Óleo essencial para a ansiedade funciona? Benefícios, tipos e mais!

Óleo essencial para a ansiedade funciona? Benefícios, tipos e mais!

Tem curiosidade sobre aromaterapia no combate à ansiedade? Confira os tipos de óleos essenciais, seus benefícios e muito mais!


Terapia com óleo essencial pode reduzir ansiedade?

Óleos essenciais com plantas ao redor

Conhecidos e usados por milênios, os óleos essenciais possuem diversas propriedades medicinais. Através da liberação de partículas presentes em plantas aromáticas, os óleos essenciais combatem com eficácia não somente os efeitos da ansiedade, mas também as suas causas.

Nos tempos atuais, temos um cenário de aumento exponencial do número de pessoas que sofrem de ansiedade, sendo considerado o grande mal do século. Em muitos casos a ansiedade se torna uma patologia, fazendo-se necessário o uso de medicação de uso controlado.

A utilização da terapia com óleos essenciais é uma abordagem alternativa no combate à ansiedade com a grande vantagem de ser totalmente natural e sem efeito colateral algum.

Acompanhe neste artigo quais são os princípios da aromaterapia e as noções básicas sobre os óleos essenciais. Além disso, veremos mais detalhes sobre 17 diferentes tipos de óleos específicos ao combate da ansiedade, assim como as diferentes formas de usá-los. Abordaremos também as dúvidas mais comuns sobre esta terapia e se ela realmente funciona contra a ansiedade.

Princípios da aromaterapia

Óleo essencial sendo utilizado em difusor

Para entender como funciona esta técnica, que é considerada uma medicina alternativa, devemos ter em mente que ela parte do princípio de que as plantas possuem poder medicinal.

É irrefutável que os aromas, sejam eles vindos dos óleos essenciais ou não, causam bem estar físico e mental aos seres humanos. Somos seres sensoriais e o olfato está intimamente ligado às emoções e lembranças.

Veja a seguir o que é aromaterapia e quais os benefícios que ela traz. Iremos detalhar também a relação da aromaterapia com a ansiedade.

O que é a aromaterapia?

Trata-se da técnica da utilização de aromas específicos em tratamentos contra diversos tipos de males que infligem o ser humano. A aromaterapia deve ser conduzida por um profissional que entenda sobre os diferentes tipos de óleos essenciais, pois, se usada de forma incorreta, podem causar alergias e irritações de pele.

Especula-se que aromaterapia se iniciou com a queima de madeira e folhas de plantas aromáticas, e seu registro mais antigo remonta à região da Suméria (atual Iraque) há mais de 3 mil anos.

Acredita-se que sua origem tenha sido bem mais antiga que seus primeiros registros, sendo utilizada por tribos na pré-história.

Quais os benefícios da aromaterapia?

Os benefícios da aromaterapia são diretamente proporcionais à quantidade de plantas e ervas aromáticas existentes, ou seja, são muitos. Sua utilização ajuda no alívio de dores, diminuição do estresse e no alívio de tensões musculares, por exemplo.

Quanto aos benefícios que a aromaterapia traz para o cérebro, os óleos essenciais, através do olfato, são capazes de estimular o sistema límbico. Nele encontramos estruturas importantes como o hipotálamo e o hipocampo, que são relacionados às nossas emoções e comportamentos sociais.

Além disso, a aromaterapia é um importante meio de melhoria do humor e diminuição ou até mesmo a erradicação da ansiedade. Estudos também comprovam a eficácia de alguns óleos essenciais no combate à vírus, bactérias e fungos.

Aromaterapia e ansiedade

A ansiedade em si é atribuída a uma série de fatores que somados levam a este mal. A aromaterapia vem de encontro a amenização destes fatores resultando assim na diminuição da ansiedade.

Além disso, as propriedades químicas naturais de certas plantas atuam como reguladores de hormônios ligados ao estresse e ao nervosismo, combatendo, assim, a raiz de vários quadros de ansiedade.

Seja utilizada em suas mais variadas formas, a aromaterapia proporciona relaxamento físico e mental, diminuindo tensões e sentimentos negativos que levam à ansiedade e sem os efeitos colaterais que algumas medicações de uso controlado possuem.

Noções básicas sobre óleos essenciais

Frasco de óleo essencial de lavanda

Para a utilização correta dos óleos essenciais, aproveitando, assim, todos os seus benefícios, é necessário um correto entendimento sobre eles. Veremos a seguir o que realmente são os óleos essenciais e de que forma utilizá-los.

Outro aspecto importante que iremos ver neste artigo é a importância quanto à qualidade destes óleos e onde comprá-los.

O que são os óleos essenciais?

Encontrados em flores, cascas, caules, raízes, frutos e demais partes de um vegetal, os óleos essenciais são composições químicas e aromáticas encontradas naturalmente nas plantas.

Possuem aromas fortes e agradáveis sendo responsáveis por dar características distintas para cada tipo de planta. Além de serem usados na aromaterapia também tem seu uso empregado na fabricação de alimentos e tratamentos para a pele. Da mesma forma exercem papel importante no reino vegetal quanto à polinização.

A forma a qual se extraí um óleo essencial é muito importante assim como a época do ano e o clima do lugar onde se cultiva determinada espécie. Estes fatores implicam na qualidade e consequentemente na eficácia de cada óleo essencial.

Como utilizar os óleos essenciais?

O primeiro passo para utilização dos óleos essenciais é entender o motivo do uso para escolha de um ou mais tipos de óleos. Cada planta possui em seu óleo essencial propriedades distintas voltadas para determinados fins, e a escolha e a utilização deve ser feita com atenção e com auxílio de um profissional.

Na aromaterapia, o meio mais comum de uso dos óleos essenciais é através da inalação direta ou em formas de difusores e aromatizadores de ambientes.

Além da aplicação na aromaterapia, podem também ser utilizados em massagens, geralmente diluídos em outro óleo neutro e de boa qualidade e em compressas, ou até durantes banhos. É também realizada a aplicação direta, porém com cautela e dosagem correta, pois os óleos geralmente são bastante fortes.

Outra forma de utilização é a inclusão de óleos em sabonetes e outros tipos de produtos de beleza, ou até mesmo a ingestão desses óleos. Ressaltamos que qualquer forma de utilização deve ser sob a orientação de um profissional que entenda a fundo sobre os óleos, levando-se em consideração cada caso específico, quanto a alergias, por exemplo.

Onde comprar óleos essenciais?

A qualidade implica muito sobre a eficácia dos óleos essenciais. Para comprar óleos de boa qualidade e com processos de extração corretos, procure a indicação de um profissional da área da aromaterapia.

Existem sites onde você pode comprar óleos de extrema qualidade vindos do exterior. Lembrando que os preços destes produtos podem não ser atrativos, pois os processos de extração são complexos e muitas vezes demorados. Mas você provavelmente utilizará em pequenas quantidades, aumentando a durabilidade dos óleos, o que compensa o preço.

17 óleos essenciais para ansiedade

Frascos de óleos essenciais com plantas

Dentre os milhares de tipos diferentes de óleos essenciais, existem aqueles que se destacam especificamente para o tratamento da ansiedade, desde as suas causas até os seus efeitos.

Elencamos 17 óleos essenciais para a ansiedade, desde os mais populares, como o óleo essencial de lavanda, de Ylang ylang, Patchouli e Camomila, até os tipos menos conhecidos, como o óleo essencial de Vetiver. Confira como cada um deles possui diferentes propriedades químicas que atuam de diferentes formas no combate à ansiedade.

Lavanda

O óleo essencial de lavanda é amplamente utilizado tanto na aromaterapia quanto na fabricação dos mais diferentes tipos de produtos cosméticos e de higiene pessoal.

Em sua composição existem agentes químicos como o limoneno, acetato, mirceno, linalol e linalila, eficazes para diminuição da insônia e da ansiedade, possuindo propriedades calmantes e sedativas.

Vetiver

O vetiver é uma planta da mesma família do capim limão e da erva cidreira. Seu óleo essencial é extraído a partir de sua raiz e possui aroma terroso, sendo utilizado na composição de perfumes masculinos.

O óleo essencial de vetiver é indicado e usado como amenizador da fadiga mental, uma das causas primárias da ansiedade. Suas propriedades auxiliam na concentração e na melhoria do foco mental.

Bergamota ou Tangerina

O óleo essencial de bergamota ou tangerina é conhecido por suas propriedades energizantes e revigorantes, muito importantes no combate à depressão. Ele age com um estimulante do sistema endócrino (relacionado ao metabolismo), gerando melhoria da produção hormonal.

Este fato é ligado diretamente ao combate à ansiedade, pois desequilíbrios hormonais são causas frequentes de sintomas desse transtorno.

Ylang Ylang

De aroma adocicado e marcante, o óleo essencial é muito usado na indústria de perfumes, sendo um dos componentes principais do famoso perfume Channel nº 5.

Este óleo essencial desta planta de origem asiática atua diretamente na melhoria do humor, aspecto importante quando se trata de ansiedade.

O óleo essencial de Ylang Ylang atua também na redução da pressão arterial, regulação da frequência cardíaca e estimula produção de óleos no couro cabeludo e pele.

Camomila Romana

Possui um aroma muito similar à maçã e é muito utilizado para clareamento de cabelos e em perfumes e shampoos.

O óleo essencial de Camomila Romana possui fortes efeitos sedativos e calmantes, ajudando a amenizar a insônia, o nervosismo e a ansiedade. Também possui propriedades antiinflamatórias e analgésicas, sendo também utilizado em ferimentos e em processos de recuperação cirúrgica.

Olíbano

O Olíbano, planta do gênero das Boswellia, originalmente era usado como incenso e seu óleo essencial é extraído da resina da árvore.

O óleo essencial de Olíbano também ativa áreas límbicas do cérebro atuando contra a dor, a depressão e a ansiedade. É muito utilizado para silenciar a mente durante práticas de meditação, possuindo um aroma quente e confortante.

Rosa

Quanto ao combate à ansiedade, o óleo essencial de rosa tem a capacidade de auxiliar na melhoria do humor, o que por si só já é um fator positivo para o bem estar geral.

Este óleo essencial tem um poder relaxante, sendo inclusive eficaz para diminuição da ansiedade em mulheres grávidas durante o trabalho de parto.

nc src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js?client=ca-pub-7588185812975826" crossorigin="anonymous">

Alfazema

A alfazema é um tipo de lavanda que se difere pelo cheiro mais acentuado de cânfora. Relacionado ao combate à ansiedade, o óleo essencial demonstrou eficácia comprovada na diminuição do hormônio ligado ao estresse, o cortisol.

É eficaz em amenizar síndromes do pânico e irritações, sendo assim um importante aliado à luta contra a ansiedade. Além disso, é um ótimo auxiliar contra a insônia, sendo, inclusive, usado para perfumar travesseiros e roupas de cama.

Nardo

Na aromaterapia, o óleo essencial de Nardo é utilizado contra variações de humor e como antidepressivo. Provoca tranquilidade, sendo atribuído a estados profundos de paz de espírito.

Como é extraído em regiões remotas da cadeia de montanhas do Himalaia, o óleo essencial de Nardo possui um valor de mercado alto.

Patchouli

Seu aroma é bastante característico e reconhecido facilmente, tendo um tom amadeirado e forte. O óleo essencial de Patchouli funciona como regulador de humor e antidepressivo, estimulando a produção de serotonina e dopamina, hormônios relacionados ao prazer. Desta forma, é bastante utilizado pela aromaterapia no combate ao estresse, além de ser também um famoso afrodisíaco.

Jasmim

Para o combate à ansiedade, o óleo essencial de Jasmim atua como potente equilibrador emocional, proporcionando ação calmante e antidepressiva. Pode ser também utilizado como estimulante, pois é relacionado ao aumento de otimismo e sentimentos positivos em geral.

Também possui propriedades afrodisíacas que também se correlacionam com combate aos efeitos da ansiedade.

Manjericão santo

O óleo essencial de Manjericão santo atua como um regulador das glândulas suprarrenais, pequenas glândulas localizadas acima dos rins e que são diretamente ligadas à produção de hormônios relacionados ao estresse, como a adrenalina e o cortisol.

Desta forma, o uso do Manjericão santo diminui o estresse, o nervosismo e a irritação, promovendo maior foco mental e bem estar geral. O uso desta planta na aromaterapia também provoca aumento do poder de concentração e foco cerebral.

Manjericão doce

O manjericão doce é muito comum no Brasil e bastante utilizado como condimento na cozinha do estado de Santa Catarina. É considerado um poderoso antiinflamatório, é também usado no combate a espasmos e contra cólicas intestinais e menstruais.

Quanto ao combate à ansiedade, o óleo essencial de manjericão doce atua como tonificador do sistema nervoso, aumentando o foco e a clareza de raciocínio.

Salvia esclareia

É conhecida desde a antiguidade, sendo utilizada de forma medicinal pelos gregos e egípcios, que tinham nesta planta um remédio para fertilidade.

O óleo essencial de Sálvia esclareia possui baixa toxicidade em relação ao da sálvia comum, sendo assim bastante utilizado na aromaterapia. É considerado de efeito antidepressivo e muito indicado para melhoria do sono, pois relaxa o corpo e a mente.

Gerânio

O gerânio, planta originária da África do Sul, tem propriedades antissépticas, bactericidas, adstringentes e antioxidantes.

É utilizada na forma de óleo essencial na aromaterapia no combate à ansiedade possui tem efeito calmante e redutor da depressão. Além disso, o óleo essencial de Gerânio atua como redutor do estresse, uma das grandes raízes da ansiedade.

Erva cidreira

A erva cidreira possui um efeito calmante que ajuda na melhoria do humor, reduzindo o estresse e aumentando o bem estar físico e mental.

O óleo essencial dessa planta possui ação antibacteriana eficaz contra a pneumonia e infecções de pele. Atua também no controle da pressão alta, consequência comum do estresse e da ansiedade.

Laranja doce

Quanto ao uso no combate à ansiedade e seus sintomas, o óleo essencial de laranja atua como regulador de hormônios relacionados ao estresse, além de ser um revitalizante cerebral. Outro aspecto interessante é a eficácia em pacientes com transtorno de estresse pós-traumático.

Diferentes formas de utilizar os óleos essenciais para ansiedade

Difusor de óleos essenciais ao lado de flor branca

Devido ao grande número de benefícios dos óleos essenciais em geral, várias formas de utilização são encontradas. Elas se relacionam ao objetivo do uso destes óleos e aos males do corpo e da mente que se pretende curar ou amenizar, ou pela facilidade que determinada forma de utilização proporciona.

Acompanhe como se dá o uso dos óleos essenciais no banho e com a utilização de difusor ou aromatizador de ambientes. Veja também de que forma se usa em difusores pessoais, na roupa de cama e sob a forma de creme corporal.

Banho

O uso dos óleos essenciais durante o banho é uma prática comum e permite além da inalação, a absorção dos mesmos pela pele. Desta forma, são aproveitados também os benefícios cosméticos e as demais particularidades que os óleos possuem em relação à epiderme.

Se o banho for de imersão em banheiras ou ofurôs, o recomendado é usar de 15 a 20 gotas do óleo e também uma colher de algum óleo carreador (óleo vegetal usado para diluir o óleo essencial e evitar irritação na pele) além de leite em pó ou mel, para que ele se misture de forma homogênea na água.

Se o banho for de ducha ou chuveiro, o recomentado é usar uma bucha com algumas gotas do óleo e então esfregar no corpo todo. Desta forma, facilita-se a absorção pela corrente sanguínea. Após este processo, enxague com água com uma menor temperatura.

Difusor, aromatizador de ambientes

De uso simples, os difusores são a forma mais popular de uso dos óleos essenciais na aromaterapia. Se for à vela, deve-se misturar água com 10 gotas do óleo essencial na parte superior do difusor.

O aquecimento da mistura da água com o óleo pela chama da vela libera de forma gradual o aroma por todo o ambiente, mas não é recomendada a utilização durante o sono.

Existem também os difusores elétricos que são ainda mais fáceis de utilizar, pois são menos arriscados (sem fogo) e já determinam a quantidade de gotas de óleo a serem utilizadas.

Difusor pessoal

É outra forma simples e rápida de utilizar a aromaterapia. Geralmente, os difusores pessoais são encontrados em forma de pingentes, pulseiras ou braceletes que possuem algodão ou feltro em seu interior.

Aplica-se então o óleo essencial dentro deste compartimento com feltro ou algodão, e o aroma é liberado de forma lenta durante boa parte do dia.

Na roupa de cama

A utilização de óleos essenciais em roupas de cama é uma excelente forma de utilização de óleos que auxiliam o sono, por exemplo.

Pode-se diluir água e óleo essencial em um borrifador, e então aplicar sobre o lençol e fronha alguns minutos antes de dormir. Também pode ser aplicada a mistura de água com óleo essencial quando for secar a roupa em secadores.

Como o óleo essencial é forte e marcante, o aroma pode permanecer por dias nas roupas de cama. Outra forma de utilização é guardar as roupas de cama com sachês ou algodão com gotas do óleo essencial.

Creme corporal

Se o objetivo é usar os óleos na pele, vale ressaltar que eles são fortes, e por isso podem causar intensas irritações cutâneas. Recomenda-se misturar com algum outro tipo de creme neutro ou óleo carreador, e assim espalhar por toda a pele, massageando-a para uma melhor absorção.

Podem ser utilizados como cremes para o corpo todo e também como máscaras faciais para tratamentos cosméticos. É importante saber ao certo qual tipo de óleo essencial é mais indicado para cada área do corpo antes da utilização.

Dúvidas frequentes sobre o uso de óleos essenciais para ansiedade

Óleos essenciais com plantas ao redor e frasco de remédio no meio

Pela ampla variedade de tipos de óleos essenciais e seus usos específicos, é comum surgirem dúvidas. Em relação ao combate à ansiedade, deve-se ter cautela e jamais interromper tratamentos médicos caso esteja realizando algum.

Acompanhe a seguir se qualquer pessoa pode fazer uso da aromaterapia na redução da ansiedade e qual a frequência que é indicada a utilização dos óleos essenciais.

Qualquer pessoa pode fazer uso da aromaterapia para reduzir ansiedade?

Seja de qual forma for a utilização da aromaterapia, deve-se, antes de tudo, consultar um profissional da área. O aromaterapeuta irá indicar qual tipo de óleo essencial é o mais indicado, assim como a forma que se dará seu uso.

É muito importante ressaltar que deve-se ter muito cuidado em relação a alergias, pois estes óleos são concentrados fortes de plantas que, por mais que sejam benéficos, podem desencadear fortes reações alérgicas.

Outro aspecto que se deve levar em conta é se a pessoa faz uso de alguma medicação ansiolítica e se ela irá ter alguma interação com o uso de algum óleo essencial.

Qual a frequência indicada para o uso de óleos essenciais para ansiedade?

A frequência indicada para o uso dos óleos essenciais para a ansiedade pode variar de acordo com os sintomas de ansiedade que a pessoa possui.

Por mais que sejam de origem natural, estes óleos são componentes químicos encontrados em plantas, e, portanto, é preciso ter cautela quanto a forma e a frequência de uso.

Para tratamentos de problemas de ansiedade que atrapalham o sono, por exemplo, são indicados usos diários em forma de difusores ou na roupa de cama.

Se você passa por problemas relacionados à ansiedade, o mais indicado é procurar um profissional de aromaterapia que indicará não só a frequência de uso dos óleos essenciais, mas também quais essências são as mais indicadas além da forma de utilização.

Os óleos essenciais para ansiedade funcionam de verdade?

Óleos essenciais em mesa com plantas ao fundo

Encontramos na aromaterapia uma forma natural e bastante segura de aproveitar as propriedades medicinais que as plantas possuem.

Seja qual for a forma de utilização os óleos essenciais já são usados em práticas milenares de diversas culturas e seus benefícios são, inclusive, reconhecidos pela ciência tradicional moderna.

No tratamento da ansiedade, mostra-se muito eficaz, pois as partículas encontradas nestes óleos essenciais de fato ativam regiões cerebrais diretamente ligadas às sensações de prazer e felicidade, além de serem formas de se evitar ou diminuir os ansiolíticos de uso controlado.

Glândulas responsáveis por produção de hormônios relacionados ao estresse são influenciadas positivamente pelas substancias destes vegetais, e o simples fato de sentir um aroma natural e agradável já é fator positivo para promover bem estar físico e mental.

O uso dos óleos essenciais deve ser feito com cautela principalmente sobre possíveis reações alérgicas, mas de fato realmente funcionam contra a ansiedade, sendo aliados importantes na luta deste grande mal que afeta a humanidade.

Autor deste artigo

Jornalista, aviador e extasiado pelos estudos dos mistérios do universo e suas implicações na existência humana!

Palavras-chave relacionadas


aromaterapia

Artigos relacionados


Perfume do boto: O que é? Para que serve? Como usar? Cuidados e mais!

Perfume do boto: O que é? Para que serve? Como usar? Cuidados e mais!

Quer atrair a pessoa amada e não sabe como? Temos a solução para você! Entre aqui e saiba tudo sobre o perfume do boto!


Óleo essencial de laranja: como usar, benefícios, na pele e mais!

Óleo essencial de laranja: como usar, benefícios, na pele e mais!

O óleo essencial de laranja é extraído das cascas desse fruto. Ele é usado para reduzir o peso e muito mais. Acesse e saiba como melhorar a sua saúde!


Benefícios da Aromaterapia: conheça os óleos essenciais e como usar!

Benefícios da Aromaterapia: conheça os óleos essenciais e como usar!

A Aromaterapia utiliza o poder dos aromas para promover o bem-estar físico, mental, emocional e espiritual. Aprenda a usar a essência desta terapia holística.


Incenso de canela: saiba os benefícios, como usar, onde usar e mais!

Incenso de canela: saiba os benefícios, como usar, onde usar e mais!

O incenso de canela é usado desde o Egito Antigo. Ele tem o poder de atrair prosperidade, aumentar a sensualidade, além de inspirar felicidade e autoestima.


Palo Santo: o que é, para que serve, benefícios, como usar e mais!

Palo Santo: o que é, para que serve, benefícios, como usar e mais!

Você já ouviu falar do Palo Santo? Saiba mais sobre este poderoso incenso natural que traz diversos benefícios para a saúde física e mental!


Últimos posts


Quais são os defeitos de Libra? Indecisão, superficialidade e mais!

Quais são os defeitos de Libra? Indecisão, superficialidade e mais!

Cada signo carrega consigo qualidades e defeitos. Leia nosso artigo e confira os principais defeitos dos nativos de Libra!


Símbolo da paz: significado, origem, outros símbolos e mais!

Símbolo da paz: significado, origem, outros símbolos e mais!

Qual o significado do símbolo da paz? Neste artigo, você vai ler sobre a origem de todos o movimentos que se apropriaram desse símbolo ao longo da história!


Sonhar com lama: no rio, no mar, em uma estrada, em casa, na roupa e mais!

Sonhar com lama: no rio, no mar, em uma estrada, em casa, na roupa e mais!

Sonhar com lama é quase sempre um aviso subconsciente para termos cuidado com problemas que estão vindo em nosso caminho. Confira cada interpretação possível!


Aranha como animal de poder: significado espiritual, arquétipo, no xamanismo e mais!

Aranha como animal de poder: significado espiritual, arquétipo, no xamanismo e mais!

Um dos significados espirituais das aranhas é que elas são as guardiãs dos segredos da vida. Saiba tudo sobre elas!


O que significa sonhar com igreja cheia? Em casamento, batizado e mais!

O que significa sonhar com igreja cheia? Em casamento, batizado e mais!

Sonhar com igreja cheia ou sonhar com igreja em outros contextos e em outras situações pode ter inúmeros significados. Ficou curioso? Venha conferir!