Teofania: definição, elementos, no Antigo e Novo Testamento e mais!

Teofania: definição, elementos, no Antigo e Novo Testamento e mais!

Confira no artigo o que é Teofania, suas características e entenda melhor o que esse conceito significa dentro da religiosidade!


O que é Teofania?

Nuvem no céu com luz dourada no meio

A Teofania, em resumo, é a manifestação de Deus na Bíblia. E esta aparição ocorre de várias formas em alguns capítulos do Antigo e Novo Testamentos. Vale destacar que são manifestações visíveis, portanto são reais. Além disso, foram aparições temporárias.

Inclusive, estas teofanias acontecem em momentos muito específicos da Bíblia. Ocorrem quando Deus procura enviar a mensagem sem a necessidade de um intermediário, como, por exemplo, um anjo. Portanto, o Divino fala diretamente com alguma pessoa. Logo, são fases decisivas e que carregam grandes mensagens para todos.

O alerta sobre a queda de Sodoma e Gomorra a Abraão foi um destes momentos. Então, ao longo deste artigo entenda o que é Teofania além do significado de dicionário, mas saiba os momentos onde ocorreram na Bíblia Sagrada, no Antigo e Novo Testamentos e o significado etimológico.

Definição de Teofania

Ilustração de Deus em uma nuvem

Neste primeiro ponto você entenderá o sentido literal da Teofania. Além disso, descobrirá um pouco mais da origem dessa palavra e compreenderá como esta manifestação divina ocorre na Bíblia e quais foram estes momentos.

Origem grega para palavra

O vocabulário grego deu origem a muitas palavras de variados idiomas ao redor do mundo. Afinal, o idioma grego é uma das maiores influências do latim. E com isso, trouxe um impacto gigantesco para a língua portuguesa como um todo.

E no caso da palavra teofania não foi diferente. Na verdade, esta palavra é uma junção de duas palavras gregas distintas. Dessa maneira, Theos tem como significado “Deus”, enquanto que Phainein significa mostrar ou manifestar.

Juntando as duas palavras, logo tem-se a palavra theosphainein que em português transforma-se em teofania. E colocando os significados juntos o sentido é “manifestação de Deus”.

Deus antropomórfico?

Um erro muito comum quando se fala em teofania é confundir com antropomorfismo. Inclusive este segundo caso é uma corrente filosófica e teológica. É originado pela junção dos termos gregos “anthropo” que significa homem e “morfhe” que quer dizer “forma”, onde o conceito atribui características humanas a divindades.

Não é raro de encontrar citações na Bíblia que atribuem características como sentimentos a Deus. Inclusive, ele muitas vezes é referenciado no masculino, o que evidencia o antropomorfismo. Um exemplo é utilizar a expressão “mão de Deus”.

Porém, o conceito de colocar características se distancia do que é de fato a teofania. Pois neste conceito, quando ocorre a manifestação divina, geralmente é o espírito de Deus.

Encontro com Deus

A teofania é, em resumo, a manifestação de Deus. Porém isso ocorre de forma muito mais direta do que em outros casos bíblicos. Como dito, ela ocorre em momentos bastante decisivos relatados na Bíblia, visto que é o encontro direto com Deus. Falando nisso, este é um conceito enraizado nas religiões cristãs, como o protestantismo.

Trata-se de uma experiência sobrenatural onde o fiel sente a presença de Deus. Ainda de acordo com os preceitos, o fiel que tem a experiência acredita fielmente em Deus, sem nenhum tipo de dúvida ou descrença.

Teofania na Bíblia

A Teofania na Bíblia ocorre em momentos extremamente decisivos entre a humanidade e Deus. Há mais ocorrências desse fenômeno no Antigo Testamento do que no Novo. Geralmente funcionam como alertas para os crentes na divindade cristã.

Segundo o livro sagrado, a maior teofania ocorrida na Bíblia até os tempos atuais certamente é a vinda de Jesus Cristo. No caso, a primeira que ocorre do seu nascimento até a sua morte, aos 33 anos de idade.

De acordo com os livros do Novo Testamento, Jesus Cristo é a maior aparição de Deus, pois viveu entre os homens, morreu crucificado, mas ressuscitou no terceiro dia e apareceu para os apóstolos.

Teofania no Antigo Testamento

Sol entre nuvens

Nessa seção você compreenderá quais foram os pontos decisivos onde a Teofania ocorreu no Antigo Testamento. Vale lembrar que este fenômeno é temporário, mas ocorreu em momentos decisivos. E é quando Deus aparece diretamente, sem a necessidade de um intermediário.

Abraão em Siquém

A primeira teofania que ocorre na Bíblia é no livro de Gênesis. A cidade em que a primeira manifestação de Deus acontece é em Siquém, em Gênesis, onde junto com a sua família, Abraão (aqui descrito ainda como Abrão) toma o rumo para as terras de Canaã ordenado por Deus.

Na verdade, vale destacar que Deus sempre falou com Abraão por toda a sua vida, algumas vezes em teofania, outras não. O destino final é em Siquém. Eles chegam ao monte mais alto onde reside um carvalho sagrado.

Nisso, Deus faz a sua primeira aparição a um humano. Depois disso Abraão ergueu um altar a Deus segundo a ordem divina.

Abraão é alertado sobre Sodoma e Gomorra

Sodoma e Gomorra são cidades bastante conhecidas até para quem não costuma ler a Bíblia. Elas foram destruídas por Deus por serem consideradas locais de grande manifestação de pecado. E nesse meio tempo, Deus avisa a Abraão sobre o seu plano.

Também ocorre no livro de Gênesis. Abraão já tinha seus 99 anos quando habitava Canaã. Três homens entraram na sua tenda para o almoço. Neste momento, ele ouve a voz do Senhor dizendo que ele teria um filho.

Após o almoço, dois dos homens se dirigem a Sodoma e Gomorra. Então, acontece a segunda teofania: falando em primeira pessoa, Deus diz que irá destruir as duas cidades.

Moisés no monte Sinai

Moisés foi quem mais se comunicou com Deus. Afinal, ele foi o responsável pelos Dez Mandamentos. Após vários dias indo em direção a Terra Prometida, os israelitas estão no deserto do monte. A teofania ocorre por meio de uma densa nuvem composta por fogo, trovões, raios e, também, o som de uma trombeta.

Porém, Deus deseja falar apenas com Moisés no alto. Lá ocorreu a entrega das leis de Israel, além dos Dez Mandamentos. Algumas das ordens de Deus são conhecidas até hoje, como “Não idolatrarás alguém além de mim”. Para ler na íntegra, basta abrir a Bíblia em Êxodo 20.

Aos Israelitas no deserto

Aqui, a teofania ocorre enquanto os israelitas caminham em direção para a Terra Prometida. Após fugir dos egípcios e serem guiados por Moisés, Deus realiza mais uma manifestação. Para que o seu povo, os israelitas, pudessem seguir em segurança, o Senhor fazia uma aparição no meio de uma nuvem.

Ela serviu como guia no deserto, após os israelitas construírem um tabernáculo, ou seja, um local sagrado para abrigar a Arca da Aliança. Era composto por cortinas e outros materiais como ouro. Voltando a teofania, cada vez que o povo podia montar um acampamento, a nuvem descia para sinalizar.

Toda vez que ela subia, era momento do povo seguir o caminho para a Terra Prometida. Vale lembrar que essa caminhada durou cerca de 40 anos.

Elias no monte Horebe

Elias foi um dos inúmeros profetas que existem na Bíblia. Aqui, perseguido pela Rainha Jezabel, no livro de I Reis, o profeta vai para o deserto e, em seguida, para o monte Horebe. Deus prometera que iria aparecer para Elias.

Enquanto estava em uma caverna houve vento muito forte, seguido de um terremoto e, por fim, fogo. Após isso, Elias sente uma brisa suave indicando que era Deus fazendo a aparição. Neste breve encontro, o profeta sente-se mais forte após o Senhor o tranquilizar quanto aos eventuais temores que passavam no coração de Elias.

A Isaías e Ezequiel

As teofanias ocorridas entre os dois profetas são bastante semelhantes. Ambos têm visões sobre o templo e toda a glória de Deus. As duas aparições são relatadas nos livros da Bíblia de cada um dos profetas.

Isaías relata no livro homônimo que a aba da veste do Senhor enchia o templo e Ele estava sentado em um trono alto e exaltado. Já Ezequiel viu no alto, sobre o trono, a figura de um homem. Um homem cercado por uma luz brilhante.

Dessa maneira, as visões encorajaram os dois profetas a espalhar a palavra do Senhor por todo o povo de Israel, de maneira fervorosa e corajosa.

Teofania no Novo Testamento

Mãos se encontrando com luz ao fundo

Saiba agora como ocorreram as teofanias no Novo Testamento, quais aparições divinas são relatadas e como aconteceram na segunda parte da Bíblia. Vale destacar que como há a presença de Jesus Cristo, também considerado como Deus, as teofanias podem ser chamadas também de cristofania.

Jesus Cristo

A vinda de Jesus à Terra é considerada como a maior teofania até então. Ao longo dos 33 anos de vida, o filho de Deus virou carne e procurou espalhar o Evangelho, as boas novas, além do amor de Deus pela Humanidade.

A história de Jesus na Bíblia, que vai do seu nascimento até sua morte, e em seguida, a ressurreição, é contada em 4 livros: Mateus, Marcos, Lucas e João. Em todos eles, algum acontecimento da vida do filho de Deus é citado.

Outra teofania associada à Jesus é quando após a ressurreição, Ele aparece para os apóstolos e, também, fala com os seus seguidores.

A Saulo

Saulo foi um dos maiores perseguidores dos cristãos após a morte de Jesus. Ele prendia os fiéis ao Evangelho. Até que um dia, uma teofania aconteceu a ele: o filho de Deus fez uma aparição. Jesus o repreendeu por perseguir os cristãos. Inclusive, Saulo ficou temporariamente cego devido a teofania.

Nisso, Saulo se arrependeu e até mudou seu nome de Saulo de Tarso, ficando conhecido como Paulo de Tarso. Além disso, foi um dos maiores propagadores do Evangelho, sendo ele o autor de treze livros do Novo Testamento. Inclusive é por meio destes livros que a doutrina cristã é baseada, em um primeiro momento.

João, em Patmos

Esta é a última teofania encontrada no Novo Testamento. Ela relaciona-se ao último livro da Bíblia: o Apocalipse. Enquanto estava preso em Patmos, João relata ter uma visão de Jesus em que Ele lhe revelava o poder sobrenatural.

Mas não foi apenas isso. Nesta manifestação do Deus filho, foi designado a João que ele pudesse ver o fim dos tempos. E, além disso, deveria escrever sobre o que significa, segundo a religião cristã, a segunda vinda de Jesus para a humanidade.

É por meio de João que os cristãos são preparados para o Apocalipse e tudo o que irá ocorrer no chamado “fim dos tempos”.

Elementos da Teofania na Bíblia

Homem ajoelhado no chão com as mãos para cima

Os elementos da teofania na Bíblia Sagrada são itens em comum existentes nas manifestações de Deus. Claramente, não são todos os itens que aparecem em todo o tipo de teofania. Ou seja, há alguns elementos que vão aparecer em algumas manifestações e outros não. Entenda agora quais são esses elementos!

Temporaneidade

Uma das características da teofania certamente é a temporaneidade. As manifestações divinas são temporárias. Ou seja, quando elas alcançam o propósito, logo, Deus se retira. Contudo, isso não significa que Deus os abandonou.

Como a Bíblia expressa em todos os seus livros, a fidelidade de Deus para com seu povo é permanente. Portanto, se caso não pudesse aparecer em pessoa, mandava seus mensageiros. E mesmo que a mensagem enviada fosse temporária, o legado é eterno.

Um exemplo, é o filho Jesus Cristo. Mesmo passando pouco tempo na Terra, cerca de 33 anos, o legado que ele deixou perdura até os dias atuais.

Salvação e Julgamento

As teofanias de Deus são bastante esporádicas por toda a Bíblia. Mas isso acontece justamente por uma razão: salvação e julgamento. Em resumo, eram os últimos recursos.

As manifestações mais conhecidas foram a visita de Deus a Abraão antes da destruição de Sodoma e Gomorra no Antigo Testamento. Ou quando Jesus, em visão, visita a João preso em Patmos é uma grande prova disso.

Quando Deus, seja Pai, Filho ou Espírito Santo se manifestava em frente a um humano era por questões de salvamento ou julgamento. Mas sempre priorizando o povo que O seguia. Portanto, eram oferecidos grandes livramentos ou estímulos para espalhar o Evangelho.

Atribuição de santidade

Todos os locais onde Deus realizou as teofanias tornaram-se, mesmo que temporariamente, locais santos. Um dos exemplos, certamente, é quando Abraão, ainda chamado de Abrão previamente, no alto do monte em Siquém levantou um altar.

Ou quando estavam na busca pela Terra Prometida, os israelitas durante a caminhada de 40 anos no Deserto, construíram tabernáculos que guardam a Arca da Aliança. A cada momento que Deus se manifestou pela nuvem, o local, temporariamente, tornou-se santo.

Afinal, houve um grande clamor quando o Senhor dos Céus desceu para dialogar com a Humanidade. As manifestações divinas são bem raras, por isso a necessidade de atribuir a santidade.

Parcialidade das revelações

Deus é onipotente, onipresente e onisciente. Portanto, respectivamente, ele é o Único Todo-Poderoso do céu e da terra, a Sua Presença é sentida em todo lugar e que de tudo Ele sabe. E, obviamente, ele detém tanto poder que as mentes humanas não conseguem compreender.

Por isso se diz da parcialidade das revelações. Quando Deus se manifestava, isso significa que a Humanidade não é capaz de entender a totalidade de Deus. Assim como ele disse a Moisés, que era impossível para qualquer ser vivente ver toda a Glória.

Afinal, a primeira coisa que aconteceria seria a morte se algum humano contemplasse a forma real de Deus. Por isso, Ele não se mostra completamente nas aparições.

Resposta temerosa

Tudo o que o humano não conhece e é apresentado pela primeira vez, a sensação inicial é a do medo. E nas teofanias isso ocorre frequentemente. Ora, quando Deus se apresenta, muitas vezes é por meio de fenômenos naturais.

Como no deserto do monte Sinai, ouviam-se trovões, som de trombeta, raio e uma grande nuvem. Portanto, para os humanos aquilo indicava o desconhecido. Quando Deus fala pela primeira vez com Moisés, o fenômeno que ocorre é fogo na sarça.

São acontecimentos inexplicáveis e a primeira resposta, mesmo que inconsciente, é o medo. Apesar do cenário perturbador em primeiro momento, quando Deus se pronunciava, todos se tranquilizaram.

Escatologia esboçada

O fim dos tempos está muito bem demarcado no último livro da Bíblia, Apocalipse. Que inclusive só foi escrito graças a uma teofania. Preso em Patmos, o apóstolo João tem a visão de Jesus Cristo que mostra um pouco do que será o fim de tudo.

Contudo, o final dos tempos não é evidenciado apenas no Apocalipse, mas há várias “pinceladas” por todos os capítulos do Novo e Antigo Testamento. Há vários presságios, seja Deus se manifestando para os profetas.

Ou até mesmo Jesus Cristo, nos livros que contam parte da sua vida, quando avisava, ainda em carne, sobre o Apocalipse.

Mensagem teofânica

A única razão para que Deus fizesse as aparições, de forma direta, era bem simples: enviar uma mensagem. Fosse de esperança, de alerta, de cuidado. Tudo sempre foi uma mensagem. Ora, um exemplo disso é quando ele diz diretamente a Abraão que destruiria Sodoma e Gomorra.

Ou quando relata que deseja um altar em Siquém. Até mesmo quando fala com Moisés no alto do Monte Sinai sobre os Dez Mandamentos. Aliás a mensagem também é transmitida quando é necessário encorajar. Ele faz isso diretamente com os profetas Isaías e Ezequiel, que são testemunhas de toda a glória do Reino de Deus.

Como você deve fazer

Para testemunhar as teofanias ou ter acesso a elas, é bastante fácil. Basta ler a Bíblia Sagrada. Dois livros do Antigo Testamento, Gênesis e Êxodo, tem duas aparições fantásticas do Todo-Poderoso.

Porém, quando se fala de ter uma teofania, é mais difícil de prever. Afinal, é preciso de um momento muito específico para que aconteça. Por isso, é melhor ensinar uma forma de se aproximar de Deus: através da oração.

Ou ter um contato mais íntimo com Deus. Como diz na própria Bíblia, para se ter contato com Deus não há necessidade de ir para templos sagrados. Basta prostrar-se de joelhos antes de dormir e clamar ao Senhor dos Céus.

Ainda acontecem teofanias nos dias atuais?

Escada formada de nuvens em direção ao céu

Segundo as Escrituras Sagradas, sim. Afinal, a era de milagres não acabou. Muitas vezes as teofanias ocorrem por meio de fenômenos naturais que à primeira vista, parecem inexplicáveis. Mas Deus age o tempo todo.

Afinal, vale lembrar que as teofanias são a antevisão do fim dos tempos. Muitos fiéis encontram semelhanças de acontecimentos atuais com as palavras escritas no Apocalipse. Adoração a falsos deuses, crimes hediondos acontecendo de forma assustadora e mais frequentes.

Outro ponto apontado pelos cristãos são a maior frequência de fenômenos naturais, que seriam manifestações de Deus e do fim dos tempos. Então, é correto dizer sim, que as teofanias ainda acontecem e como Deus é Onisciente, ou seja, sabe de todos os passos, de tudo que aconteceu e acontecerá, esse é o plano dEle.

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


cultura

Artigos relacionados


Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Você sabia que as fases da lua interferem e trazem diferentes significados para o ciclo menstrual? Leia o artigo e entenda mais sobre seu equilíbrio interior!


Signo do Porco no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Signo do Porco no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

O último dos signos fala sobre sorte, riqueza e gentileza. O nativo é generoso e pode parecer lento, mas é determinado. No artigo, saiba mais sobre o Porco!


Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Signo do Cavalo no horóscopo chinês: características, elementos e mais!

Descobriu que o Cavalo é o seu signo do horóscopo chinês? Leia o artigo e confira quais são as suas características segundo a astrologia oriental!


Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Qual o significado espiritual da estrela cadente? Ver, sonhar e mais!

Ver estrelas cadentes tem inúmeros significados, e pode ser uma oportunidade de fazer pedidos se sentindo mais perto do universo. Saiba mais no artigo!


Qual o significado do Dente-de-leão? Flor, tatuagem, nos sonhos e mais!

Qual o significado do Dente-de-leão? Flor, tatuagem, nos sonhos e mais!

O dente de leão é a planta dos desejos e está associado a várias lendas e histórias. Quer saber mais sobre isso? Leia o nosso artigo completo!


Últimos posts


Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

O banho de Exu é uma forma poderosa e eficaz para abertura de caminhos, limpar o campo energético, entre outros exemplos. Leia esse artigo e saiba mais!


Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Banho de Artemísia: para que serve, propriedades, como fazer e mais!

Aprenda aqui como fazer o banho de Artemísia. A erva possui diversos benefícios para a saúde, além de promover limpeza energética, atrair proteção e muito mais!


Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sonhar com nota de 2 reais: falsa, rasgada, nova, velha, na carteira e mais!

Sabia que sonhar com nota de 2 reais traz vários significados? Pode revelar prosperidade, mas não fala só de dinheiro. Clique e entenda todas as interpretações!


Sonhar com ar condicionado: ligado, quebrado, pegando fogo e mais!

Sonhar com ar condicionado: ligado, quebrado, pegando fogo e mais!

Neste artigo nós desvendamos as interpretações de 19 tipos de sonhos com ar condicionado. São bons e maus presságios, além de alertas e conselhos. Confira!


Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Menstruar na lua minguante: entenda as fases da lua e o ciclo menstrual!

Você sabia que as fases da lua interferem e trazem diferentes significados para o ciclo menstrual? Leia o artigo e entenda mais sobre seu equilíbrio interior!