Espíritos zombeteiros: significado, sintomas, como afastar e mais!

Espíritos zombeteiros: significado, sintomas, como afastar e mais!

Conheça o espírito zombeteiro, entidade desencarnada que se compraz em perseguir e incomodar outros seres, e aprenda como evitar a sua ação nociva!


O que são espíritos zombeteiros?

Espírito em frente a escada

Existem na terra as pessoas de caráter e atitudes inconsequentes, que levam a vida na brincadeira, mas sem intenção de provocar dano a ninguém. Pois bem, essas pessoas ao deixarem este mundo irão para o grupo dos espíritos zombeteiros. Isso acontece porque a morte não torna um homem santo ou demônio, pois ele continua com as mesmas virtudes e defeitos de quando estava encarnado.

Entretanto, assim como quando estavam encarnados, eles acabam causando algumas inconveniências e até mesmo algum tipo de dano. Os espíritos zombeteiros estão em uma categoria intermediária, pois se não desejam fazer o mau, também não se ocupam com o bem e nem procuram se melhorar.

Os espíritos zombeteiros são limitados em suas capacidades, precisando de uma sintonia de vibração com aqueles a quem pretendem incomodar. São espíritos que ao desencanarem, permanecem próximos ao seu antigo círculo de relações para continuar com as suas artimanhas.

Significado de espíritos zombeteiros

Imagem de figura com mãos para frente como um espírito

Os espíritos zombeteiros são os mesmos homens e mulheres que quando encarnados se recusavam a assumir as responsabilidades da vida. Embora não haja intenção maligna em seus atos, a presença de um ou mais deles em um ambiente pode se tornar muito inconveniente. Continue lendo e entenda tudo sobre os espíritos zombeteiros.

O que são Quiumbas

Os quiumbas são na Umbanda o equivalente aos espíritos zombeteiros no espiritismo kardecista, mas não se limitam apenas em passar sustos ou atos inconsequentes. Com efeito, os quiumbas são entidades que se aliam em falanges que se negam a entrar no caminho da luz, permanecendo em um estado vibracional inferior, e podem também fazer o mau.

Um quiumba tem algum domínio energético sobre a matéria e consegue moldar objetos pela força da vontade, sendo também dominado por outro mais forte que ele e induzido na prática do mau.

A atividade dos quiumbas é monitorada pela espiritualidade superior que permite a sua atuação quando a pessoa a ser atingida necessita passar por uma prova ou expiação. Assim, mesmo sem saber, os quiumbas cumprem uma missão como uma das forças da natureza.

Faixas vibratórias

Tudo no universo tem vida e tudo que tem vida vibra em uma frequência determinada. Assim, os átomos vibram mesmo em suas divisões como os prótons e elétrons, e os pensamentos e sentimentos também têm a sua faixa vibratória. Assim, uma faixa vibratória vai reunir todos os seres e coisas que possam vibrar em um mesmo intervalo de frequência.

Partindo desse princípio, os espíritos se agrupam em função de uma vibração semelhante, que se forma pela similaridade de sentimentos, pensamentos e emoções, e o conjunto desses fatores irá influenciar na personalidade e no caráter do espírito, quer esteja encarnado ou não.

Pessoas de quem se aproximam

Uma lei esotérica afirma que tudo que há em cima é como o que há embaixo. Assim, como entre os encarnados as pessoas excessivamente brincalhonas e irresponsáveis não se encaixam em um ambiente de pessoas sérias, da mesma maneira ocorre no mundo espiritual.

Por isso, os espíritos zombeteiros só podem atuar em ambientes cuja faixa vibratória lhe seja propícia e semelhante. Embora eles possam manipular algumas formas no mundo espiritual, a sua atuação no mundo material depende de se ligar as energias das pessoas que serão os seus alvos. Logo, eles só podem se aproximar de pessoas que de alguma maneira permitem essa aproximação.

Diferença entre zombeteiro e obsessor

De acordo com a doutrina espírita kardecista existe não apenas uma escala espírita, mas essa escala funciona como uma hierarquia, onde os espíritos que estão acima tem autoridade sobre os que estão abaixo na escala. Os espíritos zombeteiros, bem como os obsessores estão ambos fora da faixa de luz, mas existem entre eles algumas diferenças bem nítidas.

Os espíritos zombeteiros não têm um instinto maligno, sendo a sua intenção provocar confusão entre os encarnados, mas apenas como diversão. Por outro lado, os espíritos obsessores agem com premeditação e planejamento do ato, geralmente motivados por ódio ou vingança pela vítima, que na maioria das vezes mantinha alguma relação com o seu obsessor.

Como atuam os zombeteiros

A atuação dos espíritos zombeteiros se limita a atos não intencionalmente danosos, embora possam causar transtornos consideráveis na vida da pessoa que se torna o seu alvo. É importante entender essa diferença para melhor lidar com eles. A intenção premeditada em fazer o mau pertence aos maus espíritos e aos espíritos obsessores, que estão em outro nível na hierarquia espiritual.

Apenas pessoas com algum nível de mediunidade conseguem perceber a ação desses espíritos e identificá-los. A maioria das pessoas entende suas ações como acidentes, esquecimentos ou acaso. Eles conseguem esconder objetos, derrubá-los, causar barulhos inexplicáveis. Além disso, gostam de fingir que são outras pessoas para que possam dar conselhos errados, e se divertem com isso.

A gravidade desse fingimento

Uma das formas de ataque dos espíritos zombeteiros é fingir que são espíritos de uma hierarquia mais alta, para assim facilitar o contato com os encarnados. Quando são aceitos em sua falsa personalidade se torna mais difícil se livrar deles depois.

Essa relação pode fazer com que a pessoa apresente sinais de mudança de comportamento, já que está sendo influenciado nesse sentido. Além disso, depois de feita a ligação, começam as brincadeiras de mau gosto que podem incluir muitas informações falsas passadas à vítima.

Sintomas de espíritos zombeteiros

Mulher sentada no chão chorando

Os espíritos zombeteiros podem agir diretamente na matéria para assustar as suas vítimas, mas também de modo indireto por meio de influências psíquicas em que tentam expor a vítima ao ridículo. Veja nos próximos alguns sinais que podem indicar a ação desses espíritos.

Aumento de negatividade

Os espíritos agem sobre os encarnados por meio de sintonia energética, ou seja, para incomodar alguém é preciso que a vítima de algum modo aceite e participe, ainda que de forma inconsciente, sem saber que está sofrendo uma influência externa. Tudo acontece na área do pensamento, onde os pensamentos da vítima são alterados pela sugestão do espírito.

Com a progressão da relação o espírito vai ganhando força e poder sobre a vítima, que sente os efeitos e atribuí a outras coisas, sem imaginar que está sofrendo uma interferência que o leva a expor o seu lado negativo, que muitas vezes ele mesmo nem sabia que tinha.

Vontade de zombar

A interferência dos espíritos zombeteiros na vida de seu alvo pode acontecer de muitas formas diferentes, uma vez que eles podem tanto manipular a matéria quanto fazer sugestões mentais. No caso da influência mental, o fato pode acontecer de forma lenta e progressiva para que a vítima não perceba.

Assim, sem se dá conta a vítima vai aceitando as ideias do espírito como se dela fossem alterando o seu comportamento e sentindo vontades estranhas como zombar de outras pessoas, por exemplo. A diversão do espírito consiste em expor a vítima ao ridículo e a vergonha.

Perda de controle facilmente

As principais vítimas dos ataques dos espíritos zombeteiros são pessoas de mente fraca, que são mais fáceis de influenciar. Além disso, essas pessoas têm uma moral no mesmo nível do espírito, pois somente nessas condições ele pode ter êxito em suas investidas nocivas.

Uma pessoa que esteja sendo alvo de um espírito vai assimilando as suas sugestões, que são passadas de modo que a pessoa não perceba a influência que, no entanto, começa a modificar o modo de ser da vítima provocando inclusive um descontrole emocional por causa de bobagens.

Problemas físicos e mentais

A continuidade da relação entre o espírito zombeteiro e o se alvo pode minar a capacidade de reação da pessoa, que embora de vez em quando se surpreenda fazendo coisas fora do seu comum, não relaciona esses acontecimentos com uma influência externa.

A reação da vítima aos ataques do espírito podem se manifestar por meio de problemas de ordem físicas e mentais, na medida em que a sua percepção registra os erros que comete, mesmo sem entender porque o faz. Estas contradições, bem com as repreensões de que passa a ser alvo por parte de outras pessoas geram uma confusão mental que pode progredir para problemas mais graves.

Mover objetos

O espírito tem muitas faculdades quando desencarnado, uma vez que está livre das limitações impostas pela matéria pesada do corpo físico. Aliás, a mesma matéria pesada se torna leve para um espírito que domine volitação, levitação e transposição de objetos físicos entre dimensões.

Assim, tudo que o espírito precisa é de uma pessoa que sintonize a mesma faixa mental, cedendo energia para que o espírito possa promover efeitos físicos como fazer alguém ouvir vozes, deslocamentos de objetos, aparições e outros fatos que se tornam inexplicáveis à razão comum.

Disfarçados de outras entidades

A capacidade de indução do espírito se relaciona com o grau de resistência da vítima, bem como com uma boa combinação de energias entre ambos. Assim, o espírito pode escolher uma linha de pensamento ou de imagens que causem forte impressão na vítima, facilitando dessa forma a comunicação.

Entretanto, nessas comunicações o espírito pode disfarçar tanto as ideias quanto as formas, divertindo se com o sucesso que as suas atuações conseguem entre os homens que ignoram a sua existência, ou se sabem, não é o suficiente para esboçar uma reação adequada.

Como afastar espíritos zombeteiros

Espírito flutuando

Os espíritos estão sujeito as leis de hierarquia, o que impede que um de nível inferior possa causar mal para um espírito que lhe é superior. O conhecimento da lei de hierarquia pode ser usado para afastar as entidades, mas existem outros meios como você verá em seguida.

Fazer um acordo

Algumas tradições espiritualistas praticam o acordo como uma possível solução para afastar a influência de uma entidade sobre um encarnado, mas a eficiência desse método é duvidosa. Em primeiro lugar porque não é sensato confiar em quem age disfarçado para enganar.

Além disso, o acordo pode dar uma sensação de poder ao espírito, deixando-o inspirado para novas e mais fortes investidas, já que a sua natureza não muda apenas em função do acordo. Se não incomodar um vai agir contra outro, até evolua e compreenda melhor a sua posição espiritual.

Parar com vícios

Os vícios são portas abertas para a ação de espíritos inferiores, que motivados por diferentes causas, permanecem na esfera terrestre interagindo com os encarnados tendo ou não a consciência de que deixaram o corpo físico. Os espíritos zombeteiros se utilizam dos vícios para dominar a sua vítima.

Os espíritos absorvem a energia existente nos ambientes de atmosfera densa e tensa e dessa forma vão ficando mais fortes em relação às vítimas. Logo, o abandono de qualquer vício é um caminho que vai possibilitar conhecer outros, que juntos levarão à liberdade da influência do espírito zombeteiro.

Manter pensamentos elevados

Os espíritos são seres que vibram e as vibrações variam em função da qualidade, da pureza dos pensamentos, que também revelam em que grau aproximado de evolução o espírito se encontra. Assim, a relação entre os seres se estabelece pela comunhão dos mesmos tipos de pensamentos e energias.

Nesse sentido, o homem deve se esforçar pela sua evolução moral através da caridade e do amor ao próximo. Essas atividades manterão os pensamentos elevados para o bem, formando uma barreira que espíritos inferiores não podem ultrapassar. Ao mesmo tempo, é possível trabalhar na reeducação dos que se mostrarem prontos para isso.

Acender uma vela

Os espíritos são seres pensantes que se sentem livres quando desencarnados, aumentado a sua capacidade de raciocínio. Acender uma vela pode ser uma solução para alguns casos de manifestação espiritual, mas de pouca eficiência no caso de espíritos zombeteiros, senão quando entram como uma prova de fé em Deus que atrai a espiritualidade superior, modificando a energia do ambiente.

Com efeito, as entidades zombeteiras dão pouca importância às demonstrações religiosas, que costumam ser usadas como alvo das gozações delas. A maneira mais certa de evitar essas entidades é a aquisição de virtudes, assim como a elevação moral, que juntas promovam uma autoridade hierárquica sobre o espírito.

Muita oração e compaixão

O sentimento de irmandade que existe em um espírito de ordem superior o deixa livre de qualquer entidade abaixo de sua posição na hierarquia espírita. Assim, um espírito prova superioridade moral ao entender a situação de seu irmão, desenvolvendo a compaixão e a vontade de ajudar.

Nesse sentido, uma oração feita de um coração sincero que se junta com outras e outras, formam uma corrente de energia que pode induzir o espírito problemático a reconhecer os erros e tomar um novo rumo. Esse deve ser o objetivo mínimo para se conseguir com a prece.

Os espíritos zombeteiros são perigosos?

Espírito em cômodo sendo iluminado por luz vinda da janela

Espírito zombeteiro é um termo que a doutrina espírita criou para designar um grupo de espíritos que agem em grupo ou não, tendo o objetivo de pregar sustos, trotes e outras formas de importunação. Assim, embora esses espíritos não sejam intencionalmente perigosos, eles são potencialmente perigosos.

O conhecimento da doutrina ensina os modos de se obter supremacia sobre essas entidades, inclusive com medidas que visem trazer o espírito para um novo sistema, ensinando-lhe as leis morais com a sua sublime justiça, não por meio de palavras, mas de exemplos, como assim fez o Cristo.

Os espíritos zombeteiros só representam perigo para aqueles que mesmo no íntimo, às vezes sem perceber, trazem uma energia que favorece a ação dessas entidades. Logo, os que caminham com uma consciência limpa e um coração tranquilo são imunes aos ataques, procurando contribuir para a evolução do irmão, que também é um sofredor.

Autor deste artigo

Escritor, cordelista, redator freelancer. Meu trabalho é escrever, mas meu passatempo é ler. Leio principalmente sobre temas ligados ao transcendental. Ufologia, espiritualidade, filosofia, misticismo, astronomia. Apesar de 24 horas acabar logo, às vezes consigo jogar uma partida de xadrez, ou assistir um bom filme.

Palavras-chave relacionadas


religiões

Artigos relacionados


Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Conhecido por ser um grande guerreiro, o Caboclo Sete Flechas quebra qualquer demanda e ensina de forma branda e serena. Confira!


Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Você conhece o Anjo Miguel? Conheça a história, significado, oração e muito mais sobre esse poderoso Arcanjo e como pode trazer auxílio em sua vida.


Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

O banho de Exu é uma forma poderosa e eficaz para abertura de caminhos, limpar o campo energético, entre outros exemplos. Leia esse artigo e saiba mais!


Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Ver estrelas cadentes tem inúmeros significados, e pode ser uma oportunidade de fazer pedidos se sentindo mais perto do universo. Saiba mais no artigo!


Sintomas de mediunidade: sinais, sintomas físicos, como desenvolver e mais!

Sintomas de mediunidade: sinais, sintomas físicos, como desenvolver e mais!

A mediunidade é um assunto fascinante que desperta diferentes sentimentos nas pessoas. Aprenda sobre seus segredos neste artigo e saiba se você é um médium!


Últimos posts


Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lentes de contato denotam má sorte? Descubra tudo sobre esse sonho e seus significados nesse atigo!


Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Os Salmos da Bíblia cristã são um convite a expressar a fé e pedidos genuínos, aliados a um profundo senso de gratidão a Deus. Conheça mais sobre esses textos!


Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Conhecido por ser um grande guerreiro, o Caboclo Sete Flechas quebra qualquer demanda e ensina de forma branda e serena. Confira!


Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Você conhece o Anjo Miguel? Conheça a história, significado, oração e muito mais sobre esse poderoso Arcanjo e como pode trazer auxílio em sua vida.


Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Santa Maria Madalena é a padroeira de todos os pecadores arrependidos, das mulheres e das mães solteiras. Confira aqui como pedir a sua intercessão!