Mantras: significado, benefícios, mantras na yoga, na meditação e mais!

Mantras: significado, benefícios, mantras na yoga, na meditação e mais!

Tem curiosidade sobre o que é e como funciona um mantra? Confira neste artigo as origens, os significados e os benefícios que os mantras proporcionam.


O que são mantras?

Livros "Os Vedas Sagrados" e "Bhagavad Gita"

A palavra mantra é composta por dois significados: “man” sendo uma definição de mente, e “tra” refere-se a instrumento ou veículo. Mantras são palavras, fonemas, sílabas ou frases utilizadas como forma de guiar a mente, proporcionando maior concentração e equilíbrio vibracional à psique e ao corpo humano.

Geralmente os mantras são escritos em sânscrito; língua ancestral na Índia e no Nepal. Seus registros mais antigos são encontrados nos Vedas; textos sagrados da cultura indiana descobertos há mais de 3 mil anos que tratam os mantras como conexão com energias divinas e do universo.

Os mantras não se limitam apenas à repetição de palavras ou frases. Eles devem ser escolhidos de acordo com o objetivo e a intenção por parte de quem os entoa e com o poder vibracional que eles proporcionam.

Acompanhe neste artigo um estudo sobre os mantras e o poder das palavras em diferentes filosofias e religiões. Também iremos percorrer os diversos usos em que eles se aplicam além de significados específicos dos principais mantras existentes em diferentes culturas assim como seus benefícios físicos, mentais e espirituais.

O poder das palavras e dos mantras

Pessoa lendo escrituras sagradas

Nas mais diversas linhas de pensamentos humanos, sejam religiosos ou filosóficos, uma coisa é certa: a palavra tem poder. É através dela em sua forma falada e escrita que os seres humanos se expressam e demonstram suas emoções e intenções, e é através da palavra que a humanidade escreve sua história.

Veremos a seguir como o entendimento do poder das palavras, de acordo com as principais filosofias e religiões se aplica à todos os aspectos de nossa vida, sendo assim de vital importância para ampliação de nossa consciência e para a forma que trilhamos nossos caminhos durante nossa existência.

O poder das palavras segundo a Bíblia

O poder das palavras, segundo a Bíblia, tem um papel central e divino. São inúmeras as referências bíblicas quanto ao poder das palavras, a começar pela origem da criação.

A frase de abertura do Evangelho de João, no livro de Gênesis, diz: “No início era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus”, deixando claro que a criação do tempo, do universo e de tudo em que nele está contido se originou na palavra, e que Deus é a própria palavra.

A palavra é o principal norte seguido pelos cristãos, sendo alimento para o espírito e orientação para todos os princípios éticos e morais da vida de uma pessoa.

Temos um claro exemplo em Mateus 15:18-19: “Mas as coisas que saem da boca vêm do coração, e são essas que tornam o homem impuro. Pois do coração saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias”.

O poder das palavras segundo a Cabala

De acordo com a cabala, sistema filosófico-religioso judaico de origem medieval, o poder das palavras está diretamente ligado ao impacto energético negativo ou positivo que ela causa, seja proferida, ouvida e até mesmo pensada por um indivíduo.

Na cabala, as letras e palavras são consideradas matérias primas da criação e cada uma delas é um canal para energias divinas específicas.

As palavras que utilizamos no dia a dia, pensadas ou faladas, executam uma função central no desenvolvimento de nossa perspectiva e sentimentos. Nossos sentimentos geram ações e essas geram efeitos. Tudo começa com palavras.

Seguindo essa lógica da cabala, somos capazes de criar ou destruir através das palavras. As palavras usadas dão vida às coisas e a mudança da utilização de palavras negativas por positivas, inevitavelmente, irá criar algo novo e favorável.

O poder das palavras segundo a filosofia ocidental

O poder das palavras para a filosofia ocidental encontra-se em tornar nosso pensamento conhecido por outros. O transmissor da palavra traduz pensamentos privados em palavras, e o receptor traduz de volta em pensamentos.

De acordo com a filosofia ocidental, devemos antes ter uma ideia concreta sobre o que iremos falar, e nossas palavras devem ser baseadas na experiência.

Esse enfoque mais realista sobre as palavras resultou em perseguições religiosas ao longo dos séculos, uma vez que essas ideias foram dissonantes em relação à concepção divina de muitas palavras quanto à tradição judaica cristã.

A filosofia ocidental trata as palavras como instrumentos práticos na melhoria do mundo para nós mesmos e para quem nos cerca.

O poder das palavras segundo a filosofia oriental

A filosofia oriental tem na palavra um enfoque bastante espiritual. Os mantras, que têm sua origem na cultura indiana, são tidos como expressão pura e divina que harmoniza o ser humano com o universo e as divindades.

Na cultura japonesa temos o termo kotodama, que significa "espírito da palavra". O conceito de kotodama presume que os sons afetam objetos e que o uso ritual das palavras influencia nosso ambiente e nosso corpo, mente e alma.

Essa concepção do poder da palavra com forte enfoque espiritual e divina também está presente nas culturas tibetana, chinesa, nepali e demais países orientais que compartilham a espiritualidade budista.

O som como manifestação dos mantras

Mulher meditando

O som tem propriedades ilimitadas na transformação e na cura humana. Ele nos afeta no plano físico, mental, emocional e espiritual, sendo a manifestação de intenções e desejos, e cientificamente comprovado quanto à sua propriedade de reorganizar a estrutura molecular da matéria.

Como tudo no universo, nosso corpo físico encontra-se em estado vibracional. Nosso estado de saúde física e mental depende diretamente da harmonia da vibração das diferentes partes do corpo.

O som como manifestação vibracional é peça chave em processos de cura física, sendo utilizado pela ciência moderna, espiritual e energética pelas culturas milenares através dos mantras.

A manifestação mais significativa do som é a nossa própria voz. Seja na forma escrita, falada ou pensada, a intenção que origina o som emitido, relaciona-se diretamente à forma vibracional e seus efeitos. Analisemos a origem da palavra mantra e como eles funcionam, para que servem e a importância de entender seus significados.

Origem da palavra "mantra"

Os primeiros e mais antigos registros sobre os mantras originam-se nos vedas, as antigas escrituras indianas de mais de 3.000 anos. "Mantra" vem do sânscrito “Mananāt trāyatē iti mantrah”, que significa a repetição sustentada (Mananāt) daquilo que protege (trāyatē) de todas as misérias decorrentes das tribulações humanas ou dos ciclos de nascimento e morte.

A origem dos mantras vem do som primordial OM, que é considerado o som da criação. Estudiosos, videntes e sábios que recorreram aos mantras em busca de sabedoria descobriram a ciência dessa técnica. Quando colocada em prática, ela remove obstáculos ao crescimento humano proporcionando a realização dos objetivos de cada ser espiritual em forma humana.

Como funcionam os mantras

Como ferramenta física, o mantra funciona como harmonizador cerebral. Através da vocalização dos fonemas o mantra aciona determinadas áreas do nosso cérebro através da ressonância sonora.

É através dos nossos cinco sentidos que o cérebro se conecta com o mundo exterior, e o mantra nos coloca em um ponto além destes sentidos, onde a mente se encontra em total estado de paz e concentração.

De um modo espiritual o mantra nos conecta com forças divinas, além da compreensão humana e entoa-los nos eleva a um estado além da concepção de espaço e tempo.

Para que servem os mantras

A primordial função dos mantras é auxiliar na meditação. O cérebro humano é um mecanismo que não para, e deixar de lado pensamentos sobre a vida cotidiana não é uma tarefa simples.

Os mantras servem como âncora para que a psique humana entre em estado de tranquilidade, permitindo assim adentrar em estado de relaxamento e concentração.

Para as tradições milenares, os mantras são vistos como orações que elevam a consciência, conectando o ser às energias divinas.

Quais os benefícios de entoar mantras

Os benefícios de entoar mantras refletem no corpo humano como um todo. Além de serem uma técnica milenar de auxílio à meditação e concentração, os mantras também amenizam ou eliminam ansiedades. Eles aumentam a capacidade de processamento de informações no cérebro, proporcionando tranquilidade e estabilidade emocional.

Para o corpo físico, os mantras auxiliam na função respiratória e cardiovascular. Estudos científicos também demonstraram que entoar mantras aumenta a produção de substâncias relacionadas ao bem estar e à imunidade, como a endorfina e a serotonina.

Preciso saber o significado do mantra?

O que transcende o mantra para além de um mero instrumento físico é a intenção que se coloca ao entoá-lo e o significado de cada fonema ou frase vocalizada.

Um mantra entoado com intenção sincera e com conhecimento de seu significado libera toda a potencialidade energética e espiritual que a frase ou fonema carrega. Isso possibilita a conexão com energias divinas, elevando a consciência para um estado além da concepção de espaço e tempo.

Significados de alguns mantras conhecidos

Mantra ao lado de imagem de Buda

O primeiro passo para quem pensa em iniciar a prática dos mantras é entender o seu significado. Através do entendimento do que cada frase ou sílaba significa é que se alcança o total potencial de cada mantra, além de ser essencial na escolha de acordo com o objetivo buscado por quem o entoa.

A seguir, falaremos com mais detalhes sobre mantras muito populares, como o Om, o Hare Krishna, o havaiano Ho'ponopono, e também falaremos de mantras menos conhecidos, como o maha mantra de Shiva, o mantra de Ganesha, e vários outros.

O mantra Om

O mantra Om, ou Aum, trata-se do mais importante mantra. É considerado a frequência e o som do universo, e é ponto de confluência entre diversas culturas, como o hinduísmo e o budismo, que têm esse mantra como raiz para todos os outros.

É formado pelo ditongo das vogais A e U, e a nasalização da letra M no final, e por esse motivo muitas vezes é escrito com essas 3 letras. Para o hinduísmo, o Om corresponde aos três estados da consciência: vigília, sono e sonho.

O mantra Om, ou som primordial, liberta a consciência humana dos limites do ego, intelecto e mente, unindo o ser ao universo e ao próprio Deus. Ao entoar esse mantra de forma consistente, nota-se, de forma nítida, a vibração se originando no centro da cabeça expandindo-se até abranger o tórax e o resto do corpo.

O maha mantra de Krishna, Hare Krishna

"Hare Krishna, Hare Krishna,
Krishna Krishna, Hare Hare
Hare Rama, Hare Rama
Rama Rama, Hare Rama"

O mantra de Krishna é reconhecido pela antiga literatura védica como sendo o mais importante dessa era. Significa “Dá-me a vontade divina, dá-me a vontade divina, vontade divina, vontade divina, dá-me, dá-me. Dá-me alegria, dá-me alegria, alegria, alegria, dá-me, dá-me.”

Nas palavras deste mantra encontra-se o poder da manifestação energética do chakra da garganta, que para os hinduístas refere-se à energia do primeiro raio da vontade de Deus.

O Maha mantra, ou “o grande mantra” em sânscrito, é muito usado nas práticas espirituais hinduístas e sua origem, apesar de não ser clara, remonta aos textos primordiais contidos nos Vedas, antigas escrituras indianas de mais de 3000 anos.

O maha mantra de Shiva, Om Namah Shivaya

“Om Namah Shivãya
Shivãya Namaha
Shivãya Namaha Om”

O Maha mantra de Shiva, ou Om Namah Shivaya, significa: “Om, inclino-me perante o meu divino Ser interior” ou “Om, inclino-me perante Shiva”. É muito utilizado pelos praticantes da Yoga em meditações, e proporciona profundo relaxamento mental e físico, possuindo efeitos curativos e relaxantes.

“Namah Shivaya” tem em suas palavras as cinco ações do Senhor: Criação, preservação, destruição, o ato de ocultar e a benção. Caracterizam também os cinco elementos e toda a criação através da combinação das sílabas.

O maha mantra de Ganesha, Om Gam Gana Pataye Namaha

“Om Gam Ganapataye Namaha
Om Gam Ganapataye Namaha
Om Gam Ganapataye Namaha”

O Maha mantra de Ganesha traduzido do sânscrito significa: “Om e saudações àquele que remove obstáculos do qual Gam é o som seminal.” ou “Eu te saúdo, Senhor das tropas”.

Esse mantra é considerado um forte pedido de proteção em momentos de perigos iminentes. Ganesha é o primeiro filho dos deuses Shiva e Pavarti, sendo assim uma das divindades mais importantes para os hinduístas.

Essa divindade é representada com corpo humano e cabeça de elefante, e é relacionada também aos deveres e à comunicação da inteligência universal e da sabedoria.

O mantra Om Mani Padme Hum

“Om Mani Padme Hum”

Conhecido também por Mani mantra, o Om Mani Padme Hum traduzido do sânscrito quer dizer:” Oh, joia do lótus”, ou “da lama nasce a flor de lótus”. Pode se dizer que esse mantra é um dos mais conhecidos pelo Budismo tibetano.

Utilizado para afastar negatividades e nos conectar com nossa capacidade de amor incondicional, foi criado pelo Buddha Kuan Yin, que representa a compaixão de todos os outros Buddhas, além de ser chamada de Deusa da compaixão pela mitologia chinesa.

O mantra havaiano da autocura, Hoponopono

“Ho’ ponopono”

Traduzido do havaiano, significa “corrigir um erro” ou simplesmente “corrigir”. Pode ser entoado por qualquer pessoa, independente da hora do dia ou do lugar em que ela se encontra.

O Hoponopono é um antigo mantra havaiano utilizado como limpeza espiritual de energias e sentimentos ruins. Evoca o perdão, paz interior e gratidão, sendo amplamente utilizados pelos havaianos na vida cotidiana.

Esse mantra é a reprodução de quatro frases: “sinto muito”, “me perdoe”, eu te amo” e “sou grato”, e orienta quem o entoa através das quatro etapas sentimentais: arrependimento, perdão, amor e gratidão.

Gayatri mantra

“Om bhur bhuva svar
Tat savitur varenyam
Bhargo devasya dhimahi
Dhiyo yo nah prachodayat”

Conhecido também como o mantra da prosperidade, a tradução do sânscrito do Gayatri mantra é: “Ó Deus da vida que traz felicidade, Dá-nos Tua luz que destrói pecados, que a Tua divindade nos penetre e possa inspirar nossa mente.”

Esse mantra é uma oração simples e com objetivo de trazer iluminação à mente e às atitudes. Considerado o mais poderoso e completo dos mantras, o Gayatri é tido pelos hinduístas como o mantra da iluminação.

O mantra ancestral da linhagem Saccha, Prabhu Aap Jago

“Prabhu aap Jago
Paramatma Jago
Mere Sarve jago
Sarvatra jago
Sukanta ka khel prakash karo”

Considerado um mantra poderoso de despertar espiritual, o Prabhu Aap Jago traduzido do sânscrito quer dizer “Deus desperte, Deus desperte em mim, Deus desperte em todos os lugares, Acabe com o jogo do sofrimento, Ilumine o jogo da alegria”.

Para os hinduístas, entoar este mantra com intenção sincera e sabendo o seu significado o torna uma oração de Deus para Deus, e pode ser entoado a qualquer momento que falte harmonia, amor, paz e alegria em sua vida.

Outras particularidades dos mantras

Japamala usado em repetição de mantras

Além de serem milenares formas de oração em diversas culturas, os mantras também possuem outras aplicações.

Desde uma forma de meditação, sendo utilizados também na prática da Yoga e para alinhamento e ativação dos 7 chakras, os mantras possuem diversas aplicações e curiosidades. Confira no restante do artigo.

Mantras e a meditação

Para muitos praticantes da meditação, o silêncio é essencial, porém a mente humana tem a tendência natural de perder o foco e a concentração. Os mantras, nesse caso, são ferramentas eficazes para guiar o praticante, possibilitando um total relaxamento e libertando a mente de sentimentos e emoções indesejáveis.

Por mais que sejam muito utilizados como formas de oração, os mantras não são palavras sobrenaturais. São uma espécie de ponto de apoio no qual o cérebro consegue liberar todo seu potencial adormecido.

A postura e velocidade em que sem entoa, a quantidade de repetições, a postura corporal e a respiração durante a prática da meditação são muito importantes e devem ser observadas, assim como o significado do mantra escolhido.

Mantras e a yoga

Os mantras são utilizados pelos praticantes da Yoga como forma de potencializar os benefícios dessa técnica. Um dos pilares da yoga é a entoação de mantras, que são peça chave na execução dos mais variados exercícios, pois trazem concentração e evitam que os praticantes percam o foco mental.

Apesar de não ser religiosa, a Yoga tem como sua origem a Índia e as disciplinas físicas milenares. Com técnicas de respiração, movimentos do corpo e posturas corporais específicas, a prática da yoga é direcionada de acordo com o objetivo específico de cada praticante.

Mantras e os 7 chakras

Traduzido do sânscrito, chakra quer dizer círculo ou roda, e são os centros magnéticos espalhados pelo corpo humano. Eles se encontram por toda a extensão da coluna vertebral, e sua influência está ligada aos órgãos vitais em diferentes áreas do organismo. Existem diversos chakras, porém são 7 os principais.

Existem mantras específicos para ativar cada um dos sete chakras, chamados de Bejin ou mantras seminais. Confira cada um dos sete chakras e seu respectivo mantra:

1º- Chakra base (Muladhara): Mantra LAM
2º- Chakra umbilical (Svadisthiana): Mantra VAM
3º- Chakra plexo solar e umbilical (Manipura): Mantra RAM
4º- Chakra cardíaco (Anahata): Mantra YAM
5º- Chakra laríngeo (Vishuddha): Mantra RAM
6º- Chakra frontal ou 3º olho (Ajna): Mantra OM ou KSHAM
7º- Chakra coronário (Sahasrara): Mantra OM ou ANG

O equilíbrio energético dos 7 chakras está relacionado ao bom funcionamento de várias funções biológicas e mentais, assim como doenças podem surgir caso eles estiverem desalinhados ou desativados.

Curiosidades sobre os mantras

Dentre as inúmeras peculiaridades relacionadas aos mantras, existem algumas curiosidades interessantes, como as seguintes:

• Os mantras foram referências e inspirações para artistas consagrados no mundo da música moderna ocidental. Os Beatles, por exemplo, utilizaram o mantra "jai guru deva om" na letra de “Across The Universe” (1969).

• Madonna, estudante de cabala, teve forte influências dos mantras em seu trabalho, e inclusive compôs uma canção em sânscrito chamada Shanti/Ashtangi do álbum “Ray of light” (1998).

• Com o intuito de não se perderem devido às repetições das frases ou sílabas dos mantras, alguns praticantes fazem uso de uma espécie de terço chamado japamala.

• Um mantra deve ser necessariamente criado em alguma língua morta, de modo que não ocorra modificações por conta de diferenças de dialeto.

• Ao se criar um mantra, todos os fonemas e som são pensados em uma base energética, e essa energia do mantra é comparada ao fogo.

Entoar mantras pode promover o bem-estar?

Mulher fazendo meditação

Seja como for a forma ou objetivo buscado por quem estuda e entoa os mantras, uma coisa é certa: eles são ferramentas eficazes na promoção do bem estar físico, mental e espiritual.

Por mais que tenham um fundamento místico e espiritualista, os mantras são relacionados com as ressonâncias e vibrações das energias, sendo alvos de estudos científicos que comprovam seus reflexos na matéria e, consequentemente, no organismo humano.

Se você busca nos mantras melhoria física, mental ou espiritual, busque aprofundar seu conhecimento sobre esta milenar técnica. Tenha em mente que, quanto mais sincera for sua intenção ao entoar o mantra e quanto mais souber o significado do mesmo, maior será seu benefício, seja qual for o seu objetivo.

Autor deste artigo

Jornalista, aviador e extasiado pelos estudos dos mistérios do universo e suas implicações na existência humana!

Palavras-chave relacionadas


mantras bem-estar

Artigos relacionados


Qual o significado do mantra Hari Om? Poder, como entoar, no yoga e mais!

Qual o significado do mantra Hari Om? Poder, como entoar, no yoga e mais!

O mantra Hari Om permite que você tenha um contato aprofundado com o verdadeiro ser. Você pode aproveitar esse poder entoando os mantras!


14 orações para emagrecer e perder a barriga rápido: Confira!

14 orações para emagrecer e perder a barriga rápido: Confira!

Saiba agora quais são as 14 orações mais poderosas para emagrecer e use a ajuda divina para obter o corpo (e saúde) que tanto sonha! Acesse e descubra!


O que é Hatha Yoga? A prática, Asanas, Mudras, benefícios e mais!

O que é Hatha Yoga? A prática, Asanas, Mudras, benefícios e mais!

Hatha Yoga é uma das vertentes clássicas do Yoga que dá mais foco para a permanência nas posturas. Entenda mais no nosso artigo completo.


Sonhar com pneu vazio: de carro, bicicleta, moto, caminhão e mais!

Sonhar com pneu vazio: de carro, bicicleta, moto, caminhão e mais!

Sonhar com pneu vazio demonstra como está a sua energia no momento e alguns aspectos da sua personalidade. Saiba todos os detalhes neste artigo!


O que é Om Shanti? O mantra, desejo de paz, como entoar, no yoga e mais!

O que é Om Shanti? O mantra, desejo de paz, como entoar, no yoga e mais!

Descubra o significado de Om Shanti, mantra da paz, e seus benefícios para a vida daqueles que fazem uso dele.


Últimos posts


O que é vampirismo energético? Os tipos, como se proteger e mais!

O que é vampirismo energético? Os tipos, como se proteger e mais!

Ser vítima de um vampiro energético é mais comum do que se pensa. Leia esse artigo e descubra tudo sobre o vampirismo energético e como se proteger dele!


O que é a chantagem emocional? Tipos, o chantagista, como lidar e mais!

O que é a chantagem emocional? Tipos, o chantagista, como lidar e mais!

A chantagem emocional é considerada crime e causa muitos prejuízos mentais. Saiba mais sobre esse tipo de violência psicológica aqui!


Romã: benefícios para o homem, outros benefícios, como fazer suco ou chá e mais!

Romã: benefícios para o homem, outros benefícios, como fazer suco ou chá e mais!

A romã possui ação antioxidante, anti-inflamatória e antisséptica, de modo que traz vários benefícios para a saúde. Para saber mais, confira nosso artigo!


Sonhar com ervilha: no saco, na lata, no pé, comendo, cozinhando e mais!

Sonhar com ervilha: no saco, na lata, no pé, comendo, cozinhando e mais!

Sonhar com ervilha revela situações envolvendo amizades, trabalho e realizações na vida pessoal. Veja algumas interpretações neste artigo!


Sonhar com baralho: cigano, cartas, jogando, embaralhando e mais!

Sonhar com baralho: cigano, cartas, jogando, embaralhando e mais!

Os sonhos com baralho falam sobre a vida financeira. Em geral, eles são indicativos de dificuldades. Quer saber mais sobre isso? Continue a leitura do artigo.