfim em primeiro plano. Em segundo plano, fiéis do Candomblé em comemoração.

O Candomblé é uma religião afrobrasileira, trazida pelos iorubas durante a diáspora negra. De lá trouxeram suas deidades - os Orixás - e seu conceito de Sagrado. Já a Umbanda é oriunda do Brasil, sendo uma adaptação do Candomblé - já tão rico e diversificado - à cultura cristã e também espírita.

Enquanto o Candomblé está relacionado às leis da natureza e seus elementos, com os Orixás sendo responsáveis pelo equilíbrio energético, a Umbanda os percebe como espíritos evoluídos, seguindo os princípios cristãos e buscando a caridade.

Em ambos os casos, plantas associadas com cada um dos Orixás são muito utilizadas como ferramenta de trabalho, seja para preparar banhos, defumações, e muitos outros rituais. Conheça então as mais poderosas ervas de Iansã e como usar cada uma!

Conheça as principais ervas de Iansã (Oyá)

Monumento de Iansã na cidade do Rio de Janeiro.

Orixá guerreira e destemida, Iansã (Oyá) é quem comanda os ventos - que levam as almas dos mortos para o alto -, os raios e tempestades. Ela está ligada à mudança, impulsividade, franqueza, rapidez de raciocínio e coragem. Iansã é a Iabá (Orixá feminina) preferida para fazer pedidos de grandes mudanças, que necessitam de muita luta, coragem e urgência.

Como todos os orixás, Iansã tem suas qualidades e defeitos - assim como seus filhos. Ela tem suas afinidades com algumas plantas, e também suas repulsas, como a abóbora. As ervas de Iansã podem ser usadas em banhos, escalda pés e defumações.

Para preparar um banho, é fundamental seguir a orientação de alguém com experiência, para evitar problemas. Ele deve ser preparado com antecedência e o local da aplicação deve estar tranquilo e pronto. É interessante ter uma rede no ralo, para evitar que as folhas entupam a sua tubulação. Depois, os restos devem ser jogados em água corrente ou enterrados. Claro que pode jogar no lixo também, mas não é o ideal.

Já a defumação, pode ser feita de algumas maneiras. Se você tiver um turíbulo (ou lata de leite com furinhos), pode acender o carvão nele e colocar as ervas. Claro que pode usar uma panela antiga ou caldeirão reservado para isso. Outra opção é amarrar as ervas ainda frescas, bem prensadas e deixar que sequem, queimando quando prontas. Quanto mais apertadas, mais rápido é a queima.

O escalda pés deve ser usado quando a opção do banho não for viável e o tipo de plantas permitir. A água deve estar bem quente, mas de forma que não queime sua pele. Adicione as ervas, óleos essenciais e o que for indicado, mergulhe os pés e vá adicionando água quente até completar o tempo indicado. Simples, concorda? Então conheça, aqui, as ervas de Iansã favoritas e como usar cada uma.

Acoko ou Akoko

Plantação de Akoko

O que é:
Akoko ou acoko, cujo nome científico é Newbouldia laevis, é a árvore sagrada do Candomblé. De origem africana, ela representa prosperidade e fertilidade. É considerada um elo entre a terra e o céu, por não ter muitas ramificações e está presente em muitos terreiros. Iansã recebe também o nome de Alakòko ou Senhora do Akoko, por também ser considerada um elo entre o material e o sublime.

Como usar:
Se você tiver acesso a essa árvore, carregue sempre um pedaço dos seus galhos com você, para proteção, principalmente em viagens longas ou situações de difíceis. Para oferendas, feitiços ou simpatias, é interessante ter a recomendação de alguém ligado à sua tradição, mas em geral pode ser usada para banhos ou patuás.

Alface

Alfaces verdes e roxas.

O que é:
Sim, é exatamente da alface da salada que se está tratando aqui, cujo nome científico é Lactuca Sativa. Pode ser em qualquer versão e cor, ou seja, lisa, crespa, roxa, americana ou verde. Ela é uma das favoritas de Oyá e está relacionada ao elemento vento. Ajuda a acalmar, melhorar o sono, limpar as energias negativas e afastar os maus espíritos.

Como usar:
Você pode ingerir a planta, mas também existem usos ritualísticos, como banhos ou sacudimentos (limpeza mais pesada, que só pode ser feita por alguém com muita experiência).

Para dormir, você pode pegar um pé de alface - preferencialmente colhido na hora - e deixar secar de cabeça para baixo, usando como um pendão no seu quarto. O alface irá desidratar, protegendo suas noites, que ficarão mais tranquilas, tendo acalmado a mente e corpo.

Alteia ou Malvarisco

Flores de alteia

O que é:
A malva branca, malvarisco ou alteia, cujo nome científico é Althaea officinalis, possui linda florada em tom rosa e é reconhecida como planta medicinal. Usada normalmente para combater gripes, conter inflamações ou ajudar a cicatrizar feridas, ela também tem uso espiritual, sendo uma das favoritas de Iansã.

Como usar:
A Alteia é usada principalmente para realizar banhos de descarrego - ou seja, para remover energias densas do corpo e afastar maus espíritos. Também pode ser usada para limpeza de pedras dos orixás, o que inclui, obviamente, as de Iansã. Suas principais pedras são o citrino, quartzo rutilado e ágata de fogo.

Amoreira

Amoras em amoreira

O que é:
A amora é o fruto da amoreira, cujo nome científico é Rubus ou Morus. Além do seu consumo natural e em receitas, todas as suas partes são aproveitadas pela medicina natural, dado o poder curativo dessa planta. Ela ajuda a regular os hormônios, reduzir dor de cabeça, melhora a libido, ajuda a dormir melhor e muito mais.

Como usar:
Além do seu poder de cura do corpo físico, a amoreira também pode ser usada para eliminar os fluidos negativos do seu campo energético, o que pode ser feito através da queima de suas folhas. Para isso, basta usar carvão em brasa em um recipiente que suporte o calor, como uma panela ou caldeirão, e colocar as folhas para defumar a casa, uma pessoa ou objeto. Ela também pode ser usada para banhos de descarrego.

Bambu

Diversos bambus alinhados.

O que é:
O bambu, ou Bambusoideae, é uma planta utilizada há milênios para os mais diversos fins. Ela pode ser aproveitada para a fabricação de móveis, pisos, elementos decorativos e até papel. Seus brotos são apreciados na gastronomia e perfeitos para chás medicinais, usados contra problemas nervosos, do trato gastrointestinal, e até como afrodisíaco.

Como usar:
O bambu pode ser usado como defumador para afastar obsessores - espíritos com más intenções - da sua casa e renovar as energias. Além disso, também é possível preparar banhos de limpeza e descarrego, principalmente com as suas folhas. Elas também podem ser usadas em patuás e feitiços, bem como em oferendas para Iansã, para atrair dinheiro.

Branda Fogo

Folhas de branda fogo

O que é:
Conhecida como branda fogo, folha de Iansã ou folha de fogo, essa planta tem o nome científico Melastomataceae. Na medicina natural, ela é usada normalmente para problemas do trato urinário e genital, bem como para doenças da pele, alergias, erupções e coceiras.

Como usar:
Para usar a branda fogo nos banhos de descarrego e sacudimento, ela deve ser colhida pela manhã - horário em que está voltada para Iansã e trabalhos de limpeza. É bom evitar colhê-la por volta de meio dia, pois sua energia está mais voltada para outro tipo de trabalho e não é recomendada para limpeza.

Camboatá

Folhas de camboatá

O que é:
Camboatá, gravatã, Miguel Pintado ou, em seu nome científico, Cupania Vernalis - não importa como você chama, essa árvore é muito usada no paisagismo, não apenas pela sua florada, mas também pelos frutos exóticos, procurados por pássaros e abelhas. É usada, também, contra asma e tosse, melhorando a respiração.

Como usar:
A camboatá também pode ser aproveitada como ingrediente em banhos de limpeza e purificação, nada muito profundo - sendo perfeita para pessoas mais delicadas. Ela é muito usada, também, em feitiços, rituais e, principalmente, na consagração de objetos ritualísticos.

Cambuí amarelo

Cambuí amarelo.

O que é:
O Cambuí amarelo, com nome científico Myrciaria delicatula, trata-se de uma árvore frutífera, com frutos doces e exóticos. A fruta normalmente é utilizada na alimentação e fabricação de doces, mas seu chá pode ser aproveitado para conter problemas intestinais.

Como usar:
Seu uso limita-se, em geral, aos banhos de descarrego, feitos normalmente em casa, sem muita necessidade de acompanhamento. Por ser uma das ervas de Iansã, também pode ser utilizada em altares ou oferendas para a Orixá.

Erva de São Marcos

Erva de São Marcos com flores amarelas.

O que é:
A Erva de São Marcos, também conhecida como erva das moscas ou palminha, tem o nome científico Tanacetum vulgare. Comumente utilizada em forma de cataplasma (aplicação sobre a pele), é indicada para tratar reumatismo. Também é popular no combate a vermes intestinais e tratamento da gota.

Como usar:
Normalmente, a Erva de São Marcos é usada para banhos de limpeza das energias mais densas, em um descarrego. Também pode ser ingrediente para a produção de água de cheiro, proveitosa no ambiente e em rituais, bem como para defumação - queima da folha para limpar o ambiente.

Cordão-de-Frade verdadeiro

Ramos de cordão de frade

O que é:
Também conhecido como cordão de São Francisco, cauda de leão ou cordão de frade, a Leonotis nepetaefolia Benth dá uma floração vermelha em círculo, que lembra o cordão utilizado pelos frades em suas vestes. É usada contra asma, problemas gastrointestinais e renais.

Como usar:
Tanto suas folhas quanto flores podem ser usadas desidratadas, para defumar o ambiente e afastar más energias do local. Além disso, pode ser aproveitada para o banho de descarrego mais denso, para dias em que as coisas precisam dar certo.

Cravo-da-Índia

Bacia com milhares de cravos-da-Índia

O que é:
Famoso como tempero, o cravo da Índia (Syzygium aromaticum) é também um poderoso remédio natural. Ele combate as bactérias na boca quando ingerido e age contra inflamações no corpo, cicatrizante e até mesmo analgésico. Pode ser usado como cataplasma, chá ou adicionado aos alimentos.

Como usar:
Além do preparo de banhos de limpeza, o cravo também pode ser utilizado em pedidos de prosperidade e abundância. Além de ser proveitoso para defumação ou incenso, pode ser usado como escalda pés, para dar mais energia. Se usado em talismã, ajuda a afastar más energias e atrair boa sorte e prosperidade, sendo adequado também para feitiços com esse fim.

Caruru ou Bredo sem Espinho

Folhas de caruru.

O que é:
A planta denominada caruru, caruru pequeno ou bredo sem espinho (Amaranthus viridis) é comestível e muito rica em vitaminas, também largamente utilizada como remédio ou suplemento nutricional. Muito cuidado para não confundir com a vermelha, roxa ou de espinhos, que não são indicadas para consumo.

Como usar:
Como toda boa erva de Iansã, ela pode ser usada em pedidos de prosperidade. Porém, também é ótima para trabalhos na área da proteção pessoal, da sua casa ou de alguém querido. A caruru ajuda a passar por fases difíceis da vida, dando mais resistência, seja através de banho ou na formação de patuá.

Erva Prata

Folhas de Erva prata.

O que é:
A erva prata, erva dos unheiros ou paroníquia (Paronychia argentea) sobrevive em locais com muito pisoteio, como, por exemplo, na criação de gado. Diurética e cicatrizante, ela é útil para limpar o sangue e tratar hemorroidas.

Como usar:
Ela pode ser ingrediente para defumações de ambientes, promovendo a limpeza das energias mais densas. Além disso, também é útil em banho de folha para descarrego. É importante ter atenção ao tipo de erva utilizada em banhos, seguindo sempre a orientação de uma pessoa de confiança, pois algumas podem ser tóxicas.

Erva Tostão

Ramos de erva tostão

O que é:
A erva tostão (Boerhavia diffusa), também conhecida como erva de porco ou amarra pinto, é normalmente utilizada para o alívio da dor. Ela também é benéfica para melhorar o sistema urinário e hepático.

Como usar:
Poderosa para fazer contrafeitiços, ela está ligada à ancestralidade e reconexão. Também pode ser usada em descarrego e feitiços de proteção.

Espada de Santa Bárbara

Diversas folhas de Espada de Santa Bárbara.

O que é:
Parte da família sansevieria trifasciata, a espada de Santa Bárbara se diferencia da espada de São Jorge pela faixa amarela que percorre toda a borda da folha.

Como usar:
Quando plantada em volta da casa ou em frente à porta, impede a entrada das más energias. Poderosa e perigosa, não deve ser utilizada sem a devida orientação, principalmente em banhos ou defumações. Também é útil para sacudimentos e consagração.

Fedegoso

Planta de fedegoso.

O que é:
O fedegoso, também conhecido como folha do pajé, tem o nome científico Cassia occidentalis L. Normalmente considerado uma erva daninha, tem uso medicinal e trata problemas do trato gastrointestinal, mas deve ser usado com cautela, pois contém toxicidade.

Como usar:
Certamente você não vai querer uma defumação de fedegoso em sua casa - o nome é autoexplicativo. Ele pode ser aplicado no banho, para repelir energias muito densas e ativar a mediunidade.

Fruta Pão

Galho de Fruta Pão

O que é:
A fruta pão, jaca de pobre ou árvore de pão, cujo nome científico é Artocarpus altilis, é rica em nutrientes e tem o sabor bem ameno. Muito apreciada nas regiões Norte e Nordeste, ela deve ser cozida antes do consumo.

Como usar:
Sua principal utilidade em religiões de origem africana é ritualística, sendo usada na liturgia "tirar a mão" e outras. Além disso, também pode ser ingrediente para o sacudimento, a fim de afastar egun ou espíritos obsessores.

Jaborandi

Folhas de jaborandi

O que é:
Não é apenas no cabelo e na pele que se usa o jaborandi, ou erva joelhinho (Pilocarpus). Apesar do seu chá e óleo serem largamente utilizados para tratamentos de beleza, também são importantes em outras áreas.

Como usar:
Poderosa, transmutadora e aromática, essa erva de Iansã é normalmente usada em sacudimentos, a fim de eliminar energias muito densas ou até mesmo espíritos zombeteiros e obsessores.

Louro

Jarro aberto em superfície com folhas de louro saindo de dentro dele.

O que é:
A folha de louro (Laurus nobilis), tão apreciada na culinária brasileira, também é usada como remédio para o tratamento de problemas gastrointestinais.

Como usar:
Sua vibração está voltada para a purificação e também para conquistas, vitória, prosperidade a abundância. Se aproveitada como defumação, ajuda a trazer prosperidade para a casa. Da mesma forma, pode ser utilizada em banho, chás ou feitiços.

Mãe-boa

Ramos de mãe-boa.

O que é:
A mãe-boa ou batata brava, cujo nome científico é Cissampelos L, é considerada por muitos uma erva daninha, pois não conhecem suas propriedades. Ela é usada normalmente como banho ou cataplasma contra reumatismo e gota.

Como usar:
Para aproveitar a erva mãe-boa, você deve usar somente as folhas, já que ela pode ser tóxica. Ela pode ser aplicada no banho de limpeza, mas apenas com a orientação de alguém muito experiente e sob as condições corretas.

Manjericão roxo

Folhas de manjericão roxo.

O que é:
O manjericão roxo (Ocimum basilicum purpurea) é cultivado à sombra e, quando se expõe ao sol, fica verde novamente. Ele é bom para tratar infecções na pele, vias respiratórias e, claro, como condimento.

Como usar:
Em forma de banho ou defumação, ele transmuta energias negativas e agressivas em força de vontade e foco na vitória. É, também, usado em feitiços de prosperidade e abundância, seja através de chás ou até mesmo patuás.

Mimo-de-vênus ou Amor-agarradinho

Flores de mimo-de-vênus

O que é:
A erva de Iansã chamada de mimo de vênus ou amor agarradinho (Antigonon leptopus) é uma trepadeira com flores em formato de coração, e normalmente é usada como planta ornamental.

Como usar:
Além dos banhos de purificação, ela também pode ser aplicada em feitiços de amor - próprio ou universal. Há também quem use para atrair amor romântico, o que deve ser feito com boas intenções e nunca direcionado a uma pessoa específica, mas sim para a chegada de um amor verdadeiro.

Oxibatá

Diversos oxibatás na água, com flores ao redor.

O que é:
Também conhecida como ninfeia, folha de lótus ou lírio d’água, a Oxibatá (Nymphaea sp.) é uma planta aquática, aromática e floral. Presente em diversas culturas, como a egípcia, é a erva favorita das Iabás (orixás femininas).

Como usar:
Ela é usada para a liturgia da retirada das mãos e obrigações. Também é ingrediente em banhos e feitiços voltados à sensualidade e amor, porém sempre em consideração sobre o livre arbítrio, que é uma estrada de mão dupla. Ou seja, o que você faz certamente irá retornar. Então, sempre muita cautela com os feitiços de amor ou amarrações.

Para-raios

Folhas e frutos de para-raios.

O que é:
Para-raios, árvore do paraíso, amargoseira ou jasmim de caiena são os nomes populares da Mella azedarach L. Ela é uma planta abortiva e laxativa, devendo ser manipulada com cautela.

Como usar:
Usada principalmente para sacudimento, é preciso 9 galhos de para-raios durante o ritual, para que se possa eliminar a carga pesada do local e da pessoa. Também faz parte de iniciações e purificação para filhos de Oyá.

Pata de Vaca rosa

Flor de pata de vaca rosa.

O que é:
A árvore pata de vaca rosa (Bauhinia variegata L.) dá flores roxas muito requisitadas em projetos de urbanização. Para Iansã, se utiliza a versão rosa. Também há a pata de vaca branca, que é aproveitada para Nanã, uma orixá feminina.

Como usar:
Normalmente é usada em obrigações para Oyá, sendo ofertada em meio a outros elementos, em prato de barro, durante a liturgia. Pode ser utilizada em feitiços e banhos de amor próprio e coragem, bem como de autoestima.

Pinhão Branco

Flores e frutos de pinhão branco.

O que é:
O pinhão branco (Jatropha curcas), também conhecido como pinhão manso, purgueira, pinha de purga e jatrofa, é normalmente usado para a produção de biocombustível e não deve ser ingerido.

Como usar:
Ingrediente principalmente em sacudimentos mais pesados, ele também pode ser usado - com a devida orientação e cautela - em banhos. O banho com pinhão branco é reconhecido por atrair prosperidade e boa sorte, mas não deve ser realizado por leigos ou pessoas que não dominem suas propriedades.

Pinhão roxo

Folhas e flores de pinhão roxo.

O que é:
O pinhão roxo (Jatropha gossypiifolia), também conhecido como pinhão bravo, tem folhas verde arroxeadas, que são chamarizes da abelha arapuá. Também é utilizado para a fabricação de biodíesel e não deve ser ingerido.

Como usar:
Seu uso é exatamente o mesmo que o do pinhão branco, mas a cautela deve ser redobrada, pois é ainda mais tóxico. Em outras palavras, é melhor optar por outras plantas, caso não tenha o domínio da manipulação, que pode colocar sua saúde em risco.

Romã

Romã aberta com suas sementes à mostra.

O que é:
A romã, cujo nome científico é Punica granatum, costuma ser aproveitada como alimento e também remédio natural para afecções da boca, garganta e resfriados.

Como usar:
Mais do que atrair a fortuna e boa sorte em simpatias de ano novo, ela é uma das plantas sagradas de Iansã, tendo suas folhas usadas em banho de descarrego. Aproveite as sementes desidratadas, folhas, galhos e até cascas para fazer feitiços de prosperidade. Seu suco também pode ser usado para aumentar a sensualidade e poder.

Umbaúba

Folhas de umbaúba.

O que é:
A Umbaúba (Cecropia), também chamada de embaúba, umbaúva, embaíba ou imbaíba, é uma árvore forte e adaptável, que cresce até em solos pouco férteis. Sua madeira é capaz de pegar fogo quando friccionada, sendo utilizada também para fins medicinais.

Como usar:
Usada principalmente para rituais e banhos de descarrego e limpeza, a umbaúba é aproveitada também em liturgias, com a oferenda de seus frutos. Pode ser ingrediente em feitiços para atrair força e prosperidade.

Com as ervas de Iansã (Oyá), é possível invocar suas forças?

Em primeiro plano, ervas finas. Em segundo, homem vestindo branco, sentado na areia enquanto parece rezar.

Se você souber como fazer, pode, sim, aproveitar o campo vibratório de cada planta e seus preparos para trazer características de Iansã para sua vida. Entre elas estão a garra, coragem, prosperidade, abundância, livramento e, principalmente, proteção.

Filha de Yemanjá e Oxalá, ela já teve seu romance com Ogun - o Senhor da Guerra - e é esposa de Xangô, Senhor da Justiça. Ela é uma guerreira e lida com a passagem dos espíritos desencarnados para o próximo plano, mesmo que eles não queiram.

É representada normalmente em vestimentas vermelhas e douradas, segurando uma espada em uma das mãos e o eruexin na outra. Este é feito de crina de búfalo, com cabo de metal, búzios e contas e serve para mover os ventos, físicos ou imateriais.

Ou seja, Iansã é a Orixá perfeita caso você queira estabelecer alguma mudança na sua vida. Então, se tiver alguma das ervas de Iansã em casa, aproveite para buscar orientação e fazer um bom uso dessas poderosas ferramentas.

Autor deste artigo

Sempre à procura da resposta da vida, do universo e tudo mais (ok, 42... então da pergunta), sou redatora sênior, um tanto nerd e apaixonada pela escrita. Com graduação em Adm e Marketing, acredito na magia através das palavras, criando mundos e buscando soluções para os pequenos grandes desafios diários.

Palavras-chave relacionadas


ervas religiões rituais

Artigos relacionados


Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Ver estrelas cadentes tem inúmeros significados, e pode ser uma oportunidade de fazer pedidos se sentindo mais perto do universo. Saiba mais no artigo!


Sintomas de mediunidade: sinais, sintomas físicos, como desenvolver e mais!

Sintomas de mediunidade: sinais, sintomas físicos, como desenvolver e mais!

A mediunidade é um assunto fascinante que desperta diferentes sentimentos nas pessoas. Aprenda sobre seus segredos neste artigo e saiba se você é um médium!


Os símbolos do budismo: Significado, ensinamentos, origem e mais!

Os símbolos do budismo: Significado, ensinamentos, origem e mais!

Constituindo a mente, os símbolos budistas caracterizam o iluminar das ideias e todas as manifestações divinas. Saiba mais!


Pomba Gira Maria Quiteria: características, trabalho, oferenda e mais!

Pomba Gira Maria Quiteria: características, trabalho, oferenda e mais!

Maria Quitéria é uma das pombas-gira mais famosas na umbanda e no candomblé. Leia esse artigo para saber mais sobre essa entidade!


Exu Tata Caveira: história, características dos filhos, ponto e mais!

Exu Tata Caveira: história, características dos filhos, ponto e mais!

Longe de ser uma entidade maléfica, o Exu Tata Caveira é um ser de alma caridosa que carrega uma história de batalha e luta. Saiba mais aqui!


Últimos posts


O que significa sonhar com bingo? Cartela, números, jogando e mais!

O que significa sonhar com bingo? Cartela, números, jogando e mais!

Sonhar com bingo traz revelações importantes, principalmente sobre sua vida financeira e profissional. Leia o artigo completo para saber mais!


Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Se você está procurando um grande amor, não perca tempo e faça uma oração. Leia o artigo e confira o que é preciso para encontrar a sua alma gêmea!


Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda é a fase mais grave do transtorno psicológico, mas tem tratamento e o paciente precisa de apoio. Saiba mais aqui!


Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Descobriu que o Cavalo é o seu signo do horóscopo chinês? Leia o artigo e confira quais são as suas características segundo a astrologia oriental!


Sonhar com chiqueiro: cheio de porcos, vazio, alagado, com lama e mais!

Sonhar com chiqueiro: cheio de porcos, vazio, alagado, com lama e mais!

Neste artigo, descobriremos o que significa sonhar com chiqueiro. Vamos conhecer diversas variações desse sonho e compreender como eles são, na verdade, avisos.