As 7 dores de Maria: conheça a história, como fazer a oração e mais!

As 7 dores de Maria: conheça a história, como fazer a oração e mais!

Você sabia que existem orações poderosas em homenagem às 7 Dores de Maria, as quais podem lhe auxiliar em diversos momentos de sua vida? Acompanhe a seguir!


O que são as 7 dores de Maria?

Nossa Senhora das Dores em pintura em igreja

"As 7 dores de Maria" é uma devoção feita pelos fiéis a Nossa Senhora das Dores. O objetivo é honrar o sofrimento que Maria passou diante da Cruz, com Jesus Cristo crucificado. Assim, essas etapas da devoção são episódios reflexivos que convidam os fiéis a meditar sobre Maria e seu sentimento, desde a fuga da família para o Egito, a Paixão de Cristo, passando pelo Morte até o Sepultamento de Jesus.

Além de honrar o sofrimento da Mãe de Cristo, as 7 dores de Marias também possuem o intuito de dar forças aos fiéis para que consigam carregar suas próprias cruzes. Assim, através da Coroa das 7 Dores, os fiéis relembram as dores que a Virgem passou em Terra junto ao Filho, buscando também forças para vencer suas adversidades diárias.

Nossa Senhora das Dores ainda traz consigo inúmeras histórias interessantes e repletas de fé. Se quer de fato entender mais sobre ela, continue acompanhando o texto a seguir.

Conhecendo Nossa Senhora das Dores

Igreja de Nossa Senhora das Dores

Desde o início das histórias envolvendo a Igreja Católica, existem relatos de aparições de Maria por todo o mundo. Em cada lugar que visitou, a Mãe de Jesus apareceu de uma forma, sempre com objetivo de revelar mensagens de fé para a salvação da humanidade.

Portanto, Maria possui muitos nomes, e um deles é Nossa Senhora das Dores. Esse nome em especial foi atribuído à Virgem por conta dos sofrimentos que ela passou no período da Paixão de Cristo. Acompanhe a leitura a seguir para entender tudo sobre essa santa que possui fiéis por todo o mundo.

História

Sabe-se entre os fiéis que Nossa Senhora sempre guardou tudo em seu coração. Assim, desde o recebimento da notícia que seria Mãe de Jesus até sua morte na cruz, ela nunca falou alto, gritou, nem mesmo tentou impedir que levassem seu Filho.

Durante o caminho para o Calvário, Mãe e Filho se encontraram, e por mais que Maria estivesse arruinada por dentro, cheia de dores por ver seu filho daquela forma, ela não externou esse sentimento, e novamente guardou para si.

Maria sempre adotou essa atitude pois sabia que desde quando o anjo Gabriel anunciou a ela que geraria o Filho de Deus, ela sabia que não seria fácil e enfrentaria muitos desafios. Mais a frente, ao contemplar em pé o seu Filho na cruz, ao lado de João, um dos discípulos queridos de Jesus, Cristo proferiu as seguintes palavras: “Filho, aí está a sua mãe. Mãe, aí está o seu filho”.

Assim, entregando um ao outro, Jesus entregou também sua Mãe a toda a humanidade, e os fiéis a acolheram como sua Mãe. Desse modo, entende-se que ao seu encontrarem nesse trajeto e trocarem olhares, tanto Jesus quanto Maria compreenderam ali a missão um do outro. Apesar de difícil, Maria nunca se desesperou e aceitou seu destino. Para os fiéis, Maria é a Mãe que lá do céu segue intercedendo por seus filhos em Terra, com muito amor e compaixão.

Apesar da dor de perder um Filho ser incalculável, Maria passou por todo esse sofrimento deixando a lição de que você deve ser sábio e ter discernimento para entender as vontade de Deus. Todos esses episódios envolvendo a Paixão de Cristo fizeram com que Maria recebesse mais um nome, e dessa vez foi chamada de Nossa Senhora das Dores ou Mãe Dolorosa.

Características visuais

A imagem de Nossa Senhora das Dores traz consigo o semblante de uma Mãe triste e aflita diante de todo o sofrimento de um Filho. Suas vestes mostram a cor branca, que representa a virgindade e a pureza, e também traz consigo o vermelho, pois naquela época as mulheres judias utilizavam esse tom para simbolizar que eram mães. Em algumas imagens, ela aprece também com uma veste em tom de roxo claro.

Já seu véu, como de costume, é azul, representando o céu, fato esse que quer dizer que é lá que ela está, junto de Deus. Em algumas imagens, Maria aparece também com um tom de dourado sob o seu véu. Nesse caso, isso representa uma espécie de realeza, demonstrando assim que ela é Rainha, além de Mãe e Virgem.

Em suas mãos, Nossa Senhora das Dores segura uma coroa de espinhos, como a usada por Jesus na cruz, além de alguns cravos, componentes esses que retratam todo o seu sofrimento. Outro detalhe muito interessante na imagem está no coração da Virgem, que aparece sendo ferido por sete espadas, refletindo ainda mais a sua dor interna e todo o seu sofrimento. O número de espadas indica ainda quantidade das dores de Maria.

Nossa Senhora das Dores na Bíblia

Dentro da Bíblia Sagrada, todas essas dores aparecem descritas, trazendo muitas reflexões aos fiéis: desde a primeira, intitulada como “A profecia de Simeão”, que fala sobre as lanças que atravessariam o coração da Virgem - retratando, assim, que ela passaria por grandes períodos de turbulências- até a última dor, na qual Maria observa o corpo do Filho no Santo Sepulcro, com o coração repleto de sofrimento.

Você conhecerá mais detalhes sobre as 7 dores de Maria um pouco mais para frente, nesse artigo. O fato é que a Bíblia Sagrada retrata de maneira bem detalhada todos esses episódios. Na Igreja Católica, a imagem de Nossa Senhora das Dores ainda é representada pelas espadas ferindo o imaculado coração de Maria.

O que a Nossa Senhora das Sete Dores representa?

A imagem de Nossa Senhora das Dores aparece com ela segurando uma coroa de espinhos e alguns cravos, simbolizando todo o episódio da Paixão de Cristo, representando, assim, o sofrimento incalculável que Maria viveu. Maria era muito discreta e guardava para si todos os seus sentimentos. Assim, durante toda a Paixão de Cristo, pode-se observar uma Mãe aflita e imensamente triste, com seu coração partido.

Maria não gritou, não ficou histérica, nem nada do tipo. Assim, ela sofreu em silêncio, aceitando o seu destino e o de seu Filho. Diante desses fatos, pode-se interpretar que Nossa Senhora das Dores representa para os fiéis que deve-se ter calma, paciência e discernimento diante das dificuldades da vida, além de mostrar a necessidade de entender e aceitar os planos Divinos.

Veneração em outros países

Chamada em latim como Beata Maria Virgo Perdolens ou Mater Dolorosa, Nossa Senhora das Dores é cultuada pelo mundo todo. Segundo alguns estudiosos, a devoção a ela teve início em meados de 1221, na Germânia, no Mosteiro de Schonau.

Pouco tempo depois, em 1239, também passou a receber homenagens e devoções em Florença, na Itália. No entanto, não para por aí, Nossa Senhora das Dores ainda é cultuada em mais lugares, como por exemplo, na Eslováquia, onde é a padroeira. Além do estado americano do Mississipi.

Nossa Senhora da Dores também possui inúmeros fiéis em algumas comunas italianas, como, Accumoli, Mola di Bari, Paroldo e Vilanova Modovi, além de receber celebrações especiais em Malta na Espanha. Já em Portugal, ela também é padroeira de diversos locais diferentes.

Veneração no Brasil

No Brasil, Nossa Senhora das Dores possui inúmeros fiéis de Norte a Sul do país. Prova disso é que ela é padroeira de inúmeras cidades diferentes, além de existir diversos festejos em sua homenagem.

Em Heliodora/MG e Cristina, também em Minas Gerais, por exemplo, é comemorado o “Setenário das Dores de Maria”, no qual são realizadas 7 missas com o tema das Sete Dores da Virgem. A celebração tem início no quinto domingo da Quaresma com a 1ª Dor e termina no Sábado (véspera do Domingo de Ramos), com a 7ª Dor.

É ainda padroeira de cidades dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Piauí, e tantos outros. Em Teresina, no Piauí, por exemplo, no dia 15 setembro, dia de Nossa Senhora das Dores, é realizado uma celebração com procissão em homenagem a ela. A procissão sai da Igreja de Nossa Senhora do Amparo, acompanhada por inúmeros fiéis, e vai até a Catedral.

Curiosidades sobre Nossa Senhora da Piedade

Um das curiosidades está justamente no nome desse subtítulo. Você pode ter achado estranho estar escrito, “Nossa Senhora da Piedade”, mas uma das maiores curiosidades sobre ela é a forma como é conhecida em diferentes locais.

Com inúmeras nomeações pelo Brasil a fora, alguma das formas que Nossa Senhora das Dores é conhecida são: Nossa Senhora da Piedade, Nossa Senhora das Angústias, Nossa Senhora das Lágrimas, Nossa Senhora das Sete Dores, Nossa Senhora do Calvário, Nossa Senhora do Monte Calvário, Mãe Soberana e Nossa Senhora do Pranto.

Sendo assim, todos esses nomes são referentes a mesma Santa, e você pode clamar por ela ou chamá-la da maneira que preferir.

As 7 dores de Maria

Igreja de Nossa Senhora das Dores em preto e branco

Segundo os ensinamentos da Igreja Católica, todos os sofrimentos que Maria passou em vida fizeram dela uma grande intercessora diante de Deus para os pedidos de seus filhos na terra.

Desse modo, Nossa Senhora das Dores simboliza todos os sofrimentos da Virgem Maria: desde a Profecia de Simeão sobre Cristo, passando pelo desaparecimento do Menino Jesus quando criança, até chegar na morte de Cristo. Acompanhe a seguir todas as 7 Dores de Maria.

A profecia de Simeão sobre Jesus

A profecia de Simeão certamente foi dura, no entanto, Maria a recebeu com fé. Na situação em questão, o profeta disse que uma espada de dor atravessaria o seu coração e a sua alma. A profecia foi feita enquanto Jesus, ainda bebê, era apresentado no Templo.

Simeão abençoou Mãe e Filho e disse: “Eis que este menino está destinado a ser ocasião de queda e elevação de muitos em Israel e sinal de contradição. Quanto a ti, uma espada te transpassará a alma” (Lc 2, 34-35).

A fuga da Sagrada Família para o Egito

Após receberem a profecia de Simeão, a Sagrada Família tentou fugir para o Egito, afinal, o imperador Herodes estava a procura do Menino Jesus a fim de matá-lo. Em decorrência disso, Jesus, Maria e José acabaram permanecendo em terras estrangeiras por um período de 4 anos.

O Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e disse: “Levanta, toma o menino e a mãe, foge para o Egito e fica lá até que te avise. Pois Herodes vai procurar o menino para matá-lo. Levantando-se, José tomou o menino e a Mãe, e partiu para o Egito” (Mt 2, 13-14).

O desaparecimento do Menino Jesus durante três dias

Assim que voltaram do Egito, a Sagrada Família foi até Jerusalém para comemorar a Páscoa. Nessa época, Jesus tinha apenas 12 anos e acabou se perdendo de Maria e José. O fato em questão ocorreu pois quando seus pais voltavam de Jerusalém, o Messias permaneceu no Templo discutindo com os chamados Doutores da Lei.

No entanto, seus pais pensaram que ele estivesse na caravana junto com as demais crianças. Ao notarem a falta de Jesus, Maria e José voltaram aflitos para Jerusalém e só encontraram Jesus, após 3 dias de procura. Assim que acharam o Messias, Jesus lhes disse que “deveria cuidar das coisas de seu Pai.”

“Acabados os dias da festa da Páscoa, quando voltaram, o Menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que os pais o percebessem. Pensando que estivesse na caravana, andaram o caminho de um dia e o procuraram entre parentes e conhecidos. E, não o achando, voltaram a Jerusalém à procura dele” (Lc 2, 43-45).

O encontro de Maria e Jesus a caminho do Calvário

Após ser condenado como um bandido, Jesus percorria o caminho do calvário, carregando a cruz na qual seria crucificado. Durante esse trajeto, Maria, com o seu coração cheio de dor, encontrou o Filho.

“Ao conduzir Jesus, lançaram mão de um certo Simão de Cirene, que vinha do campo, e o encarregaram de levar a cruz atrás de Jesus. Seguia-o grande multidão de povo e de mulheres que batiam no peito e o lamentavam” (Lc 23, 26-27).

Maria observando o sofrimento e morte de Jesus na Cruz

Ver seu Filho crucificado com toda certeza foi mais uma situação muito dolorosa para Maria. Segundo alguns estudiosos católicos, durante o ato da crucificação, cada prego perfurado em Jesus também era sentido por Maria.

“Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua Mãe, a irmã de sua Mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena. Vendo a Mãe e, perto dela, o discípulo a quem amava, disse Jesus para a Mãe: Mulher, eis aí o teu filho! Depois disse para o discípulo: Eis aí a tua Mãe!” (Jo 19, 15-27a).

Maria recebe o corpo do filho tirado da Cruz

A sexta dor de Maria Santíssima é marcada pelo momento em que Jesus é descido da cruz. Após a morte do Senhor, seus discípulos José e Nicodemos o desceram da cruz e o colocaram nos braços de sua Mãe. Ao receber seu Filho, Maria o apertou contra o peito e observou todo o estrago que os pecadores haviam feito naquele santo corpo.

Aflita, Maria retirou a coroa de espinhos da cabeça de Jesus, observou suas mãos e pés e disse:

“Ah, meu Filho, a que estado te reduziu o amor para com os homens. Que mal lhes fizeste para assim te maltratarem? Ah, meu Filho, vê como estou aflita, olha-me e consola-me, mas já não me vês. Fala, dize-me uma palavra e consola-me, mas já não falas, porque estás morto. Ó espinhos cruéis, cravos atrozes, bárbara lança, como pudestes atormentar assim o vosso Criador? Mas, que espinhos, que cravos. Ah, pecadores.”

“Chegada a tarde, porque era o dia da Preparação, isto é, a véspera de sábado, veio José de Arimateia, entrou decidido na casa de Pilatos e pediu o Corpo de Jesus. Pilatos, então, deu o cadáver a José, que retirou o Corpo da cruz” (Mc 15,42).

Maria observa o corpo do filho a ser depositado no Santo Sepulcro

A última das 7 dores de Maria é marcada pelo sepultamento de Jesus, quando Maria observou o corpo sagrado do Filho ao ser colocado no Santo Sepulcro. O túmulo em questão foi emprestado por José de Arimatéia.

“Os discípulos tiraram o Corpo de Jesus e envolveram em faixas de linho com aromas, conforme é o costume de sepultar dos judeus. Havia perto do local, onde fora crucificado, um jardim, e no jardim um sepulcro novo onde ninguém ainda fora depositado. Foi ali que puseram Jesus” (Jo 19, 40-42a).

Oração das sete dores de Maria

Igreja de Nossa Senhora das Dores

Ao receber a missão de ser a Mãe do Messias e grande Salvador, Maria acabou tendo sua vida marcada por inúmeras provações. As 7 dores da Virgem são narradas na Bíblia, e ao acompanhar, é possível entender como Maria sofreu em amor ao seu Filho.

Por conta disso, as orações relacionadas às 7 dores de Maria são extremamente poderosas e podem vir a auxiliar os corações aflitos que estejam passando por certo problemas. Acompanhe a seguir.

Como funciona Rosário das Sete Dores?

Também conhecido como Coroa das Sete Rosas, esse Rosário é muito tradicional na Igreja Católica desde a Idade Média. Após as aparições de Maria em Kibeho, no ano de 1981, ele passou a ser ainda mais conhecido, pois Nossa Senhora pediu para que o Terço das Sete Dores fosse introduzido novamente por todo o mundo.

O Rosário das 7 Rosas inicia-se com o Sinal da Cruz. Na sequência, é feita uma oração introdutória e um ato de contrição e são rezadas três Ave-Marias. Depois, o Rosário dá início aos seus 7 mistérios, que representam as 7 dores da Virgem Santíssima. Cada mistério é composto pela meditação e oração, e ao fim de cada um é rezado um Pai Nosso e sete Ave-Marias.

Ao fim dos sete mistérios, reza-se a “jaculatória” e a oração final. Após isso, reza-se ainda mais três vezes a jaculatória e encerra-se o Rosário com o Sinal da Cruz.

Quando fazer a oração?

As orações a Nossa Senhora das Dores prometem dar fim às aflições dos fiéis e acabar com seus sofrimentos. Assim, você pode recorrer a ela sempre que estiver passando por uma situação conturbada em sua vida. Pode ser em relação a um problema de saúde, financeiro, profissional ou tantos outros.

Sabe-se que não se deve medir problemas ou dores. Portanto, independente do motivo que esteja lhe deixando aflito e triste, tenha fé que as poderosas orações das Setes Dores poderão lhe auxiliar, acalmar e acabar com seu sofrimento.

Oração inicial das 7 dores de Maria

Inicia-se com o Sinal da Cruz: em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Oração Introdutória: “Ó Deus e Senhor meu, eu vos ofereço este Terço para a Vossa glória, para que sirva para honrar a Vossa Santa Mãe, a Virgem Maria, e para que eu a possa compartilhar e meditar os seus sofrimentos.

Humildemente eu vos peço: concedei-me o arrependimento verdadeiro de meus pecados e dai-me a sabedoria e a humildade necessárias para que eu receba todas as indulgências concedidas por essas orações”.

Oração final das 7 dores de Maria

Oração Final: “Ó Rainha do Mártires, vosso coração muito sofreu. Eu vos imploro pelo mérito das lágrimas que chorastes durante esses períodos tristes e terríveis, que concedeis a mim e a todos os pecadores do mundo a graça de nos arrependermos sincera e verdadeiramente. Amém”.

Reza-se três vezes a jaculatória: “Ó Maria, que foi concebida sem pecado e sofreu por todos nós, rogai por nós”.

Encerra-se o Terço com o Sinal da Cruz: em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Como a oração das 7 dores de Maria pode auxiliar na sua vida?

Mulher rezando

Uma oração, de maneira geral, pode lhe ajudar em qualquer momento de sua vida. Assim, em volta de todo o mundo inúmeros fiéis recorrem aos céus com os mais diversos pedidos de intercessão, seja uma graça para saúde, emprego, resolução de problemas ou outras coisas.

Sabendo disso e também de todo o poder que existe nas orações das 7 Dores, compreenda que independente do problema no qual você esteja passando, se tiver fé, essas orações poderão lhe ajudar.

Tenha em mente ainda que a palavra “ajudar” não significa que você conseguirá completamente aquilo que pede, pois, segundo a fé católica, nem sempre aquilo que desejamos ou pedimos é o melhor para nós, pelo menos naquele momento. Assim, como Deus sabe de todas as coisas, ele acaba lhe guiando pelo melhor caminho, e muitas vezes você só vai entender o motivo daquilo tempos depois.

Nesse caso, a palavra “ajudar” também entra em sua vida por meio das orações para lhe acalmar, tirar as aflições de seu coração e lhe auxiliar a entender os planos Divinos. Portanto, mesmo que não tenha seu pedindo atendido, lembre-se de Nossa Senhora das Dores, que sofreu em silêncio ao ver a situação do Filho e apenas compreendeu a vontade divina e se entregou e confiou nos planos de Deus.

Entretanto, apesar disso, compreenda ainda que você deve fazer a sua parte, ou seja, reze com fé, pedindo a intercessão de Nossa Senhora das Dores, que também é Mãe, e por isso tende a entender os seu filhos e levar os seu pedidos até o Pai. Peça com fé e confie que o melhor para sua via, ou daqueles que lhe cercam, será feito.

Autor deste artigo

Olá! Me chamo Anne e sempre tive paixão por escrever. Desde pequena já gostava de produzir histórias e viajar por aquele mundo descrito no papel.

Palavras-chave relacionadas


religiões orações

Artigos relacionados


Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Conhecido por ser um grande guerreiro, o Caboclo Sete Flechas quebra qualquer demanda e ensina de forma branda e serena. Confira!


Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Você conhece o Anjo Miguel? Conheça a história, significado, oração e muito mais sobre esse poderoso Arcanjo e como pode trazer auxílio em sua vida.


Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Santa Maria Madalena é a padroeira de todos os pecadores arrependidos, das mulheres e das mães solteiras. Confira aqui como pedir a sua intercessão!


Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

Banho de Exu: para abrir caminhos, limpeza espiritual, proteção e mais!

O banho de Exu é uma forma poderosa e eficaz para abertura de caminhos, limpar o campo energético, entre outros exemplos. Leia esse artigo e saiba mais!


Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Oração para encontrar um amor: a pessoa certa, o amor verdadeiro e mais!

Se você está procurando um grande amor, não perca tempo e faça uma oração. Leia o artigo e confira o que é preciso para encontrar a sua alma gêmea!


Últimos posts


Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lentes de contato denotam má sorte? Descubra tudo sobre esse sonho e seus significados nesse atigo!


Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Os Salmos da Bíblia cristã são um convite a expressar a fé e pedidos genuínos, aliados a um profundo senso de gratidão a Deus. Conheça mais sobre esses textos!


Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Caboclo sete flechas: características, história, ponto e mais!

Conhecido por ser um grande guerreiro, o Caboclo Sete Flechas quebra qualquer demanda e ensina de forma branda e serena. Confira!


Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Anjo Miguel: conheça sua história, significado, oração e mais!

Você conhece o Anjo Miguel? Conheça a história, significado, oração e muito mais sobre esse poderoso Arcanjo e como pode trazer auxílio em sua vida.


Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Oração de Santa Maria Madalena: para o amor, para pedir, pelo perdão e mais!

Santa Maria Madalena é a padroeira de todos os pecadores arrependidos, das mulheres e das mães solteiras. Confira aqui como pedir a sua intercessão!