Óleo de Alecrim: para que serve, como fazer, contraindicações e mais!

Óleo de Alecrim: para que serve, como fazer, contraindicações e mais!

O óleo possui muitos benefícios para o consumo humano. Conheça aqui os benefícios do óleo de alecrim, seu uso terapêutico para saúde da pele e do corpo.


Considerações gerais sobre o óleo de alecrim

Frascos com óleo de alecrim e a erva ao lado.

Primeiramente, saiba que o óleo de alecrim não é utilizado somente na gastronomia, mas também para melhorar a qualidade de vida, trazendo muito bem-estar.

Óleos essenciais trazem relaxamento quando usados em massagens, porém, o óleo de alecrim vai além disso agindo com ação preventiva para diversas doenças, aliviando sintomas e combatendo com eficácia problemas já existentes.

O Rosmarinus oficcinalis, conhecido como alecrim, é uma planta originária da Europa e mediterrâneo.

Em tempos antigos, era usado para espantar maus espíritos e na época de pestes e pragas, um ramo de alecrim era levado na bolsa, roupa ou pescoço para proteção.

Conheça nesse artigo tudo sobre o óleo de alecrim: para que serve, como fazer, contraindicações e mais!

Óleo de alecrim, como fazer, contraindicações e efeitos colaterais

Vidros com óleo de alecrim.

O óleo de alecrim tem um aroma penetrante e forte. Traz uma sensação refrescante. Quando inalado, o óleo serve para acalmar crises de estresse e melhorar o humor. Veja agora, mais informações sobre o óleo de alecrim e seus cuidados.

O que é óleo de alecrim

O óleo de alecrim é feito com a planta propriamente dita, misturada com um óleo base de sua preferência e em seguida, deve ser armazenado em um recipiente por um longo período.

Este antibiótico natural tem ação antimicrobiana, antisséptica e atua com eficácia em problemas digestivos. Também possui propriedades diuréticas, antioxidantes e estimulantes.

O óleo de alecrim deve ser diluído em água ou em algum óleo base. Isso porque ele é extraído de forma muito densa e concentrada, sendo útil somente em pequenas quantidades.

Por isso, é preciso diluir para aumentar seu rendimento e aproveitar ao máximo seus benefícios.

Como fazer o óleo de alecrim caseiro

Antes de tudo, saiba que o óleo de alecrim deve ser diluído em água pois quando puro, pode queimar a pele. Os ramos devem estar secos para plena eficácia do óleo. Você pode cortar a erva em pequenos pedaços.

Em seguida, pegue um pote de vidro com tampa e adicione duas xícaras de chá de óleo base que pode ser de amêndoa doce, azeite de jojoba, semente de uva ou coco.

Logo depois, acrescente 4 ramos de alecrim inteiros ou picados, feche bem o vidro e deixe descansando em ambiente quente e escuro por 15 dias.

Passado esse tempo, coe e coloque a mistura em outro recipiente e deixe fechado por mais 7 dias. Depois é só usar, mas em pequena quantidade.

Contraindicações do óleo de alecrim

Apesar de ser extraído de uma planta, o óleo de alecrim tem algumas contra-indicações. Tanto que antes de usar em bebês, crianças, grávidas ou mulheres em período de amamentação, é necessário consultar um dermatologista.

Além disso, o óleo é contraindicado para hipertensos, ou seja, pessoas que sofram com o problema de pressão alta.

O óleo de alecrim pode aumentar a pressão arterial. Deve ser evitado por quem tem pele sensível.

Ele pode provocar irritação, dermatite e outros problemas cutâneos, causando também queimaduras. Pessoas que apresentam problemas estomacais devem evitar fazer uso do produto.

Possíveis efeitos colaterais

Assim como os medicamentos industrializados, ervas e ademais produtos fitoterápicos certamente podem ter restrições e até mesmo efeitos colaterais para um determinado grupo de pessoas.

Isso porque existem relatos de que o óleo de alecrim pode aumentar a frequência de crises de epilepsia em pessoas que já são diagnosticadas com a doença. O médico vai recomendar a dose certa a ser consumida.

Ele levará em conta a concentração do óleo. Se consumido sem antes ser diluído, ele pode provocar dor de cabeça, episódios de náuseas, vômitos e irritação cutânea. Outros efeitos adversos são dores estomacais, intoxicação e problemas renais.

Para que serve o óleo de alecrim

Óleo de alecrim em cima de uma tábua.

A princípio, o óleo de alecrim é um dos ingredientes mais usados na área de cosméticos por seus benefícios para pele, unhas e cabelos.

Ele tem propriedades anti-inflamatória, antioxidante, antimicótica e antimicrobiana. Além disso, age com ação anticaspa, analgésica, refrescante e estimulante mental. Confira aqui para que serve o óleo de alecrim.

Alívio das dores de cabeça

Antes de qualquer coisa, é bom saber que dores de cabeça podem ser originadas de vários fatores, ou seja, situações externas podem gerar esse incômodo. Estresse, vida agitada, tudo isso pode influenciar.

Inalar o óleo de alecrim tem muitos benefícios e também pode ser usado para dores de cabeça, porém, aliar isso a uma massagem facial com o óleo irá trazer mais resultados.

Pegue 2 ou 3 gotas do óleo de alecrim e friccione na palma das mãos, sinta o aroma e em seguida, massageie seu rosto com movimentos circulares nas têmporas.

Alívio da indigestão

O óleo de alecrim serve para dores de estômago, constipação, flatulência, prisão de ventre, diarreia ou para acabar com uma indesejável indigestão.

O uso do produto deve ser feito de forma externa, ou seja, através de massagens com o óleo na região afetada.

Outra forma de utilizar o óleo é em um banho na banheira, adicionando algumas gotas na água e durante o banho, fazer massagens.

Além de resolver problemas estomacais, o óleo de alecrim é muito eficiente no tratamento de doenças do fígado, melhorando o funcionamento do mesmo, principalmente após o consumo de alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas.

Prevenção de cáries

O óleo de alecrim tem ação antibactericida e antisséptica, o que auxilia na prevenção de diversos problemas bucais, como por exemplo, a cárie.

É indicado adicionar 20 gotas de óleo de alecrim em uma xícara de água morna e fazer bochechos diários.
Este produto tem um alto poder preventivo já que combate diversas infecções advindas de bactérias oportunistas e deve ser utilizado com o objetivo de higienizar a boca.

Mas mesmo com tantos benefícios, é preciso consultar o dentista antes de fazer o uso do óleo de alecrim para evitar possíveis reações adversas.

Combate as infecções

Considerado um antibiótico natural, o óleo de alecrim é um escudo que combate com eficácia diversos vírus que podem atacar o sistema imunológico, causando diversas infecções no corpo, como por exemplo a herpes.

O óleo de alecrim, além de evitar e combater a doença, certamente diminui a taxa de transmissão desse vírus para outras pessoas.

Neste caso, é preciso adicionar algumas gotas do óleo de alecrim em uma xícara de água fervente e em seguida inalar o vapor.

Também é possível aplicar a mistura diretamente no local afetado. Basta molhar uma gaze limpa ou algodão na região infeccionada.

Rejuvenescimento facial

Agora chegamos a um aspecto bem interessante do óleo de alecrim. Ele funciona como um revitalizante e rejuvenescedor da pele. Isso porque essa substância consegue combater os radicais livres que atacam o sistema imunológico do corpo.

Reduzindo a concentração desses radicais livres, o óleo de alecrim é capaz de reduzir o envelhecimento precoce da pele, estimulando a produção do colágeno e amenizando rugas de expressão do rosto.

Primeiramente, dilua uma pequena quantidade de óleo em água ou juntamente com outro óleo base da sua preferência.

Espalhe a mistura no rosto com movimentos leves e circulares. Logo depois, limpe com um pano limpo umedecido em água morna. É um método simples e eficaz, porém, é preciso consultar um dermatologista antes de realizar esse procedimento.

Estímulo do crescimento capilar

É normal a queda de fios para a renovação capilar, entretanto, quando é demais, é preciso procurar um profissional para estudar o caso.

Mas se o cabelo está quebradiço, opaco e demorando para crescer, o óleo de alecrim certamente vai resolver o problema. Ele tem propriedades anti-fúngicas, o que combate com eficácia as bactérias responsáveis pelo aparecimento da caspa.

Uma dica para usar corretamente o óleo de alecrim é adicionar algumas gotas do óleo no seu shampoo ou diluir com água ou outro óleo base e aplicar diretamente no couro cabeludo a cada 15 dias.

Primeiramente, coloque o óleo nos cabelos, sempre massageando o couro cabeludo e na sequência, lave com shampoo e condicionador.

Tratamento de pequenas feridas, queimaduras e acne

Antes de qualquer coisa, saiba que as doenças são provenientes de vírus ou bactérias e isso ocorre ocasionalmente com machucados, cortes, feridas, queimadura e também com as acnes.

O óleo de alecrim é o método indicado nesses casos pois ele fortalece o sistema imunológico, além de fazer uma boa limpeza no local afetado por sua ação antisséptica.

É só aplicar uma pequena quantidade do óleo, já diluído em água ou outro óleo base, no local afetado. Para quem tem pele sensível, é recomendado consultar um dermatologista antes de realizar fazer essa aplicação.

Melhoria da circulação

Problemas circulatórios são os que mais causam dores tanto em homens como em mulheres. Varizes, celulite, estrias e câimbras e dores musculares são as doenças mais comuns como também as mais irritantes, podemos assim dizer.

O óleo de alecrim quando massageado na região afetada, funciona como um estabilizante das veias sanguíneas do corpo, desinchando e melhorando consideravelmente a circulação do sangue.

Além de aliviar a tensão muscular com a combinação do óleo e massagem, o aroma dessa mistura traz a sensação e tranquilidade e alívio.

A dica é diluir o óleo de alecrim com outro óleo natural e por fim, fazer a massagem por alguns minutos todos os dias.

Melhoria das vias respiratórias

Um dos maravilhosos benefícios do óleo de alecrim é melhorar e muito a sua respiração.

Ele é muito eficaz na prevenção e combate da rinite, sinusite, bronquite e ademais problemas respiratórios que consequentemente, geram outras reações como coriza nasal, dores de cabeça e etc.

A inalação do óleo de alecrim alivia e limpa a garganta, descongestiona os pulmões, e proporciona alívio de tosse, gripe e resfriados.

Para utilização do óleo nesse caso em específico, basta diluir em uma xícara com água fervente para inalação. Também é possível massagear o óleo de alecrim no peito para gripes e resfriados.

Melhoria da memória e estímulo cerebral

O óleo de alecrim age como um estimulante natural para a memória, o raciocínio e a concentração. Suas propriedades terapêuticas, fazem o cérebro ficar mais ativo e coordenado.

Isso porque ele trabalha no sistema nervoso, dando mais clareza mental. Ele estimula o estado de alerta, aumenta o desempenho cognitivo e consequentemente, melhora a memória.

O óleo pode ser usado como um preventivo das doenças de Alzheimer, transtorno de ansiedade e depressão. Basta ferver uma xícara de chá, adicionar algumas gotas do óleo e aspirar profundamente o vapor algumas vezes durante o dia.

Cuidados ao consumir o óleo de alecrim

Copo com óleo de alecrim.

A princípio, o óleo de alecrim é uma substância natural, feita de alecrim e óleos essências.

Entretanto, o fato de ser natural, não isenta essa substância de ser nociva à saúde, salvo se buscar orientações de como utilizá-la com segurança. Veja agora os cuidados para consumir o óleo de alecrim de forma correta.

Efeito abortivo

Os óleos essenciais em sua maioria, possuem mais de 300 substâncias diferentes em sua composição, ou seja, é uma substância muito concentrada.

O óleo de alecrim é contra indicado para gestantes pois pode causar contrações uterinas e na pior das hipóteses, induzir a um aborto e o aumento da pressão arterial.

O óleo de alecrim, assim como os demais óleos essenciais, tem propriedades emenagogas, ou seja, que podem causar hemorragias, estimulando a menstruação.

Grávidas não podem em hipótese alguma usar o óleo de alecrim no corpo ou até mesmo inalar a substância.

Efeito diurético

O óleo de alecrim é conhecido pelos seus benefícios no sistema digestivo e isso inclui um efeito diurético potente pois retarda a retenção de líquidos, fazendo aumentar a produção de urina.
Consequentemente o corpo tem grande perda de peso e líquidos. Isto quer dizer que o uso constante do óleo pode provocar desidratação, alterando drasticamente a produção de lítio pelo corpo, chegando a níveis tóxicos.

O óleo de alecrim possui muitos componentes que podem acelerar além do normal, o metabolismo do sistema urinário, tornando perigoso o uso contínuo desse produto.

Reação alérgica

Por serem substâncias altamente concentradas, os óleos essenciais, incluindo o óleo de alecrim, podem provocar dermatites de contato entre outras alergias, mesmo para quem não tem pele sensível.

Também pode provocar coceira excessiva e fissuras na pele que podem infeccionar e posteriormente tornarem-se feridas. Por esse motivo, antes de utilizar o óleo de alecrim, consulte o dermatologista.

Os óleos são extraídos das folhas, raízes, cascas, flores como também de sementes de plantas, ou seja, isso contribui para que o produto seja o mais concentrado possível.

E devido a muitos elementos químicos, a mistura do óleo de alecrim com outros óleos bases também pode provocar alergia ao invés de resolver problemas de saúde.

Como usar o óleo de alecrim nos cabelos e no corpo

Frasco com óleo de alecrim.

O óleo de alecrim é muito conhecido no setor de cosméticos como um excelente hidratante facial e corporal.

Também é muito eficaz no trato da caspa e outros problemas capilares como queda de cabelo e enfraquecimento dos fios. Saiba agora como usar o óleo de alecrim nos cabelos e no corpo.

Receita da umectação

Primeiramente, a umectação nada mais é que hidratar os cabelos com o uso de óleos vegetais ou essenciais, a fim de nutrir os fios de maneira mais eficaz e profunda.
Para realizar uma umectação de óleo de alecrim segura, dilua algumas gotas da substância em um pouco de água ou em óleo de coco e aplique no cabelo, da raiz até as pontas.

Deixe agir por cerca de 1 ou 2 horas e logo depois, lave normalmente com shampoo e na sequência, aplique o condicionador para fechar as cutículas capilares.

Receita do tônico capilar

Antes de tudo, saiba que o óleo de alecrim além de combater a caspa, também diminui e equilibra a oleosidade do couro cabeludo e também retarda a queda dos fios.

O tônico capilar feito a base de alecrim, pode ser feito através da infusão das folhas da erva. Em primeiro lugar, separe um copo de vidro com tampa.

Em segundo lugar, ferva um pouco de água, adicione no vidro juntamente com folhas e ramos de alecrim.

Feche o vidro e deixe agindo por aproximadamente 3 horas. Quando a água estiver escura, coe o líquido e deixe na geladeira. A validade é de 1 semana.

Receita de desodorante

O alecrim realmente é uma planta muito versátil, sendo usada para diversas finalidades. E uma delas é o desodorante de alecrim que pode ser feito em casa.

De início, para preparar seu desodorante caseiro, você vai precisar de meia xícara de chá de água, quatro colheres de sopa de alecrim picado, uma colher e meia de sopa de álcool.

Também vai precisar de uma colher de chá de sopa de óleo de hamamélis. Por fim, acrescente 5 gotas de suco de limão.

Primeiramente, ferva a água junto com o alecrim por cerca de 10 minutos. Deixe esfriar e na sequência misture o álcool, o óleo essencial e o suco de limão. Não exponha ao sol pois pode produzir manchas na pele.

Receita do sabonete com essência

O sabonete de alecrim é unir o útil ao agradável, faz bem para a pele e também é muito fácil de fazer. Você vai precisar de 500 gramas de glicerina, 300 ml de azeite de oliva, 175 ml de óleo essencial de coco e 120 ml de água fervente.

Também será preciso 60 gramas de soda cáustica, uma colher de sopa de argila verde, meia colher de sopa de espirulina, uma colher de sopa de farelo de aveia e 30 gotas de óleo essencial de alecrim.

Antes de qualquer coisa, utilize luvas e máscara para o preparo do sabonete. Em um recipiente adicione a glicerina, a água fervente e o óleo de coco. Misture e em seguida, adicione a soda cáustica aos poucos e o azeite de oliva.

Para finalizar, misture bem todos os ingredientes e coloque em uma forma própria para sabonetes. Espere esfriar e desenforme.

O óleo de alecrim também pode ser usado nos cuidados domésticos?

Óleo de alecrim.

O óleo de alecrim pode ser usado tranquilamente nos cuidados domésticos. Isso porque ele funciona como um excelente repelente de insetos em geral e também para limpeza de superfícies.

É só misturar o óleo de alecrim com um pouco de óleo de menta, óleo de cravo e aplicar no ambiente com o uso de um borrifador. Já para limpeza, a dica é fazer uma mistura com 12 gotas de óleo de alecrim, vinagre branco e água.

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


aromaterapia terapias

Artigos relacionados


Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Qual o significado do incenso? De alfazema, arruda, camomila, cravo e mais!

Cada incenso possui seu significado e tem um objetivo diferente. Veja aqui o significado dos incensos, sua história e saiba qual se encaixa melhor com você!


Terapia comportamental: o que é, abordagens, como funciona e mais!

Terapia comportamental: o que é, abordagens, como funciona e mais!

A terapia comportamental é um recurso da psicologia muito usado em diversos tratamentos para facilitar a compreensão do paciente. Confira!


Terapia sistêmica: o que é, benefícios, técnicas, abordagens e mais!

Terapia sistêmica: o que é, benefícios, técnicas, abordagens e mais!

A terapia sistêmica pode ser feita em um indivíduo ou em um grupo de pessoas, cada forma possui uma tática. Descubra mais sobre essa abordagem tocando aqui!


Massagem terapêutica: o que é, para que serve, benefícios, tipos e mais!

Massagem terapêutica: o que é, para que serve, benefícios, tipos e mais!

A massagem terapêutica traz benefícios para a saúde física e mental através das suas técnicas. Quer saber mais sobre isso? Leia o nosso artigo completo!


O que é a terapia de casal? Como funciona, para que serve, dicas e mais!

O que é a terapia de casal? Como funciona, para que serve, dicas e mais!

Você já pensou em fazer terapia de casal? Neste artigo vai entender como funciona, seus objetivos e os problemas mais comuns dos casais. Clique para ler!


Últimos posts


O que significa sonhar com muitas baratas? Na cama, no corpo e mais!

O que significa sonhar com muitas baratas? Na cama, no corpo e mais!

Saiba que sonhar com muitas baratas traz significativas mensagens para seu futuro. Conheça todas as simbologias por trás de seu sonho aqui!


Sonhar com barata voadora: Morta, atacando, voando, no cabelo e mais!

Sonhar com barata voadora: Morta, atacando, voando, no cabelo e mais!

Quer saber o que significa sonhar com barata voadora? Se surpreenda com o significado do sonho com esse inseto, temido por muitas pessoas.


Sonhar com barata: Gigante, viva, morta e mais!

Sonhar com barata: Gigante, viva, morta e mais!

Você sonha com baratas? Acha nojento e deseja saber o significado desses sonhos? Este artigo é para você! Entre e saiba tudo sobre sonhar com baratas.


Grabovoi: Origem, fundamentos, sequências numéricas e mais!

Grabovoi: Origem, fundamentos, sequências numéricas e mais!

Encontre as sequências certas para transformar sua vida através do método Grabovoi de maneira rápida e simples nesse artigo!


Sonhar com criança perdida: Filho, filha, desconhecida e muito mais!

Sonhar com criança perdida: Filho, filha, desconhecida e muito mais!

Saiba que sonhar com criança perdida fala sobre sentimentos a serem encarados e problemas familiares. Confira em nosso artigo as interpretações desse sonho!


Palavras do momento

Palavras-chave do momento no Sonho Astral


horas animais signos números religiões