O que é a chantagem emocional? Tipos, o chantagista, como lidar e mais!

O que é a chantagem emocional? Tipos, o chantagista, como lidar e mais!

A chantagem emocional é considerada crime e causa muitos prejuízos mentais. Saiba mais sobre esse tipo de violência psicológica aqui!


Considerações gerais sobre chantagem emocional

Mulher sozinha e frágil.

Ao contrário do que muitos pensam, a chantagem emocional é um tipo de violência psicológica sutil, mas grave, quando se percebe os principais sinais. O manipulador se comporta como uma pessoa sedutora, que faz de tudo para proteger sua vítima. Mas, na verdade, ele apenas deseja mantê-la sob seu controle em prol de seus interesses.

Esse tipo de violência pode acontecer com qualquer pessoa e não somente com as mais inocentes e ingênuas. Qualquer um está sujeito à manipulação emocional e, quando envolve um sentimento de amor pelo chantagista, sair da situação se torna bem difícil.

Mas não há motivos para preocupações, porque, nesse texto, vamos dar algumas dicas de como se livrar da chantagem emocional, além de, claro, expor informações importantes sobre o tema. Continue a leitura para saber mais!

Entenda mais sobre a chantagem emocional e seus tipos

Homem manipulador brigando com parceira.

O manipulador pode utilizar vários recursos para conseguir o que deseja. Mas, basicamente, ele se coloca no lugar de vítima ou utiliza o seu poder para ameaçar e ter o que quer. Para identificar se alguém está sofrendo de chantagem emocional, veja abaixo mais informações sobre isso e conheça os tipos dessa espécie de manipulação!

O que é chantagem emocional e seus tipos

Chantagem emocional é um meio que as pessoas usam para conseguir o que desejam. Um indivíduo pode, por exemplo, utilizar o medo para fazer com que o outro faça aquilo que ele quer. Pode também sensibilizar suas vítimas em prol de seus interesses ou até usar de sua autoridade para ter seus pedidos atendidos.

O chantagista utiliza vários recursos e, por isso, nem sempre é fácil identificar quando você está envolvido em uma manipulação emocional. No entanto, existem 3 tipos de chantagem emocional que são mais fáceis de serem percebidas: a vitimização, as ameaças de punições e as relações compensatórias.

Ameaças de punições

Como o próprio nome sugere, as ameaças de punições se baseiam em comportamentos ameaçadores que levam a vítima à culpabilização e à responsabilização dos próprios atos. Por exemplo, neste tipo de chantagem emocional, a pessoa costuma falar assim: “se você não fizer isso, eu paro de falar com você”. Com o sentimento de culpa, a vítima acaba cedendo.

As ameaças sempre envolvem uma punição para a vítima, de forma que ela se sinta culpada pelas consequências. Seguindo o exemplo acima, “ele vai parar de falar comigo, porque eu não fiz o que ele pediu”, logo, “eu que sou culpado por ele não falar mais comigo”. Isso é ainda mais forte quando a vítima tem autoestima baixa.

Vitimização

Um recurso que o chantagista emocional utiliza bastante é a vitimização. Através de cenas apelativas e teatrais, ele induz a vítima a se sentir culpada. Por vezes, distorce os fatos para confundir a vítima. Devido a isso, ele costuma ser “muito bom de lábia” e tem um ótimo discurso. Assim, se não tomar cuidado, qualquer um pode cair na conversa dele.

Quando a chantagem emocional é efetivada através da vitimização e o manipulador consegue o que quer, todo esse papel de vítima é desfeito. A encenação teatral e as cenas de apelação deixam de existir e ele age normalmente, como se nada tivesse acontecido.

Relações compensatórias

Nas relações compensatórias, o chantagista utiliza uma espécie de recompensa ou premiação para conseguir o que deseja. Geralmente, a vítima sente como se estivesse em uma eterna dívida. O outro é bom demais e, para conseguir o que ele oferece, será necessário fazer o que ele quer. É uma relação muito desproporcional.

O chantagista costuma usar algo que a vítima gosta como premiação e que, aparentemente, só ele pode oferecer. Ainda que a vítima não perceba esse tipo de chantagem emocional, ela se sente presa ao relacionamento, como se pudesse ser feliz apenas ao lado dessa pessoa. Somente com conselhos de outros e busca de independência será possível a libertação.

O perfil do chantagista e de sua vítima

Vítima se escondendo de manipulador.

Saber identificar o perfil do chantagista e da vítima é fundamental para não cair em um ciclo de chantagem emocional, como também não praticar essa violência psicológica com as pessoas. Saiba mais nos tópicos abaixo!

Eles dizem o que você deseja escutar

Geralmente, a pessoa que faz uma chantagem emocional é alvo de amor da vítima. Por vezes, o manipulado cede às vontades do outro para que possa manter a relação estável. Diante disso, o chantagista utiliza como estratégia as palavras que você quer ouvir, como, por exemplo, prometer que vai mudar de comportamento.

Ele também pode prometer recompensas e premiações que você estava esperando e ainda não recebeu. Diante disso, ele te enche de esperanças, exercendo o controle sobre a sua vida. Você vive acreditando que amanhã será melhor e que tudo vai se resolver. Logo, atente-se a esse comportamento.

Presenteiam e fazem agrados

Em uma briga de casal, por exemplo, é natural um dos parceiros dar presentes como demonstração de arrependimento. Mas, no caso da chantagem emocional, o manipulador faz questão de agradar sua vítima para que, no futuro, ele possa cobrar dela o que quiser. As boas ações que ele faz nada mais são do que barganhas para serem usadas mais tarde.

O objetivo dessa estratégia é mostrar que ele faz tudo por você, sacrifica-se pela relação e sempre está disposto a te ver bem e feliz. No entanto, em um relacionamento saudável, os presentes são dados de forma voluntária e jamais utilizados como uma troca.

São ciumentos e controladores

O pano de fundo da chantagem emocional é o controle. Afinal de contas, o manipulador quer que você faça todas as vontades dele, independentemente dos seus desejos. Além disso, costuma ser muito ciumento, mascarando esse comportamento com o argumento de que está muito apaixonado e zelando pelo que tem.

Aliás, essa percepção de “ter” é muito característico nos manipuladores emocionais. Eles consideram as vítimas como posse ou propriedade. Falam que são sortudos por terem os chantageados na vida deles. Mas, na verdade, falas assim são apenas para justificar os ciúmes e o controle que eles apresentam.

São críticos

Não importa o quanto a pessoa faça, ela sempre será insuficiente para o manipulador. Quem faz chantagem emocional vive insatisfeito com a vítima, porém não a abandona. Critica, julga, aponta falhas e defeitos e faz comparações muito degradantes sobre a vítima, porém utiliza outras táticas para fazer com que ela permaneça em sua vida.

Todo esse jogo emocional tem apenas um objetivo: abaixar a autoestima da vítima, de forma que ela venha a se sentir incompetente e indigna de conseguir relacionamentos melhores. Com o sentimento de desvalorização, o controle é exercido, de modo que a manipulação possa se concretizar. Por isso, é muito importante que o chantageado fortaleça seu amor próprio.

Nem sempre apresentam argumentos razoáveis

Uma das estratégias de quem faz chantagem emocional é jogar a culpa e a responsabilização para cima da pessoa. Ainda que as vítimas estejam certas, os manipuladores distorcem a conversa e os fatos para que elas se sintam culpadas pelo que aconteceu. Mas os argumentos deles não tem nenhum fundamento.

Um exemplo claro disso é, após uma discussão de casal, o parceiro manipulador deixar a vítima falando sozinha ou simplesmente sumir sem dar explicações ou ficar dias sem falar. Quando a vítima cede e pede desculpas, ainda que o erro não seja dela, o chantagista continua repetindo o comportamento, deixando a pessoa cada dia mais desgastada.

Constrangem parceiros em público

A chantagem emocional funciona muito bem quando os manipuladores deixam suas vítimas constrangidas em público. Ironicamente, eles não fazem nenhuma questão de disfarçar o descontentamento por uma vontade não realizada. Eles estão dispostos a fazer qualquer coisa para que sua manipulação seja concretizada.

Por isso, eles costumam constranger as vítimas através de cenas dramáticas, alterar o tom de voz ou ficar de cara emburrada. Com esses cenários, elas ficam envergonhadas e cedem aos desejos deles. O objetivo é justamente chamar a atenção de outras pessoas para que a pessoa chantageada pense que a culpa é dela por tudo aquilo estar acontecendo.

Quem são as vítimas de chantagem

Engana-se quem pensa que as vítimas de chantagem emocional são pessoas frágeis e inocentes. Muito pelo contrário, muitas delas são indivíduos responsáveis e que procuram fazer as coisas certas. A grande questão é que os manipuladores encontram uma brecha nesses indivíduos para exercer o controle.

Os alvos da manipulação emocional tendem a apresentar as seguintes características:

• São sensíveis a críticas;

• Buscam evitar conflitos;

• Tentam se adaptar às situações em prol da saúde da relação;

• Preferem colocar as próprias necessidades em segundo plano;

• Tendem a apresentar autoestima baixa e insegurança;

• Procuram agradar a todos e necessitam de aprovação;

• Se culpam com muita facilidade;

• Têm senso de compaixão e são empáticos;

• São éticos, responsáveis e procuram fazer o que é certo.

Como lidar com a chantagem emocional

Mulher estendendo a mão com um "X" marcado.

Nem sempre é fácil lidar com a chantagem emocional, especialmente quando se tem a autoestima baixa. Mas é possível sair desse cenário de manipulação com as dicas abaixo. Veja só as orientações!

Reflita sobre si e sobre o contexto

Se você está constantemente pedindo desculpas pelos seus atos, ainda que não tenha feito nada de errado, sempre cede aos pedidos do outro e percebe que a pessoa nunca aceita um “não”, então, você está vivendo uma chantagem emocional. Tenha em mente que nem sempre o manipulador vai usar a violência ou o poder para controlar a vítima.

Às vezes, o chantagista também utiliza culpa, pena, medo e obrigação para conseguir o que quer. Por isso, é necessário que você reflita sobre seus sentimentos e suas ações. Avalie também todo o contexto, veja quantas vezes você precisa se sacrificar em prol das vontades do outro.

Analise e entenda as táticas do chantagista

Em uma batalha, os guerreiros costumam analisar as táticas do adversário para conseguir derrotá-lo. Na relação de chantagem emocional, o princípio é o mesmo. Ou seja, você precisa analisar e entender as táticas do manipulador para sair do controle. É preciso observar o padrão de comportamento do chantagista.

Geralmente, ele utiliza as emoções da vítima para controlar. Sentimentos como medo, culpa e responsabilização fazem a pessoa não querer contrariá-lo e, desta forma, ceder em tudo o que ele pede. Tente observar quais são as estratégias que ele usa, principalmente nos momentos em que você tentou resistir, mas não conseguiu.

Se isso for muito difícil para você, tente se colocar em uma posição de observador externo. Olhe a situação de fora, imagine se isso estivesse acontecendo com outra pessoa e analise as táticas.

Estabeleça limites

Tenha uma coisa em mente: o outro só vai até onde você permitir. Ou seja, é você quem impõe o limite para a outra pessoa. Logo, para se ver livre de uma vez por todas da chantagem emocional, é fundamental colocar limites. Para isso, suas prioridades devem estar bem claras e transparentes.

Por maior que seja o seu amor pelo chantagista, seu bem-estar não pode ser deixado de lado. Se você se sente desconfortável ou renunciando algo de importância em sua vida para atender ao pedido do outro, isso é um sinal de manipulação emocional. Portanto, tenha forças para quebrar esse controle.

Diga não

Pessoas solidárias e generosas tendem a apresentar dificuldades com a palavra “não”, o que é um prato cheio para os manipuladores emocionais. Mas você não precisa abrir mão de seu coração generoso, basta saber dizer “não” no momento certo.

É necessário expressar essa palavra para que a chantagem emocional chegue ao fim. Provavelmente, na primeira vez em que você negar um pedido do chantagista, ele não vai gostar, mas é preciso resistir.

Se a sua dificuldade em dizer “não” for muito grande, treine na frente do espelho até conseguir. Além disso, trabalhe os seus pensamentos também. Elimine a culpa do seu coração e não se sinta uma pessoa ruim só porque negou um pedido. Em vez disso, exercite o seu amor próprio e coloque-se em primeiro lugar.

O ciclo da chantagem emocional

Casal brigado entre si.

A chantagem emocional funciona em um ciclo cruel e sutil de violência psicológica. A partir da primeira vontade cedida, o manipulador continua com o seu comportamento controlando a pessoa chantageada. Veja abaixo como se dá cada etapa desse tipo de manipulação.

O manipulador torna clara a sua demanda

Em primeiro lugar, o manipulador torna bem clara a sua demanda. Ele diz de forma transparente o que deseja que você faça. Neste momento, ele não vai usar nenhum tipo de tática para realizar a chantagem emocional. No entanto, ele pode insinuar seus desejos, por meio dos sentimentos da vítima.

As emoções utilizadas nessa primeira etapa costumam ser a pena e o dever, mas sempre com um jeito manso. Dependendo da personalidade do manipulador, ele pode falar de forma um pouco mais autoritária, no entanto, sem ameaças. As ameaças surgem depois da resistência da vítima.

A vítima resiste à vontade do manipulador

Depois que o manipulador deixa suas demandas claras, naturalmente, a vítima resiste. Isso porque os pedidos do chantagista costumam ser desagradáveis, inconvenientes e prejudiciais ou simplesmente comprometem as necessidades pessoais da pessoa chantageada. Logo, é comum a reação de recusa.

Quando a provável vítima da chantagem emocional consegue dizer “não”, o manipulador continua insistindo, com possibilidade de alterar suas táticas até ela ceder. A pessoa pode usar argumentos para mostrar a irracionalidade do pedido, mas, ainda assim, a insistência continua.

Por outro lado, o desejo do manipulador pode até ser algo razoável. Entretanto, ele não aceita a recusa da vítima, que se sente incomodada por não ser respeitada.

Surge a ameaça

A pessoa que faz a chantagem emocional não suporta receber o “não”. Lembre-se de que ela é alguém controladora e quer que tudo seja feito do seu próprio jeito e à sua maneira. Diante disso, começam a surgir as ameaças psicológicas, nas quais o manipulador faz com que a vítima sinta que é responsável pelos efeitos negativos da recusa.

É nessa etapa que entra o comportamento compensatório, em que a vítima só receberá tal premiação se ceder às vontades do chantagista. É aqui também onde o manipulador pode se fazer de vítima, colocando a culpa de seu estado na pessoa manipulada. Medo, pena, culpa e obrigação são sentimentos muito comuns nesse ponto.

A vítima cede à intimação

Por fim, se as táticas do manipulador derem certo, a chantagem emocional se concretiza com a desistência da vítima de seus próprios interesses e necessidades. Ou seja, depois de tantas ameaças, a pessoa abre mão do que considera certo e renuncia seus princípios para atender às demandas do outro.

Mesmo com o sentimento de desconforto e incômodo, a vítima faz o que o manipulador pede e, depois de todas as chantagens, ele volta ao seu estado normal, sem cenas apelativas. Geralmente, a vítima fica com pena, com medo ou se sente obrigada a ceder à intimidação.

A repetição das etapas

Com a chantagem emocional efetivada, o manipulador vai repetir todas as etapas para o ciclo da violência psicológica continuar, não importando o quanto será prejudicial para a vítima. Se uma estratégia deu certo, é essa mesmo que ele vai continuar usando, pois já sabe como a vítima se comporta diante dessa tática.

Mas é importante entender que o chantagista pode utilizar outros recursos para manipular, principalmente se alguma recusa for firme. Uma das características do manipulador é a persistência e a inteligência. Como ele não gosta de receber um “não” e deseja controlar, outras estratégias serão utilizadas para conseguir o que quer.

Exemplos de chantagem e o que fazer a respeito

Mulher chorando na frente do namorado.

Por vezes, as vítimas de chantagem emocional não sabem que estão sendo manipuladas, o que fica ainda mais difícil sair desse ciclo de controle. Por isso, veja abaixo alguns exemplos dessa manipulação e saiba o que fazer diante disso!

Exemplos de chantagem emocional

Um exemplo clássico de chantagem emocional está nos cinemas. No filme do Shrek,, há um personagem que utiliza a expressão facial para conseguir o que quer e manipular suas vítimas, o gato de botas. Quando deseja algo, ele arregala os olhos, segura o chapéu entre as patas da frente e faz uma expressão que dá dó. Com isso, qualquer um teria pena dele.

O chantagista emocional tem a mesma intenção: utiliza de artifícios para conseguir o que deseja. Em um relacionamento amoroso, por exemplo, a pessoa pode frequentemente ameaçar abandonar a outra só para ter o que quer. No entanto, a identificação de uma chantagem emocional requer avaliação de toda a situação, principalmente se você se sente manipulado ou não.

O que fazer diante dos sinais de chantagem emocional

Quando a chantagem emocional se dá por alguém que você ama, sair dessa situação se torna uma tarefa muito difícil. Afinal de contas, são muitos sentimentos envolvidos. Mas você pode reverter esse quadro através da terapia de casal. Com a orientação de um psicólogo, o manipulador pode abandonar esse comportamento controlador e viver de forma mais leve.

Contudo, tome muito cuidado para não cair na ideia de "consertar" o outro, pois isso pode ser uma armadilha para você. O manipulador pode usar a promessa de mudança como desculpa para continuar com a manipulação. Por isso, pense em você primeiramente e busque a ajuda de um psicólogo. Se precisar, conte com amigos e familiares para te aconselhar.

Importante: A chantagem emocional é crime!

Como é considerada uma violência psicológica, de acordo com a Lei Maria da Penha, a chantagem emocional é crime. Essa lei garante o amparo e a proteção das mulheres, que, estatisticamente, sofrem mais violência doméstica. Portanto, assim que você identificar os sinais desse tipo de manipulação emocional, pode procurar o amparo judicial imediatamente.

Entretanto, ainda que a chantagem emocional esteja enquadrada na Lei Maria da Penha, essa violência psicológica pode ocorrer com qualquer pessoa, incluindo homens, adolescentes e até crianças. É fundamental procurar proteção o mais rápido possível para que a manipulação não gere consequências piores.

Não tolere a chantagem emocional e, caso se sinta ameaçado, não hesite em procurar ajuda!

Sombra de pessoa presa.

Entenda que a vida fornece a dádiva do livre arbítrio para que todos possam fazer suas escolhas e moldarem os seus caminhos nesta Terra. Por isso, você não precisa viver preso a uma chantagem emocional em nome do amor, proteção ou qualquer outra coisa que seja. Se está gerando desconforto, ameaças e sentimento de prisão, o lugar não é para você.

Diante disso, não hesite em procurar ajuda. Agora que você já sabe que a chantagem emocional é uma violência psicológica e categorizada como crime, pode procurar o amparo de uma delegacia da mulher, ou ainda buscar auxílio psicológico para sair dessa situação. Não ceda, seja firme e não tolere esse tipo de violência em sua vida!

Autor deste artigo

Psicóloga, com linha terapêutica baseada na psicanálise. Ingressei na carreira de redatora freelancer em 2018 e, desde então, não parei mais.
Já me aventurei na redação jornalística e na escrita de diversos temas em uma agência de marketing. Atualmente mergulho no significado dos sonhos, acreditando que eles tem muito a dizer sobre os nossos caminhos por essa vida.

Palavras-chave relacionadas


relacionamentos

Artigos relacionados


Os quatro temperamentos humanos: características, como descobrir e mais!

Os quatro temperamentos humanos: características, como descobrir e mais!

Os quatro temperamentos formam a essência do indivíduo e impactam suas relações interpessoais. Veja nesse texto a importância de conhecer esse modelo!


O que significa sonhar com flerte? De amigo, namorado, famoso e mais!

O que significa sonhar com flerte? De amigo, namorado, famoso e mais!

Sonhar com flerte fala sobre a necessidade de buscar mais momentos felizes em sua vida. Para saber mais sobre esse e outros significados, confira nosso artigo!


O que é amor líquido? O conceito de Bauman, relacionamentos e mais!

O que é amor líquido? O conceito de Bauman, relacionamentos e mais!

Retratando a superficialidade e a inconstância dos relacionamentos, é possível chegar na definição do amor líquido. Saiba mais!


Psicopatia: significado, características, como identificar e mais!

Psicopatia: significado, características, como identificar e mais!

Sendo um distúrbio, a psicopatia pode ser difícil de diagnosticar e retrata o desprezo pelos processos sociais. Saiba mais!


Traição: conheça os sinais, motivos, como lidar, perdoar e mais!

Traição: conheça os sinais, motivos, como lidar, perdoar e mais!

Você desconfia que esteja sendo traído (a)? Veja a seguir os sinais da traição, seus motivos e sobre como você deve lidar ou perdoar o outro.


Últimos posts


Sonhar que está com buraco no dente: furado, cárie, podre e mais!

Sonhar que está com buraco no dente: furado, cárie, podre e mais!

Sabia que sonhar com buraco no dente tem significados diversos? Confira este artigo e saiba as possibilidades de simbologias por trás!


Sonhar com colega de escola: sala de aula, de classe, antigos e mais!

Sonhar com colega de escola: sala de aula, de classe, antigos e mais!

Sonhar com colega de escola traz diversas previsões para os seus relacionamentos. Confira aqui essas e outras interpretações.


Oração do Anjo da Guarda para dormir: veja essa e outras que irão ajudar!

Oração do Anjo da Guarda para dormir: veja essa e outras que irão ajudar!

Descubra neste artigo algumas orações capazes de ajudar você a dormir melhor, trazendo a proteção necessária do seu Anjo da Guarda!


Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lente de contato: azul, verde, de grau, em outra pessoa e mais!

Sonhar com lentes de contato denotam má sorte? Descubra tudo sobre esse sonho e seus significados nesse atigo!


Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Salmos da cura: conheça 8 orações que irão ajudar na cura de doenças!

Os Salmos da Bíblia cristã são um convite a expressar a fé e pedidos genuínos, aliados a um profundo senso de gratidão a Deus. Conheça mais sobre esses textos!