Como lidar com a crise de ansiedade: identificar, ajudar e mais!

Como lidar com a crise de ansiedade: identificar, ajudar e mais!

Quer entender como identificar uma crise de ansiedade e algumas maneiras de lidar com ela? Clique e confira neste artigo!


Como lidar com crise de ansiedade?

Mulher ansiosa.

A ansiedade é um sintoma muito subjetivo e que afeta todo o ser humano. Muitas vezes, o que deixa uma pessoa ansiosa não quer dizer que ela vai ter uma crise de ansiedade pelo mesmo fato. A ansiedade intensa é uma doença que é mais difícil de ser reconhecida e tratada e em que é complicado conseguir ter um apoio, seja de um amigo ou um familiar para ajudar com o sintoma.

Existem algumas maneiras de se passar pela crise de ansiedade e lidar com ela da melhor maneira possível. Neste artigo, vamos explorar melhor como identificar pessoas em crise de ansiedade, além de descobrir como ajudá-las e o que se deve fazer quando você estiver passando por isso. Acompanhe!

Como identificar alguém em crise de ansiedade

Homem em crise de ansiedade.

Durante uma crise de ansiedade, o corpo entra em estado de alerta, provocando uma descarga anormal de adrenalina e noradrenalina. Alguns sintomas físicos, cognitivos e emocionais passam a estar presentes durante a crise. Veja nos próximos tópicos quais são alguns deles!

Sintomas físicos

Os sintomas físicos são os mais possíveis de identificar quando alguém está passando por uma crise de ansiedade, pois eles se manifestam no corpo, trazendo um tipo de desconforto.

Alguns deles são: frequência cardíaca aumentada, falta de ar, respiração acelerada, dor ou pressão no peito, sensação de asfixia, tontura, suor, calores, náusea, diarreia, tremores, formigamento ou dormência nos braços ou pernas, fraqueza e sensação de desmaio, tensão muscular e, por último, boca seca.

Sintomas cognitivos

Durante a crise de ansiedade, os sintomas cognitivos afetam mais a nossa relação com a mente. Muitas vezes, é fácil você acabar sentindo medo de perder o controle, e isso te deixa cada vez mais assustado com o que está acontecendo. Quando você se deixa levar por esses sintomas, a tendência é que a crise ganhe cada vez mais força.

Assim, alguns sintomas cognitivos são: baixa concentração ou perda de foco, memória fraca, preocupações com muita frequência e grande quantidade de pensamentos relacionados a perigo ou ameaça.

Sintomas emocionais

Os sintomas emocionais causados pela ansiedade tendem a trazer com eles pensamentos negativos, deixando, assim, a pessoa mais apreensiva no momento da crise. Durante esse período, certas emoções acabam vindo à tona na nossa mente e nos geram alguns sintomas.

Assim, são eles: sensação de nervosismo, tensão, irritabilidade, sensação de medo, apreensão ou pavor, frustração e, por fim, impaciência.

Como ajudar alguém em crise de ansiedade

Mulher em crise de ansiedade.

Como a ansiedade é uma doença que pode acontecer a qualquer momento e com qualquer pessoa, é sempre bom ter alternativas para saber lidar e ajudar alguém que está passando por uma crise. Confira, nos próximos tópicos, algumas atitudes indispensáveis!

Abandone o otimismo

Embora seja uma atitude de boa intenção, na hora da crise, ninguém quer estudar frases como, "isso vai passar" ou "vai dar tudo certo, fique calma". Com esses tipos de frases, a pessoa que está passando pela crise de ansiedade tende a ficar irritada, pois acaba interpretando como se o outro estivesse menosprezando o que ela está passando.

Na verdade, quem passa por uma crise de ansiedade não consegue enxergar situações positivas, só consegue enxergar como se tudo fosse problema. Então, ter a atitude de não repetir frases otimistas em momento de crise vai ajudar bastante a pessoa a não se sentir mais irritada.

Sem pressão

No momento de crise, não adianta pressionar a pessoa ou tentar fazer com que ela reaja sob pressão. Quando se passa por uma crise de ansiedade, o indivíduo está precisando de muito apoio, pois, além de estar passando pela crise, ele está sendo pressionado. Assim, só vai se sentir desvalorizado, e tudo vai acabar piorando ainda mais.

Frases como "você precisa sair disso" ou "você vai superar tudo isso" podem aparecer como um reforço negativo, fazendo a pessoa se sentir mais para baixo e abalando sua autoestima, que também já está afetada por conta da ansiedade.

Apenas ouça

Se dispor a ouvir uma pessoa com crise de ansiedade pode ser uma das melhores alternativas para ajudá-las. Ao falar, a pessoa consegue expressar alguns sentimentos, trazendo um pouco mais de alívio para o momento da crise.

Porém é sempre bom respeitar o tempo de recuperação de cada pessoa. Nessa hora, é bom evitar forçar um diálogo, já que isso pode gerar ainda mais ansiedade. Evite também fazer julgamentos sobre o que a pessoa estiver falando no momento do desabafo.

Preocupação real

Seja sincero com a preocupação que você está sentindo com relação à pessoa. Se precisar e conseguir falar com a pessoa durante a crise de ansiedade, mantenha um diálogo afetuoso. Nessas horas mais difíceis, quando demonstramos empatia, ajudamos a pessoa a ter uma sensação de conforto e de que pode contar com você naquele momento.

Uma crise de ansiedade dura em média 25 minutos, portanto, continue do lado da pessoa. Busque não transformar o momento da crise em uma catástrofe, tente agir de maneira tranquila e natural, transmitindo confiança para a pessoa.

Busque a distração

Uma ótima atitude para se ter é tentar distrair a pessoa com assuntos aleatórios, que façam ela mudar o foco naquele momento. Trazer a atenção dela para coisas boas que ela já tenha vivenciado é uma alternativa muito boa de diálogo - traga assuntos como uma viagem que ela fez, conquistas que obteve ou planejamentos felizes.

Porém é sempre bom fazer isso com cuidado, para não parecer que o momento da crise não tem importância. Tente ser sensível ao trazer os assuntos, assim, vai ser possível identificar se você continua com essa estratégia ou não. A pessoa com ansiedade tende a demonstrar se está receptiva, caso contrário, pare de tentar distraí-la.

Uma caminhada ajuda

Quando uma pessoa está ansiosa, ela pode não ter disposição para fazer nada. Porém vale como uma alternativa tentar ajudá-la, convidando para fazer uma caminhada, sair do ambiente em que está, dar uma volta na praça e chupar um sorvete.

Apenas tente não insistir muito, pois a pessoa deve se sentir livre para aceitar o convite que você fez para ela. Caso ela não aceite, você pode propor que façam algo juntos, depois que ela melhorar. Com essa atitude, você consegue demonstrar acolhimento e apoiar, ajudando a afastar a sensação de solidão vivenciada pela pessoa com ansiedade.

Nada de álcool

Apesar de a bebida alcoólica ser, muitas vezes, associada a algo relaxante, evite oferecê-la para a pessoa durante uma crise de ansiedade. Isso porque, sempre que um momento de crise aparece na vida dela, a bebida pode ser lembrada como uma forma de alívio.

Então, ao evitar oferecer uma bebida alcoólica neste momento, você vai ajudar a pessoa a não mascarar um sintoma que, muitas vezes, surge para avisar que tem alguma coisa acontecendo com o organismo.

Sem expectativas

Quem convive com uma pessoa ansiosa deve evitar gerar apreensão e expectativas. Neste caso, seja uma pessoa bem objetiva, fazendo o possível para eliminar essas ideias. Não diga coisas que possam aumentar a apreensão da pessoa ou desencadear crises.

Além disso, não tenha atitudes que aumentem a ansiedade de uma pessoa, coisas como demorar para responder uma mensagem ou se atrasar quando um compromisso é marcado. Pessoas ansiosas devem ser levadas com cautela e carinho.

Reconheça uma crise

Identificar quando uma pessoa está passando por uma crise de ansiedade é o primeiro passo para saber quais serão as suas atitudes a seguir e para conseguir ajudá-la. Saber identificar é essencial para você prestar apoio e não ignorá-la no momento.

Geralmente, um dos primeiros sinais tendem a ser aos sintomas físicos, como: balançar as pernas, caminhar de um lado para o outro, respiração ofegante, apresentação de suor e tremor em excesso. O início também pode se dar através da observação da fala da pessoa. Se a sua fala for sempre pessimista e prever algo ruim frequentemente, atente-se para esses sinais e faça o possível para prestar um apoio.

Sugestões práticas

Quando for dar sugestões para uma pessoa com crise de ansiedade, é fundamental que tenha dicas simples e práticas. Trazer soluções que ajudem a pessoa a lidar com os momentos de ansiedade ou práticas que ela possa ter para evitar esses momentos pode ser uma boa alternativa.

Dicas como: falar para a pessoa conseguir planejar melhor a rotina dela pode trazer mais tranquilidade, pois ter o controle da sua própria rotina pode deixá-la mais segura.

Além disso, como a ansiedade causa bastante agitação e também tende a afetar o sono, pedir para a pessoa ter um caderno de anotações ao lado da cama é uma alternativa efetiva de ajudar a afastar os pensamentos que atrapalham o sono. Isso porque ela poderá anotar possíveis pensamentos ou compromissos que sejam importantes para o outro dia.

O que a pessoa deve fazer em uma crise de ansiedade

Mulher ansiosa.

O que se deve fazer em uma crise de ansiedade vai depender muito da gravidade ou intensidade, por isso, é sempre ideal receber um aconselhamento de um psicólogo. Nos próximos tópicos, confira algumas dicas para te ajudar quando você estiver vivenciando uma crise de ansiedade!

Aceitar a ansiedade

Antes de tudo, é muito importante que você aceite que está vivenciando uma crise de ansiedade. Além disso, aceitar a ansiedade como sendo algo que acontece com qualquer pessoa já ajuda bastante a diminuir a sua autocobrança.

Isso porque não aceitar que ansiedade é uma doença que pode acompanhar vários momentos da sua vida - e que é algo humano ter crises -, você pode aumentar a autocobrança, intensificando ainda mais seus momentos de pânico. Por isso, aceitá-la já é um ótimo começo para lidar com ela.

Respirar devagar

Quando se vivencia uma crise de ansiedade, é natural que a sua respiração fique mais acelerada, sendo um dos sintomas físicos da doença. Para lidar melhor com esse momento de crise, é recomendado fazer o possível para focar a atenção na sua respiração, tentando diminuir o ritmo dela.

Ao ter essa atitude, você vai conseguir trazer mais calma para o momento e buscar utilizar uma técnica simples. Atente-se a como está a sua respiração e faça o possível para inspirar pelo nariz e soltar o ar pela sua boca. Para ajudar ainda mais, ao expirar, faça barulho liberando o ar, relaxando e soltando o seu corpo nesse momento de expiração.

Tomar um chá calmante

Uma ótima alternativa ao se deparar com um momento de crise é fazer o uso de chás naturais com plantas que ajudam a diminuir a ansiedade e o nervosismo. Estes ajudam bastante a acalmar a ansiedade, favorecendo o sono e deixando a pessoa mais calma e tranquila em um momento de crise.

Alguns chás como de camomila (o mais famoso), valeriana, melissa, cidreira e alfazema são algumas alternativas de chás tranquilizantes. Muitos deles possuem uma ação calmante no sistema nervoso, ajudando nos sintomas físicos causados pela crise de ansiedade. Vale a pena sempre ter em casa aqueles sachês práticos e rápidos para ingerir.

Ter os sentidos como aliados

Preste bastante atenção no presente e nos sinais que o seu corpo emite em um momento de crise de ansiedade. Trabalhar a sensibilidade do seu corpo e a percepção sobre o que acontece nesses momentos vai te ajudar a entender quais recursos você utilizou para passar da melhor maneira possível por um momento como esse.

Assim, o fato de ter os sentidos como aliados é um processo de autoconhecimento puro. Isso porque a ansiedade é algo que não vai deixar de existir, apenas vai se apresentar em intensidades diferentes. Ao se atentar para como você conseguiu lidar com este momento, acumulará recursos suficientes para lidar com futuras crises, caso elas aconteçam.

Exprimir as emoções

Um erro que a maioria das pessoas comete quando passa por uma crise de ansiedade é justamente conter as emoções que se apresentam em um momento desse. Quanto mais se evitar sentir as emoções em um momento de crise, pior ela pode ser.

Caso tenha vontade, gritar ou chorar são emoções que, se colocadas para fora, podem te ajudar a trazer um alívio nesse momento. Muitas vezes, apenas expressar suas emoções através de uma conversa com alguém de confiança pode ser uma ótima alternativa nesse momento. O que não deve fazer é evitar de expressar as emoções que aparecem.

Questionar os pensamentos

Caso consiga, dependendo do nível da sua crise de ansiedade, é sempre bom buscar questionar os pensamentos do momento. Tentar identificar o que te deixou ansioso e se o pensamento que provocou você estar naquele momento faz sentido ou não.

Ao questionar os pensamentos, você vivencia um processo de autoconhecimento, buscando compreender o que te deixa ansioso e o que te levou a estar ali, naquele momento de crise. Pode parecer difícil praticar isso no momento da ansiedade, porém, quanto mais você conseguir fazer, mais vai aprendendo a lidar melhor com seus problemas.

Desligar a mente

Fazer o possível para diminuir a quantidade de estímulos em um momento como o da crise de ansiedade vai ajudar bastante a diminuir sua ansiedade. Atitudes como ficar mexendo no celular, assistir televisão ou buscar informações aleatórias podem te deixar ainda mais ansioso.

Ao evitar ficar exposto a excesso de informações, você vai diminuir as possibilidades de ficar ainda mais ansioso, pois, dependendo do que consuma, a sua crise pode ser potencializada. É essencial que a sua mente tenha um tempo para ela, que você consiga buscar um lugar mais tranquilo e com menos estímulos para ficar quando se deparar com essa crise.

Atividade física de preferência

Buscar praticar atividades físicas, caso consiga, em um momento de crise vai te ajudar a ter um outro foco. Não focar na situação que está te causando ansiedade pode ajudar a diminuir os sintomas dela. Por isso, sair para correr, ir para a academia ou praticar algum exercício pode te ajudar, e muito, nesse momento.

Além de te ajudar no momento de crise, a prática de atividade física é capaz de aumentar a produção de neurotransmissores que ajudam a promover a sensação de bem-estar e relaxamento do seu corpo. Estes são benefícios que, acumulados ao longo da sua vida, vão ajudar a sua saúde mental e física do seu corpo.

Tomar sua medicação prescrita

Caso a sua ansiedade seja mais constante e forte e você tenha que tomar algum tipo de medicamento orientado por um psiquiatra para controlá-la, é sempre bom manter essa medicação em dia. A falta e a não constância dos medicamentos pode fazer com que suas crises fiquem cada vez mais presentes no seu dia.

Além disso, atentar-se para ver se você está em dia com os medicamentos que tenha que tomar vai ajudar você a se manter uma pessoa mais estável, caso passe por situações que ajudam a provocar suas crises de ansiedade. Essa atitude é fundamental para que sua saúde mental fique em dia. Mas sempre busque a orientação de um profissional e jamais se automedique.

Há alternativas efetivas para lidar com a crise de ansiedade?

Arte de cabeça com linhas bagunçadas.

O primeiro passo para lidar melhor com uma crise de ansiedade é aceitar que isso pode acontecer com qualquer pessoa. Algumas medidas práticas como se atentar para a respiração, buscar entender melhor sobre seus momentos de crise e até fazer práticas de meditação podem ser bem eficazes para passar melhor por um momento de crise.

A ansiedade não pode e nem deve tomar conta da sua vida, pois você deve aprender a lidar com ela da melhor maneira possível. Portanto, busque colocar em prática as informações que você leu por aqui e analise sempre como anda a sua vida e sua saúde emocional. Caso tenha sintomas frequentes de ansiedade, procure a ajuda de um profissional da saúde.

Autor deste artigo

Jornalista e taurina apaixonada por escrita desde aprendeu a escrever. Desde a sua formação, se dedica a escrever textos sobre diversos assuntos, e temas como o autoconhecimento e saúde da mente têm feito parte dos seus trabalhos e pesquisas mais frequentes.

Palavras-chave relacionadas


autocuidado

Artigos relacionados


Plantas medicinais: indicações, nomes, propriedades, benefícios e mais!

Plantas medicinais: indicações, nomes, propriedades, benefícios e mais!

As plantas apresentam inúmeras propriedades benéficas à saúde e são utilizadas com fins medicinais há séculos. Confira aqui como elas podem te ajudar!


Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Você sabia que as fases da lua interferem e trazem diferentes significados para o ciclo menstrual? Leia o artigo e entenda mais sobre seu equilíbrio interior!


Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda: o que é, causas, sintomas, como vencer e mais!

Depressão profunda é a fase mais grave do transtorno psicológico, mas tem tratamento e o paciente precisa de apoio. Saiba mais aqui!


Afirmações positivas "eu sou": o que são, exemplos, como criar a sua e mais!

Afirmações positivas "eu sou": o que são, exemplos, como criar a sua e mais!

Você sabe o que são afirmações positivas e lei da atração? Então leia esse artigo e descubra o que é afirmação positiva, exemplos, como criar e mais!


Pensamentos intrusivos: o que são, tipos, exemplos, tratamento e mais!

Pensamentos intrusivos: o que são, tipos, exemplos, tratamento e mais!

Pensamentos intrusivos são mais comuns do que você imagina. Descubra neste artigo o que são, como lidar e outros aspectos desses tipos de pensamentos!


Últimos posts


Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lentes de contato denotam má sorte? Descubra tudo sobre esse sonho e seus significados nesse atigo!


Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Os Salmos da Bíblia cristã são um convite a expressar a fé e pedidos genuínos, aliados a um profundo senso de gratidão a Deus. Conheça mais sobre esses textos!


Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Conhecido por ser um grande guerreiro, o Caboclo Sete Flechas quebra qualquer demanda e ensina de forma branda e serena. Confira!


Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Você conhece o Anjo Miguel? Conheça a história, significado, oração e muito mais sobre esse poderoso Arcanjo e como pode trazer auxílio em sua vida.


Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Santa Maria Madalena é a padroeira de todos os pecadores arrependidos, das mulheres e das mães solteiras. Confira aqui como pedir a sua intercessão!