Chá de dente-de-leão: Benefícios, contraindicações, preparo e mais!

Chá de dente-de-leão: Benefícios, contraindicações, preparo e mais!

Entenda todos os benefícios do dente-de-leão e como esta planta pode ajudar com as suas diversas aplicações, trazendo mais saúde para a sua vida.


Considerações gerais sobre o chá de dente-de-leão

Raiz da flor dente-de-leão

Como é uma planta com propriedades nutritivas, o dente-de-leão, quando utilizado na forma de chá, ajuda nas atividades diuréticas, auxiliando o corpo e contribuindo com a liberação dos líquidos retidos.

Muito além de benefícios para as atividades diuréticas, o dente-de-leão pode também ser utilizado em práticas para controlar ou combater doenças que afetam as articulações (reumatismo e gota, por exemplo), uma vez que, com suas propriedades anti-inflamatórias, auxilia para desinchar pés, pernas, mãos e braços. Assim, as articulações são as áreas mais beneficiadas por esta infusão.

Muitos acreditam que as lindas flores da planta, de tons amarelados, são usadas para fazer o chá de dente-de-leão. Entretanto, a verdade é que é preciso usar a raiz, pois nela há volumes de antioxidantes e a presença de compostos naturalmente medicinais.

Siga sua leitura e entenda mais sobre as formas de usar, propriedades e como realizar a receita de um chá aromático com dente-de-leão. Confira!

Dente-de-leão, componentes e como reconhecer

Chá de dente-de-leão

Com variados benefícios, o dente-de-leão é proveniente de regiões da América do Norte e também de países da Europa. É uma planta que gosta de climas temperados e, por isso, é naturalmente abundante em vitaminas e minerais, assim como o solo destas regiões.

Por ser versátil, pode ser consumida de diversas formas na culinária e em produtos de beleza, principalmente com eficácia para a nutrição da pele. Conheça detalhes sobre a utilização desta planta e a inclua em sua alimentação, melhorando sua saúde e bem-estar.

O que é o dente-de-leão

Reconhecida como uma planta independente, pois nasce naturalmente sozinha, o dente-de-leão tem características de uma planta forte. Sua condição de espontaneidade e de crescimento autônomo contribuem para a riqueza de suas propriedades e benefícios nutricionais.

Além do nome dente-de-leão, em algumas regiões do mundo e do Brasil ela pode ser encontrada também como: alface-de-cão; esperança; chicória-louca; amor-de-homem; quartilho; amargosa, ou ainda, taraxaco. É também consumida por diversos tipos de insetos, que aproveitam o seu pólen. O dente-de-leão é encontrado em campos e áreas com grama e fatura de vegetação.

Propriedades nutricionais do dente-de-leão

A grande presença de vitaminas é uma marca da planta dente de leão. Contempla a vitamina A, vitaminas do complexo B6, e vitaminas E, K e C, que influenciam no bom funcionamento do corpo e conduzem os demais minerais para a corrente sanguínea. Além disso, ainda tem os seguintes componentes: cálcio, magnésio, ferro, potássio, cobre, proteínas, inulina, pectina, tiamina e riboflavina.

Propriedades medicinais do dente-de-leão

Para fins medicinais ou com propósitos curativos, o dente-de-leão é usado por apresentar as seguintes faculdades curativas: características de tônico para o sistema hepático, capacidades diuréticas, filtragem do fluxo sanguíneo, prevenção ao escorbuto, contribuição para o processo digestivo, antioxidante, estimulante, anti-inflamatório e laxante.

Como reconhecer o dente-de-leão

Muitos acham que é fácil encontrar a planta dente-de-leão, pois buscam basicamente por sua flor. Mas, é muito comum confundir a sua flor com a de outra planta, também encontrada em campos com fartas vegetações: a serralha.

Como a flor da serralha também tem tons de amarelo e a presença de sementes que voam com o vento, é possível confundir com o dente-de-leão. Mas, ainda assim, é possível diferenciar colocando atenção em suas folhas e flores.

As folhas do dente-de-leão são longas (com aspecto de dentes), enquanto da serrana, são achatadas sem relevo ou saliências. Da serrana, saem diversos botões da flor em uma mesma haste da planta, já no dente-de-leão só nasce uma flor para cada haste. Analise com calma e encontre a planta correta a partir dessas comparações.

Interação medicamentosa

O dente-de-leão é uma planta que contribui para a saúde e traz alívio a diversos incômodos do organismo. Entretanto, é preciso observar suas propriedades com atenção e seguir orientações de especialistas ao consumi-lo, pois sua utilização constante pode contribuir para desregular e ou alterar as funções do organismo por conta de seus elementos, prejudicando a saúde do corpo.

Logo, recorde-se sempre que toda a planta com ativos medicinais causa reações diferentes em cada tipo de organismo. Então, é importante conhecer o seu corpo quanto à necessidade de vitaminas e de nutrientes para consumir tais plantas da forma mais correta possível.

Com isso, compete a você e sua busca de conhecimento, usando informações de especialistas para selecionar as plantas que mais combinam para o seu paladar e que agradam no aroma. Ademais, você deve se atentar com a aplicação e a função da planta. Entenda sempre mais e eleja boas plantas que ajudem no funcionamento do seu corpo!

O preparo do chá de Dente-de-leão e outras formas de consumo

Chá de dente-de-leão com flores decorativas

O chá de dente-de-leão é bem indicado para adultos e também para crianças. Ele é responsável por ponderar o aumento da geração de líquidos como a urina no organismo.

Assim, com o acréscimo na geração de urina, o chá ajudará na eliminação de líquidos em casos em que se tenha propensão para a retenção de líquidos. Conheça os ingredientes e a preparação de um chá delicioso e saiba mais sobre como é a inclusão desta planta na culinária.

Ingredientes e preparo do chá de dente-de-leão

Busque os seguintes ingredientes para fazer a receita do chá de dente-de-leão: 15 gramas de folhas secas e raízes da planta dente-de-leão. Veja que não há o uso das flores dente-de-leão.

Você também deve usar 250 ml de água quente. O correto é que as folhas e a raiz estejam, embora secas, também frescas. Opte por recolhê-las ou comprá-las bem próximo ao momento em que realmente for fazer a infusão.

Para preparar o chá, coloque a água já quente em uma panela que tenha tampa. Insira as folhas e as raízes e deixe descansar dentro da água quente fechando bem. Mantenha dessa forma por cerca de 10 minutos. Após, coe e beba em seguida. Lembre-se que o consumo do chá deve ser realizado de 2 a 3 vezes apenas por dia.

Suco de dente-de-leão

O dente-de-leão pode ser incluído em seu suco verde, potencializando as propriedades dos demais ingredientes e entregando capacidades diuréticas, anti-inflamatórias e antioxidantes para a bebida. Para fazer o suco, você vai precisar de: 3 folhas de dente-de-leão, uma folha pequena de couve, algumas fatias pequenas de gengibre, hortelã, cúrcuma, 1 maçã cortada e meio litro de água de coco.

Insira todos os ingredientes em um liquidificador e bata por cerca de 2 minutos. Se conseguir, consuma o suco na sequência e sem coar, as propriedades estão também nos resíduos. Mas, se não gostar, retire-os coando. Pode ser consumido com pedrinhas de gelo e ainda armazenado em formas de gelo, no congelador, para consumo posterior.

Na culinária

Como é uma planta versátil, o dente-de-leão pode ser usado com diversas aplicações na culinária, embora em nosso dia a dia não saibamos. O dente-de-leão pode ser utilizado em preparações de massas, nas quais as folhas podem ser moídas e adicionadas a mistura de farinha e água ainda na preparação; incluída em saladas para substituir hortaliças como a alface e também ser aproveitada em sanduíches.

Em bebidas, o dente-de-leão pode compor as infusões de cafés (aromatizando ainda mais, assim como a cúrcuma é utilizada) e também ser incluído nos processos de fermentação de vinhos, potencializando a estrutura e também o aroma. Como xarope, se misturado ao limão e ao agrião, sua raiz ajuda a fortificar o organismo.

Benefícios e para que serve o chá de dente-de-leão

Xícara com chá de dente-de-leão

O chá de dente-de-leão é sugerido para diminuir as situações que levam à anemia em crianças e adultos, auxiliar na saúde do fígado e contribuir para a melhoria do processo digestivo, até mesmo após a refeição. Além disso, ajuda a regular o açúcar do corpo, com grande presença em dietas de emagrecimento. Siga lendo, e conheça todos os benefícios desse chá, aproveitando-o em sua alimentação diária.

Diminui o risco de anemia

As vitaminas contidas na planta ajudam na saúde do sangue, mas é a presença do ferro que contribui imensamente para diminuir o risco de anemia em crianças e adultos. O complexo B e também as proteínas atuam para aumentar a estruturação de novas hemácias, células que geram a hemoglobina no sangue, tornando-o mais saudável.

Bom para a saúde do fígado

Atuando diretamente na contribuição de eliminação de líquidos retidos do corpo, o chá de dente-de-leão ajuda o fígado a filtrar ainda mais as toxinas do sangue e, como consequência, a limpar os canais que levam os líquidos até a vesícula. Logo, o processo fica mais intenso e nutre o fígado para que este realize sua função de maneira mais saudável.

Auxilia no processo digestivo

Além de todos dos outros componentes já comentados, ainda são encontradas fibras no dente-de-leão. Elas possuem grande ação de atuação no processo digestivo. Isso porque são capazes de prevenir enfermidades gástricas e do intestino. Logo, os resíduos a serem expelidos pelo corpo ganham maior consistência evitando situações de diarreia e ou de intestino irritado.

Regula os níveis de açúcar no sangue

O uso do chá de dente-de-leão por aqueles que têm diabetes também é especialmente recomendada, uma vez que este pode atuar como um estimulante na produção de insulina. Além disso, a capacidade diurética da planta ajuda na produção de urina e na eliminação desta. Este fluxo ajuda a regular os níveis de açúcar, mantendo-os baixos no sangue e evitando a incidência de problemas renais.

Ação antioxidante, anti-inflamatória e diurética

Para problemas de digestão, falta de apetite, enfermidades relacionadas aos rins, doenças hepáticas e reumáticas, o chá de dente-de-leão é recomendado por suas ações antioxidantes, anti-inflamatórias e diuréticas. A aplicação do chá, para contribuir no restabelecimento destas patologias, deve ser avaliado em conjunto com especialistas e corretamente inserido na dieta.

Fonte de vitaminas A, do complexo B, C, E e K

Não é só na raiz da planta que as vitaminas estão presentes. Em toda a sua extensão, incluindo a seiva (comumente chamado de leite), há a presença de vitaminas do tipo A, do complexo B, C, E e K. Também nas folhas e ainda nas pétalas secas da flor. Algumas partes da planta podem ser consumidas como chás, e outras aplicadas em ferimentos ou usadas em banhos de assento.

Emagrecimento, redução de inchaços e sintomas da TPM

Por ser precário no quesito calorias e carboidratos, e por conter também muita ação diurética, o chá de dente-de-leão é facilmente incluído por especialistas e nutricionistas em dietas que visam o emagrecimento e perda de peso, nas quais os pacientes tenham forte propensão à retenção de líquidos.

Segundo estudos, a planta não só melhora o metabolismo para a produção e eliminação de líquidos com o também facilita a expulsão das toxinas, melhorando o fluxo sanguíneo, o que irá contribuir em cólicas e inchaços durante o período menstrual.

Efeitos colaterais, quem não deve consumir e meio ambiente

Xícara de chá de dente de leão

A natureza oferece diversos produtos naturais para o consumo humano, mas todos devem ser utilizados com parcimônia e sob orientação de especialistas ou nutricionistas. Com o dente-de-leão não é diferente. O uso em excesso ou combinado com outras substâncias pode trazer efeitos indesejados. Saiba mais sobre as restrições e cuide-se para usar corretamente. Confira!

Possíveis efeitos colaterais do chá de dente-de-leão

Se você já está consumindo alguma medicação sintética, deve procurar entender, com seu médico, se as propriedades do chá de dente-de-leão podem ou não anular os ativos que compõem o seu remédio. Embora seja bem raro, o uso em excesso desse chá pode provocar problemas gástricos e intestinais e ainda, reações alérgicas. Consulte sempre um especialista se sintomas como esses aparecerem.

Quem não deve consumir o chá de dente-de-leão

O consumo de chá de dente-de-leão não é recomendado para gestantes devido às propriedades laxantes e a presença de fibras diuréticas. O mesmo vale para mães ainda em processo de amamentação, pois as substâncias do chá podem alterar as propriedades do leite materno. Adultos ou crianças hipertensas ou com histórico de pedras nos rins ou vesícula também devem evitar o consumo.

O consumo de dente-de-leão e o meio ambiente

Ao consumir recursos que nascem espontaneamente na natureza, como é o caso da planta dente-de-leão, estamos também contribuindo para o nivelamento e balanceamento da fauna no meio ambiente, fazendo com que ela se renove.

Assim, incluir o dente-de-leão em nossa alimentação ajuda também a diminuir a utilização de agrotóxicos e insumos que podem ser usados para diminuir o seu crescimento. Então, valorize a natureza e o benefício que ela nos traz.

O chá de dente-de-leão pode ajudar no tratamento do novo coronavírus?

Chá de dente-de-leão

Não existe comprovação científica de que o chá de dente-de-leão ou o consumo de qualquer outra parte da planta possa ajudar no tratamento ou na incidência do novo coronavírus.

Embora seja recomendado como infusão para auxiliar no tratamento do vírus como o da gripe e do vírus da influenza, não há indicações ainda de que essa planta ou chá possa tratar o novo coronavírus de forma natural.

Atualmente, somente as vacinas, o uso da máscara e o distanciamento social são os melhores aliados na luta contra o Covid-19. Então, esteja atento aos sintomas e procure um médico para receber as orientações necessárias e adequadas. O coronavírus é uma pandemia que vem sendo tratada pelas autoridades de saúde e as recomendações não incluem o uso de tratamentos medicinais alternativos.

Tenha em mente que plantas como o dente-de-leão podem ser usadas no dia a dia para ajudar no tratamento de enfermidades citadas e na prevenção delas, mas não têm efetivos poderes de cura por si só. Portanto, não hesite em procurar um médico sempre que necessário.

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


chás

Artigos relacionados


Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

O chá de cana-do-brejo conta com propriedades anti-inflamatórias, adstringentes e que melhoram o funcionamento dos rins. Veja mais!


Chá para gripe: Confira 10 receitas que irão melhorar a gripe e o resfriado!

Chá para gripe: Confira 10 receitas que irão melhorar a gripe e o resfriado!

Não há nada pior do que ficar indisposto por causa de uma gripe. Leia o artigo e confira 10 chás infalíveis para se livrar da gripe e recuperar sua energia!


Chá para gastrite: 10 opções que irão melhorar a queimação no estômago!

Chá para gastrite: 10 opções que irão melhorar a queimação no estômago!

A gastrite causa desconforto e exige tratamento. Mas você sabia que existem chás que auxiliam no alívio dos sintomas? Confira neste artigo 10 receitas de chás!


Para que serve o chá da folha da manga? Benefícios, para sinusite e mais!

Para que serve o chá da folha da manga? Benefícios, para sinusite e mais!

Apresentando ótimos benefícios, o chá da folha da manga conta com nutrientes capazes de fortalecer a saúde, além dos seus ativos. Saiba aqui como fazer!


Chá de sálvia: para que serve, benefícios, propriedades, como fazer e mais!

Chá de sálvia: para que serve, benefícios, propriedades, como fazer e mais!

Além das versões ornamentais, a sálvia tem espécies ideais para a produção do chá, que torna o corpo e a mente mais saudáveis. Saiba mais no artigo!


Últimos posts


Os benefícios da ora-pro-nobis: Para imunidade, anemia e mais!

Os benefícios da ora-pro-nobis: Para imunidade, anemia e mais!

Conheça a ora-pro-nóbis, uma planta rica em fibras, proteínas e vitaminas com diversos atributos positivos para a saúde. Entenda aqui como consumir!


Horas iguais 22:22: significado no amor, para os anjos, espiritual e mais!

Horas iguais 22:22: significado no amor, para os anjos, espiritual e mais!

As horas iguais são uma mensagem divina com vibrações poderosas. Leia o texto e entenda qual mensagem as horas 22:22 quer entregar a você.


Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

Chá de Cana-do-brejo: para que serve, efeitos colaterais, como fazer e mais!

O chá de cana-do-brejo conta com propriedades anti-inflamatórias, adstringentes e que melhoram o funcionamento dos rins. Veja mais!


Pedra Sodalita: significado, propriedades, para que serve e mais!

Pedra Sodalita: significado, propriedades, para que serve e mais!

A Sodalita é um cristal azul real ligado a mente, intuição e cura, e pode melhorar a sua vida em diferentes níveis. Entenda mais sobre nesse artigo!


Planta Crista-de-Galo: origem, benefícios medicinais, como cuidar e mais!

Planta Crista-de-Galo: origem, benefícios medicinais, como cuidar e mais!

Conheça aqui a planta crista de galo, que traz diversos benefícios para a saúde, e saiba como cuidar dessa preciosidade em sua casa!